É preciso mastigar muito bem as palavras; mais que isso: ruminar!

Páginas: 2 (475 palavras) Publicado: 1 de maio de 2011
É preciso mastigar muito bem as palavras; mais que isso: ruminar!

Em vários ambientes (trabalho, escolas, família e até em Blogs) já me admoestaram em virtude da minha forma de redigir, taxando-ade prolixa. Recentemente lembraram-me que na World Wide Web, especialmente nos e-mails e nos Blogs, a regra é que tudo deva ser implacavelmente rápido, os textos devam ser curtos, céleres e por fim,que feneçam efêmeros.

Porém, desajuizadamente ouso desafiar essas regras; as vejo como maus filtros à alma dos escritos descompromissados que, prazerosamente, procuro fazer especiais para ose-leitores, atento às artérias que lhes irrigam vida, e daí merecerem essas pequenas tréguas que hes proponho estoriadas.

Com esses contos e crônicas tento desviar a atenção do e-leitor para um mundomenos árido que o do dia-a-dia; o das fantasias. Não concebo sejamos felizes apenas vivendo duros apegos às realidades individuais. As alegorias e os devaneios, as brincadeiras e o riso, são imperativosdo prazer de viver. Creio eu.


No lúdico desses sonhos e devaneios os faço para quem não tem medo de parágrafos, ou como sabiamente diria nest’ora Guimarães Rosa: "Minha literatura é para bois,não é para ser engolida de vez". Tomo-as minhas e as explico num digerido-já, num sem-ofender inteligências outras: o boi pasta o dia todo e depois se deita. A natureza lhe faz o bolo alimentar voltar dorume à boca, onde é remascado num lento clicletemente, e só depois, bem depois, é que o-tudo vai adentro-boi num vital suco.

Taí a lição que colho - e ora lhes repasso - da sensibilidade do eternoJoãozito: ler, mastigar e remastigar as palavras até que se avermelhem invadidas no nosso intelecto-sangue. Não basta o ler; é mister entender e refletir o lido.

Mas isso não é novo não. Vejamquem já, no hoje longínquo 1920, também o recomendava:
“... Mas, senhores, os que madrugam no ler, convém madrugar também no pensar. Vulgar é o ler, raro o refletir. O saber não está na ciência...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Preciso saber se estou indo bem
  • Preciso saber se estou indo bem!
  • Preciso saber se estou indo bem
  • PRECISO SABER SE ESTOU INDO BEM
  • preciso saber se estou indo bem
  • Autonomia das palavras bem ditas
  • É PRECISO SABER GRAMÁTICA PARA FALAR BEM?
  • PALAVRAS CHAVES PARA UMA ADMINISTRAÇÃO BEM SUCEDIDA

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!