066306810671

Páginas: 11 (2698 palavras) Publicado: 18 de setembro de 2014
FUNDAÇÃO EDUCACIONAL MIGUEL MOFARREJ
FACULDADES INTEGRADAS DE OURINHOS - FIO
CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS





E-SOCIAL



 DEUSILÉIA ALEXSANDRA PAES
ELAINE CRISTINA BONATTE SALVALAGGIO






 


OURINHOS
2014

 DEUSILÉIA ALEXSANDRA PAES
ELAINE CRISTINA BONATTE SALVALAGGIO






E-SOCIAL




Projeto de pesquisa apresentado ao Curso de Ciências Contábeiscomo requisito ao desenvolvimento do Trabalho de Conclusão de Curso.
Orientador: Prof. Ms.Rafael Lourenço


 
  


OURINHOS
2014
SUMÁRIO


1 INTRODUÇÃO 3
2 REFERENCIAL TEÓRICO 4
2.1 Evolução da Contabilidade 4
2.1.1 Escrituração Contábil Digital 6
2.1.2 O E-Social 7
3 METODOLOGIA 8
4 CRONOGRAMA 9
REFERÊNCIAS 9
















1 INTRODUÇÃO

Diante dos grandesavanços tecnológicos pelo qual a contabilidade passou, partindo de processos realizados manualmente chegando a padronização das informações, possibilitaram a integração das informações que são geradas pelas empresas, permitindo aos contadores e empresários a utilização de softwares, capazes de suprir as exigências de um mercado cada vez mais competitivo e legislação cada vez mais rígida a fim deevitar fraudes e melhorar a tomada de decisão.
Diante deste cenário Azevedo e Mariano (2010 apud RUSCHEL; FREZZA; UTZIG, 2011) salientam que com o intuito de iniciar a padronização entre as diversas esferas de governo, foi editada a Emenda Constitucional n° 42 de 19 de dezembro de 2003, introduzindo o Inciso XXII ao art. 37 da Constituição Federal de 1988, determinando que as administraçõestributárias da União, Estados, Distrito Federal e Municípios devam atuar de forma integrada, compartilhando cadastros e informações fiscais, contábeis, tributárias e previdenciárias.
Em 2007, com a publicação da Lei 11.638/07, foi o ano das modernizações na área contábil, cujo objetivo foi a normalização e adaptação das normas brasileiras às regras internacionais de contabilidade, neste mesmo anofoi implantado o SPED contábil (Decreto n° 6.022/2007), prevendo que os livros e documentos contábeis sejam emitidos em forma eletrônica (ZANLUCA, 2009).
Na busca de maior agilidade de informações no ano de 2014 está sendo implementado o eSocial – Sped Trabalhista e Previdenciário, que constituirá mais uma parte do Sped.
Segundo Rodrigues, Marchezin e Henriques (2014) o eSocial unificará todosos dados dos trabalhadores, ou seja, tudo o que acontece na vida laboral desde o momento da contratação até a rescisão contratual. Portanto, constituem informações a serem enviadas via internet, usando o portal eSocial, entre outras, o registro de empregados, a concessão de férias, o 13° salário, o pagamento de renumeração e demais verbas não integrantes desta, as estabilidades concedidas, osafastamentos do trabalho, os acidentes sofridos, os recolhimentos de contribuição previdenciárias, os depósitos do FGTS, as retenções, os exames médicos etc.
Em função do exposto e considerando esses avanços tecnológicos foi possível formular a seguinte questão de pesquisa: Quais as mudanças que ocorreram na rotina do departamento pessoal das empresas após a implantação do e-Social?
O objetivocentral deste trabalho será demonstrar os aspectos principais da implantação do e-Social.

2 REFERENCIAL TEÓRICO

2.1 Evolução da Contabilidade

Segundo Iudícibus e Marion (2002, p. 09) “a Contabilidade é tão antiga quanto o homem que pensa”. Sendo que desde a antiguidade os homens percebem a necessidade de acompanhar, controlar e medir o seu patrimônio.
Não é possível precisar ao certo queminventou a Contabilidade, mas Sá (1999) argumenta que o homem primitivo foi quem começou os registros de seus patrimônios em grutas, utilizando ossos e outros materiais, o que demonstrou a inteligência humana na percepção dos meios patrimoniais, quantitativa e qualitativa, formando assim a chamada conta primitiva.
Iudícibus e Marion (1999, p. 33) descrevem que há uma definição da evolução da...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!