Administração publica no periodo republicano

Páginas: 74 (18461 palavras) Publicado: 20 de abril de 2012
Editorial Estamos lançando o segundo número de Composição, Revista de Ciências Sociais da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Neste número apresentaremos conteúdos discutidos durante a semana de Ciências Sócias do corrente ano, assim como, matérias enviadas por colaboradores de São Paulo, Mato Grosso do Sul e também do México. No primeiro artigo, temos a discussão em torno a questão dasustentabilidade nas comunidades tradicionais. Do México, veio a matéria a respeito do tema da desconstrução conceitual em Derrida. Do interior de São Paulo, temos a colaboração que trata da problemática histórica da administração pública no Brasil na Primeira República. Por fim, de Mato Grosso do Sul, temos dois artigos. O primeiro trata do desenvolvimento local em assentamentos no interior doestado e o outro, traz à tona a discussão em torno a artes plásticas. Queremos agradecer a todos pelas colaborações enviadas e já estamos preparando o próximo número. Boa leitura. Aparecido Francisco dos Reis – Editor

SUMÁRIO

Sustentabilidade e sociedades tradicionais: a terra para além da exploração predatória Norma Felicidade Lopes da SilvaValencio..........................................................................04 Artes plásticas: a pintura regional na expressão da arte brasileira Michely Aline Jorge Espíndola; Dayana de Oliveira Arruda; Larissa Marques de Souza; Marcelo Batista Souza; Iracema Cunha Costa......................................................................20 A Administração Pública na Primeira República (Conservação e Reformismo) Carlos HenriqueGileno........................................................................................................35 Afirmar la herencia derridiana mediante la denuncia del suave terror de la deconstrucción Ma. Concepción Delgado Parra……………………………………………….…………...45

Sustentabilidade e sociedades tradicionais: a terra para além da exploração predatória1 Norma Felicidade Lopes da Silva Valencio2
Resumo: NoBrasil, sociedades tradicionais vivem um processo de contestação de sua territorialização. Isso decorre da precedência da razão econômica sobre as demais esferas da vida o que, sob o respaldo do Estado, permite aos agentes econômicos tanto alastrarem seus negócios sem fronteiras quanto suscitarem, com o apoio midiático, a intolerância frente ao diferente. Esta reflexão, de caráter sociológico,propõe-se a uma breve apreciação do tema articulando aspectos do debate contemporâneo mais geral com a explicitação de casos concretos do contexto de violência recente. Palavras-chave Direitos Humanos – Sustentabilidade – Sociedades tradicionais Abstract: In Brazil, traditional societies live a process of plea of its territory. This elapses of the anteriority of the economic reason on the too much spheresof the life what, under the endorsement of the State, it allows the economic agents in such a way to spread its businesses without borders how much to excite, with the midiatico support, the intolerance front to the different one. This reflection, of sociological character, considers it one brief appreciation of the subject articulating aspects of the debate more general contemporary with theexplicit of concrete cases of the context of recent violence. Key words: Human rights – sustainable - traditional societies

Introdução As novas roupagens da repartição da riqueza econômica no Brasil não têm sido capazes de obnubilar a manutenção das desigualdades sociais e, num certo sentido, radicalizá-las, numa espiral de intolerância. Persiste a contestação a que povos indígenas, camponeses,quilombolas e outros grupos destituídos sócio-historicamente tenham direito a terra e, por extensão, à produção social endógena de seus respectivos lugares. Mais do que

1

Esse artigo é uma versão da conferência proferida pela autora por ocasião da VI Semana de Ciências Sociais da UFMS. 2 Docente do Departamento de Sociologia e dos Programas de Pós Graduação em Sociologia e em Agroecologia e...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Período republicano
  • Periodo republicano
  • Período Republicano (Paper)
  • Educa O No Periodo Republicano
  • A EDUCAÇÃO NO PERÍODO REPUBLICANO
  • A EDUCAÇÃO NO PERÍODO REPUBLICANO
  • Revoltas Período republicano
  • Economia do Maranhão periodo republicano

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!