1 RESPONSABILIDADE SOCIAL NAS ORGANIZAÇÕES

Páginas: 9 (2101 palavras) Publicado: 15 de maio de 2014
1 RESPONSABILIDADE SOCIAL NAS ORGANIZAÇÕES
A partir de 1990, a visão social começou a ganhar maior ênfase nas decisões gerenciais das organizações, levando-as a estabelecer de forma mais freqüente, práticas de Responsabilidade Social.
O motivo econômico, voltado às melhores condições da organização no mercado competitivo, juntamente com o motivo social e sustentável, voltado à melhoria dascondições sociais dos stakeholders envolvidos com a organização, são os grandes impulsionadores destas práticas nas organizações.
A Responsabilidade Social das organizações vem sendo utilizada de forma a contribuir para o desenvolvimento sustentável, e a partir deste pressuposto é que as organizações buscam atender a questão social, através de suas práticas de Responsabilidade Social. Porém, paraque tais práticas sejam efetivamente responsáveis, elas precisam estar atendendo realmente as necessidades de seus stakeholders. Desta forma, surge o seguinte questionamento: como uma empresa que pretende inserir a Responsabilidade Social em sua gestão, a fim de contribuir para o desenvolvimento social sustentável da região onde está inserida, poderia tornar o resultado processual do plano deresponsabilidade social mais eficiente? Tais necessidades podem ser diagnosticadas utilizando como ferramenta os indicadores sociais da região de onde a organização está inserida.

1.1 O Contexto Histórico da Responsabilidade Social
A Responsabilidade Social das organizações ainda é um tema conflitante e de difícil definição nos dias atuais, embora já se tenha indícios de suas práticas e algunsdefensores na história da gestão empresarial.
Sabe-se que desde a antigüidade até meados dos anos de 1930, a maximização do lucro era a grande mola motora da gestão organizacional, sendo que o lucro empresarial independia do contexto ambiental e social das organizações. Já a partir de 1930, as organizações incluíram na sua gestão os chamados gestores profissionais ou administradores, o que provocoumaior preocupação social com os stakeholders. A partir de 1960, a forma com que os gestores administravam mudou drasticamente devido as pressões oriundas dos vários movimentos sociais e atividades pertinentes ao emprego, proteção ambiental e proteção ao consumidor. Estas mudanças, além de drásticas, foram também permanentes. Já a partir de 1990, com as grandes organizações sendo o centro do podereconômico, a preocupação com os stakeholders tornou-se uma variável a mais nas decisões empresarias. Ao contrário do que acontecia até meados de 1930, as organizações não consideraram mais prioridade especial os seus acionistas ( MEGGINSON, MOSLEYE PIETRI JR, 1998).
Com a globalização, sendo a âncora da racionalidade econômica, o Estado que antes era o centro do poder econômico eresponsabilizava-se pela gestão das políticas econômicas e provia os recursos para o fortalecimento do tecido social e conseqüentemente para o desenvolvimento social, acabou cedendo espaço às organizações privadas. Assim, o espaço nacional antes administrado pelo Estado, passa a perder primazia e conseqüentemente as empresas privadas iniciam a construção de espaços regionais e locais como alvos estratégicos denegócios ( FURTADO in Melo Neto e Froes, 2001).
Segundo Furtado (1999), diante de um contexto globalizado, surge a visão da racionalidade social, que com o desamparo da sociedade e o enfraquecimento do suporte dado a ela pelo Estado, tenta unir o Estado e as empresas privadas em nível global às necessidades da sociedade. A racionalidade social surge de forma a atenuar a racionalidade globalizante,tentando diminuir os riscos causados por ele ao sistema. Porém, a postura de tal racionalidade não interfere na racionalidade particular das empresas, uma vez que não propõem tornar as empresas agentes da racionalidade social, estas ineficientes e desvirtuadas de seu propósito final: o lucro.
















2 A IMPORTÂNCIA DA RESPONSABILIDADE SOCIAL PARA AS ORGANIZAÇÕES
Segundo...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Responsabilidade social e das organizações
  • Responsabilidade social das organizações
  • ETICA E RESPONSABILIDADE SOCIAL NAS ORGANIZAÇÕES
  • Responsabilidade social nas organizações
  • Responsabilidade social nas organizações
  • A responsabilidade social nas organizações
  • Responsabilidade social das organizações
  • Ética e responsabilidade social nas organizações

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!