Administração pública

Páginas: 252 (62796 palavras) Publicado: 3 de abril de 2011
1

INTRODUÇÃO

Abordar a temática da gestão pública no Brasil significa percorrer um caminho traçado por idéias, imaginários, temores e esperanças, enfim, um percurso repleto de representações que antecedem qualquer análise jurídico-positiva do tema. O uso da expressão é difundido no cotidiano: tudo indica que o termo seria mais ajustável aos novos campos discursivos. Tanto na esfera privada,quanto no setor público, fala-se em gestão de negócios, gestão imobiliária, gestão do ensino, gestão da saúde, gestão portuária, gestão urbana, gestão do meio ambiente, gestão dos custos sociais. No entanto, existe certo receio quando se deixa a perspectiva pontual desses setores especializados, que lidam com problemas organizacionais do cotidiano, para se falar em gestão pública ou gestão dacoisa pública, quiçá porque isso questione a lógica padrão de atuação administrativa na esfera pública. Por um lado, muitos agentes públicos que trabalham em órgãos do núcleo burocrático da Administração Pública já adotam práticas de gestão no cotidiano de trabalho, realizando fluxogramas de desempenho, balancetes, projetos de serviço, sistemas de pilotagem, painéis de controle, reunião anual deatividades, incentivos de formação dos agentes, ou seja, usam várias ferramentas de gerenciamento público, sem saber que o fazem. Novas práticas são aplicadas no cotidiano sob as vestes de antigas representações do agir administrativo, como se tais práticas integrassem originalmente o modelo burocrático de organização pública. Por outro lado, muitos agentes públicos defendem o avanço das práticas degestão pública, asseverando os benefícios da flexibilização quanto aos entraves lógico-formais da burocracia, mas se apegam a procedimentos estanques, em detrimento da capacitação dos agentes públicos e dos próprios cidadãos. Velhos métodos são usados no cotidiano sob a égide de aparente gerencialismo. Em ambos os casos, os hábitos divergem dos discursos.

2

Frente à carga simbólica que adereà temática da gestão pública, a pesquisa opera metodologicamente pela interpretação de paradigmas, escolhendo, na multicausalidade que permeia o real, cinco eixos de representações de mundo: homem, conhecimento, sociedade, Estado e direito. Em cada paradigma, o agir administrativo delineia-se conforme esse conjunto de representações. Afinal, são as representações que os homens têm da realidadeque orientarão suas práticas, seus hábitos e seus padrões de comportamento. Como a mudança da realidade requer o reajuste das representações sobre o real, representações diferentes em termos de tempo e de espaço podem indicar a impossibilidade de manutenção do modelo burocrático e a impossibilidade de mera importação das propostas hegemônicas de gestão pública. Com base nesses pressupostos,pretende-se mostrar, no segundo capítulo, que o paradigma burocrático de agir administrativo, erigido no curso da modernidade ocidental, caracterizava-se por burocratas encerrados numa racionalidade

hermética, fechando-se à sociedade para promover a monopolização dos meios administrativos de produção por meio do legalismo lógico-formal. No terceiro

capítulo, apresentam-se novas representações demundo que primam pelo homem da ação arendtiana e por uma racionalidade aberta aos aspectos sensíveis do conhecimento. O enfoque sobre os múltiplos espaços estruturais de ação resulta na abertura do Estado e do próprio direito, colocando em xeque o caráter autoreferencial do modelo burocrático. No quarto capítulo, expõem-se as propostas hegemônicas de gestão pública que pretendem substituir oparadigma burocrático por uma “Nova Administração Pública”, legitimando a descentralização das atribuições tanto na necessidade de se confiar no gestor público e quanto na adaptação das unidades administrativas à sua própria cultura organizacional. Separando as funções de elaboração e de execução das políticas públicas, institutos jurídicos como o contrato de gestão tem a finalidade de coordenar os...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Administração pública
  • Administração pública
  • Administração pública
  • Administração pública
  • administração publica
  • Administração Pública
  • Administração Publica
  • administração publica

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!