Acúmulo de potássio e fósforo em feijoeiro irrigado com água residuária de suinocultura

Páginas: 7 (1532 palavras) Publicado: 11 de agosto de 2013
CURVA DE CRESCIMENTO E ACÚMULO DE COBRE EM MANDIOCA IRRIGADA
CULTIVADA EM CONSÓRCIO COM BANANEIRA
Heider Rodrigo Ferreira Silva (1), Vinicius Lopes Melo (2), Dilermando Dourado Pacheco (3).
Fernando Mendes Barbosa (4) & Rodrigo Nobre Santana (5)
1

Mestrando do Programa de Pós-graduação em Fitotecnia da Universidade Federal de Viçosa - MG, e-mail: heiderrfs@yahoo.com.br; 2Tecnólogo emIrrigação e Drenagem , Graduando em Agronomia pelo Instituto Federal do Norte de Minas Gerais, Campus Januária –MG, 3Professor do Instituto
Federal do Norte de Minas Gerais, Campus Januária –MG , 4Graduando em Agronomia Instituto Federal do Norte de Minas Gerais, Campus Januária
–MG e 5 Tecnólogo em Irrigação e Drenagem , Graduando em Eng. Agrícola e Ambiental pelo Instituto Federal do Norte deMinas Gerais, Campus
Januária –MG

RESUMO – O conhecimento da curva de
crescimento da planta, bem como a absorção de
nutrientes, é fundamental para auxiliar na definição
da dose ótima do nutriente, evitando a ocorrência de
deficiências ou de consumo de luxo sem reflexo na
produtividade. O objetivo do trabalho foi determinar
a curva de crescimento e de acúmulo de cobre em
mandioca cultivadaem consórcio com bananeira
irrigada, na região Norte de Minas Gerais. O estudo
foi conduzido no IFNMG- campus Januária- MG. A
mandioca, cultivar amarelinha, foi plantada em
fileira dupla, nas entrelinhas de bananeira. Foram
coletadas mandioca em 14 épocas, abrangendo o
intervalo de 21 a 297 dias após o plantio das
manivas. Foram fracionadas em parte aérea (caule e
folhas) e raízes asplantas coletas, sendo
determinadas a massa seca, o teor e o conteúdo de
Cu de cada órgão. A massa seca da parte aérea
cresceu até próximo de 200 dias após o plantio
(DAP), estabilizando a partir de então até o fim do
ciclo de cultivo. Nas raízes, o acúmulo de massa
seca foi contínuo até o fim do ciclo. A partir de 250
DAP, a raiz sobressaiu como principal órgão de
acúmulo de massa seca. O Cuacumulado nas raízes
seguiu padrão de crescimento até o final, com
intensificação a partir dos 115 DAP. A quantidade
de Cu na parte aérea foi superior à encontrada nas
raízes até 274 DAP, apresentando daí em diante
ganho pouco expressivo. As raízes foram os
principais órgãos de acumulo de massa seca e Cu.

Palavras-chave: Análise de crescimento, função
logística e balanço mineral.INTRODUÇÃO
O Cu é um importante micronutriente para os
vegetais superiores, nutriente regulatório da
atividade enzimática nos processos fotossintéticos e
respiratórios dos tecidos aéreos [1]. Na mandioca, o
Cu possui alta correlação com o acúmulo de massa
seca das plantas, pelo fato da fixação de carbono
estar ligada a atividade das enzimas contendo o
micronutriente.
No município de Januária,norte do Estado Minas
Gerais, a mandioca é largamente cultivada com
produção total de 25 mil toneladas/ano, destinada à
comercialização “in natura” ou processada (farinha
ou fécula) [2]. Na região há também exploração de
frutíferas, como bananeira, espécie não tolerante a
déficit hídrico. A bananeira para atingir primeira
colheita demora de 10 a 12 meses, podendo nesse
período cultivar naárea espécie de ciclo mais
precoce a fim de aproveitar recursos energéticos,
hídricos e nutricionais inerente aos cultivos
consorciados [3]. Existem poucos estudos
relacionados ao consórcio bananeira e mandioca, e
em especial o hábito de crescimento e o
requerimento nutricional da mandioca sob esse tipo
de tal cultivo em ambiente irrigado ainda não foi
definido. Como contribuição ao tema, oobjetivo do
presente trabalho foi determinar, em diferentes
épocas, o acúmulo de massa seca e de cobre em
mandioca crescida em consórcio com bananeira
irrigada por microaspersão.
MATERIAL E MÉTODOS
O trabalho foi conduzido no período de agosto de
2010 a setembro de 2011, na unidade de produção
do Instituto Federal de Educação, Ciência e
Tecnologia do Norte de Minas Gerais (IFNMG),...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Uso de regressão múltipla no estudo da dinâmica de carbono, nitrogênio e fósforo em um sistema solo-planta irrigado...
  • Fosforo e potassio
  • Aguas residuarias
  • Águas residuárias
  • Aguas residuarias
  • Caracteristicas das aguas residuarias.
  • Tratamento avançado de águas residuárias
  • Projeto Tratamento de águas residuárias

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!