A001

Páginas: 20 (4909 palavras) Publicado: 21 de julho de 2015
Artigo Original

Rev Bras Clin Med, 2009;7:74-83

Caracterização clínica-epidemiológica dos pacientes
diagnosticados com hanseníase no município de Caxias, MA*
Clinic-epidemiologist characterization of the patients diagnosed with hanseniasis
in the city of Caxias, MA
Lailton de Sousa Lima1, Fernanda Ramyza de Sousa Jadão2, Raimundo Nonato Martins Fonseca3, George
Ferreira Silva Junior4, RafaelCorreia Barros Neto2
*Estudo realizado nos Postos de Saúde que atendem pelo Programa Saúde da Família da cidade de Caxias, MA, os quais estão
habilitados na detecção e tratamento dos pacientes com Hanseníase.

RESUMO
JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O Brasil é considerado um país de alta endemicidade, ocupando o 1º lugar no
mundo em casos novos e 2º lugar em números absolutos. A
característica clinica eepidemiológicas da hanseníase têm
sido objeto de inúmeros estudos, no entanto, a quantidade
de trabalhos científicos que revelem estas nas cidades do
Maranhão é escassa. O objetivo deste estudo foi analisar o
perfil clínico e epidemiológico dos pacientes com hanseníase na cidade Caxias, MA.
MÉTODO: Realizou-se um estudo observacional retrospectivo mediante a análise de 78 prontuários de pacientesdiagnosticados com hanseníase em cinco Unidades Básicas
de Saúde (UBS) da zona urbana de Caxias, entre janeiro de
2007 e agosto de 2008. Utilizou-se um protocolo preestabelecido na coleta de informações, que teve sua elaboração
dirigida aos objetivos do estudo. Coletaram-se dados dos
prontuários médicos, complementando-os com os dados
da ficha de notificação da Secretaria de Saúde do Estado.Estruturou-se o banco de dados com o programa Epi info
(Versão 3.4.3). Aplicou-se o teste Qui-quadrado, considerando estatisticamente significativo quando p < 0,05 e intervalo de confiança (IC = 95%).

RESULTADOS: Foram estudados 78 prontuários, onde
se observou predominância do sexo masculino (55,1%).
A idade media foi 48 anos, com desvio-padrão ± 22 anos
(9 a 98 anos). A maioria dos indivíduos era dacor parda
(37,2%), seguida da cor negra (34,6%) e da profissão de lavrador (20,5%). No ano de 2008 houve um acréscimo 31%
(38 pacientes total) em relação ao mesmo período de 2007
(29 pacientes no total). A forma clinica de maior prevalência foi a dimorfa (30,8%) com maior incidência no sexo
masculino (p < 0,05), enquanto no sexo feminino a forma
indeterminada prevaleceu (52,6%). A maioria doscasos
eram multibacilares (59%). Com relação ao local da lesão,
houve predominância no membro superior direito (52,66%)
e 33,4% dos pacientes apresentaram algum grau de incapacidade física.
CONCLUSÃO: Predominaram pacientes do sexo masculino, cor parda, lavradores. Houve aumento da incidência
de hanseníase em 2008 comparado ao mesmo período de
2007, mostrando a tendência crescente da endemia. O estudomostrou prevalência da forma dimorfa e multibacilares denotando diagnóstico tardio e a baixa imunidade dos
pacientes.
Descritores: Doenças, Epidemiológico, Hanseníase.
SUMMARY

1. Presidente do Núcleo de Pesquisa e Extensão do Centro Acadêmico Aluízio Bitencourtte de Albuquerque - CAMABA Monitor
da Disciplina Anatomia Humana e Anatomia Topográfica.
2. Graduandos de Medicina da UniversidadeEstadual do Maranhão.
3. Professor Titular da Disciplina de Anatomia Topográfica do
Curso de Medicina da Universidade Estadual do Maranhão e
Professor Titular da Disciplina de Fisiologia Humana da Universidade Estadual do Maranhão.
4. Clínico Geral das Unidades Básicas de Saúde.
Apresentado em 11 de dezembro de 2008.
Aceito para publicação em 16 de fevereiro de 2009.
Endereço para correspondência:
Prof.Lailton de Sousa Lima
Travessa da Arueira, 311 – Centro
65602-260 Caxias, MA.
Fone: (99) 8123-7345
E-mail: dr.lailtton@yahoo.com.br
© Sociedade Brasileira de Clínica Médica

BACKGROUND AND OBJECTIVES: Brazil is considered
a country of endemic high, occupying 1st place in the world
in new cases and 2nd places in absolute numbers. The clinical characteristic and epidemiologists of hanseniasis...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!