Absolutismo monárquico no antigo regime

Páginas: 7 (1623 palavras) Publicado: 28 de abril de 2013
Escola Secundária HOMEM CRISTO - Aveiro | HISTÓRIA A11º E |
ANO LETIVO 2012/2013 | CURSO CIENTÍFICO-HUMANÍSTICO DE LÍNGUAS E HUMANIDADES |



Antigo Regime

Absolutismo Monárquico em Portugal

Ana Freitas 11ºE nº2
Bárbara Santos 11ºE nº3
Vanda Freitas 11ºE nº20

Aveiro, 20 de novembro de 2012

Introdução

Neste trabalho, iremos retratar o Absolutismo Monárquico,especificamente em Portugal. Escolhemos este tema pois é um tema que desperta interesse e uma certa curiosidade em saber que existiram pessoas que conseguiram obter tanto poder. É difícil imaginar que uma pessoa consiga ter poder total/absoluto seja sobre o que for, quanto mais o governo de um país.
Posto isto, iremos discutir os vários pormenores acerca deste tema especifico: o conceito deAbsolutismo, a sua origem, os fundamentos do seu poder, os privilégios sócias, e por fim iremos especificar em Portugal.

Índice
Antigo Regime 1
Absolutismo Monárquico em Portugal 1
Introdução 2
Índice 3
Absolutismo – Conceito e Origem 4
Fundamento do Poder 5
Privilégios Sociais do Poder Absoluto 7
Absolutismo em Portugal 8
Ilustração 1 – D.João V 8
Ilustração 2 – D.Pedro II 8
Ilustração 3– D.José 9
Bibliografia: 11
Webliografia: 11

Absolutismo – Conceito e Origem

O absolutismo corresponde a uma doutrina ou regime político caracterizado pela concentração de todos os poderes estatais numa só pessoa. O absolutismo surge na Europa no séc. XVI para estabelecer o poder real absoluto em reação ao feudalismo que caracterizou diversas monarquias europeias ao longo dos séc. XVI,XVII e XVIII, nomeadamente em Portugal, França, Inglaterra e Prússia.
Segundo o absolutismo, o poder soberano do Estado é absoluto (isto é, não depende de qualquer outra autoridade), indivisível (ou seja, é inteiramente delegado na pessoa do monarca) e perpétuo. Sendo legitimado pelo direito divino, o absolutismo não tinha quaisquer limites exceto perante os costumes e as leis fundamentais doreino.

Fundamento do Poder

O poder real era um poder acreditado como sendo de origem divina e com isso, adquiriu quatro características como sua base:
* Sagrado – Segundo Bossuet, o poder vem de Deus, que o atribuiu aos monarcas para que estes o pudessem praticar em seu nome. Sendo então que qualquer atentado ao rei é entendido como uma profanação e que por isso se deve obedecer-lhe porprincipio e em honra da religião. No entanto, tal com e origem divina do poder concedia incontestabilidade, também impunha limites, sendo que o rei deveria respeitar os seu poder e executá-lo apenas para o bem público, ou seja, como o poder era concedido ao rei por Deus, era impossível e indigno condená-lo ou até mesmo questioná-lo, sendo que quem o fizesse era considerado pagão e era seriamentepunido. Apesar disso, não era permitido ao rei governar sem limites, este deveria garantir que qualquer decisão deveria beneficiar o seu povo e não apenas a si próprio.

* Paternal – O rei era visto como o “pai do povo”. Era ele que se deveria preocupar com todas as necessidades da sociedade, com a proteção dos mais fracos, e com uma governação justa, mas aprazível ao mesmo tempo. Portanto, como“pai do povo”, o rei deveria cultivar essa imagem exercendo o seu poder de uma forma protetora e justa.

* Absoluto – Como portador do poder absoluto, o rei tornava se independente nas suas decisões, sendo que não era obrigado e nem deveria prestar esclarecimentos a ninguém daquilo que ordena. Com o seu poder absoluto, o rei assegurava que o respeito pelas leis e pelas normas já justiça eraexercício, evitando a anarquia ou desordem, que extrai aos homens os seus direitos, instalando assim a “lei do mais forte”.

* Razão – O poder real está submetida à razão. Isto quer dizer que a instrução deve impor-se sempre que possível à força. É esta perceção única das coisas pertencentes ao príncipe, esta inteligência e esta ciência que deve e faz o povo feliz. Supostamente o rei que é...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • O Antigo Regime Absolutismo E Mercantilismo
  • Absolutismo e Antigo Regime
  • O Antigo Regime e o Absolutismo
  • absolutismo monarquico
  • O absolutismo monárquico
  • O absolutismo Monárquico
  • O que é o Absolutismo Monárquico
  • O regime monárquico

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!