’O que ganhamos confundindo riqueza de espécies e equabilidade em um índice de diversidade’’

Páginas: 5 (1202 palavras) Publicado: 8 de abril de 2014


Resenha do Artigo intitulado:

‘’O que ganhamos confundindo riqueza de espécies e equabilidade em um índice de diversidade’’

Introdução:
O artigo intitulado ‘’O que ganhamos confundindo riqueza de espécies e equabilidade em um índice de diversidade’’, extraído da revista Biota Neotropica, do programa BIOTA/FAPESP, que publica resultados de pesquisas originais.
No tratante a Ecologiade espécies e em varias outras aplicações da Biologia de Conservação, diversidade indica variedade de espécies, sendo assim, podendo ou não incluir a importância relativa de cada espécie. A diversidade é um dos principais atributos usados no estudo de comunidade e assim sendo usados vários métodos de estudos disponíveis. [Porém alguns conceitos de alguns estudiosos do ramo da Ecologia, já estãoem desuso, por exemplo, de Shannon e Simpson, sendo assim fácil confundir-se na hora de finalizar a pesquisa realizada.]
As palavras Diversidade e biodiversidades, de tanto serem usadas já se tornaram genéricas e superficiais, sua interpretações já não podem mais serem usadas por estarem muito em uso, temos que adicionar informações para que se complete a raciocínio final.
Como visto no artigoestudado, se torna quase impossível saber o numero real de espécies de uma determinada área. Sendo essas estimativas o ponto de partida para se calcular alguns padrões, podendo gerar estimativas prováveis ou não sobre os mecanismos que constituem determinados padrões, sendo estes padrões englobam diversidade continental (gama) ou diversidade local (alfa).
Na Biologia da conservação, riquezas deespécies são um dos tributos fundamentais para aperfeiçoar durante o estudo de planejamento de redes de unidades de conservação. Saber a diversidade de espécie que se encontra numa determinada, é de fundamental importância, para se medir o as atividades de baixo e grande impacto no meio de conservação de áreas degradadas ou de conservação permanente. Saber-se qual a diversidade, tem ajudado naelaboração de vários inventários nos últimos anos.
Nas áreas de difícil acesso ou de perigo, governos e ONGs tem empregado estudos rápidos sobre a diversidade daquela determinada área, assim, se tornado um estudo de apresentação duvidosa, pois não se sabe o real bioma daquele habitat de organismos vertebrados e invertebrados.




















Como Medir a Diversidade:
Umadas formas mais comuns de medir a diversidade de uma área, é usar a riqueza de espécies, que ocupa-se simplesmente no numero de espécies que temos em uma determinada comunidade ou habitat, ou em uma determinada área de interesse de estudo (Peet 1974, Wilsey et al. 2005). Apesar de ser um método comum de uso e de fácil interpretação, na sua grande maioria dos estudos e quase impossível ou dedifícil calcular-se o real numero em uma determinada comunidade.
Deveríamos usar então para ter certeza à riqueza de espécie em uma área, identificar o numero de indivíduos, que se torna quase inviável, pois as comunidades têm um fluxo continuo de indivíduos. Comunidades não são unidades fechadas, existindo a migração e emigração.
Continuando com extrapolações, uma forma de comparar riqueza entrecomunidades, é medir não só as espécies de uma área pré determinada, mas sim em uma área de maior abrangência, em toda uma comunidade.
Vários estimadores de riqueza estão disponíveis, mas popularizado nas literaturas depois da revisão de Colwell e Coddington.
As conclusões dos estudos para estimar a Diversidade estão em pequenos cálculos matemáticos, envolvendo amostras relativas de espécies naamostra coletada. Sendo os dois métodos mais comuns, os de Shannon e Simpson, que além de considerar os índices de biodiversidade, riqueza e equabilidade, usa-se as distâncias ou diferenças (morfológicas, funcional, filogenética...), esses estudos podem ser usados popularmente úteis nos estudos de conservação, onde procura-se maximinizar não apenas riqueza de espécies, mas também o numero de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Índices de diversidade; riqueza das espécies; abundância; dominância; equitabilidade.
  • Riqueza de espécies
  • A diversidade é a riqueza
  • Riqueza e diversidade
  • Indice de diversidade
  • Padrões na riqueza de espécies
  • Riqueza e diversidade
  • Riqueza da diversidade Humana

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!