acidez do vinagre

Páginas: 8 (1881 palavras) Publicado: 23 de agosto de 2014
CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PROFISIONALIZANTE EM BIOTECNOLOGIA E SAÚDE









RELATÓRIO SOBRE ACIDEZ DO VINAGRE














ITABUNA BAHIA
2011
REGINA PEREIRA SANTOS DE JESUS






RELATÓRIO SOBRE ACIDEZ DO VINAGRE





Relatório apresentado para obtençãode crédito referente ao quarto semestre.
Área de concentração: Bromatologia
Orientador: Professora Luciana
Turma: Biotecnologia 4° semestre






ITABUNA BAHIA
2011
INTRODUÇÃO

O vinagre é um líquido que contém cerca de 4% de ácido acético, obtido a partir da oxidação do álcool contido no vinho ou no malte de cereais. Mais precisamente, provém deuma dupla fermentação: a fermentação alcoólica ou dos açúcares transformados em álcool e a fermentação acética ou o álcool transformado em ácido acético sob a ação do oxigênio e da bactéria Acetobacter. É essa bactéria que fixa o oxigênio e o transforma em ácido. Como é obtido a partir de produtos naturais, o vinagre contém outras substâncias ácidas. Contudo, como estas se encontram em pequenasquantidades, na determinação da sua acidez considera-se que ele contém exclusivamente ácido acético.
A concentração de ácido acético no vinagre é elevada, o que torna necessária uma diluição prévia. Esta diluição também tem a vantagem de atenuar a cor natural do vinagre, a qual interfere na observação da mudança de cor da solução no ponto final.
A palavra vinagre deriva do francês “vin” quesignifica vinho e “aigre” que significa azedo. Pois esta raiz prevaleceu quase em todas as línguas (vinager, vinaigre, vinagre), com excepção da italiana “aceto”. O vinagre não era apenas de vinho, o de tâmaras no Oriente Médio é o primeiro que se tem notícia. No Japão e na China, secularmente, usa-se o vinagre de arroz.
Na antiguidade era produzido pelos egípcios, gregos, indianos e persas. Alémde ser usada como tempero ácido e picante era também apreciado como um por ter um aroma refrescante. Para estes povos, o vinagre era uma forma de conservar a carnes, peixes, legumes, picles, conservas e transportar os alimentos perecíveis para vários sítios do mundo. Este é um dado muito importante uma vez que na Idade Média, não existia geladeiras e processos de conservação como na atualidade.Esse tipo de utilização do Vinagre, com o passar do tempo tornou-se hábito.
Na Idade Média o vinagre estimulava o metabolismo do ser humano, pois era usado para tratar da sua saúde, porque o ácido acético estimula a produção de enzimas digestivas, o que acarreta um melhor aproveitamento das substâncias nutritivas pelo organismo. Na idade média tinha-se uma preferência pelas comidas ácidas, porcausa do seu toque de acidez.
Apesar de ser tão antigo, o processo natural só foi estabelecido em 1865 por Pasteur. "Diferentemente do vinho, o vinagre, já oxidado, não tem prazo de validade. Se bem conservado, pode ser usado por um tempo indefinido", garante Torelló.

OBJETIVO: Determinar a porcentagem (teor) de ácido acético no vinagre, realizando a titulação de um ácido fraco com uma baseforte.






Material da parte A e B
Picnômetro.
Fósforo
Fogareiro

Reagentes:
Água
Acetona
Vinagre

Material da determinação da acidez do vinagre comercial
Bureta de 50 mL.
Garra de bureta.
Pipeta de 20 ou 10 mL.
Pêra de borracha.
Suporte universal.
Erlenmeyer de 250 mL.
Becker de 100 mL.
Funil.
Pisseta.
Provetas de 50 e 250 mL.

Reagentes
Vinagre.
Solução de hidróxidode sódio (NaOH) 0,1Mol/L.
Solução de ácido clorídrico (HCl) 0,1N.
Solução de fenolftaleína.



Procedimento e Resultado da Parte A e B

1° Calibração do picnômetro

Foi utilizada água destilada para calibrar o picnômetro. Como existem gases dissolvidos na água, para minimizar erros experimentais esses gases foram eliminados através do...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Acidez do vinagre
  • Acidez do Vinagre
  • Acidez do Vinagre
  • acidez do vinagre
  • Acidez do vinagre
  • Acidez do vinagre
  • acidez do vinagre
  • Acidez do Vinagre

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!