5 Forças

Páginas: 31 (7646 palavras) Publicado: 19 de março de 2012
“MODELO CINCO FORÇAS DE PORTER”


Manoel Paulo de Oliveira























TABOÃO DA SERRA - SP
Novembro – 2011



SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 2
2 MODELO CINCO FORÇAS DE PORTER 3
2.1 Força 1- Ameaça de rivalidade 4
2.1.1 Concorrentes Numerosos ou Bem Equilibrados. 5
2.1.2 Crescimento lento na indústria. 5
2.1.3 CustosFixos ou Armazenamento Alto. 5
2.1.4 Ausência de Diferenciação ou Custos de Mudança. 6
2.1.5 Capacidade Aumentada em Grandes Incrementos. 6
2.1.6 Concorrentes Divergentes. 6
2.1.7 Grandes Interesses Estratégicos. 6
2.1.8 Barreiras de Saída Elevadas. 7
2.1.9 Mudanças de Rivalidade 8
2.1.10 Barreiras de Saídas e de Entrada 82.1.11 Rivalidade entre os Concorrentes 10
2.2 Força 2- Novos Entrantes 13
2.2.1 Barreiras de Entrada 14
2.2.2 Diferenciação do produto. 14
2.2.3 Necessidade de Capital. 14
2.2.4 Custos de Mudança. 15
2.2.5 Acesso Canais de Distribuição. 15
2.2.6 Tecnologia Patenteada. 16
2.2.7 Acesso às Matérias-Primas. 16
2.2.8 PolíticasGovernamentais. 17
2.2.9 Economias de Escala. 17
2.2.10 Curva de Experiência. 17
2.3 Força 3- Substitutos 18
2.3.1 Ganho na relação custo/benefício do produto substituto. 19
2.3.2 Lucratividade do mercado em produzir produtos substitutos. 19
2.3.3 Custos de troca pelo comprador do produto. 20
2.4 Força 4- Poder de Barganha dos Compradores(Clientes) 20
2.4.1 Concentração dos compradores em relação à concentração de empresas vendedoras. 21
2.4.2 Volume de compra. 21
2.4.3 Diferenciação de produto entre as empresas do mercado. 21
2.4.4 Ameaça dos clientes comprarem as empresas fornecedoras. 22
2.4.5 Conhecimento dos compradores dos custos e da estrutura das empresas no mercado. 222.4.6 Lucratividade dos compradores. 22
2.4.7 Redução de custos por meio de produtos alternativos. 23
2.4.8 Porcentagem de gastos dos compradores em produtos dos fornecedores. 23
2.4.9 O comprador tem total informação. 23
2.5 Força 5- Poder de Barganha dos Fornecedores 24
2.5.1 Concentração dos fornecedores em relação à concentração de compradores nomercado. 24
2.5.2 Disponibilidade de produtos substitutos. 25
2.5.3 Importância do comprador para o fornecedor. 25
2.5.4 Diferenciação dos produtos e serviços dos fornecedores. 25
2.5.5 Custos de troca do comprador. 26
2.5.6 Ameaça dos fornecedores comprarem empresas compradoras. 26
2.5.7 ANALISE ESTRUTURAL E ESTRATÉGIA COMPETITIVA 272.5.8 Posicionamento 27
2.5.9 Influenciando o Equilíbrio 28
2.5.10 Explorando a Mudança 28

1. INTRODUÇÃO

A essência da formulação de uma estratégia competitiva é relacionar uma companhia ao seu meio ambiente, embora o meio ambiente relevante seja muito amplo, abrangendo tanto forças sociais como econômicas, o aspecto principal o meio ambiente da empresa é a indústriaou as indústrias em que ela compete.
A estrutura industrial tem uma forte influência na determinação das regras competitivas do jogo, assim como das estratégias potencialmente disponíveis para a empresa. Forças externa à indústria são significativas principalmente em sentido relativo; uma vez que as forças externas em geral afetam todas as empresas na indústria, o ponto básico encontra-senas diferentes habilidades das empresas em lidar com elas.
A concorrência em uma indústria tem raízes em sua estrutura econômica básica e vai além do comportamento dos atuais concorrentes. O grau da concorrência em uma indústria depende de cinco forças competitivas básicas, o conjunto das mesmas determina o potencial de lucro final na indústria, que é medido em termos de retornos a longo...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • 5 forças
  • 5 Forças
  • 5 forças
  • 5 forças
  • 5 Forças
  • 5 forças de porter
  • Marketing 5 forças de porter
  • 5 FORÇA DE PORTER

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!