Administração de empresas

Páginas: 20 (4970 palavras) Publicado: 16 de setembro de 2012
Desenvolvimento dependente e desigual no Brasil – algumas referências estruturais e históricas sobre a formulação de um projeto de desenvolvimento nacional
O presente ensaio tem como objetivo analisar de que modo podem ser observados alguns aspectos do ideário desenvolvimentista brasileiro, e algumas de suas características relevantes, tendo como contraponto a esse ideário, as críticasformuladas pela análise da Teoria da Dependência. Neste sentido, cumpre ressaltar a amplitude e magnitude dessa discussão ainda em andamento, pois para dar consistência ao caminho que será percorrido, é necessário fazer algumas ressalvas, como por exemplo, a de que essa discussão não é conclusiva.
Inicialmente, para descrever as possíveis faces da formulação de um projeto de desenvolvimentonacional, é necessário levar em consideração algumas fragilidades estruturais da formação da Nação Brasileira, bem como o modo pelo qual se desenvolveu seu campo econômico, social e político, tendo como pano de fundo a América Latina como um todo.
Originalmente, o Brasil se caracterizou como uma economia colonial primário-exportadora, com uma sociedade desigual, tendo a organização do trabalhoamparada e concentrada no acúmulo primitivo de capital, basicamente constituído da utilização de mão-de-obra servil ou escrava. Neste ínterim, cabe destacar que a abolição da escravidão em 1888 representou uma medida mais de caráter político do que econômico, pois “Mesmo abolido o trabalho escravo, não houve em parte alguma modificações significativas na organização da produção e na distribuição derenda”. (FURTADO, 1971, p. 149).
Segundo João Manuel Cardoso de Mello (1984):
A economia colonial organiza-se, pois, para cumprir uma função: a de instrumento de acumulação primitiva de capital. Dever-se-iam estabelecer, portanto, mecanismos capazes de ajustar a economia colonial à sua razão de ser, mecanismos de exploração que permitissem: 1) produzisse a economiacolonial um excedente que se transformava em lucros ao se comercializar a produção no mercado internacional; 2) a criação de mercados coloniais à produção metropolitana; e 3) que o lucro gerado na colônia fosse apropriado quase que integralmente pela burguesia metropolitana. (MELLO, J. M. C., 1984, p.39).

O aspecto descrito acima, referente ao contexto estrutural e histórico de um Brasil comorigem colonial, pode ajudar na compreensão de como surgiu e se constituiu uma economia e uma sociedade, ambas desprovidas de condições para buscar um caminho de desenvolvimento com equidade e autonomia.
Em toda a América Latina, vale ressaltar que a denominada economia primário-exportadora, foi o modelo que caracterizou essas economias desde o início. Era essa a forma estrita de relaçãocomercial mantida com o mundo, que perdurou até os anos 1930.
Com os efeitos mundiais causados pela grande crise de 1929, esse quadro sofreu algumas mudanças, e o formato dessas economias primário-exportadoras se encontraram em um momento de necessidade de modificações estruturais. Além disso, com os adventos decorridos da Segunda Guerra Mundial foi reforçada a necessidade de pensar odesenvolvimento dos países subdesenvolvidos; não é que não havia desenvolvimento nessas regiões, mais sim que esse desenvolvimento sempre ocorria em escala menor se comparado aos países desenvolvidos. Deste modo, os países periféricos passaram por um momento de reestruturação, e perante estes fatos, a partir dos anos 1930, se teve no Brasil a consolidação do Estado Capitalista, a ampliação de sua base, euma iniciativa industrializante pelo processo de substituição de importações.
Não obstante, a teoria econômica começou a se preocupar com o subdesenvolvimento, pois, até então, se preocupava principalmente com o desenvolvimento, sendo este, compreendido como uma conseqüência do crescimento econômico, resumindo-o à acumulação de capital e ao aumento da produtividade, alcançada por meio do...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Administração de Empresas
  • Administração de empresas
  • administração de empresas
  • Administração de empresas
  • Administração de empresas
  • Administraçao em empresa
  • ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS
  • administração das empresas

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!