Acreditar (texto)

Páginas: 2 (461 palavras) Publicado: 29 de janeiro de 2015
Viver e Acreditar
Até aos sete anos era uma criança como qualquer outra. Gostava de brincar, de jogar à bola, e, de vez em quando, gostava de pregar uma bela partida aos meus amigos ou à minhafamília. Em Outubro de 2001, a minha vida sofreu uma reviravolta de 180 graus.
Num dia, estava na escola e comecei a sentir-me mal. Ao início, pensava, na minha inocência, que não era nada de grave.Infelizmente estava errado. Depois de imensos exames e sofrimento, foi-me diagnosticado leucemia. Na altura era pequeno, não sabia o que era estar doente. Mas, quando vi os meus pais a chorar (foitalvez a primeira vez que os vi a chorar), percebi a gravidade da situação. Estava a lutar pela minha vida.
Os primeiros tempos foram muito duros. Lembro-me, apesar da tenra idade, perguntar aos meuspais se ia ficar bem. E eles disseram: “Sinceramente filho, não sei.” Aproveito para agradecer a sinceridade e o caráter dos meus pais naquele preciso momento. É preciso muita coragem para dizer isso aum filho.
Enquanto jogava PlayStation2 ou GameBoy, entrava num mundo só meu. Mas isso durava breves instantes. No mundo real, tinha que lutar para no dia a seguir voltar a fazer isso outra vez.Tirando esses momentos, sentia-me triste. Até que entra a Acreditar – Associação de Pais e Amigos de Crianças com Cancro. Em duas ocasiões, esta associação me ajudou a alegrar os meus dias. A primeiravez, em meados de 2002, quando um palhaço, vestido de Ronald Mcdonald, visitou-nos ao hospital. Não consigo descrever este episódio com exatidão. Apenas posso dizer que, nesse dia, voltei a sentir-mefeliz. O segundo episódio ocorreu na festa de Natal do Hospital S. João, em Dezembro de 2002. Recebemos a visita de vários jogadores do Futebol Clube do Porto, entre os quais Deco, Vítor Baía, Costinhae Nuno Valente. No fim, recebi uma bola autografada por todos os craques presentes. Um dos momentos mais marcantes da minha vida, sem sombra de dúvida.
Após dois anos de intensas batalhas, em...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • eu vou acreditar
  • acreditar em tudo
  • Quando deixei de acreditar
  • Fe é acreditar
  • Acreditar sem provas
  • Fé é crer ou acreditar?
  • Ressocializar: Basta Acreditar
  • Criação ou evolução: em quem devo acreditar?

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!