Tres Diferenças Entre O Estado Liberal Eo Estado Neoliberal artigos e trabalhos de pesquisa

  • Estado Liberal. neoliberal e Estado do bem estar e o estado desenvolvimentista

    1 - Ao concluir o estudo desta Unidade, você seria capaz de identificar e explicar três diferenças entre o Estado liberal e o Estado neoliberal e entre o Estado de bem-estar social e o Estado desenvolvimentista? Estado liberal – > – o mercado (sociedade) seria uma instituição regulatória (sustentável), em contra partida não haveria necessidade de intervenção do Estado liberal (mínimo); > – ao Estado liberal (mínimo) cabe garantir a ordem, a legalidade e concentrar seu papel executivo naqueles...

    1120  Palavras | 5  Páginas

  • O estado de bem estar social, o estado neoliberal e a globalização no século XXI.

    UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA MUNICIPAL DISCIPLINA: ESTADO, GOVERNO E MERCADO PROFESSORA: MARIA DE FÁTIMA HANAQUE CAMPOS Relações entre Estado, Governo e Mercado durante o Século XX Suas Formas, Origens e Características Jocélio Hércules Corneau Ibotirama/ BA Apresentação  A relação Estado e sociedade é uma relação histórica e dinâmica que vem sendo construída com a história da própria humanidade. É o resultado dos conflitos de interesse...

    1760  Palavras | 8  Páginas

  • Estado, Governo e Mercado

    Estado, Governo e Mercado No Estado Liberal a sociedade buscava igualdade e lutava pela garantia de seus direitos naturais de liberdade, igualdade e propriedade e faziam críticas a excessiva intervenção do Estado na sociedade. Os liberais lutavam pelo livre comércio e criticavam a Lei dos Pobres, pois para eles não era apenas uma maneira de ajudar os necessitados, mas um agravante da pobreza vivida pelos menos apossados e uma artimanha para a maior dependência do Estado. Também se acreditava que...

    2430  Palavras | 10  Páginas

  • 1) Identifique e explique três diferenças entre Estado Liberal e o Estado Neoliberal e entre o Estado de Bem Estar Social e o Estado Desenvolvimentista.

    ESCOLA DE ENFERMAGEM DE NATAL - EEN CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO EM SAÚDE DISCIPLINA: Estado, Governo e Mercado Aluno: Módulo 2: Atividade 1 e 2 1) Identifique e explique três diferenças entre Estado Liberal e o Estado Neoliberal e entre o Estado de Bem Estar Social e o Estado Desenvolvimentista. No Estado Liberal os indivíduos são livres e independentes, mas todos submetidos à lei, e o Estado interviria apenas naquilo que fosse estritamente necessário para garantir a liberdade e igualdade...

    838  Palavras | 4  Páginas

  • Estado liberal, estado neoliberal, estado de bem estar-social e estado desenvolvimentista

    CEARÁ CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO GESTÃO EM SAÚDE PÓLO DE BEBERIBE DISCIPLINA: ESTADO, GOVERNO E MERCADO TUTOR: BRUNO POLICARPO ESTADO LIBERAL, ESTADO NEOLIBERAL, ESTADO DE BEM ESTAR-SOCIAL E ESTADO DESENVOLVIMENTISTA LIA RICARTE DE MENEZES FORTALEZA, 2012 INTRODUÇÃO Duas correntes dominaram o pensamento econômico no século XX e ainda provocam grandes debates: a escola desenvolvimentista e o pensamento liberal. A escola desenvolvimentista tem como fundador e maior teórico o economista...

    2955  Palavras | 12  Páginas

  • Avalia o a Distancia 2 Estado Mercado e Governo

    AVALIAÇÃO A DISTANCIA ESTADO, GOVERNO E MERCADO – UNIDADE 2 GLORIA MARIA DE SOUSA DOS SANTOS MATRICULA:___________ TUTOR : PROFº ANDRÉ LUIZ DA SILVA BAYLÃO PROFª PRISCILA ERMINIA RISCADO VOLTA REDONDA - POLO TRES RIOS 2015 Questão I- As relações entre Estado e Mercado apresentam diferenças marcantes no século XIX e XX. De forma breve, explique as principais diferenças que marcam esta relação no referido período  RESPOSTA: A relação entre Estado e Mercado no século XIX foi...

    777  Palavras | 4  Páginas

  • Estado, Governo e Mercado

    despotismo, a autoridade do governo deve ser desmembrada em três poderes – legislativo, executivo e judiciário. Montesquieu Considerando a leitura feita em Coelho (2012, p. 17-20) responda, dissertando (em no máximo 10 linhas) sobre as diferenças (se é que existem) entre presidencialismo e parlamentarismo, principalmente no que se refere à separação entre os Poderes Executivo e Legislativo, e quanto a quem exerce a função de governo. As diferenças dizem respeito de como Legislativo (parlamento) e Executivo...

    1004  Palavras | 5  Páginas

  • cONTEXTO NEOLIBERAL NOS ANOS 1990 E 2000

    Contexto neoliberal nos anos 1990 e 2000 RESUMO O neoliberalismo é uma série de medidas que tem como objetivo adequar a economia de um país à nova ordem mundial, por causa de algumas medidas neoliberais alguns países latino-americanos, entre os quais o Brasil, tem conseguido estabilizar sua economia e derrubar os impostos e os tributos excessivos. O neoliberalismo prega, principalmente, a privatização de empresas estatais, a reforma administrativa do estado, a redução das despesas do estado em todos...

    782  Palavras | 4  Páginas

  • Mercado estado e governo

    tratado na disciplina e discutido nos fóruns, descreva a relação entre Estado, Governo e Mercado no Brasil ao longo do século XX, identificando as principais características do Estado oligárquico, do Estado desenvolvimentista e do Estado Neoliberal relacionando-as com as mudanças produzidas nas duas matrizes teóricas que explicam as relações entre Estado, Governo e Mercado no mundo capitalista. No Brasil o poder do Estado (grafado com inicial maiúscula) e suas funções executiva, legislativa...

    1211  Palavras | 5  Páginas

  • A Formação dos Estados Modernos

    A formação dos Estados modernos   A centralização política transformou-se em uma solução para os graves problemas enfrentados por todas as classes sociais durante o processo de formação do Estados modernos. Para a nobreza, era importante um poder que pudesse garantir segurança. Justamente por isso, John Locke, um dos precursores do Iluminismo, viria afirmar séculos depois que o Estado surgiu para garantir a vida e a propriedade privada. O clero, além de possuir as mesmas preocupações da nobreza...

    13795  Palavras | 56  Páginas

  • Teoria geral do estado - Direito

    A Evolução dos Paradigmas de Estado e seus Aspectos Econômicos* Bruno Burgarelli Albergaria Kneipp Mestre em Direito Constitucional pela UFMG. Presidente da Comissão de Estudos Constitucionais da OAB/MG. Professor de Teoria do Estado, Teoria da Constituição e Direito Constitucional na Faculdade Mineira de Direito da PUC Minas. Professor de Legislação no Curso de Publicidade e Propaganda do UNI-BH. Membro da Associación Americana de Juristas. Advogado Militante, sócio do escritório Burgarelli e...

    4356  Palavras | 18  Páginas

  • Estado, governo e mercado ao longo do séc. xx

    [pic] Módulo 3 – ESTADO, GOVERNO E MERCADO EM PERSPECTIVA: AS TRANSFORMAÇÕES DE FIM DESÉCULO XX E INÍCIO DE SÉCULO XXI. Trabalho Final Caro(a) aluno(a), Para elaborar e postar seu trabalho final da disciplina Estado, Governo e Mercado, você deve, além das leituras indicadas, pesquisar e refletir sobre a questão proposta, analisar os aspectos relevantes dos conteúdos estudados e então elaborar um texto (máximo de 4 páginas) em resposta a segunda questão da página 110 do Livro Estado, Governo e Mercado...

    1846  Palavras | 8  Páginas

  • Estado governo e mercado

    sua origem neste sociólogo bem como estudos e pesquisas sobre religiosidade de cultura, acreditava que era necessário uma interdependência entre a religião, economia e a sociedade, pois só assim o núcleo social poderia ser analisado , segundo ele o estado é supremo uma vez que tem a legitimidade para fazer cumprir ordens , enquanto outras organizações como o tráfico por exemplo disputam territórios pois desprovidos de legitimidade usam a força física para controlar territórios., ele lembra ainda que...

    2781  Palavras | 12  Páginas

  • Estado, regulação social e controle democrático

    ESTADO, REGULAÇÃO SOCIAL E CONTROLE DEMOCRÁTICO ABRIL/ 2011 Estado, Regulação Social e Controle Democrático As relações entre o Estado e a sociedade civil podem ser melhor entendidas se virmos como ambos se articulam no curso da história da civilização ocidental. Devemos então levar em conta três fatos: O Estado muda conforme a época histórica e os contextos socioculturais. Mesmo sendo um produto da sociedade, o Estado tenta controlá-la. Existem diferentes formas de se ver as relações...

    736  Palavras | 3  Páginas

  • ESTADO GOVERNO E MERCADO

    DISCIPLINA: ESTADO, GOVERNO E MERCADO ATIVIDADE IV ALUNA: NÁDIA DE BONA PORTON = “ Realizar uma leitura do texto de referência da UNIDADE 2 – denominado: “As relações entre Estado, governo e mercado no século XX”. P. 73 a 94 da apostila escrita pelo Prof. Ricardo Correia Coelho. A partir da leitura da apostila faça um pequeno texto (com no mínimo 25 e no máximo 50 linhas) comparando o estado liberal, o marxista e o de bem-estar social. ' O ESTADO LIBERAL, O ESTADO SOCIALISTA E...

    1334  Palavras | 6  Páginas

  • Estado

    constitutivos do estado? População, território, governo. 02 - Quais são os elementos semelhantes e diferentes das diversas formas de Estado? ESTADO ABSOLUTISTA: - Assumiu o controle das atividades; - Intervinha nas concessões dos monopólios fixava preços e tarifas, administrava a moeda e metais preciosos; - E assumia também a responsabilidade de centralizar e praticar a justiça e do poder militar ESTADO LIBERAL: - Capitalismo concorrencial; - Concorrência entre países e não somente empresas. - O Estado não deve...

    2253  Palavras | 10  Páginas

  • Perguntas Teoria Geral do Estado

    que age por prazer somente.Maquiavel tinha visão antropocêntrica do mundo – o homem como o centro das coisas) 2. No que se baseia o contratualismo ? O contratualismo se baseia na passagem do estado natural para o organizado no qual o surge o estado. 2. Explique a passagem do Estado natural para o Estado atual para Hobbes, Locke e Rousseau. Para Hobbes o homem era egoísta, vivia isolado e vivia para satisfazer seus próprios interesses, por esta razão a desordem imperava, não existiam regras de moral...

    1494  Palavras | 6  Páginas

  • Estado, governo e mercado

    UAB/UNB PÓS-GRADUAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO DE GESTÃO EM SAÚDE Matéria: ESTADO, GOVERNO E MERCADO Grupo: "D" Componentes: ELIANE AMANCIO RAIMUNDO, KARLA CASTRO MELO, KELLEN RODRIGUES DE AMARAL E LAYREANE SILVANO DOS SANTOS BRASÍLIA, 03 DE ABRIL DE 2011. 1.Traçar um retrato dos pensadores, identificando suas principais obras. John Locke John Locke foi um importante filósofo inglês. É considerado um dos líderes da doutrina filosófica conhecida como empirismo e um dos ideólogos do liberalismo...

    2026  Palavras | 9  Páginas

  • Reformas do estado e reformas educacionais

    LIDIANE FERREIRA DA COSTA MARQUES MELLO REFORMAS DO ESTADO E REFORMAS EDUCACIONAIS UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CURSO DE PEDAGOGIA PORTO MURTINHO MS 2011 LIDIANE FERREIRA DA COSTA MARQUES MELLO REFORMAS DO ESTADO E REFORMAS EDUCACIONAIS Trabalho realizado sobre Reformas do Estado e Reformas Educacionais da disciplina Políticas Públicas do Curso de Pedagogia da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, sob a orientação do professor...

    2470  Palavras | 10  Páginas

  • As reformas neoliberais na Administração Pública brasileira

    As reformas administrativas neoliberais nos anos 90 Autor: José Mendes Lima Aguiar Resumo: As reformas administrativas implementadas na Administração Pública brasileira na década de 1990 foram influenciadas pelo contexto político-econômico do neoliberalismo, ideologia que predominou mundialmente e no Brasil entre os anos de 1980 e 1990. Essa ideologia pregava uma atuação estatal menos interventiva no mercado, sendo mais fomentador do que produtor. No caso brasileiro, a primeira reforma – reforma...

    3437  Palavras | 14  Páginas

  • Unidade 2 Texto 1 Teoria Do Estado Moderno E Contempor Neo Suimar

    TEORIAS DO ESTADO MODERNO Prof. Suimar Bressan I. INTRODUÇÃO O presente texto consiste numa exposição bastante geral das principais teorias que estabeleceram a fundamentação do Estado na modernidade. Entende-se por modernidade um largo período histórico que inicia com o fim do Renascimento e se prolonga até os dias de hoje. Anthony Giddens situa a modernidade, como “estilo, costume de vida ou organização social que emergiram na Europa a partir do século XVII”. No entanto, talvez seja mais...

    7817  Palavras | 32  Páginas

  • Desregulamentação financeira: uma ótica das políticas liberais.

    Desregulamentação Financeira: Uma Ótica das Políticas Liberais. Felipe Lazzaretti1 RESUMO Este artigo observa-se a partir de uma ótica crítica, como as políticas neoliberais podem provocar instabilidades econômicas, principalmente no mercado financeiro. Segundo Hyman Minsky a economia capitalista é inerentemente instável e após anos de prosperidade esta tende a um desequilíbrio. Durante a prosperidade econômica, os agentes econômicos capitalistas possuem uma expectativa de lucro maior, portanto...

    3425  Palavras | 14  Páginas

  • Resumo - Estado, capitalismo y democracia en América Latina (2003), de Atílio Boron

    Livro: Estado, capitalismo y democracia en América Latina (2003), de Atílio Boron 1) Apresentação geral da discussão do autor Atílio Boron, a partir de uma análise marxista, trabalha no livro Estado, Capitalismo y Democracia en América Latina a problemática das “transições democráticas” e do Estado, apontando os limites e contradições da democracia liberal constituída na região. Na edição ampliada, publicada em 2003, mais de dez anos depois da primeira edição (1991), o autor acrescenta novas...

    1734  Palavras | 7  Páginas

  • resumo-Do estado patrimonial ao Gerencial

    Do estado patrimonial ao gerencial Introdução O autor Luiz Carlos Bresser-Pereira , em meio há tantas divergências em relação as formas históricas e a sociedade no Brasil, explica como se deu a transformação administrativa no Brasil, do Estado patrimonial para o Gerencial. Bresser explica cada fase, ao seu ponto de vista, concordando com alguns autores, em parte, como Raymundo Faoro e discordando de outros. Ele examina o Brasil em suas fases hitóricas, citando o Estado oligárquico ou patrimonial...

    3148  Palavras | 13  Páginas

  • Estado, governo e mercado

    se desenvolveram de formas diversas, e salientou a importância de algumas características específicas do protestantismo ascético, que levou ao nascimento do capitalismo, a burocracia e do estado racional e legal nos países ocidentais. Em outro trabalho importante, A política como vocação, Weber definiu o Estado como "uma entidade que reivindica o monopólio do uso legítimo da força física", uma definição que se tornou central no estudo da moderna ciência política no Ocidente. Em suas contribuições...

    3407  Palavras | 14  Páginas

  • Estado Republicano

    RESUMO O Estado social-democrata nas democracias avançadas está gradativamente se transformando em Estado republicano. A onda neoliberal fracassou porque as sociedades modernas precisam de um Estado forte, e não fraco. Um Estado é republicano quando é suficientemente forte para proteger o patrimônio público da captura privada. O Estado republicano que está surgindo é forte sob o aspecto fiscal porque limita sua dívida, é forte administrativamente porque está engajado na reforma da gestão pública...

    7711  Palavras | 31  Páginas

  • Estado Social e Pos Social

    Introdução O presente trabalho cujo o tema é Estado Social e Pós Social, tem como objectivo falar da origem do Estado Social, a sua evolução e bem como a sua definição. Também vou falar do Estado Pós sócias e os fundamentos do seu aparecimento e uma breve conclusão final do trabalho. Origem do Estado Social A ideia de usar a "política social", como um meio para se obter a eficiência económica, incorporou-se no Socialismo Fabiano inglês, no Socialismo Funcional Sueco hoje sendo aplicado na...

    2499  Palavras | 10  Páginas

  • A influência neoliberal na educaçã

    Universidade do Estado do Rio de Janeiro Faculdade de Formação de Professores Departamento de Educação A influência neoliberal na educação Por Sabrina Diamantino da Silva NI: 200610145911 São Gonçalo 2010 2 Sabrina Diamantino da Silva A influência neoliberal na educação Monografia apresentada à faculdade de formação de professores UERJ, como pré-requisito para obtenção de grau de licenciada em pedagogia, sob a orientação do professor Dr. Jorge Antônio Rangel. Professor...

    12119  Palavras | 49  Páginas

  • Chutando a escada: um estudo de caso do papel do Banco Mundial e o desenvolvimento do Brasil através da perspectiva do Institucionalismo Neoliberal

    STRICTO SENSU EM RELAÇÕES INTERNACIONAIS PROJETO DE MESTRADO REFERENTE AO EDITAL UFU/IEUFU/ PPGRI Nº 001/2015 Chutando a escada: um estudo de caso do papel do Banco Mundial e o desenvolvimento do Brasil através da perspectiva do Institucionalismo Neoliberal 1) Resumo O projeto de pesquisa visa elaborar uma análise entre o desempenho do desenvolvimento do Brasil concomitante à presença do Banco Mundial, instituição presente de maneira estratégica dentro do país com projetosdistintos em áreas específicas...

    3461  Palavras | 14  Páginas

  • Os direitos sociais no estado democratico de direito

    JEFERSON LUIZ TOMÉ CALIXTO YURE BRUNELLI DUTRA FERREIRA OS DIREITOS SOCIAIS NO ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO BELO HORIZONTE 2011 [pic] ALEX SILVIO CARVALHO CRISTIANO TEOTÔNIO PEREIRA Trabalho interdisciplinar apresentado para...

    3841  Palavras | 16  Páginas

  • O ajuste neo liberal

    O Ajuste Neoliberal Laura Tavares O que é o Ajuste Neoliberal Na década de 70 até a de 80 os países industrializados sofrem a segunda grande crise do capitalismo, crise financeira, produtiva e macroeconômica. Essa crise se da devido ao “o intenso processo de internacionalização dos mercados, dos sistemas produtivos e da tendência á unificação monetária e financeira que o acompanharam, levou a uma perda de autonomia dos Estados Nacionais, reduzindo o espaço e a eficácia de suas políticas econômicas...

    2716  Palavras | 11  Páginas

  • As cinco formas liberais de analisar a geoeconomia

    As cinco formas liberais de analisar a geoeconomia. O presente trabalho tem como fundamento analisar as várias formas de se discutir a geoeconomia na visão de autores liberais, o qual cada um de forma sistemática expõe seus pareceres diante de um mundo em constante transformação política, econômica e social. No texto de Raffestin observamos que primeiramente dentro dos estudos da geopolítica o poder significava território, quando mais território um Estado possuísse, mais Poder ele seria capaz...

    1289  Palavras | 6  Páginas

  • O socialismo liberal de norberto bobbio

    O socialismo liberal de Norberto Bobbio Marco Mondaini - 2000 1. Desde os primeiros passos da modernidade (entendida aqui como a fase da história mundial caracterizada pela predominância do modo de produção capitalista e por um sistema de valores centrado na idéia de racionalidade), dois projetos de hegemonia, duas propostas de direção ético-política sempre se confrontaram de uma forma marcada pela intransigência, pela exclusão mútua, a saber, o liberalismo e o socialismo [1]. O primeiro...

    6824  Palavras | 28  Páginas

  • Estado e poder local

    ESTADO E PODER LOCAL PROFESSOR EAD. LUIZ MANOEL PALMEIRA PROFESSOR-TUTOR PRESENCIAL JOSÉ AUGUSTO ANDOLPHO PROFESSOR-TUTOR EAD ANDRÉ LUÍS NEGRETTO FLORINDO ARARAS/SP 2012 SUMÁRIO Introdução 3 1. As Origens do Federalismo 4 2. Federalismo no Brasil 9 3. Federalismo e a Nova Ordem Global 13 Considerações Finais 16 Referências 17 INTRODUÇÃO O Federalismo nas últimas...

    5088  Palavras | 21  Páginas

  • Reestruturaçao capitalista e a crise dos estados nacionais

    que tem seu início a partir da crise do modo de regulação fordista/keynesianista e o ‘ressurgir’ da Economia Solidária. O artigo se divide em três momentos. O primeiro busca tratar alguns elementos que caracterizam a o modo de regulação fordista/keynesianista que, em sua crise, a partir dos anos de 1970, abre as portas para a introdução das políticas neoliberais e a consequente precarização das relações de trabalho. O segundo momento busca trabalhar reflexões iniciais acerca da concepção de Economia...

    1999  Palavras | 8  Páginas

  • ATPS ESTADO E PODER LOCAL

     TECNOLOGIA EM GESTÃO PUBLICA - ATPS DE ESTADO E PODER LOCAL - Profª. Mª. Vivian Menezes Tutor Presencial: Verônica M. Cartoce. Disciplina: Estado e Poder Legal 3º semestre - Noturno Taboão da Serra 2014 ANHANGUERA EDUCACIONAL FACULDADES DE TABOÃO DA SERRA TECNOLOGIA EM GESTÃO PUBLICA - ESTADO E PODER LOCAL - SILVIA FRANCISCA DE CARVALHO 8139748698 MARCIAL P. DO NASCIMENTO 7371574013 VALDIR COLHADO ZANOLLI 7705679606 MARIA HELENA S. DAMASCENO ...

    6005  Palavras | 25  Páginas

  • Estado, Governo e Mercado

    Elvira Souza Barbosa Rodrigues Disciplina: Estado, Governo e Mercado Tutor: Welington Paulino de Castro Cite e explique as principais diferenças entre o Estado liberal e o Estado neoliberal e entre o Estado de bem-estar social e o Estado desenvolvimentista. Estado liberal e Estado neoliberal O Estado liberal também é chamado de Estado mínimo. Nele todos os indivíduos são livres e independentes, mas todos igualmente submetidos à lei. Além disso, Estado mínimo, como o próprio nome já diz, é aquele...

    1850  Palavras | 8  Páginas

  • Estado, Governo e Mercado

    existência e sucesso do mundo capitalista. Outra grande contribuição de Joseph Shumpeter foi explicar a coexistência entre democracia e economia de mercado nas modernas sociedades capitalistas, tida como impossível pela teoria liberal clássica, mas que foi superada por pensamentos liberais mais modernos. 42. Explique o termo “poliarquia”, utilizado por Robert Dahl, para explicar como ocorre a democracia na realidade. Robert Dahl utilizou o termo “poliarquia” para substituir o termo “democracia” explicando...

    2497  Palavras | 10  Páginas

  • Liberal e Neoliberal

    QUADRO DAS DIFERENÇAS ENTRE O ESTADO LIBERAL, ESTADO NEOLIBERAL, ESTADO DE BEM-ESTAR SOCIAL E ESTADO DESENVOLVIMENTISTA: Estado liberal -Não tem a intervenção do Estado na economia e contra o poder ilimitado do governo. Garantia de liberdade e independência dos indivíduos, mas todos eram submetidos à lei. Participação do cidadão nas decisões públicas através de representantes. A Constituição como garantia dos direitos individuais, onde todos são iguais perante e lei. O indivíduo...

    558  Palavras | 3  Páginas

  • A cidadania em t.h. marshall (uma contribuição à crítica da cidadania liberal)

    A CIDADANIA AM T.H.MARSHALL (UMA CONTRIBUIÇÃO À CRÍTICA DA CIDADANIA LIBERAL) Mônica Apolonio da Silva Introdução Então, verás, um dia, o cidadão e a real cidadania. Samba de Enredo do G.R.E.S. Império Serrano/1996 É possível continuarmos invocando a cidadania para caracterizar uma perspectiva "avançada" em educação? Ou será que o conceito liberal de cidadania impossibilita sua utilização? Este trabalho pretende contribuir para a compreensão...

    50197  Palavras | 201  Páginas

  • Reforma do Estado

    A reforma do Estado Estado brasileiro nos anos 90: processos e contradições ∗ Ilse Gomes Silva∗∗ Resumo: O artigo analisa os processos e as contradições do Plano Diretor da Reforma do Aparelho do Estado, encaminhado ao Congresso Nacional em 1995. Meu objetivo é abordar as mudanças que ocorreram nas políticas estatais, consagradas na Constituição Federal de 1988, com a expansão dos elementos de mercado e a transferência para o chamado terceiro setor da responsabilidade em executar a...

    6247  Palavras | 25  Páginas

  • A diferença entre Liberalismo e Neoliberalismo

    A diferença entre Liberalismo e Neoliberalismo (Fonte: http://www.porcocapitalista.com.br/2013/04/a-diferenca-entre-liberalismo-e.html )1. Neoliberalismo como o próprio nome sugere, é uma forma "nova" de liberalismo. É uma forma de diferenciar o liberalismo moderno do liberalismo clássico, aquele lá da época da Adam Smith, David Ricardo, Jean Baptiste Say e outros. 2. O primeiro a colocar todos os economistas anteriores a ele próprio num mesmo grupo e chamá-los de "liberais clássicos" foi Karl...

    3129  Palavras | 13  Páginas

  • Estado liberal

    Estado liberal O Estado liberal surgiu no século XVIII como reação ao poder centralizado na figura do rei. Deve-se destacar que no absolutismo a monarquia detinha o controle das atividades econômicas mais importantes do país, utilizando-se da prática dos monopólios, o que contrariava os interesses da burguesia que ansiava por maiores possibilidades de desenvolvimento econômico. Entre as principais características do liberalismo pode-se destacar: O Estado enquanto “guardião da ordem” tendo como...

    2239  Palavras | 9  Páginas

  • Brasil: estado oligárquico, estado desenvolvimentista e estado neoliberal

    BRASIL: ESTADO OLIGÁRQUICO, ESTADO DESENVOLVIMENTISTA E ESTADO NEOLIBERAL A República no Brasil coincide com a democratização dos Estados liberais. Entretanto as características do Estado Brasileiro neste período foram mais que um simulacro dos regimes liberais-democráticos da Europa. Por isto, este período foi classificado como República Oligárquica. Na Primeira República brasileira a maior parte dos presidentes eram de São Paulo (produtores de café) ou de Minas Gerais (produtores de leite)...

    1414  Palavras | 6  Páginas

  • A crise neoliberal

    transcendência do neoliberalismo. As análises marxistas da crise, partindo de uma abordagem sistêmica das relações de classe sob o neoliberalismo, sugerem que a crise atual é uma crise sistêmica no capitalismo neoliberal. Entretanto, ela não é, pelo menos por enquanto, uma crise do capitalismo neoliberal. Neoliberalismo e Financeirização O neoliberalismo é o modo de existência do capitalismo contemporâneo. Esse sistema de acumulação emergiu gradualmente, desde meados dos anos 1970, em resposta às...

    4008  Palavras | 17  Páginas

  • Estado LIberal

    PÓS-GRADUAÇÃO A DISTÂNCIA ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE ORGANIZAÇÃO PÚBLICA EM SAÚDE Estado, Governo e Mercado Tarefa 02 Autoria: Suélen Detoni Setembro/2014. 1. Descreva de forma sintética: a) Estado Liberal: indivíduos são livres e independentes, não submetidos ao poder de nenhuma outra pessoa, mas submetidos igualmente à lei. Neste Estado cabia ao poder público a manutenção da lei e da ordem, por exemplo, o Estado garantiria a defesa do país através das forças armadas, um corpo de diplomatas...

    650  Palavras | 3  Páginas

  • A reforma do Estado Texto Bresser Pereira

    1 Cadernos MARE da Reforma do Estado A Reforma do Estado dos anos 90: Lógica e Mecanismos de Controle Luiz Carlos Bresser Pereira MARE Ministério da Administração Federal e Reforma do Estado MARE Ministério da Administração Federal e Reforma do Estado Ministro Luiz Carlos Bresser Pereira Chefe de Gabinete José Walter Vazquez Filho Secretária-Executiva Cláudia Costin Secretária da Reforma do Estado Angela Santana Secretário de Recursos Logísticos Rainer Weiprecht Secretário de Recursos Humanos...

    20691  Palavras | 83  Páginas

  • ESTADO NEOLIBERAL E ECONOMIA DE MERCADO

    UNIVERSIDADE POTIGUAR II JORNADA DE ESTUDOS PROPEDÊUTICOS – 2013.2 GRADUAÇÃO: DIREITO ESTADO NEOLIBERAL E ECONOMIA DE MERCADO Natal 2013 CLAUDEILSON SANTIAGO JAMÍLI COSTA SANTANA ESTADO NEOLIBERAL E ECONOMIA DE MERCADO Trabalho apresentado em cumprimento As exigências da II Jornada de Estudos Propedêuticos – 2013.2 da Universidade Potiguar Laureate Internacional Universities Professora: Grazielly dos Anjos Fontes ...

    3257  Palavras | 14  Páginas

  • Modelo neoliberal e políticas educacionais

    MODELO NEOLIBERAL E POLÍTICAS EDUCACIONAIS Faculdades Santa Cruz Curitiba 2011 INTRODUÇÃO Para o autor o Neoliberalismo é usado como modelo social, tratando da educação como um comércio. O livro mostra a busca das raízes do liberalismo e as condições gerais em que o modelo neoliberal conquista sua superioridade. E também as categorias que constituem a estrutura do modelo social. 1. O RESSURGIMENTO NEOLIBERAL As três últimas décadas do século xx são consideradas como o ressurgimento...

    2101  Palavras | 9  Páginas

  • Estado, governo e mercado

    GP - Estado, Governo e Mercado Trabalho final - Elaborar texto Rafael Campos de Oliveira Como forma de introduzirmos as relações entre Estado, governo e mercado no Brasil ao longo do século XX é interessante que tenhamos alguns conceitos em mentes. Quando tratamos de Estado, estamos tratando da organização que exerce de forma legítima o poder supremo sobre o conjunto de indivíduos que ocupam um determinado território. E quando falamos de exercício do poder, estamos nos referindo à capacidade...

    1670  Palavras | 7  Páginas

  • Resumo - DEMOCRACIA, ESTADO SOCIAL E REFORMA GERENCIAL

    DEMOCRACIA, ESTADO SOCIAL E REFORMA GERENCIAL Luiz Carlos Bresser-Pereira Professor Emérito da Escola de Administração de Empresas de São Paulo, Fundação Getúlio Vargas – São Paulo – SP, Brasil Resumo Democracia, Estado Social e Reforma Gerencial são instituições dialeticamente inter-relacionadas. Após a Segunda Guerra Mundial, a democracia permitiu que os trabalhadores e as classes médias aumentassem suas demandas por serviços sociais, transformando o Estado Democrático Liberais em Estado Democrático...

    1428  Palavras | 6  Páginas

  • Globalização Corporativa Neoliberal

    RESUMO Este artigo apresenta, inicialmente, definições propostas para o termo Globalização Corporativa Neoliberal ou globalização neoliberal. Em seguida discute os principais problemas e impactos da globalização neoliberal identificados pelos movimentos sociais e intelectuais que propõem alternativas ao modelo neoliberal global, conhecido como movimento antiglobalização, "globalização por debaixo" ou das bases ("grassroots" globalization). Esses movimentos sociais se organizam, com freqüência...

    7930  Palavras | 32  Páginas

  • Os Estado fascista e o Estado soviético, O Estado do bem-estar social.

    os Estados liberais, Os Estado fascista e o Estado soviético, O Estado do bem-estar social. O Estado fascista e o Estado soviético No começo do século XX, esgotado pelas próprias condições sociais e econômicas que o geraram, o Estado liberal não dava mais conta da realidade e dos interesses da burguesia. A partir da Primeira Guerra Mundial, surgiram duas novas formas de organização estatal: o Estado fascista e o Estado soviético. O Estado fascista...

    2027  Palavras | 9  Páginas

  • Secularização do estado

    Secularização do Estado · Iniciou-se com o desenvolvimento comercial a partir do século XIII. · Um monarca era com um árbitro entre o clero, a nobreza e a burguesia, portanto, o poder do Estado e o poder da Igreja deveriam ser separados. · Esse regime só foi superado com as evoluções burguesas (Revolução Puritana e Gloriosa, Independência dos EUA, Revolução Industrial e Revolução Francesa) nas quais, a burguesia e as camadas populares buscavam um regime de liberdade. Naturalização da Economia...

    911  Palavras | 4  Páginas

  • O Pensamento Liberal no Século XX

    O pensamento Liberal no século XX teve sua maior expressão política sob a insígnia do Keynesianismo. Dentro do pensamento de Keynes, o Estado deveria estar preocupado em atuar diretamente sobre a economia como regulador da demanda, investindo no setor público - de saúde e educação, por exemplo - e criando leis como a do salário mínimo e a redução da jornada de trabalho. Atribuiu ao Estado o direito e o dever de conceder benefícios sociais que garantam à população um padrão mínimo de vida, aumentando...

    684  Palavras | 3  Páginas

  • Ajute Neoliberal

     UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO EDU. 144 Os custos do ajuste neoliberal na América Latina – Laura Tavares Soares Docente: José Henrique Discente: Yasmin Lana, 78715 Madelaine Campos, 78704 Ana Beatriz Silva, 83232 Beatriz Alves, 78743 I - O que é o ajuste neoliberal? 1. O que a autora chama de “terceira revolução industrial”? R: A Terceira Revolução Industrial é, segunda a autora, uma resposta a grande crise da década de 80 que afetava, principalmente...

    1482  Palavras | 6  Páginas

  • “As relações entre Estado, governo e mercado no século XX”

     “As relações entre Estado, governo e mercado no século XX”  1) Quais ações marcaram a construção do estado desenvolvimentista no Brasil?  2) Quais os fatores que fizeram com que o estado desenvolvimentista entrasse em crise no Brasil? 3) Quais as diferenças entre Estado Liberal e Neoliberal? 4) Qual a relação entre Neoliberalismo e globalização? 1) Com a queda do Estado Oligárquico algumas questões são colocadas para a reestruturação da economia: a forma de desenvolvimento econômico...

    591  Palavras | 3  Páginas

  • Economia - o estado regulador

    econômicas públicas mudam de acordo com a necessidade do capital. Neste trabalho veremos qual é a função do estado regulador estudando como mudam os tipos de Estado: o Estado Absolutista, com o mercantilismo; o Estado de Direito, com liberalismo; o Estado Social com o seu neoliberalismo de regulamentação; e o Estado Democrático de Direito com o seu neoliberalismo de regulação. O Estado Regulador Para que o desenvolvimento urbano aconteça, é necessário que existam políticas públicas voltadas...

    2956  Palavras | 12  Páginas

  • a diferença e a diversidade na educação texto

    A diferença e a diversidade na educação Resumo: Este artigo tem por objetivo analisar a maneira pela qual os conceitos de diferença e diversidade têm sido utilizados no debate contemporâneo brasileiro em educação. Procuramos verificar as razões pelas quais tais temáticas ascendem no âmbito do que é chamado de campo social a partir da década de 1980. Para tanto fizemos um levantamento em alguns artigos de periódicos no esforço de compreender as linhas pelas quais o debate vem sendo construído no...

    5005  Palavras | 21  Páginas

  • Democracia Estado Social E Reforma Gerencial Bresser Pereira

    democracia, Estado social e reforma gerencial democracia, Estado social e reforma gerencial Luiz Carlos Bresser-Pereira Professor Emérito da Escola de Administração de Empresas de São Paulo, Fundação Getulio Vargas – São Paulo – SP, Brasil Democracia, Estado Social e Reforma Gerencial são instituições dialeticamente inter-relacionadas. Após a Segunda Guerra Mundial, a democracia permitiu que os trabalhadores e as classes médias aumentassem suas demandas por serviços sociais, transformando o Estado Democrático...

    3880  Palavras | 16  Páginas

tracking img