Ação danos morais

Páginas: 5 (1210 palavras) Publicado: 28 de julho de 2015
EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DO 2º JUIZADO ESPECIAL CÍVEL DA COMARCA DE SANTOS-SP

Processo Número:

Eu, MARY SIQUEIRA AZEVEDO, brasileira, casada, do lar, residente e domiciliada à Av. Presidente Wilson, nº 41/21, bairro Gonzaga, Santos – SP, CEP 11.065-200, inscrita no CPF sob o nº 506.478.906-82, portadora da Carteira de Identidade nº 39.420.601, venho mui respeitosamente diante V.Excelência apresentar

RESPOSTA À CONTESTAÇÃO

em face do CONDOMÍNIO EDIFÍCIO PALMA DE MALLORCA, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº 66509308/0001-75, situado à A. Presidente Wilson, nº 41, Bairro Gonzaga, Santos-SP, neste ato representado por seu síndico LUIZ MANOEL DA SILVA, já qualificado nos autos.

I – DOS FATOS

Preliminarmente, a resposta formulada pela ré, em nadamodifica a argumentação exposta na inicial.
O réu, em sua contestação acostada aos autos, alega que eu não faria jus à gratuidade da Justiça, por morar em imóvel próprio. É evidente e reconhecido por doutrinadores e operadores da Justiça, que em nada este fato impede à aquele, haja vista que, o imóvel que resido é o único bem, além do que, não foi solicitado à este Juizo a concessão de defensorgratuito, e sim, apenas dos ônus ofertados pelo processo.
Ressalta-se que o patamar deste Juizo não se resume apenas em Gratuidade ou não da justiça, mas primordialmente no valor da causa em tela, em que esta não ultrapassa os limites legais.
Outro fato é que, não dispus de renda até mesmo para contratar um advogado particular, e ainda, não o solicitei à este Juízo. Desta forma é intrigante pensar comoa parte ré entende que não faço jus ao benefício estabelecido na Carta Magna.
A parte ré certamente não entendeu a diferença entre os dois ordenamentos, que é elucidado nas palavras de



No mesmo entendimento, o réu, ofensivamente alegou que eu estaria a obter enriquecimento ilícito, pois ora, se eu não requeri nenhum tipo de ressarcimento por danos morais, e nem custas honorárias, não deveria oréu alegar tal calúnia, entrando em contradição, por em linhas acima afirmar que sou proprietária de um apartamento, que inclusive, desconheço o valor mais uma vez, erroneamente, afirmado pelo réu.
Entendo que por se tratar de uma justiça mais célere, o réu não deveria alegar tantas calúnias sem se quer apresentar qualquer prova documental, e atrasar assim, o andamento processual.
Vale ressaltarque o valor dado à causa foi estipulado pelo estagiário desta Casa, o qual elaborou a petição inicial, e me informou que colocaria um valor por ser obrigatoriedade.
Destarte, o réu mais uma vez faz acusações relevantes, que senão neste caso, formula ato de calúnia, falsa acusação, difamação, dentre outras, vez que cita que os laudos médicos tem caráter falsos, que eu estaria forjando estesdocumentos para obter vantagem.
Ora pois, V. Excelência poderá comprovar, que se encontra anexo aos autos, o Laudo Hospitalar pertencente ao Hospital onde realizei uma cirurgia, justamente para tentar amenizar os problemas que havia citado na Inicial, a qual a gravidade é tamanha, que foi necessária a internação e anestesia geral.
Desta forma, entendo ser de mesma igualdade de complexidade o problemade coluna citado pelo réu pela moradora do apto 44, haja vista que eu não seria submetida à tal procedimento, se não fosse constatado o real problema de saúde.
Diante disso, peço pela INVERSÃO DO ÔNUS DA PROVA, cabendo agora, ao réu comprovar documentalmente que os laudos médicos anteriormente apresentados são de caráter falso, bem como o procedimento cirúrgico não existiu e que, primordialmenteagora, tenho capacidade para carregar as entregas sozinha.
É de grande risco fazer tais afirmações, pois coloca-se em risco o nome de médicos que possuem carreiras invejáveis, sendo corretos com seu trabalho, sendo absurdamente calunioso pensar que seriam forjadas consultas, tratamentos com fisioterapias e até mesmo uma cirurgia.
É cabível indagar até onde vai o desprezo da administração deste...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Contestação de Ação de Danos Morais
  • Ação Danos Morais
  • Ação de Danos Morais
  • ação de indenização por danos morais
  • Ação de Danos Morais
  • AÇÃO DE DANOS MORAIS
  • ação indenizatória por danos morais
  • Ação de danos morais

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!