Abordagem multidisciplinar das intoxicações causadas por plantas nos pacientes e cuidadores que utilizam os serviços médicos do hospital das clínicas de pernambuco (hc/ufpe)

Páginas: 5 (1194 palavras) Publicado: 25 de abril de 2013
XII JORNADA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO – JEPEX 2012 – UFRPE: Recife, 26 a 30 de novembro.

ABORDAGEM MULTIDISCIPLINAR DAS INTOXICAÇÕES CAUSADAS POR PLANTAS NOS PACIENTES E CUIDADORES QUE UTILIZAM OS SERVIÇOS MÉDICOS DO HOSPITAL DAS CLÍNICAS DE PERNAMBUCO (HC/UFPE)


Rebeca Gonçalves de Melo1, Daniele Pires Cordeiro2, Hellencléia Pereira Cunha3, Eryvelton de Sousa Franco4, HortênciaFarias de Andrade5, Solma Lúcia Souto Maior de Araújo Baltar6, Maria Bernadete de Sousa Maia7

Introdução
Em 1980 o Ministério da Saúde (MS) criou o Sistema Nacional de Informações Tóxico-Farmacológicas (SINITOX), cuja principal atividade é coordenar o processo de coleta, compilação, análise e divulgação dos casos de intoxicação humana registrados no país, pela Rede Nacional de Centros de Controlede Intoxicações, comumente denominada Rede SINITOX (Bortoletto et al. 1999). Nos atendimentos emergenciais, os centros utilizam, como material básico de consulta, Monografias em Toxicologia de Urgência que compõem o banco de dados toxicológicos (CIT-RS/FIOCRUZ/ATOX, 1997), entre os registros oriundos das intoxicações algumas são decorrentes de espécies vegetais. Sabe-se que as plantas são serescomplexos que produzem uma grande variedade de substâncias químicas, que podem possuir efeito tóxico e/ou irritante para alguns organismos (humano ou animal). No entanto, a simples presença de uma substância em uma determinada espécie vegetal não é suficiente para qualificá-la como tóxica (Oliveira et al., 2003). Para tal, além de ser necessário conhecer os componentes fitoquímicos de cada espécievegetal (Souza et al., 2010), deve-se ter registro da ocorrência de intoxicação em humano ou observação de animais que tenham desenvolvido quadro clínico de intoxicação, após a ingestão ou contato com a mesma. Outros fatores importantes para serem observados referem-se: a parte da planta, idade e estado de amadurecimento dos frutos, clima, solo, estação do ano e patologias vegetais, pois estescontribuem para alterações nos níveis e concentrações de substâncias bioativas presentes nos vegetais. Deve ser considerada também a quantidade do vegetal ingerido pelo indivíduo e a taxa de sensibilização dos indivíduos aos compostos vegetais, pois cada indivíduo reage de forma diferente (Oliveira et al., 2003; Oliveira et al., 2007). No estado de Goiás, um estudo observou que as faixas etárias maissusceptíveis à intoxicação com plantas foram: de 0-4 anos (47%), de 5-9 anos (22%) e de 10-14 anos (12%). Observou-se que, à medida que a faixa etária aumenta a incidência de intoxicação com plantas diminui. Sendo que os casos relatados com idades superiores a 30 anos estavam relacionados a automedicação, abuso, tentativa de aborto ou de suicídio (Coelho Silva et al. 2012). Dados do SINITOX (2010)registra a ocorrência de 78 casos de intoxicação por plantas na região Nordeste no ano de 2010. Levando em consideração a reduzido registro de intoxicações por plantas na cidade do Recife e região metropolitana, o presente trabalho teve como objetivo verificar a partir de inquérito epidemiológico os casos de intoxicação por plantas em pacientes e cuidadores que utilizam os serviços médicos doHospital das Clínicas de Pernambuco (HC/UFPE).

Material e métodos
Durante os meses de maio a novembro de 2011, três vezes por semana no período na manhã, foram aplicados questionários estrutura (Fig. 1) aos pacientes e cuidadores (homens e mulheres) com idade mínima de 18 anos, que utilizam os serviços médicos do HC/UFPE. Dentre os pontos abordados com a finalidade de caracterizar o perfil dopaciente estavam: idade, sexo, local e zona de ocorrência, grau de formação, via de administração e motivo do acidente. Quanto aos dados clínicos, investigou-se: a ocorrência ou não de intoxicação, grau de intoxicação, sintomas e tratamento. Os resultados obtidos foram tabuladas, analisados e interpretadas (quali-quantitativamente) sendo as quantitativas submetidas a ANOVA, utilizando programa...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • “A VIVÊNCIA DOS FAMILIARES DOS PACIENTES ADULTOS DURANTE O PROCESSO DE INTERNAÇÃO NA UTI DO HOSPITAL DAS...
  • Atuação multidisciplinar com pacientes hipertensos que não utilizam medicação corretamente
  • Avaliação de Kerma na superfície de entrada da pele em pacientes pediátricos do Hospital de Clínicas de Curitiba
  • Médico
  • Hospital das Clínicas
  • Hospital das clinicas
  • A Espiritualidade como estratégia de enfrentamento no tratamento de pacientes cardiopatas e a abordagem...
  • Doenças em plantas causadas por vírus

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!