Acolhimento e atenção ao idoso

Páginas: 9 (2151 palavras) Publicado: 3 de outubro de 2012
O desafio maior no século XXI, no Brasil, será cuidar de uma população de mais de 32 milhões de idosos, a maioria com baixo nível socioeconômico e educacional, e com alta prevalência de doenças crônicas e incapacitantes (RAMOS, 2005).
Em menos de 40 anos, o Brasil passou de um perfil de mortalidade típico de uma população jovem, para um quadro caracterizado por enfermidades complexas eonerosas, próprias das faixas etárias mais avançadas. Esse fato acarreta crescimento das despesas com tratamentos médicos e hospitalares, e, ao mesmo tempo, representa mais um desafio para as autoridades sanitárias, especialmente no que tange à implantação de novos modelos e métodos e planejamento, gerência e prestação de cuidados (VERAS, 2003).
A Organização Mundial de Saúde define saúde como: “umestado de completo bem-estar físico, mental e social, e não simplesmente a ausência de doença ou enfermidade”. A saúde precisa ser compreendida como o resultado de um conjunto de fatores que atuam sobre o indivíduo durante o ciclo vital. Muitos pesquisadores estudam os efeitos das mudanças de vida sobre a saúde, a relação causal entre as mudanças de vida e a ocorrência de problemas de saúde tem sidoobjeto de inúmeras pesquisas, tanto através das ciências biológicas, quanto da ciência psicológica. A maioria dos pesquisadores apontam para três perspectivas: mudanças psicossociais, eventos da vida e abandono da luta (LALLONI, 1997).
Em 2001, o Sistema de Internação Hospitalar (SIH) do Sistema Único de Saúde (SUS) registrou 12.227.465 internações hospitalares no âmbito do SUS. Os idosos, querepresentavam 8,5% da população geral, responderam por 18,3% das hospitalizações. A razão de habitantes/internações aumentou acentuadamente com a idade: 1,0; 1,7; 2,4 e 3,4 nas faixas etárias de 20-59, 60-69, 70-79 e 80 + anos de idade, respectivamente (LOYOLA FILHO, 2004).
O sistema de saúde não está estruturado para atender à demanda crescente desse segmento etário. Os idosos consomem mais dosserviços de saúde, suas taxas de internação são bem mais elevadas e o tempo médio de ocupação do leito é muito maior quando comparados a qualquer outro grupo etário. A falta de serviços domiciliares e/ou ambulatoriais faz com que o primeiro atendimento ocorra em estágio avançado, no hospital, aumentando os custos e diminuindo as chances de prognóstico favorável. Em outras palavras, consomem-semais recursos do que seria preciso, elevam-se os custos, sem que, necessariamente, se obtenham os resultados esperados em termos de recuperação da saúde e melhoria da qualidade de vida (CALDAS, 2004).
O idoso apresenta peculiaridades distintas das demais faixas etárias e, por este motivo, sua avaliação de saúde deve ser feita objetivando a identificação de problemas subjacentes à queixa principal,incluindo as avaliações funcionais, cognitivas, psíquicas, nutricionais e sociais, que interferem diretamente na sua saúde e no grau de sua autonomia e independência. A falta de uma avaliação geriátrica correta está diretamente ligada à reinternação e ao maior uso de serviços de saúde observados (MOTTA, 2001).
É necessário, portanto, formular novas concepções de assistência à saúde da populaçãoidosa, que consigam englobar as diferentes condições de saúde desse segmento etário, respeitando suas características especiais e peculiares. Os clássicos modelos de promoção, prevenção, assistência e reabilitação não podem ser mecanicamente transportados para grupos de indivíduos idosos, sem que algumas adaptações importantes e significativas sejam realizadas. O conhecimento do perfil dehospitalização dessa população é importante para o planejamento das ações de saúde (LOYOLA FILHO, 2004).
A promoção da saúde amplia o conceito de prevenção e indica uma direção para os psicólogos. Se faz com programas de educação em saúde, com o desenvolvimento de padrões comportamentais para adoção de estilos de vida mais saudáveis, com o desenvolvimento de aptidões, capacidades e aconselhamentos...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Atenção ao Idoso
  • atenção ao idoso
  • acolhimento e vinculo na atenção básica
  • Instituição para idosos: abondono e acolhimento?
  • O PSF E O ACOLHIMENTO AO IDOSO
  • Atenção e Acolhimento à pessoa idosa na Atenção Básica
  • Atenção à Saúde do Idosos
  • politica social e atenção ao idoso

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!