2541525689

Páginas: 10 (2320 palavras) Publicado: 23 de outubro de 2013
SEÇÃO DE ENSINO DE ENGENHARIA DE FORTIFICAÇÃO E CONSTRUÇÃO
MAJ MONIZ DE ARAGÃO

MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO II
TECNOLOGIA DO CONCRETO
• Dosagem em Central de Concreto e Mistura;
• Transporte para a Obra, Transporte dentro da Obra.

NBR 7212
Execução de concreto dosado em central
3.1 Concreto dosado em central
Concreto dosado, misturado em equipamento estacionário ou em caminhãobetoneira, transportado por caminhão betoneira ou outro tipo de equipamento,
dotado ou não de agitação, para entrega antes do início de pega do concreto,
em local e tempo determinados, para que se processem as operações
subseqüentes à entrega, necessárias à obtenção de um concreto endurecido
com as propriedades especificadas.

3.5 Central de concreto
Designação das instalações onde se efetuam asoperações de dosagem e,
conforme o caso, mistura do concreto, de acordo com esta Norma.

Silos de
cimento
Silo de
agregados
controle
automatizado

Dosador
do cimento

Mistura completa ou
parcial em caminhão
betoneira na central

Correia
transportadora

Dosador dos
agregados

Foto: Sermixx Serviços de Concretagem (www.sermixx.com.br)

Central de concreto: visão geral Central de concreto: exemplo de central de 40m³/h

Cimino, R., 1987, Planejar para construir, Ed. PINI.

Central de concreto: vista em planta

Cimino, R., 1987, Planejar para construir, Ed. PINI.
,

Central de concreto: exemplo de central de 40m³/h

Montagem e automação da central de concreto
O sistema de pesagem e controle deve ter como base a automação, devendo-se
levar emconsideração no contrato de fornecimento e instalação os seguintes
cuidados:
- Segurança e confiabilidade: Sempre deverá estar presente uma pessoa
autorizada para validar.
- Rastreabilidade: quando houver dúvida a respeito de uma determinada peça
concretada as pesagens poderão ser verificadas através da rastreabilidade do
sistema.
- Controle de Estoque: o sistema deverá controlar o estoque de todos osmateriais componentes do concreto ou argamassa. Poderá ser feito por peso,
volume ou misto.
- Velocidade: a velocidade de pesagem deve atender à demanda da produção.
Adota-se como padrão nas centrais a velocidade de 1,0 m³ por minuto. Este
tempo refere-se apenas à colocação dos materiais no misturador ou caminhão
betoneira. Já o tempo de mistura é função do próprio equipamento.
- ManutençãoPreventiva: como benefício adicional, o sistema pode fazer o
controle de manutenção dos equipamentos de pesagem, tendo em vista o tempo
que a central fica em operação.
Aoki, J., 2008, Dicas para aquisição e montagem de central de
concreto, 1ª e 2ª Ed., Pub. Cimentos Itambé.

Elementos da central de concreto
Caixa e Balança de Agregados:
• no mínimo com duas divisões para
agregado miúdo eduas para agregado
graúdo. É desejável que cada saída seja
feita com duas comportas, para permitir a
chamada “sintonia fina” da automação.
• prover vibradores para as divisões que
serão destinadas às areias. A balança de
agregados deverá, preferencialmente ter
quatro células de carga.
NBR 7212 - Os agregados devem ser dosados
em massa, com desvio máximo, em valor
absoluto, de 3% dovalor nominal da massa
ou 1% da capacidade da balança,
adotando-se o menor dos dois valores.

Elementos da central de concreto
Balança de Água e de Aditivo:
• a dosagem da água de amassamento deve
ser feita através de balança ao invés de
hidrômetro: a precisão melhora e os
problemas diminuem;
• a balança do aditivo pode ser com copo de
acrílico ou metálico, com uma célula de
carga. Oabastecimento deve ser realizado
com o auxílio de bomba e a saída por
gravidade direto no misturador ou
caminhão betoneira.
NBR 7212 - A quantidade total de água deve ser determinada com desvio máximo
de 3% em relação à quantidade nominal, em valor absoluto. Esta quantidade de
água compreende, além da adicionada, a devida à umidade dos agregados, a
utilizada para dissolução dos aditivos e a...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!