“50 Anos de evolução na oncologia”

Páginas: 12 (2904 palavras) Publicado: 9 de março de 2013
TIPOS COMUNS DE CÂNCER TRATADOS PELO Dr.DRÁUZIO VARELLA NO INICIO DE SUA CARREIRA.

No inicio da carreira do Dr. Dráuzio Varella, o câncer mais comum era o câncer de pulmão, câncer de mama, câncer no fígado e miomas no útero, eram muito comuns câncer com metástases disseminados nos vários órgãos.
Nessa época um portador de um câncer de laringe, tinha que optar por fazer uma laringectomia,operação em que a laringe inteira seria retirada com ela, as cordas vocais e a traquéia exteriorizada para sempre num orifício aberto no pescoço. As metástases no pulmão naquele tempo, por falta de opção mais eficaz, esses casos eram tratados experimentalmente com a vacina BCG oral, utilizada na prevenção da tuberculose. Quando surgia um tumor na mama, o cirurgião retirava a mama inteirinha, omúsculo que ficava abaixo dela, os gânglios todos da região axilar e a pele ficava ondulada sobre o gradeado costal, possibilitando distinguir com clareza a anatomia das costelas. O único tratamento eficaz para a doença era a amputação. Não existia alternativa, apesar dos péssimos resultados, somente dez a vinte por cento dos pacientes se curavam.
Graças aos avanços da quimioterapia ocorridos nosúltimos vinte anos, a maioria desses casos hoje evolui para a cura definitiva, com tratamentos que permitem preservar a função do membro acometido.
Atualmente, as cirurgias costumam ser muito econômicas, porque os diagnósticos são cada vez mais precoces. Essa evolução no tratamento representou um grande avanço para a saúde e proporcionou melhor entendimento do processo da carcinogênese, isto é, domecanismo que leva à transformação de uma célula normal em célula maligna. Na grande maioria dos casos, a mutilação do passado tornou-se coisa obsoleta.







QUATRO TIPOS DE CANCER COMUNS NA ATUALIDADE.

CÂNCER DE MAMA:

Câncer de mama é uma doença que acomete mais as mulheres. São fatores de risco a idade avançada, a exposição prolongada aos hormônios femininos, o excesso de peso e ahistória familiar ou de mutação genética. Ser portadora dos genes BRCA1 e BRCA2 é um fator de risco importante.
Estão também mais propensas a desenvolver a doença por causa da longa exposição aos hormônios femininos, as mulheres que não tiveram filhos ou tiveram o primeiro filho após os 35 anos, não amamentaram, fizeram uso de reposição hormonal (principalmente com estrogênio e progesteronaassociados) menstruaram muito cedo (antes dos 12 anos) e entraram mais tarde na menopausa (acima dos 50anos).
No entanto, há casos de mulheres que desenvolvem a doença sem apresentar fatores de risco identificáveis.
SINTOMAS: Em geral, o primeiro sinal da doença costuma ser a presença de um nódulo único, não doloroso e endurecido na mama. Outros sintomas, porém, devem ser considerados, como adeformidade e/ou aumento da mama, a retração da pele ou do mamilo, os gânglios axilares aumentados, vermelhidão, edema, dor e a presença de líquido nos mamilos.
DIAGNÓSTICO: A mamografia (raios-X das mamas) é o exame mais indicado para detectar precocemente a presença de nódulos nas mamas. O exame clínico e outros exames de imagem e laboratoriais também auxiliam a estabelecer o diagnóstico de certeza.Apesar de a maioria dos nódulos de mama ter características benignas, para afastar qualquer erro de diagnóstico, deve ser solicitada uma biópsia para definir se a lesão é maligna ou não e seu estadiamento (análise das características e da extensão do tumor).
TRATAMENTO: As formas de tratamento variam conforme o tipo e o estadiamento do câncer. Os mais indicados são: quimioterapia (uso demedicamentos para matar as células malignas), radioterapia (radiação), hormônio terapia (medicação que bloqueia a ação dos hormônios femininos) e cirurgia, que pode incluir a remoção do tumor ou mastectomia (retirada completa da mama). O tratamento pode, ainda, incluir a combinação de dois ou mais recursos terapêuticos.
CÂNCER CEREBRAL:
São todas as lesões ou massas expansivas dentro do crânio que...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • A evolução da informática nos últimos 50 anos
  • A evolução da informática nos últimos 50 anos
  • anos 50
  • Anos 50
  • ANOS 50
  • ANOS 50
  • Anos 50
  • Anos 50

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!