Acessibilidade e mobilidade urbana

Páginas: 35 (8640 palavras) Publicado: 11 de agosto de 2013
INTITUTOS SUPERIORES DE ENSINO DO CENSA
INSTITUTO TECNOLOGICO E DAS CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS E DA SAÚDE
CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO





Estudos em Arquitetura, Urbanismo e Paisagismo







Acessibilidade e mobilidade urbana sustentável: uma vida acessível para todos






Wallace Chagas de Souza





















Campos dos Goytacazes-RJNovembro de 2012

Sumário

Capitulo 1 – Revisão Bibliográfica ______________________________________pág 03

Capitulo 2 – Artigo ___________________________________________________pág 10

Capitulo 3 – Referência bibliográfica ____________________________________pág 23TÍTULO: ACESSIBILIDADE E MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL: POR UMA VIDA ACESSÍVEL PARA TODOS
Pesquisador responsável:
Wallace Chagas de Souza – Estudante do Curso de Arquitetura e Urbanismo – 8º Período - ISECENSA – Institutos Superiores de Ensino do CENSA.


Conceito de acessibilidade e mobilidade

São inúmeras as definições sobre osconceitos de mobilidade e de acessibilidade, e esses dois conceitos acabam por se confundir ou até mesmo se complementar. Alguns autores fazem suas distinções conceituais, outros já não apresentam essa preocupação. Fato é que ao se elaborar políticas públicas de uso do solo e ações no espaço urbano, deve-se atentar para os dois conceitos já que ao mesmo tempo em que aparecem como distintos emtermos de definições, na prática os dois “caminham” juntos. As necessidades de deslocamentos são tão corriqueiras ao cotidiano da população, dessa forma deve-se preocupar em garantir essa mobilidade e acessibilidade de forma segura, eficiente, com acessibilidade universal e sustentável para todos.

Acesso quer dizer “o ato de chegar ou entrar”, acessível quer dizer “a que se pode chegar”,acessibilidade é a “qualidade do que é acessível” (Dicionário Aurélio On line, 2012).

O termo acessibilidade, bem como “o acesso”, que servem seguidamente para mascarar certas realidades em vez de esclarecê-las. Assim sendo, falar de acesso ou de acessibilidade à educação, à saúde à prédios públicos e privados, como tendem a fazer cada vez mais as expressões “politicamente corretas” dasconvenções internacionais é uma forma de relegar os direitos fundamentais a um lugar secundário e de apenas enfatizar as técnicas de sua distribuição e de sua prática. (...) O século XXI e o ritmo dos desenvolvimentos tecnológicos trouxeram em seu bojo, também, sua carga de confrontações ao mesmo tempo que abriam novas oportunidades para essa população. (...) No contexto que nos preocupa, devemos pois vera acessibilidade para as pessoas incapacitadas como uma dimensão e uma condição fundamentais do acesso universal ao meio urbano. Essa acessibilidade deve se concretizar por meio de uma abordagem inclusiva, participativa e normatizada.”Na Constituição Federal, Art. 3º e Art. 5º, consistem na obrigatoriedade do cumprimento dos direitos do cidadão, no qual todos são iguais, deficientes físicos e/ou visuais ou não, afim de proporcionar a igualdade a respeito da acessibilidade. No Art. 6º,a Constituição promulga a liberdade para se fazer feliz, gozar de atividades que transmitirão bem estar a qualquer tipo de individuo.
Constituição Federal de 1988
Art. 3º Constituem objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil:
I – construir uma sociedade livre, justa e solidária.
IV – promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • CALÇAMENTO/ ACESSIBILIDADE E MOBILIDADE URBANA
  • A Política Nacional de Mobilidade Urbana e a prática da Acessibilidade.
  • Artigo Cient Fico Acessibilidade E Mobilidade Urbana
  • Mobilidade E Acessibilidade Urbana Em Centros Hist Ricos
  • mobilidade e acessibilidade
  • MOBILIDADE E ACESSIBILIDADE
  • ANÁLISE DA MOBILIDADE E ACESSIBILIDADE URBANA NO CENTRO DA CIDADE DE ARAPIRACA/AL
  • Mobilidade Urbana

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!