Administração

Páginas: 9 (2212 palavras) Publicado: 23 de abril de 2011
"TEORIA DO DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL" 
Prof. Ilacyr Luiz Gualazzi (extraído da página: http://www.unimep.br/~gualazzi) www.lgti.ufsc.br/O&m/aulas/Aula3/teoria.htm
            A Teoria do Desenvolvimento Organizacional (DO) surgiu a partir de 1962, decorrente das idéias de vários autores, a respeito do ser humano, da organização e do ambiente em que estes crescem e se desenvolvem.            Assim, o conceito de Desenvolvimento Organizacional está intimamente ligado aos conceitos de mudança e de capacidade adaptativa à mudança
CONCEITO DE ORGANIZAÇÃO
            O conceito de organização para os especialistas em D O é tipicamente comportamentalista: "uma organização é a coordenação de diferentes atividades de contribuintes individuais com a finalidade de efetuar transações planejadas como ambiente". Esse conceito utiliza a noção tradicional de divisão do trabalho ao se referir às diferentes atividades e à coordenação existente na organização e refere-se às pessoas como contribuintes das organizações, em vez de estarem elas próprias, as pessoas, totalmente nas organizações. As contribuições de cada participante à organização variam enormemente em função não somente das diferençasindividuais, mas também do sistema de recompensas e contribuições pela organização.
            Toda organização atua em determinado meio ambiente e sua existência e sobrevivência dependem da maneira como ela se relaciona com esse meio. Assim, ela deve ser estruturada e dinamizada em função das condições e circunstâncias que caracterizam o meio em que ela opera.
            Os autores do DOadotam uma posição antagônica ao conceito tradicional da organização, salientando as diferenças fundamentais existentes entre os sistemas mecânicos (típicos do conceito tradicional) e os sistemas orgânicos (abordagem do DO).Os sistemas orgânicos tornam as organizações coletivamente conscientes dos seus destinos e da orientação necessária para melhor se dirigir a eles. Desenvolvem uma novaconscientização social dos participantes das organizações, os quais, contando com sua vivência particular, seu passado pessoal e sua autoconscientização, definem o papel deles em relação à sua organização.
|DIFERENÇAS ENTRE SISTEMAS MECÂNICOS E SISTEMAS ORGÂNICOS |
|Sistemas Mecânicos|Sistemas Orgânicos |
|- Ênfase exclusivamente individual e nos cargos da organização. |- Ênfase nos relacionamentos entre e dentro dos grupos. |
|- Relacionamento do tipo autoridade – obediência. |- Confiança e crença recíprocas. |
|- Rígida adesãoà delegação e à responsabilidade dividida. |- Interdependência e responsabilidade compartilhada. |
|- Rígidas divisão do trabalho e supervisão hierárquica. |- Participação e responsabilidade multigrupal. |
|- Tomada de decisões centralizada. |- Tomada de decisões descentralizada.|
|- Controle rigidamente centralizado. |- Amplo compartilhamento de responsabilidade e de controle. |
|- Solução de conflitos por meio de repressão, arbitragem e/ou |- Solução de conflitos através de negociação ou de solução de |
|hostilidade. |problemas.|

CONCEITO DE CULTURA ORGANIZACIONAL
            Toda organização tem a sua cultura própria. Dá-se o nome de cultura organizacional ao modo de vida próprio que cada organização desenvolve em seus participantes. A cultura organizacional repousa sobre um sistema de crenças e valores, tradições e hábitos, uma forma aceita e...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Administração
  • Administração
  • Administração
  • Administração
  • Administração
  • Administração
  • Administração
  • Administração

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!