Texto Narrativo Usando A Norma Culta Nao Padrao artigos e trabalhos de pesquisa

  • LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTOS

    Supervisionada Prof. Dr. Luiz Roberto Wagner Disciplina: Leitura e Produção de Textos Taguatinga – DF 2013 ANHANGUERA – UNIDERP - FACULDADE SANTA TEREZINHA ATPS – LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTO Relatório apresentado pelos (as) alunos (os) do Serviço Social 1° semestre, à Universidade Anhanguera-Uniderp, para a obtenção parcial de nota da disciplina Leitura e Produção de Texto, com o Prof. Dr. Luiz A. Wagner. Taguatinga – DF 2013 ...

    6597  Palavras | 27  Páginas

  • texto dissertativo

    O tipo de texto solicitado, na grande maioria dos concursos, é o texto dissertativo. Contudo, em provas de vestibular, algumas vezes é solicitado o texto narrativo. Entenda a diferença: ● TEXTO NARRATIVO – É um relato de fatos, reais ou imaginários. O texto narrativo sempre tem a presença de personagens e de um narrador que pode ser também um personagem (narrador personagem, foco narrativo em primeira pessoa) ou pode estar de fora da história (narrador observador, foco narrativo em terceira pessoa)...

    2865  Palavras | 12  Páginas

  • A Importância dos Textos

    IMPORTÂNCIA DO TEXTO: TIPOS DE TEXTO ANÁPOLIS – GOIÁS 2013 Índice 1. Introdução; 2. A Importância do Texto 3. Tipos Textuais: Introdução; 4. Os Tipos Textuais; 5. Revisão de Textos: Quem Pode Revisá-los?; 6. Bibliografia Introdução Com este trabalho irei mostrar a importância dos textos, suas funções e alguns tipos textuais. Irei mostrar como é importante saber fazer um bom texto, com fácil...

    1206  Palavras | 5  Páginas

  • produção e interpretação de texto

    se o texto é de ficção ou não, deduzir o tema, considerar se é para o público adulto ou infantil etc. Assim, qual título pode ser relacionado à hipótese de que o livro faz parte da literatura da Pedagogia? A Curso de pedagogia: conquistas e desafios Leia o título: “Morangos mofados”. O título provoca uma estratégia de leitura. Que estratégia é? A O leitor levanta hipótese sobre o assunto do texto. Msn advém da nova tecnologia e sobre ele podemos considerar que: A é um texto híbrido...

    7617  Palavras | 31  Páginas

  • Organização textual: textos verbais e não verbais

    Módulo 1 Introdução O que é um texto? O texto é uma ocorrência linguística, que tem um sentido completo, dotada de certas formalidades que lhe permite estabelecer uma comunicação entre o seu produtor e o destinatário. A sua função é essa, ou seja, estabelecer uma comunicação entre estes dois sujeitos. Exemplos: a) b) BILHETE Se tu me amas, ama-me baixinho Não o grites de cima dos telhados Deixa em paz os passarinhos Deixa em paz a mim! Se me queres, enfim, tem de ser bem devagarinho...

    27308  Palavras | 110  Páginas

  • Norma Culta

    Norma linguística se distingue entre duas perspectivas: normal e normativo. A 1ª é interesse da sociolinguística e das práticas descritivas da língua; a 2ª é o foco da atenção da gramática normativa e das práticas prescritivas. Na sociedade brasileira, a separação se torna cada vez mais instável e difuso, dando de fato origem a normas híbridas. Norma é um dos principais objetos de interesse da sociologia da linguagem, e um construto teórico que emerge do exame das relações sociais. A ambiguidade...

    1196  Palavras | 5  Páginas

  • int. e prod. de texto

    Unidade I INTERPRETAÇÃO E PRODUÇÃO DE TEXTOS Profa. Marcia SelivonObjetivos gerais 1) Ampliar o universo cultural e expressivo do aluno; 2) Trabalhar e analisar textos orais e escritos sobre assuntos da atualidade; 3) Produzir na linguagem oral e escrita textos diversos.Objetivos específicos 1) Valorizar a leitura como fonte de conhecimento e prazer; 2) Aprimorar as habilidades de percepção das linguagens envolvidas na leitura; 3) Ler e analisar diversos estilos e gêneros...

    5297  Palavras | 22  Páginas

  • Fichamento do texto: Por que “norma”? Por que “culta”? - Marcos Bagno

    Disciplina: Sociolinguística Fichamento do texto: Por que “norma”? Por que “culta”? - Marcos Bagno 22 de abril de 2014 BAGNO, Marcos. A norma oculta: língua & poder na sociedade brasileira. São Paulo: Parábola Editorial, 2003. Cap. 1. P. 39 a 70. CAPÍTULO UM: Por que “norma”? por que “culta”? p. 39 e 40 No Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa percebe-se a duplicidade de noções contida na palavra norma. 4 Rubrica: linguística, gramática Conjunto de...

    2407  Palavras | 10  Páginas

  • M Dulo Linguagens E Produ O De Texto

                LINGUAGENS E PRODUÇÃO DE TEXTO                                             LINGUAGENS E PRODUÇÃO DE TEXTO   IMES Instituto Mantenedor de Ensino Superior Metropolitano S/C Ltda. William Oliveira Presidente MATERIAL DIDÁTICO Produção Acadêmica Paulo César da Silva Gonçalves | Autor Produção Técnica Paula Rios | Revisão de Texto Paulo César da Silva Gonçalves | Revisão e Ampliação Equipe Ana Carolina Paschoal, Andréa Argôlo , Andrei Bittencourt, Augusto Sansão, Aurélio Corujeira...

    46722  Palavras | 187  Páginas

  • Da gramática ao texto: uma contextualização através da linguística

    GAMA FILHO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM DOCÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DA GRAMÁTICA AO TEXTO: UMA CONTEXTUALIZAÇÃO ATRAVÉS DA LINGUÍSTICA Ricardo Alexandre Coelho Pereira Orientador: Prof. Dr. Clóvis Sousa Endereço para correspondência: Rua: Suíça, 128. Apartamento, 32. Centro CEP 13.326-140 ricardopibsalto@hotmail.com Salto - SP 2013 Da Gramática ao Texto: Uma contextualização através da Linguística Ricardo Alexandre Coelho Pereira Clóvis Sousa ...

    8856  Palavras | 36  Páginas

  • Norma Culta

    ENTENDENDO O QUE É NORMA CULTA BRASILEIRA Eligiane Luiz de Mattes Ternovoe – (PG-UEMS) RESUMO O presente artigo tem por objetivo apresentar o conceito real do que significa norma culta, já que está é confundida e nomeada também com a norma-padrão e norma gramatical, sendo que todas estas são distintas entre si, além de demonstrar o que este engano está causando no ensino escolar atual. Para tanto, fora utilizado como base principal a obra de Carlos Alberto Faraco (2008), Norma Culta Brasileira:...

    3281  Palavras | 14  Páginas

  • Fichamento de A norma Oculta

    1º Semestre Noturno Turma “A” Fichamento do livro “a norma oculta Língua & Poder na Sociedade Brasileira”, de Marcos Bagno Fichamento do livro “a norma oculta Língua & Poder na Sociedade Brasileira”, de Marcos Bagno, da disciplina de Lingüística, do Centro de Ensino Superior do Brasil, ministrada pelo professor Adilson Valparaíso de Goiás, Maio de 2005 A Norma Oculta Língua & Poder na Sociedade Brasileira Mídia, preconceito...

    2697  Palavras | 11  Páginas

  • Norma culta e preconceito

    Norma lingüística & preconceito social: questões de terminologia Marcos Bagno* N Resumo este artigo, discute-se o termo norma culta, caracterizando-se seus diferentes conceitos e suas implicações nos estudos lingüísticos e no ensino do português. Ressaltando os preconceitos sócio-lingüísticos subjacentes ao uso do termo, o autor propõe o uso de normapadrão e variedade prestigiada (essa última contrapondo-se a variedade estigmatizada), a fim de dar conta, de forma não preconceituosa...

    6028  Palavras | 25  Páginas

  • Leitura e produção de textos

    atividade que leva em conta os conhecimentos já obtidos pelo leitor, não basta ter um texto em mãos, é necessário que se tenha conhecimentos, exige-se bem mais que o conhecimento do código linguístico. Porém, os conhecimentos de um leitor para outro são diferentes, ou seja, há uma pluralidade de leitura, há inúmeros sentidos para um mesmo texto, variando de leitor para leitor. Nem todos têm a mesma facilidade em entender um texto, algumas pessoas têm até sérias dificuldades em entender o que está...

    1119  Palavras | 5  Páginas

  • Abem-se as cortinas: O Texto Dramático na Escola

    ABREM-SE AS CORTINAS: O TEXTO DRAMÁTICO NA ESCOLA Paulo Sacaldassy1 RESUMO: O propósito deste artigo é levar o texto dramático como instrumento de ensino/aprendizagem da língua portuguesa, principalmente aos alunos do Ensino Médio, propondo questões sobre os gêneros textuais, a oralidade, variações linguísticas e das situações comunicativas. O desenvolvimento teórico deste artigo foi fundamentado em revisão bibliográfica, materiais publicados em livros, revistas e sites. A metodologia usada...

    11195  Palavras | 45  Páginas

  • RESUMO Formas De Linguagem E Texto Discurso

    comunicaçãocomo forma de interação. Entre professores e alunos tem que haver entrosamento linguístico adequado. O professor não deve falar difícil e também não pode adaptar-se ao nível da linguagem do aluno. Deve oferecer ao aluno possibilidade de adquirir outros dialetos e praticar outros níveis de linguagem diferentes do seu. O professor retém o saber, passa para o aluno que ainda não o tem. Ele é medidor entre alunos e o conhecimento por meio da linguagem, e sua postura ao conduzir a classe permite ao...

    1219  Palavras | 5  Páginas

  • INTERPRETACAO E PRODUCAO DE TEXTOS - UNIP ED

    PERGUNTA No enunciado “O Brasil jogou bem, onde não conseguiu a vitória” há um problema de coesão desencadeado pelo uso de onde. Numa revisão, se a proposta seria a de afirmar uma ideia contrária entre o “jogar bem” e “conseguir a vitória”, qual seria o conectivo mais adequado para ligar as orações? RESPOSTA mas PERGUNTA A melhor conjunção a ser utilizada para unir as orações “Ele é um ser humano” e “Ele merece todo nosso respeito”, dando a elas um caráter conclusivo, é: RESPOSTA Ele é um ser...

    7398  Palavras | 30  Páginas

  • RESUMO E ANÁLISE DE TEXTO NÃO-VERBAL

     RESUMO E ANÁLISE DE TEXTO NÃO-VERBAL Trabalho apresentado à disciplina Comunicação e Expressão do Curso de Engenharia Civil do Centro Universitário de Votuporanga – UNIFEV, ministrada pelo professor Paulo R. Ferrarezi, como obtenção parcial de nota referente ao primeiro bimestre. Votuporanga, 25 de março de 2013. TERRA, Ernani. Linguagem, língua e fala. São Paulo: Scipione, 1997. RESUMO A maioria das pessoas confundem...

    1917  Palavras | 8  Páginas

  • Produção de textos

    LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTOS “O objetivo da escola é ensinar o português padrão, ou, talvez mais exatamente, o de criar condições para que ele seja aprendido.” Sírio Possent PROJETO: OFICINA DE LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTOS OBJETIVO: O projeto tem como objetivo oportunizar momentos para leitura, reflexão e produção de textos de forma sistematizada para que os alunos sejam capazes de compreender as diversas mensagens de um texto, mesmo que implícitas,...

    1848  Palavras | 8  Páginas

  • Texto comunicação respostas

    projeção é de US$ 30 bilhões. A espera dos brasileiros terminou, com a inauguração no Facebook da primeira loja virtual brasileira em uma rede social, o Meu Shopping. O nome é simples, e a ideia também. Comércio eletrônico já é um sucesso, certo? Por que não juntar a isso o poder de comunidade? Se eu quero comprar uma garrafa de vinho, por exemplo, gostaria de poder perguntar a opinião dos amigos, ou mesmo presentear um deles. Gostei do produto? Indico para todos. Para as lojas, isso significa a multiplicação...

    1399  Palavras | 6  Páginas

  • Estrutura de texto

    O texto narrativo é baseado na ação que envolve personagens, tempo, espaço e conflito. Seus elementos são: Narrador, personagens, enredo, espaço e tempo. - A narração consiste em arranjar uma sequencia de fatos na qual os personagens se movimentam num determinado espaço á medida que o tempo passa. Pode estar em 1° ou 3° pessoa, dependendo do papel que o narrador assuma em relação á história. Numa narrativa em 1º pessoa, o narrador participa ativamente dos fatos narrados, mesmo que não seja a...

    1891  Palavras | 8  Páginas

  • RESUMO E LEITURA DE TEXTO NÃO-VERBAL

    jornais, revistas, sites de noticias onde se encontram reportagens em forma de texto, em livros e vários outros tipos. Temos a linguagem não-verbal que é aquela onde se usa qualquer tipo de sinais ou gestos sem a interferência de palavras onde temos como exemplos de linguagem não-verbal as imagens que transmite várias idéias de determinados assuntos, o próprio modo dos surdos-mudos se comunicarem é uma linguagem não-verbal, a mímica, a charge, os quadrinhos e entre outros tipos. Temos também segundo...

    1414  Palavras | 6  Páginas

  • leitura e produção de texto

    diretor. c) As medidas tomadas pelo Governo contra a infração não atendem às espectativas da população e, certamente, não sortirão os resultados esperados. As medidas tomadas pelo Governo contra a ------- não atendem às ------- da população e, certamente, não --------- os resultados esperados. 2) Tendo em vista a correta utilização do verbo VER, analise o enunciado a seguir e, caso detecte alguma inadequação quanto ao padrão formal da linguagem, reescreva-o corretamente. (0,25) João, se...

    742  Palavras | 3  Páginas

  • Discussão sobre textos

    sim, mas aberto e em construção. Na realidade, a língua apresenta certas regularidades que todo falante deve seguir, sob pena de não criar um enunciado reconhecido como da língua e de não ser compreendido. São exemplos sempre repetidos: você não pode usar o artigo em outro lugar que não seja anteposto ao substantivo a que ele se refere (* Poeta o é famoso); não pode usar uma preposição depois do termo regido (*Nós gostamos muito sorvete de.) . Um exemplo a mais: no português, é obrigatória...

    10752  Palavras | 44  Páginas

  • Int e prod de textos - exercicios

    Para entender o significado de uma frase, é preciso considerar também o que fica implícito, e não apenas ler a superfície da informação. Desse modo, observe o que fica implícito nesta frase: “Jim disse que as abelhas não picariam idiotas; mas eu não acreditei nisso, porque eu mesmo já tentei muitas vezes, e elas não me picaram.” (Mark Twain. The adventures of Huckleberry Finn) B | O personagem não é inteligente por ter insistido em ser picado pelas abelhas. | (ENEM – 2002) O autor da tira utilizou...

    9017  Palavras | 37  Páginas

  • Interpretação de texto

    Interpretação e produção de textos Estratégias de leitura Estratégias são procedimentos que abrangem os objetivos da leitura, o planejamento das ações para atingir os objetivos. As estratégias são usadas de forma consciente (estratégias metacognitivas) ou de forma inconsciente (estratégia cognitiva). As estratégias metacognitivas são operações realizadas com algum objetivo em mente. Os leitores são capazes de dizer o que não entendem sobre o texto e para que estão lendo o texto. As estratégias cognitivas...

    2949  Palavras | 12  Páginas

  • Análise e produção de textos

    DISCIPLINA: LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTOS Profª Márcia Pinheiro Ementa: O texto e seus diferentes códigos de expressão. Linguagem verbal falada e escrita. A unidade e a variedade lingüística. O código linguístico e outros códigos. Coerência e coesão textuais. O texto e os meios linguísticos. Processos de elaboração de texto: Narração, descrição, dissertação, argumentação. Objetivo geral: Reconhecer os diferentes códigos de expressão. Distinguir textos de diferentes domínios discursivos. ...

    21538  Palavras | 87  Páginas

  • Interpretação e produção de textos

    vão incorporando esses novos vocábulos (neologismos), quando consagrados pelo uso. Atualmente, os veículos de comunicação audiovisual, especialmente os computadores e a internet, têm sido fonte de incontáveis neologismos — alguns necessários, porque não havia equivalentes em Português; outros dispensáveis, porque duplicam palavras existentes na linguagem. O único critério para sua integração na língua é, porém, o seu emprego constante por um número considerável de usuários. De fato, quem determina...

    1120  Palavras | 5  Páginas

  • O abismo do padrão: Linguagem "culta" x A coloquial dos edecandos do Ensino Médio

    INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO, EDUCAÇÃO E CULTURA DO CEARÁ Curso de Licenciatura em Português Maria Valdenice Alves de Sousa O ABISMO DO PADRÃO: LINGUAGEM “CULTA” X A COLOQUIAL DOS EDUCANDOS DO ENSINO MÉDIO Paracuru Novembro - 2009 Maria Valdenice Alves de Sousa O ABISMO DO PADRÃO: LINGUAGEM “CULTA” X A COLOQUIAL DOS EDUCANDOS DO ENSINO MÉDIO  Trabalho de Conclusão de Curso – TCC apresentado como requisito parcial para a obtenção do título...

    13390  Palavras | 54  Páginas

  • Alfabetização e letramento por meio de portadores de textos diversificados

    ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO POR MEIO DE PORTADORES DE TEXTOS DIVERSIFICADOS 03uir s de aula ecessidades especiais oes professores, comunidade devem buscar a inclusao RESUMO É a partir da alfabetização que a criança descobre o novo e fascinante mundo das letras, a literatura é um aliado importante e oferece uma gama variada de gêneros que podem ser utilizados em diferentes técnicas e abordagens. Essa pesquisa, de natureza bibliográfica, tem como objetivo maior tratar sobre a alfabetização...

    10648  Palavras | 43  Páginas

  • Revisão de texto

    TERMINAR A PROVA, VOCÊ ENTREGARÁ AO FISCAL A AO FOLHA DE RESPOSTAS E LEVARÁ ESTE CADERNO. AGUARDE A ORDEM DO FISCAL PARA ABRIR ESTE CADERNO DE QUESTÕES. 22.07.2007 manhã www.pciconcursos.com.br LÍNGUA PORTUGUESA Texto para responder às questões de números 01 a 05. Chamada a cobrar soluções Empresa de callcenter cria curso de combate militante ao gerundismo Toca o telefone. Um rapaz muito simpático quer fazer o novo cadastramento da minha linha telefônica. Tento...

    5422  Palavras | 22  Páginas

  • Texto

    houverem seres humanos que a falem’. E o velho e bom Aristóteles nos ensina que o ser humano ‘é um animal político’. Usando essas duas afirmações como os termos de um silogismo (mais um presente que ganhamos de Aristóteles), chegamos à conclusão de que ‘tratar da língua é tratar um tema político’, já que também é tratar de seres humanos. (...) Temos de fazer um grande esforço para não incorrer no erro milenar dos gramáticos tradicionalistas de estudar a língua como uma coisa morta, sem levar em consideração...

    1395  Palavras | 6  Páginas

  • texto narrativo

    Texto Para Estudo: Faculdade de Tecnologia e Ciências de Itabuna. Professor: Jailton Alves de Oliveira Disciplina: Língua Portuguesa e Linguagem e Produção de textos. TIPOLOGIA TEXTUAL - O TEXTO NARRATIVO - Esse tipo de composição textual se constitui a partir de uma história (real ou imaginária), contada por alguém (narrador). - A narração consiste em uma sequência de fatos/ações desencadeados(as) por personagens envolvidas numa trama, culminando num clímax e se esclarecendo no desfecho...

    5406  Palavras | 22  Páginas

  • Tipos de texto

    TEXTO DESCRITIVO Segundo Othon M. Garcia (1973), "Descrição é a representação verbal de um objeto sensível (ser, coisa, paisagem), através da indicação dos seus aspectos mais característicos, dos pormenores que o individualizam, que o distinguem." Descrever não é enumerar o maior número possível de detalhes, mas assinalar os traços mais singulares, mais salientes; é fazer ressaltar do conjunto uma impressão dominante e singular. Dependendo da intenção do autor, varia o grau de exatidão e minúcia...

    1135  Palavras | 5  Páginas

  • Leitura e produção de texto

    significados sobre o texto. Nesse processo, tanto o texto quanto o leitor são importante, à medida que, para ler, o leitor não lança mão apenas de suas habilidades de decodificação, mas aporta ao texto suas previsões sobre ele, seus conhecimentos prévios e seus objetivos. Com base no material textual e em sua bagagem, o leitor se envolve em processo de verificação de previsões, faz ajustes e, assim, vai construindo sentidos possíveis para o que lê. Na leitura compreensiva, o leitor não se coloca numa...

    7443  Palavras | 30  Páginas

  • Leitura e produção de texto

    INTRODUÇÃO Com base nas informações contidas no livro texto e conforme pesquisa em sites que referenciamos no final deste trabalho, entendemos que o atualmente, o processo de leitura é como atividade dialógica – interação entre emissor (autor) e receptor (leitor) tendo o texto como mediador. Sendo que as concepções de leitura variam de acordo com a visão do sujeito (receptor), baseada no seu conhecimento linguístico, textual e de mundo – “condição fundamental para o ...

    5351  Palavras | 22  Páginas

  • Ipt - interpretação e produção de texto

    IPT - INTERPRETAÇÃO e PRODUÇÃO DE TEXTO VARIAÇÃO LINGUÍSTICA Nomes: Patrícia Silva RA: b45109-2 Suelen Cristina RA: Maria José RA: Sumário: Introdução 3 Conceito de Variação Linguística 4 e 5 Tipologia de variedades linguísticas 5 e 6 Definições 6 e 7 Tipos de variações 7 e 8 Exemplificações 8 e 9 Conclusão 10 Bibliografia 11 Introdução: A variação de uma língua é o modo pelo qual ela se diferencia,...

    2166  Palavras | 9  Páginas

  • Oralidade e Construção de textos

    Os falantes não escrevem exatamente como falam, pois a fala apresenta como características uma maior liberdade no discurso, pois não necessita ser planejada; pode ser redundante; enfática; usando timbre, entonação e pausas de acordo com a retórica – estas características são representadas na língua escrita por meio de pontuações. Necessita-se de contato direto com o falante para que haja linguagem oral, sendo a mesma espontânea e estando em constante renovação. Assim, como o falante não planeja, em...

    1818  Palavras | 8  Páginas

  • Leitura e os sentido dos textos

    cada vez maiores, porem muitos leitores não sabem do que é constituído a leitura e os seus sentidos, este trabalho visa apresentar as constituições de uma boa leitura e produção de um texto, haja vista que sua importância é fundamental para a vida em sociedade no século XXI, onde se tem oportunidades tanto no mercado de trabalho, quanto na vida pessoal, o indivíduo que possui boa leitura e compreensão do texto, pois a sociedade atual tornou – se mais culta e cheia de informações, facilitando o questionamento...

    1407  Palavras | 6  Páginas

  • produção de texto

    relações lógicas. *Não são textos empíricos,e constituem uma sequencia linguística; *Sua nomeação abrange um conjunto limitado de categorias teóricas determinadas por aspectos lexicais, sintáticos,relações lógicas e tempo verbal; *Instaura um modo de interação, uma maneira de interlocução; * Embasado nas designações teóricas dos tipos: narração, argumentação, descrição, injunção e exposição. Gênero Textual, encontramos a definição de uma noção vaga para os textos materializados, apresentam...

    2092  Palavras | 9  Páginas

  • Nova Língua Padrão

    indiferentemente os termos "norma culta" e "norma padrão" como se fossem sinônimos. A situação se complica quando se fala em "padrão culto" da língua no sentido de norma, registro ou nível de linguagem. O fato é que existe um distinção entre a norma padrão e a norma culta. A primeira é a coleção de regras impostas pela gramática normativa que, salvo por alguma divergência pontual entre os gramáticos, tende a ser homogênea e consensual, até porque está codificada nas gramáticas. Já a norma culta representa o conjunto...

    573  Palavras | 3  Páginas

  • O papel da norma culta na sociedade

    AUTORES: Amanda Barros, Bianca Corteze, Deuciane Santos, Natalia Rodrigues e Stephany Marques. O PAPEL DA NORMA CULTA NA SOCIEDADE OBJETIVO A língua que utilizamos não transmite apenas nossas ideias, transmite também um conjunto de informações sobre nós mesmos. Certas palavras e construções que empregamos acabam denunciando quem somos socialmente, ou seja, em que região do país nascemos, qual nosso nível social e escolar, nossa formação e, às vezes, até nossos valores, círculo de amizades...

    2388  Palavras | 10  Páginas

  • correção de textos

    Lingüística diz que a unidade básica do processo de comunicação é o texto. Isto é, quando entramos em contato com alguém através de qualquer tipo de linguagem, o fazemos através de textos que podem ser verbais ou não-verbais. Por outro lado, parece que ninguém discorda de que a escola deve ensinar o aluno a se expressar com competência em qualquer situação comunicativa. Isto quer dizer que o aluno deve aprender a produzir textos. A gramática representa uma sistematização das regras da língua e nem...

    1634  Palavras | 7  Páginas

  • apostila de intepletação de texto

    Leitura e Interpretação de Textos LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS Sandra de Pádua Castro 1 Leitura e Interpretação de Textos Diretora Geral: Débora Guerra Diretor Acadêmico: Gustavo Hoffmann Vice Diretora Acadêmica: Samira Maria Araújo Coordenadora EaD: Neuza Belo 2 Leitura e Interpretação de Textos Todos os direitos em relação ao design deste material didático são reservados à FACEB. Todos os direitos quanto ao conteúdo deste material didático são reservados ao autor...

    32704  Palavras | 131  Páginas

  • atps leutura e produção de texto

    questões com: O que é a da Biblioteca Escolar(BC); Os Gêneros literários, o que é ler? Como ler? etc... Evidentemente, as perguntas poderão ser respondidas de diferentes modos, uma concepção de leitura decorrente da concepção de sujeito, de língua, de texto e de sentido que se adote. Formação do Leitor na Escola, em Contraposição a Outros Modos As escolas, como instituição responsável pela organização sistematizada do processo educativo em sua essência, agora estão...

    5707  Palavras | 23  Páginas

  • Norma culta por marcos bagno

    A norma culta BAGNO, Marcos. Por que “norma”? Por que “culta”? In: BAGNO, Marcos. A norma oculta: língua e poder na sociedade brasileira. São Paulo: Parábola, 2003, p. 39-70. Ana Angelica Ribeiro Pimentel, Cleide Sacramento Lima dos Santos, Drielle de Oliveira Andrade, Gleilza de França Freire, Marleide Almeida Santos. A palavra norma geralmente acompanhada da palavra culta circula nos livros didáticos, nas falas dos professores, nos textos científicos, nas gramáticas etc. Mas afinal Norma...

    791  Palavras | 4  Páginas

  • Norma culta brasileira- desatando alguns nós

    Norma culta brasileira: desatando alguns nós (2008) Introdução Na pratica pedagógica tradicional, ensinar gramática e ensinar português sempre foram expressões sinônimas. Com o desprestigio acadêmico da gramática, passou a ser “politicamente incorreto”dizer que se ensinava gramática. Como o ensino de português não se alterou substancialmente, foi preciso enfrentar a depreciação semântica do termo gramática e encontrar um novo nome. A expressão norma culta caiu como uma luva e passou a ser...

    2282  Palavras | 10  Páginas

  • Projeto - Produção de Texto

    Projeto de Produção de texto Justificativa: Escrever atualmente já não é uma forma atrativa para os alunos, portanto devemos inovar com novas possibilidades para incentivá-los tanto a ler como escrever. O nosso desafio enquanto responsáveis pelos processos de ensino aprendizagem é criar situações que estimulem a produção textual. Assim estaremos formando grandes leitores e escritores para uma nova sociedade. OBJETIVO:              Promover a leitura e escrita de diversos gêneros...

    1606  Palavras | 7  Páginas

  • Interpretação e produção de textos

    UNIVERSIDADE PAULISTA - UNIP PROF. ANDERSON FRANÇA APOSTILA Interpretação e Produção de Textos IPT 1º / 2014 Rios sem discurso João Cabral de Melo Neto Quando um rio corta, corta-se de vez o discurso-rio de água que ele fazia; cortado, a água se quebra em pedaços, em poços de água, em água paralítica. Em situação de poço, a água equivale a uma palavra em situação dicionária: isolada, estanque no poço dela mesma, e porque assim estanque, estancada; mais: porque assim estancada...

    30613  Palavras | 123  Páginas

  • A GRAMÁTICA E A NORMA PADRÃO

    E A NORMA PADRÃO Este portfólio tem por base a leitura nos livros Prática de Escrita para o Letramento no Curso Superior e Análise Linguística nos Gêneros Textuais E por objetivo ser apresentado ao tutor do polo e aos colegas de curso de ‘como trabalhar a gramática e a norma padrão na escola respeitando as variações linguísticas do aluno’. Conforme a leitura e releitura, aulas assistidas via DVD e ao vivo (internet), acredito que não é tão fácil quanto se pensa trabalhar as normas padrão e a...

    774  Palavras | 4  Páginas

  • A questão da norma na historia da lingua

    “A questão da norma na história da língua”’ 2) Conforme a leitura feita do polígrafo considero que alguns dos pioneiros foram: Luiz Carlos Lessa, Raimundo Barbadinho Neto e Mattoso Câmara Jr. 3) 3.1) O que motivou o texto foi o grande conflito existente por parte dos instrumentos normativos, no que se refere a prescrever, regular, ordenar, explicar e normatizar os fatos linguísticos. 3.2) Norma é a maneira de falar e de escrever de uma determinada comunidade, é pois, mero costume, tradição...

    680  Palavras | 3  Páginas

  • Qualidades e Defeitos de um Texto

    Defeitos de um Texto Qualidades: Concisão:  Ser conciso significa não abusar das palavras para expressar uma idéia. Dentro do texto, e recomendável ir direto ao assunto e eliminar tudo o que for desnecessário e inútil (não '"ficar enrolando'"J pois, assim, suas (chances de acertar serão maiores. Clareza: Consiste na expressão de idéias de forma que estas possam ser compreendidas com maior rapidez pelo leitor. Ser claro significa ser coerente, evitando desobedecer as normas da língua portuguesa...

    2505  Palavras | 11  Páginas

  • A linguagem do texto dissertativo

    A linguagem do texto dissertativo A linguagem do texto dissertativo A linguagem neste tipo de texto é denotativa, isto é, preocupada com a informação. Deve ser uma linguagem impessoal e objetiva, com emprego da forma culta e formal da língua. Isto não significa que não se pode usar recursos poéticos, históricos e recursos linguísticos. Todo enriquecimento do texto é importante. As formas verbais do texto dissertativo Os tempos verbais dos textos dissertativos argumentativos, ou seja, do mundo...

    611  Palavras | 3  Páginas

  • Leitura e o sentido do texto

    FACULDADE ANHANGUERA DE JUNDIAÍ CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - UNIVERSIDADE ANHANGUERA UNIDERP PEDAGOGIA - EAD – 1° SÉRIE DISCIPLINA: LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTO ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS 2° BIMESTRE: LEITURA E OS SENTIDOS DOS TEXTOS Professor (a): Componentes do Grupo: JUNDIAÍ - JUNHO/2012 Ler é uma prática social, que ocorre em diversos espaços e contextos da nossa vida. Portanto, para a ampliação da participação e exercício efetivo da cidadania...

    2157  Palavras | 9  Páginas

  • Leitura e sentidos do texto

    LEITURA E SENTIDOS DO TEXTO Etapa 1- Elaborar um texto expondo as idéias/definições a) concepção de leitura b) estratégias de leitura c) leitura e a produção de sentidos Análise A dissertação em estudo apresenta um texto coeso, com características próprias do gênero: texto de natureza expositiva, que apresenta dados objetivos, uma estrutura convencional: ideia principal, desenvolvimento e conclusão; linguagem clara, objetiva e impessoal; predomínio do padrão culto da língua; verbos...

    3564  Palavras | 15  Páginas

  • “O domínio da norma culta é um instrumento de ascensão social”

    cada vez mais a sociedade vem lutando contra as mais diferentes formas de preconceitos, sejam elas raciais, sociais, sexuais e nesse caso linguísticos e mostram que não tem nenhuma justificativa, nenhum fundamento racional ou lógico. Como podemos ver a própria palavra preconceito já nos explica o que significa, é um “pré” conceito e não um conceito em sua totalidade. Infelizmente, o preconceito linguístico é alimentado diariamente pelos meios de comunicação em jornais, programas de rádio e televisão...

    1534  Palavras | 7  Páginas

  • Norma Culta

    coração possui quatro átrios Gramática Online da Língua Portuguesa O Norma Culta é dedicado à gramática da língua portuguesa, pode encontrar aqui informações de referência para estudantes e alunos. Norma Culta Norma culta é um conjunto de padrões linguísticos rigorosos que definem o uso correto de uma língua. Para dominar perfeitamente uma língua, para falar e escrever de forma correta, respeitando a norma culta, é essencial o estudo da gramática. Pronomes pessoais caso reto e caso...

    10131  Palavras | 41  Páginas

  • Norma culta e coloquial

    Nossos Termos de Uso atualizados entrarão em vigor em 25 de maio de 2012. Saiba mais. Norma culta Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Ir para: navegação, pesquisa Norma culta ou linguagem culta é uma expressão empregada pelos linguistas brasileiros para designar o conjunto de variedades linguísticas efetivamente faladas, na vida cotidiana, pelos falantes cultos, sendo assim classificados os cidadãos nascidos e criados em zona urbana e com grau de instrução superior completo. O Instituto...

    1276  Palavras | 6  Páginas

  • A importância dos estrangeirismos na norma padrão do Português do Brasil

    Letras A importância dos estrangeirismos na norma padrão do Português do Brasil Francisco Florêncio dos Santos Neto Brasília, junho de 2003 Centro Universitário de Brasília – Uniceub Faculdade de Ciências da Educação – Face Disciplina: Monografia – 8o semestre – Letras A importância dos estrangeirismos na norma padrão do Português do Brasil Trabalho de conclusão de...

    5559  Palavras | 23  Páginas

  • 1 ementa texto e contexto

    Mestra Denise Duarte Aula 1 - CONCEPÇÕES DE LEITURA EMENTA – PLANO DE ENSINO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 1) Texto e contexto: conhecimento linguístico, conhecimento enciclopédico ou conhecimento de mundo, conhecimento interacional; 2) Texto e contexto, contextualização na escrita; 3) Intertextualidade; 4) As informações implícitas (pressuposto e subentendido); 5) As condições de produção do texto: sujeito (autor/leitor), o contexto (imediato/histórico) e o sentido (interação/interpretação); 6) Alteração...

    1239  Palavras | 5  Páginas

tracking img