Ética e cidadania

Páginas: 6 (1283 palavras) Publicado: 10 de novembro de 2012
|[pic] |Operador de Computador – PSG |
| |Disciplina: Ética, Meio Ambiente, Saúde e Segurança |
| | ||Instrutor: Laurimar VR Silva | |
| | |
|Aluno: | |INTERATIVIDADE
Prof. Esp. Elton Marinho Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas de Goiatuba - FAFICH
Para Lemos (2000), interatividade é um caso específico de interação, a interatividade digital, compreendida como um tipo de relação tecno-social, ou seja, como um diálogo entre homem e máquina, através de interfaces gráficas, em tempo real. Entretanto, para Lévy (1999:82) a interatividade assinalamuito mais um problema, a necessidade de um novo trabalho de observação, de concepção e de avaliação dos modos de comunicação do que uma característica simples e unívoca atribuível a um sistema específico, não se limitando, portanto às tecnologias digitais. Assim, nossas discussões giraram em torno da distinção entre interação e interatividade; as perguntas fluíam, umas entrelaçadas noutras:
AlgunsConceitos
Interatividade X Interação O conceito de interatividade é bem mais recente que o conceito de interação, o qual vem sendo utilizado nas mais variadas ciências como as relações e influências mútuas entre dois ou mais fatores, entes, etc. Isto é, cada fator altera o outro, a si próprio e também a relação existente entre eles (Primo & Cassol, 1999). Já o termo interatividade surgiu nocontexto das Novas Tecnologias de Informação e Comunicação (NTIC), com a denominada geração digital. Entretanto, o seu significado extrapola esse âmbito. Para Silva (1998:29), a interatividade está na disposição ou predisposição para mais interação, para uma hiperinteração, para bidirecionalidade - fusão emissãorecepção -, para participação e intervenção . Portanto, não é apenas um ato de troca, nem selimita à interação digital. Interatividade é a abertura para mais e mais comunicação, mais e mais trocas, mais e mais participação.
E na Tecnologia ?
Essas possibilidades advindas com os avanços tecnológicos, apesar de não transformarem o vídeo, a TV, o rádio, em meios interativos, nos instigam a querer transgredir a lógica de comunicação tradicional, unidirecional, predefinida, massiva. Sepodemos perceber essa inquietação nos adultos que pertencem à geração da TV, mais acostumados à recepção passiva, o que podemos dizer da nova geração que nasce imersa no contexto das NTIC, onde a lógica comunicacional é a da interatividade?
Eureca. a maior prova de interatividade é a sala de aula. Bem, depende do professor! É, se for analisar a grande maioria das aulas não podemos dizer que aconteceinteratividade! É isso aí, porque geralmente a aula acontece de forma linear, possibilitando apenas uma ação e uma reação, ou seja causa-efeito. Chato a gente esperar a vez para falar. às vezes vou atravessando a conversa, o pessoal não gosta, mas eu faço! Percebam, se a aula possibilitar que o aluno participe efetivamente, que fale quando quiser falar, que interrompa, que corte a linearidade,isso é uma interação bem mais significativa. Legal. mas vamos colocar isso no papel! Ah! Eu mesmo preferiria colocar isso em bits. Assim, quem sabe fazendo circular - mais gente não pode meter o dedo na discussão? Claro. e isso já seria uma forma de interatividade, não? Claro. a idéia de interatividade então estaria ligada à produção coletiva que Lévy tanto fala. . e a outra coisa interessante...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Etica e cidadania
  • Etica e cidadania
  • Ética e Cidadania
  • Etica e cidadania
  • Ética e Cidadania
  • etica e cidadania
  • Ética e cidadania
  • Ética, cidadania

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!