3ª fase da Geração moderna

Páginas: 7 (1503 palavras) Publicado: 16 de maio de 2014
A Terceira Margem do Rio

O Conto de Guimarães Rosa, da obra ‘’ Primeiras estórias’’, relata a história de uma família que vivenciou algo inusitado: O Pai decidiu se isolar de todos, ficando dentro de uma canoa no rio; ele não ia embora, mas também não queria voltar para casa; não pisou em terra firme, e assim, desse modo, foi sua vida por anos e anos; sua filha casou-se, teve filho e nada dopai querer vê-lo; todos procuraram uma resposta por tamanho estado de ‘’loucura’’ porém não se achava. Certa vez, depois de muito tempo, todos vão embora daquele lugar, exceto o filho, que ao final do conto fala para o pai que almeja ficar em seu lugar, e este atende ao chamado, porém, o filho com muito medo, vai embora e sente-se culpado e fracassado pelo resto da vida.
Desde o início do conto,percebe-se a inversão de papéis na sociedade, a saber, a mãe era quem ‘’regia’’ a família ao invés do pai: ‘’Nossa mãe era quem regia, e que ralhava no diário com a gente — minha irmã, meu irmão e eu’’. O Pai sempre foi muito quieto, e de repente decide-se isolar de todos. Esta atitude foi tida como ‘’loucura’’ porém o que o pai buscava era entender o desconhecido dentro de si mesmo, procurarentender os mistérios de sua alma; ele desafiou, portanto, todos os padrões da sociedade para entrar em um mundo além do real, voltando-se para si. Na sua visão, só se consegue buscar respostas quando se desenvolve a prática do isolamento, que dá voz ao silêncio e deixa apenas o interior transmitir mensagens. Percebe-se, portanto que esta ‘’busca’’ por respostas nunca chegou, pois o pai passou oresto de sua vida naquela canoa tentando desvendar os mistérios concernentes à sua alma.
O tempo foi se passando, os filhos ficaram velhos, e a mãe, mais velha ainda. Foram se acostumando com a ‘’ideia’’ até decidirem ir embora daquele lugar. Quando o Pai decidiu fazer essa ‘’loucura’’ o filho almejou ir com este, porém não o quis, ao passar dos anos, com tantas tentativas vãs de fazer o pai voltarpara casa, quando permaneceu apenas o filho, este decidiu fazer uma troca, ficar no lugar do pai. Só neste momento, o pai voltou-se para ele, e o resultado foi o fracasso deste. O filho ficou com medo do desconhecido e assim somos nós; quando nos deparamos com algo novo e diferente, o primeiro pensamento que vem é o medo de fracassar, de não conseguir. No conto, as personagens não receberam nomesespecíficos justamente para a sociedade se identificar com eles.
O conto é narrado em primeira pessoa, sendo o filho, narrador-personagem; o tempo cronológico se dá durante toda a vida do narrador e o psicológico é marcado pelas impressões e pelo amadurecimento do personagem-narrador; o espaço é delimitado pela presença concreta do rio que emana magia e transcendentalismo aos olhos de quem ler.O texto possui figuras de linguagem como antítese: ‘’perto e longe de sua família dele’’, neologismos ‘’ bubuiasse’’ e regionalismo, observado pela variante nordestina do eu - lírico ‘‘... do que eu mesmo me alembro’’ .

Mal-estar de um anjo

Crônica narrada em primeira pessoa inicia relatando o temporal chuvoso lá fora: ‘’Copacabana com água entrando pelas lojas rasas e fechadas, águasgrossas de lama até o meio da perna, o pé tateando para encontrar calçadas invisíveis’’. Uma das características marcantes em suas obras é o intimismo, ou seja, esta se volta para o eu, indagando acerca do estar no mundo. A partir daí, percebe-se que o eu – lírico muda o enfoque exterior para o interior descrevendo suas sensações em meio àquele tempo chuvoso: ‘’estou sem abrigo, o mundo me expulsoupara o próprio mundo, e eu que só caibo numa casa nunca mais terei casa na vida’’. No trecho: ‘’... e sei que não serei dos escolhidos para a Arca, pois já selecionaram o melhor casal de minha espécie’’, há uma intertextualidade com a história de Noé , pois o eu - lírico sente-se angustiado pelo fato de ter ficado ‘’de fora’’ naquele temporal chuvoso e frio.
Ao andar pelas ruas, sentindo-se...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • 3ª Fase do
  • geração moderna
  • modernismo 3ª geração
  • Literatura 3ª geração
  • 3ª Geração Modernista
  • Romantismo
  • 3ª geração modernismo
  • TI 3ª fase

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!