60 anos do Golpe Militar

Páginas: 11 (2673 palavras) Publicado: 3 de junho de 2014
Introdução

O trabalho a seguir tem como objetivo discorrer sobre os 60 anos do Golpe Militar, caracterizando a tomada de poder do país por militares, onde ocorreu um golpe de estado no país e foi instaurando um regime de ditadura militar, onde os membros do governo depostos foram perseguidos, presos, e em alguns casos forçados a deixarem o país.


I. Golpe Militar



No ano de 1961,com a renúncia do presidente Jânio Quadros, havia assumido o governo do Brasil o vice João Goulart, o Jango.
Ministros militares não aceitaram a posse de Jango, um político que descendia diretamente do getulismo, mais próximo de movimentos populares e sindicalistas emergentes daquela época. Houve ali uma negociação política entre Congresso, cúpula militar e tropas legalistas, possibilitando a posse(Jango ficaria no poder de 1961 até 64).
Um movimento chamado antipopulista uniu o descontentamento das Forças Armadas e o apoio de alguns de nossos governos civis, reagindo abertamente contra medidas consideradas de caráter nacionalista anunciada pelo presidente Jango.


II. Golpe Militar de 1964



Em 20 de março de 1964, a Associação dos marinheiros e dos fuzileiros navais pediu ademissão do ministro da Marinha, Almirante Sílvio Mota, fato que demonstrava grave indisciplina. O governo da República colocou-se numa posição favorável aos marinheiros.
Em 31 de março, as Forças Armadas desencadearam o movimento que iria depor João Goulart. Os Generais Olímpio Mourão Filho e Carlos Luís Guedes alertaram suas tropas, recebendo o apoio do então governador de Minas Gerais, MagalhãesPinto.
O presidente vendo que não contava com o apoio das forças da capital federal seguiu para o Rio Grande do Sul. O senado declarou que o cargo presidencial estava vago e empossou o Presidente da Câmara Ranieri Mazzili, era o início da ditadura militar.


III. O governo do General Castelo Branco



Em 1964, o Comando Supremo da Revolução, nos primeiros dias de abril, editou o AtoInstitucional nº 1, suspendendo as garantias constitucionais estabeleceu eleições indiretas e o Executivo passou a ter direito de cassar mandatos políticos e decretar estado de sítio, sem consultar o Congresso.
Essas medidas atingiram principalmente os líderes do regime deposto e as organizações que exigiam as reformas de base como a CGT (Comando Geral dos Trabalhadores), a PUA (Pacto de Unidade eAção) e as Ligas Camponesas. Após estas medidas foram instaurados inquéritos seguidos de processos políticos a cargo da Justiça Militar.
No início de 1967, O Congresso foi reaberto, desfalcado de alguns parlamentares, e aprovou uma nova Constituição, elaborada por juristas do governo. As atribuições do poder Executivo foram consideravelmente aumentadas, e a autonomia dos estados diminuída.Instituiu, ainda, um tribunal Militar para julgar os civis.
Desta forma, o Marechal Castelo Branco pode contar com um Congresso bastante submisso. Foi essa submissão que possibilitou a aprovação de novos atos ditatoriais, como a limitação do direito de greve e a deposição dos governadores de Goiás, Amazonas e Rio de Janeiro.
Não foram apenas líderes políticos e sindicais que foram perseguidos peloregime militar. Intelectuais, funcionários públicos, militares e artistas foram demitidos ou sofreram perseguições porque a ditadura os considerava perigosos. Acreditavam que, impedindo essas pessoas de exercer sua profissão, estariam combatendo o Comunismo. Ao final do governo Castelo Branco mais de 3.000 pessoas já haviam sido punidas.


IV. O governo do Marechal Artur da Costa e Silva



OMarechal Artur da Costa e Silva tomou posse em 31 de janeiro de 1967.
No seu governo, foi criado o PED (Plano Econômico de Desenvolvimento), que continuaria a prática econômica do governo anterior, porem corrigindo os possíveis erros da política de combate à inflação.
A partir de 1968 o governo Costa e Silva marcou-se pelo rigor como que reprimia as agitações. O então Ministro da Justiça, Gama...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • A força militar dos anos 60
  • 50 anos do golpe militar
  • 64 anos do Golpe Militar
  • 50 anos do Golpe Militar
  • 50 Anos do Golpe Militar
  • 50 Anos do Golpe Militar
  • 50 anos do golpe militar
  • 50 anos do Golpe Militar

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!