ÉTICA NA HISTÓRIA

Páginas: 6 (1318 palavras) Publicado: 11 de novembro de 2014






1.0 Introdução
A moral é uma construção humana. Além de possuir um caráter social, caracteriza-se também por ser uma construção histórica. Os sistemas morais não são fixos nem imutáveis, pois estão relacionados com as transformações histórico-sociais.
Embora os sistemas morais fundamentem-se em valores como o bem e a liberdade, o conteúdo desses assuntos varia historicamente, dandoa origem a moralidade e concepções éticas diversas.

2.0 Antiguidade [Ética Grega]
A preocupação com os problemas éticos teve inicio na época de Sócrates – também conhecido como Pai da Moral –, numa forma mais sistematizada. Sócrates não foi o único a relatar seus pensamentos sobre o assunto. Houve relatos dos Sofistas, de Platão, dos Estoicos, de Epicuro, além de Aristóteles, que serãocitados abaixo:

2.1 Sofistas
Afirmavam que não existem normas e verdades universalmente válidas. Tinham, dessa forma, uma concepção Ética Relativista ou Subjetivista.

2.2 Sócrates
Ao contrário dos Sofistas, sustentou que havia um saber universalmente válido, que decorre do conhecimento da Essência Humana – sua Alma Racional –, a partir do qual se pode conceber a fundamentação de uma moraluniversal, pois o homem é, essencialmente, razão.

2.3 Platão
Desenvolveu o Racionalismo Ético iniciado por Sócrates, aprofundando a diferença entre o corpo e a alma, onde argumentava que o corpo – por ser a sede dos desejos e paixões humanas –, muitas vezes desvia o ser do seu caminho para o bem. Para alcançar a Ideia de Bem era preciso haver um purificação do mundo material.

2.4 EstoicosDesenvolveu uma ética baseada na procura da paz interior e no autocontrole indivi-dual, fora da vida política, social. O principio da ética estoica é a Apathéia – a atitude de aceitação de tudo o que acontece, pois tudo faria parte de um plano superior, guiado por uma razão universal que tudo abrangia.

2.5 Epicuro
Tinha como principio a Ataraxia – a atitude de desvio da dor e procura do prazerespiritual –, que contribuiu para a paz de espirito e autodomínio, minimizando a influência dos fatores exteriores sobre o bem-estar espiritual.
2.6 Aristóteles
Também desenvolveu uma reflexão ética racionalista, mas sem o dualismo corpo-alma. Procurou algo mais próximo da realidade e do homem concreto. Para tanto, perguntou-se sobre o fim último do ser humano. Para quê tendemos? E responde-se: Paraa Felicidade, pois todos buscamos a felicidade.
Para Aristóteles, a felicidade não se confunde com o prazer das sensações ou o proporcionado pela riqueza e pelos bens materiais, mas sim por algo que se encontraria na vida teórica, que promove o que há de especificamente humano: A Razão.
O Homem que se desenvolve no plano teórico pode compreender a essência da felicidade e realizá-la, mas issoseria privilégio de poucos, pois o homem comum, aquele que não pode se dedicar á atividade teórica, aprenderia agir corretamente apenas pelo hábito, e dessa forma, praticar as virtudes. A Coragem seria, por exemplo, uma virtude situada entre a covardia (a deficiência) e a temeridade (o excesso). Dessa forma, propôs uma ética do Meio-Termo, onde a virtude estaria em procurar o ponto de equilíbrioentre o excesso e a deficiência.






3.0 Idade Média [Ética Cristã]
A Ética Cristã é diferenciada da Ética Grega em dois pontos:
- O Abandono do Racionalismo: A Ética Cristã abandonou a ideia de que é pela razão que se alcança a perfeição moral e centrou a busca dessa perfeição no amor de Deus e na boa vontade.
- A Emergência da Subjetividade: Acentuando a tendência jáesboçada na filosofia Estoicista e Epicurista, a Ética Cristã tratou a moral do ponto de vista estritamente pessoal, como uma relação entre cada indivíduo e Deus, isolando-o de sua condição social e atribuindo a subjetividade uma importância desconhecida.

3.1 A Ética do Livre-Arbítrio de Santo Agostinho
Santo Agostinho transformou a ideia de purificação da alma da filosofia de Platão na ideia...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • A Ética na História
  • Etica na historia
  • ética historia
  • ética na historia
  • Historia da etica
  • Historia da ética
  • Ética e sua história
  • Historia da Ética

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!