Óleos de corte

Páginas: 12 (2794 palavras) Publicado: 30 de setembro de 2012
|[pic] |ESCOLA TÉCNICA ESTADUAL FREDERICO GUILHERME SCHMIDT |
| |ESCOLA TÉCNICA INDUSTRIAL |








Trabalho de Tecnologia Aplicada










Óleos de Corte eRefrigerantes









Antonio Brodt Junior
Curso Técnico em Eletromecânica
Turma 61N1





Professor: Wagner Mouberger



São Leopoldo, 24 de novembro de 2011
Introdução



A crescente competitividade entre as empresas em um mercado globalizado, a exigência de qualidade nos produtos e serviços prestados dentro de menores prazos e custos e a preocupação com a agressão ao meio ambiente tornaram a busca porsoluções tecnológicas um fator estratégico para as empresas. Este cenário favorece o desenvolvimento da pesquisa na indústria que busca a constante melhoria dos seus processos, cada vez mais enxutos, atendendo as normas técnicas e ambientais.

Para a obtenção destas melhorias, diversas formas de aplicação e tipos de fluidos de corte são utilizados. Entre os meios auxiliares, os principaismétodos utilizados são os de aplicação com fluido em abundância (emulsão) e atualmente também a Mínima Quantidade de Lubrificante (MQL) e a usinagem a seco.


Além de proporcionar uma definição clara a cerca das propriedades, características e utilização dos fluídos de corte, especialmente na indústria metal-mecânica, este estudo visa também conscientizar toda a parcela da sociedade envolvida eafetada, direta e indiretamente, pela questão do uso dos fluídos de corte.

A tendência mundial visa à usinagem sem fluido de corte (seco), que objetiva reduzir de forma significativa custos com a compra de fluidos de corte e sua destinação final, bem como problemas ocupacionais, tais como doenças de pele (dermatites) e variações de sintomas respiratórios, e relacionados ao meio ambiente, onde osfluidos de corte tornam-se graves poluentes da água, solo e ar.

















ÓLEOS DE CORTE E REFRIGERANTES [pic]

Óleos para corte são substâncias químicas utilizadas largamente nas indústrias mecânicas, com a finalidade de se obter melhor rendimento e melhor acabamento do material, em operações de corte e de usinagem de metais. Ocupa posição importante no crescimento industrial,das três variedades de óleo de “corte” a mais empregada é o “óleo solúvel” .
O óleo para corte tem tido um ciclo interessante no seu desenvolvimento, da água ao óleo e retornando aos refrigerantes à base de água.
Já faz muito tempo que a aplicação de fluidos de corte em processos de usinagem vem proporcionando melhores resultados de corte e produtividade nos processos de manufatura do setormetal-mecânico. Mesmo com a tendência de desenvolvimento de novas tecnologias de corte independentes do uso deste produto é notório o volume de sua utilização nos processos de corte dos mais diversos metais.
Entre os primeiros pesquisadores expressivos a estudarem os fluidos de corte no processo de usinagem encontramos W. H. Northcott e F. W. Taylor, os quais, num primeiro momento, utilizaram aágua na região de corte.
Naturalmente a idéia da água surgiu com o intuito de minorar o indesejável efeito da alta temperatura, mas trouxe consigo desvantagens como a oxidação do conjunto máquina-ferramenta-peça, além da ausência do poder de lubrificação.
Todavia, ao serem constatadas estas desvantagens e a necessidade de descobrir novos fluidos de corte, as pesquisas nos trouxeram as maisvariadas combinações desse produto.
O desenvolvimento seguinte foi o uso de óleos gordurosos. O óleo de gordura de veado foi o primeiro óleo para corte que se empregou com êxito, porém, na atualidade, é de pouco uso pelo seu custo elevado.
A banha de porco também foi usada; lubrificava e tinha ação antioxidante, mas não refrescava bem e tinha a tendência a se tornar rançosa.
O precursor dos...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • óleos de corte
  • A corte
  • O corte
  • CORTES
  • corte
  • corte
  • O corte
  • Corte

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!