Técnica Dietética Cereais Leguminosas artigos e trabalhos de pesquisa

  • AULA 11 LEGUMINOSAS

    TÉCNICA DIETÉTICA TÉCNICA DIETÉTICA LEGUMINOSAS LEGUMINOSAS CONCEITO SÃO GRÃOS CONTIDOS EM VEGETAIS RICAS EM TECIDO FIBROSO. ALGUMAS ESPECÍES PODEM SER CONSUMIDAS QUANDO AINDA VERDES. OS GRÃOS APRESENTAM UMA ENVOLTURA DE CELULOSE, QUE REPRESENTA 2 A 5 %, E CONTÉM NO SEU INTERIOR 50% DE AMIDO E CERCA DE 23% DE PROTEÍNA. LEGUMINOSAS CLASSIFICAÇÃO GRÃO-DE-BICO FEIJÃO SOJA LENTILHA ERVILHA FAVA AMENDOIM LEGUMINOSAS FEIJÃO CONFORME COLHEITA DE ARRANCAR DE CORDA LEGUMINOSAS FEIJÃO...

    746  Palavras | 3  Páginas

  • leguminosas

     FASE – FACULDADE DE SERGIPE ELICLÉCIA OLIVEIRA JAQUELINE GALVÃO MAYRA PEREIRA LEGUMINOSAS ITEM PONTUAÇÃO Padrão Trabalho Introdução 1 Objetivos Materiais e Métodos 2 Resultado e Discussão 3 Conclusões 1 Referencias 0,5 Ficha técnica 1,5 Ponto quantitativo 1 Total 10 Aracaju,outubro de 2013 INTRODUÇÃO As leguminosas são grãos contidos em vagens ricas em tecido fibroso.Algumas espécies podem ser consumidas quando ainda verdes (ervilhas...

    1310  Palavras | 6  Páginas

  • T Cnica Dietetica E Higiene Dos Alimentos Turma 180 2015 Final

    Nutrição 1.4 DISCIPLINA Técnica Dietética e Higiene dos Alimentos CODICRED: 36436-06 1.5 CRÉDITOS 06 1.6 CARGA HORÁRIA 98 h/a 1.7 ANO / SEMESTRE 2015-1 1.8 PROFESSOR Msc. Rochele de Quadros Rodrigues 2 EMENTA Estudo teórico-prático dos procedimentos e das técnicas adequadas para a seleção, aquisição, higienização, conservação, preparação e armazenamento dos alimentos de acordo com suas características químicas e físicas. Elaboração, execução e avalição de fichas técnicas de preparações dos...

    1694  Palavras | 7  Páginas

  • tecnica e dietetica de cereais e leguminosas

    DISCIPLINA: TÉCNICA DIETÉTICA Professora: Rafaella Maria Monteiro Sampaio AULA PRÁTICA 3: Cereais e Leguminosas EXPERIMENTO 1: MÉTODOS DE COCÇÃO DE CEREAIS Objetivos: - Avaliar diferentes métodos de cocção de diferentes tipos de cereais e massas, quanto ao seu rendimento, tempo de cocção, maciez e sabor. - Determinar o Fator de cocção (FC) das preparações. - Exercitar elaboração de ficha Técnica de Preparo. - Avaliar o efeito do uso de micro-ondas na cocção de cereais. - Dimensionar,...

    2615  Palavras | 11  Páginas

  • Relatório de técnica dietética

    A97FBI-5 LEIDIANA RAFAELA RA: B07883-9 OLÍVIA P. MORAIS RA: A9426A-0 TATIANE SANTANA RA: A973702 RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: Comparar ao diversos tipos de cereais e fatores que interferem na sua cocção. Identificar o rendimento e o tempo de cocção das leguminosas em diferentes procedimentos. SÃO PAULO 2012 UNIVERSIDADE PAULISTA ALESSANDRA REGINA RA: B022BH-6 JULIANA CONDRO RA:...

    2740  Palavras | 11  Páginas

  • relatorio leguminosas

     Técnicas Dietéticas São Paulo 2015 Leguminosas Relatório de aula prática de leguminosas realizado no dia 26/03/2015 apresentado como parte da avaliação da disciplina Técnica e Dietética do 2º ...

    1140  Palavras | 5  Páginas

  • Técnica dietética

    RELATÓRIO DE TÉCNICA DIETÉTICA INFORMAÇÕES GERAIS: 1. CADA GRUPO DEVERÁ ELABORAR O RELATÓRIO, COM PESQUISA E CONCLUSÃO PRÓPRIA; 2. O RELATÓRIO DEVERÁ SER DIGITADO 3. A FORMATAÇÃO DEVERÁ OBEDECER AOS SEGUINTES CRITÉRIOS: CAPA: Nome da Instituição TÍTULO: Relatório de Técnica Dietética PROFESSORARESPONSÁVEL: Vanina Sperendio e Renata Fernandes COMPONENTES DO GRUPO: colocar nome e RA 4. ÍNDICE: Frutas Hortaliças Cereais Leguminosas Leite e Derivados...

    2635  Palavras | 11  Páginas

  • Relatório de leguminosas

    BACHARELADO EM NUTRIÇÃO Relatório de Técnica Dietética Leguminosas Professora: Leise Moreira Aracaju-SE 2013 1. Introdução Leguminosas são grãos presentes em vagens. Os grãos apresentam envoltura de celulose...

    1562  Palavras | 7  Páginas

  • Relatório cereais técnica dietética

    Materiais e Métodos No laboratório de técnica dietética utilizou-se materiais como: Escorredor de arroz Colher de sopa Faca Caneca Panelas (pequena, média e grande) Prato Balança digital de precisão Liquidificador Peneira Pano de prato Ingredientes: Arroz branco tipo 1 Arroz Selvagem Arroz preto Cebola Alho Soja Sal Açúcar Utilizou-se na pratica de Cereais 100 gramas de arroz normal, branco, 400 ml de agua, 100 gramas de arroz preto e 400 ml, 100 gramas de arroz selvagem...

    725  Palavras | 3  Páginas

  • TÉCNICA DIETÉTICA E NUTRIÇÃO

    UnG – Curso Tecnológico em Gastronomia - Técnica Dietética Profa Ms Mariangela de Araujo TÉCNICA DIETÉTICA E NUTRIÇÃO TÉCNICAS DIETÉTICASTécnica Dietética (TD): “é a disciplina que, baseada em ciências exatas, estuda as operações a que são submetidos os alimentos e as modificações que os mesmos sofrem durante os processos culinários.”(ORNELLAS,LH) “é a sistematização e o estudo de procedimentos para tornar possível a utilização dos alimentos visando à preservação do valor nutritivo...

    21315  Palavras | 86  Páginas

  • seleçao e preparo leguminosas

    USC – UNIVERSIDADE DO SAGRADO CORAÇÃO GUSTAVO LAGATA LEGUMINOSAS - LENTILHA SELEÇÃO E PREPARO DOS ALIMENTOS Prof.ª Me MILENE PERON RODRIGUES PINTO BAURU 2014 1 Sumário Introdução 3 Objetivos 4 Justificativa 5 Materiais & Métodos 6 Resultados 9 Discussão 13 Conclusão 14 Bibliografia 15 2 Introdução As leguminosas são grãos contidos em vagens e o grão estudado em pelo grupo foi a lentilha. A lentilha teve sua origem na Ásia...

    1989  Palavras | 8  Páginas

  • Cereais

    Introdução Cereais Cereais são plantas cultivadas por seus frutos (do tipo cariopse) comestíveis, normalmente chamados grãos e são na maior parte gramíneas, compondo uma família com mais de 6 mil espécies. Valor nutritivo dos cereais Nos cereais encontramos diversos nutrientes tais como carbohidratos, proteínas, gorduras, sais minerais, vitaminas e enzimas; os cereais integrais possuem ainda alto teor de fibras. Dentre os nutrientes, os carbohidratos são os que aparecem em maior proporção por...

    2898  Palavras | 12  Páginas

  • cereais

    TÉCNICA DIETÉTICA Técnica Dietética Aplicada Hortaliças e frutas fontes de vitaminas, minerais e fibras Cereais e derivados fontes de carboidratos leguminosas secas, carnes e ovos fontes de proteínas  Cereais e Derivados Cereais são grãos utilizados na alimentação, provenientes das gramíneas, cujas sementes dão em espigas. Os cereais mais utilizados na alimentação são: • arroz, • trigo, • centeio, • cevada, • aveia, • milho. Estrutura • Casca...

    1416  Palavras | 6  Páginas

  • Tecnica e Dietetica

    TÉCNICA DIETÉTICA Prof.: Vanessa Sampáio Cravo OBJETIVOS DA TÉCNICA DIETÉTICA  Dietético: Consiste em adequar a forma de preparo dos alimentos da dieta às necessidades fisiopatológicas do indivíduo e da população.  Digestivo: Consiste em modificar os alimentos por meio de processos culinários, a fim de facilitar a digestão. OBJETIVOS DA TÉCNICA DIETÉTICA  Nutritivo: Consiste em selecionar os melhores métodos de preparo de alimentos para a otimização e conservação máxima do seu valor nutritivo...

    3045  Palavras | 13  Páginas

  • Relatório de cereais e leguminosas

    Universidade Estadual do Ceará – UECE CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE – CCS CURSO DE NUTRIÇÃO cereais e leguminosas BRENDA MARIA COLAÇO PEREIRA BRUNO DE SOUSA ALMEIDA MAYANE PEREIRA SILVEIRA MÔNICA MAIA DA SILVA FORTALEZA, fevereiro/ 2015. SUMÁRIO INTRODUÇÃO 2 OBJETIVOS 5 MÉTODOS DE COCÇÃO DE ARROZ 5 COCÇÃO DE FEIJÃO EM PANELA DE PRESSÃO 5 GELATINIZAÇÃO DE AMIDO 5 TESTE PARA GLÚTEN 5 MATERIAIS E METODOLOGIA 6 A. MÉTODOS DE COCÇÃO DE ARROZ 6 Material: 6 ...

    7432  Palavras | 30  Páginas

  • Técnica dietética - fibras

    intacta nas plantas. Fazem parte de a fibra alimentar a celulose, a pectina, as hemiceluloses, as gomas, as β-glucanas, o amido resistente encontrado naturalmente ou produzido durante o processamento convencional de cereais (cereais matinais), os oligossacarídeos encontrados em leguminosas como rafinose e estaquiose e as frutanas como frutooligossacarideos e inulina encontrados na cebola e na chicória. A fibra funcional consiste de carboidratos não-digeriveis, isolados que exercem efeitos benéficos...

    5004  Palavras | 21  Páginas

  • RELAT RIO 4 Cereais

     Universidade Estadual do Ceará Centro de Ciências da Saúde Curso de Nutrição Disciplina Técnica Dietética I Relatório da Aula Prática Cereais Data: 21/07/2015 Turma: Terça ANDREA KAROLINE RAMOS CAMPOS INEIDA GEORGINA MOREIRA FERNANDES JULIANNE DO NASCIMENTO SALES MARIANA HOLANDA CORDEIRO FORTALEZA JULHO/ 2015 Objetivos A aula prática de cereais foi realizada com os seguintes objetivos: Experimento 1 –Métodos de cocção do arroz Avaliar os diferentes...

    1817  Palavras | 8  Páginas

  • Leguminosas

    INTRODUÇÃO São consideradas leguminosas grãos contidos em vagens, são ricas em tecido fibroso. Algumas espécies podem ser consumidas ainda verdes (ervilhas e vagens). Apresentam uma envoltura de celulose, contêm, no interior, 50% de amido e cerca de 23% de proteínas. As leguminosas representam o esteio da alimentação do pobre em nosso país, porém lhe oferecem apenas proteínas de limitado valor biológico que não lhe asseguram crescimento e desenvolvimento normal. Entretanto a combinação correta...

    2145  Palavras | 9  Páginas

  • Aula 1 Intro Tecnica Dietetica

    LUCAS CURSO DE NUTRIÇÃO DISCIPLINA: Introdução às Técnicas Dietéticas  PERÍODO: 2º TURNO: Noturno TURMA: PROFESSORA: Êmili Lima Amaro INTRODUÇÃO ÁS TÉCNICAS DIETÉTICAS Introdução à Técnica dietética Técnica dietética = estuda os procedimentos a que são submetidos os alimentos, visando manter/preservar as características nutricionais dos alimentos, com o objetivo final para consumo. Objetivos principais da Técnica Dietética 1. Nutricional: Aplicar os conhecimentos científicos...

    1327  Palavras | 6  Páginas

  • Trabalho técnica dietética

    CURSO DE NUTRIÇÃO TÉCNICA DIETÉTICA Profª. Denise A. Gonçalves Regras para uso do Laboratório  O laboratório de Cozinha (LAB) deve ser visto como sala de aula prática, sendo que a ordem deve ser de responsabilidade de cada aluno em particular e de todos em geral.  Utensílios, materiais ou equipamentos danificados ou perdidos devem ser repostos pelo aluno responsável pelo problema. Regras para uso do Laboratório  Conduta Pessoal  Ser pontual, pois o trabalho...

    1530  Palavras | 7  Páginas

  • HORTALIÇAS PREPARADAS POR DIFERENTES TÉCNICAS DE COCÇÃO

    CURSO DE BACHARELADO EM NUTRIÇÃO TÉCNICA DIETÉTICA RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA CARUARU 2013 HORTALIÇAS PREPARADAS POR DIFERENTES TÉCNICAS DE COCÇÃO INTRODUÇÃO As hortaliças, componentes essenciais de uma dieta saudável, são habitualmente consumidas pós-cocção. A escolha da forma de preparo adequada deve ponderar a preservação de nutrientes e os atributos sensoriais do alimento. Depois de operações preliminares de pré-preparo, alguns alimentos...

    1048  Palavras | 5  Páginas

  • Técnica dietética

     UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE NUTRIÇÃO E SAÚDE NUT 329 - Técnica Dietética I - I/2015 Alunas: Paloma Almeida (67136) e Sabrina Ferreira (67124) Aula Prática nº 03: Visita a cenário real de aprendizagem – Trabalho teórico-prático Cenário real: Família com idoso Nome do responsável (entrevistado): M. A. S. Número de pessoas envolvidas diretamente com o consumo de alimentos: 3 pessoas Idade dos indivíduos: 65, 24 e 20 anos Ao realizar a entrevista...

    740  Palavras | 3  Páginas

  • Digestibilidade das leguminosas

    qualitativo, isto é, seu valor nutricional, que dependerá de sua composição, digestibilidade, biodisponibilidade de aminoácidos essenciais, ausência de toxicidade e de fatores antinutricionais. O feijão comum (Phasealus vulgares L.) é uma das leguminosas mais consumidas tanto no Brasil como em outros países da America do sul. Constitui-se também numa das fontes de proteínas e minerais de menor custo na dieta do brasileiro. Como alimento, representa importante fonte de nutrientes, como proteínas...

    3447  Palavras | 14  Páginas

  • Técnica dietética

    Técnica Dietética e Gastronomia I 2012 Estudo e técnica de preparo dos alimentos 1. Técnica de preparo dos alimentos [pic]Já é sabido, não somente pelos profissionais da área, o quanto é importante a alimentação saudável. Num primeiro momento é preciso se lembrar da composição dos alimentos, mas é importante não perder de vista que uma técnica de preparo adequado garantirá que se inimize a perda de nutrientes durante o processo, que se produzam alimentos...

    5730  Palavras | 23  Páginas

  • Nutrição e dietética

    NUTRIÇÃO E DIETÉTICA Unidade de Formação de Curta Duração: 3315 Carga horária: 25 horas Formadora: Enf. Bárbara Vilela Arcos de Valdevez, novembro de 2013 INSTITUTO DO EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL, IP DELEGAÇÃO REGIONAL DO NORTE CENTRO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DE VIANA DO CASTELO EFA Área de Educação e Formação: 811 – Hotelaria e Restauração Formação: 811177 – Cozinheiro/a Nível de Qualificação do QNQ: 2 Modalidade: Educação e Formação de Adultos NUTRIÇÃO E DIETÉTICA Unidade...

    8925  Palavras | 36  Páginas

  • Fichas técnicas

    apresentando bom nível de sanidade, e que seja adequada ao comensal. Visando auxiliar o desenvolvimento de hábitos saudáveis , a educação alimentar e nutricional. 21/05/2014 Unidade de Alimentação e Nutrição Para que a atenção dietetica seja completa Planejamento competente Controle das etapas executadas pela unidade Padronização Garantindo assim qualidade dos processos na produção de refeições. 21/05/2014 Objetivos do planejamento de cardápio  Programar tecnicamente...

    985  Palavras | 4  Páginas

  • Técnica Dietética

    Disciplinarum Scientia. Série: Ciências da Saúde, Santa Maria, v. 6 , n. 1, 2005. 131 REVISÃO E AMPLIAÇÃO DA TABELA DE PESOS E MEDIDAS PARA UTILIZAÇÃO EM AULAS PRÁTICAS DE TÉCNICA DIETÉTICA DO CURSO DE NUTRIÇÃO1 REVISION AND MAGNIFYING OF THE TABLE OF WEIGHTS AND MEASURES TO BE USED IN PRACTICAL LESSONS OF DIETARY TECHNIQUE OF THE COURSE OF NUTRITION1 6XVDQD%HUOH]HGH3HOHJULQL2, Camila Costa Gressler2, Gláucia Pereira2, Liliane Urban Trojahn2, Mari Ane Corrêa de Oliveira2, Vanessa...

    1946  Palavras | 8  Páginas

  • ficha técnica de preparação

    GRADUAÇÃO EM NUTRIÇÃO DISCIPLINA: Técnica Dietética II Aula 1 : Padronização e Ficha técnica de preparação (FTP) Padronização • Evolução Antes:  matéria-prima e mão-de-obra com baixo custo  Preocupação voltada para o sabor  Maior liberdade ao cozinheiro  Sem padronização (empirismo) Atualmente:  matéria-prima custo elevado  mão-de-obra especializada  Maior necessidade de ferramentas de controle  Necessidade de padronização (profissionalismo) Padronização  Qualidade...

    2141  Palavras | 9  Páginas

  • Apostila De Tecnica Dietetica 1

    Apostila de Técnica Dietética Curso Técnico em Nutrição e Dietética APRESENTAÇÃO Sabemos que uma alimentação saudável contribui para a manutenção da boa saúde. Entretanto, a alimentação saudável envolve aspectos relacionados desde a escolha do alimento até sua forma de preparo e para que seja também efetiva deve ser atraente do ponto de vista sensorial. O preparo dos alimentos envolve diversos aspectos e não se limita apenas a submeter os alimentos a processos culinários. Deve haver preocupação...

    5298  Palavras | 22  Páginas

  • Questões técnica dietética

    UNIDADE I I – INTRODUÇÃO À TÉCNICA DIETÉTICA 1. Conceito Técnica dietética é a disciplina que, baseada em ciências exatas, estuda as operações que são submetidas os alimentos e as modificações que os mesmos sofrem durante os processos culinários. 2. Objetivos a) Dietético: adequação do preparo dos alimentos às necessidades fisiopatológicas do indivíduo ou da população. b) Digestivo: modificação dos alimentos por meio de processos culinários com o intuito de facilitar as etapas...

    15224  Palavras | 61  Páginas

  • Técnica Dietética

    17/2/2011 TÉCNICA DIETÉTICA E GASTRONOMIA Indicadores e/ou Parâmetros de Qualidade do Serviço de Ailmentos INDICADORES NO PREPARO DE ALIMENTOS Indicador de Parte Comestível (IPC): Valor > 1,00 Alimento cru e cozido IPC: usado para o planejamento de refeições, seleção de fornecedores e monitoramento e/ou controle de qualidade do serviço. 1 17/2/2011 Prevê as perdas inevitáveis ocorridas durante a etapa de pré-preparo, quando os alimentos são limpos, descascados...

    1547  Palavras | 7  Páginas

  • fibras nutricao e dietetica

    Nutrição e Dietética I – Ângela Camila Ghizi - FIBRAS FIBRAS 1. INTRODUÇÃO As fibras sempre estiveram presentes na alimentação humana habitual, entretanto, o processo de industrialização dos alimentos e a mudança no estilo de vida do homem moderno resultou numa ingestão alimentar diária significativamente menor deste nutriente. Estudos epidemiológicos apontaram uma relação inversa entre consumo de fibras e a incidência de doenças, em especial as colo reto anais (Burkitt, 1971 apud Baxter, 2002)...

    2561  Palavras | 11  Páginas

  • PAP de Leguminosas

     Leguminosas Orientador : José maria moreira José Eduardo branco quintas da silva Porto _____ de junho de 20____ Agradecimentos Antes de mais nada quero agradecer a minha família pelo o apoio que me deu aos meus amigos com ajuda deles e a restante comunidade escolar e com agradecimentos para a direção que me deu esta oportunidade de estudar nesta escola de tirar este curso. Resumo O tema selecionado para a minha prova de aptidão profissional...

    10759  Palavras | 44  Páginas

  • Técnica dietética

    TÉCNICA DOS ALIMENTOS A ficha técnica é feita por pessoa. Quando fala de ficha técnica é gestão. O prato é feito por pessoa tendo o custo direto e indireto. Ex: é o custo do funcionário, o custo de aluguel do estabelecimento, o custo direto do alimento que vai ser utilizado para montar o prato. A quantidade é percapita. A diferença entre porção e percapita.? Planejamento: Padrão Qualidade Custo Quantidade (percapita) Tipo Medidas caseiras (peso) – não é uma medida exata. Tamanho Modo de preparo...

    2145  Palavras | 9  Páginas

  • Amido Resistente Obtido A Partir De Amido De Leguminosas E De Seus Hidrolisados

    Paulo Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” Amido resistente obtido a partir de amido de leguminosas e de seus hidrolisados Luis Fernando Polesi Dissertação apresentada para obtenção do título de Mestre em Ciências. Área de concentração: Ciência e Tecnologia de Alimentos Piracicaba 2009 Luis Fernando Polesi Engenheiro Agrônomo Amido resistente obtido a partir de amido de leguminosas e de seus hidrolisados Orientadora: Profa. Dra. SILENE BRUDER SILVEIRA SARMENTO Dissertação apresentada...

    33481  Palavras | 134  Páginas

  • Relatório de tecnica dietética

    INTRODUÇÃO O Laboratório de Nutrição e Dietética, atende às aulas práticas, proporcionando aulas em que o aluno visualize as transformações físicas e químicas dos alimentos mediante processos de pré-preparo e preparo, alterações nutricionais e sensoriais nos alimentos, execução de análise sensorial de alimentos e preparações, execução das boas práticas de fabricação de alimentos, cálculo de rendimento, e técnicas adequadas da seleção a distribuição do alimento. O objetivo das aulas é...

    2660  Palavras | 11  Páginas

  • Técnica dietética - Cereais

    RELATÓRIO DE TÉCNICA DIETÉTICA I Aula Prática 7 - CereaisVolta Redonda 2014 FUNDAÇÃO OSWALDO ARANHA CENTRO UNIVERSITÁRIO DE VOLTA REDONDACURSO DE GRADUAÇÃO EM NUTRIÇÃO – 4º Período RELATÓRIO DE TÉCNICA DIETÉTICA I Aula Prática 7 - CereaisAlunas: Prof. Volta Redonda 2014 INTRODUÇÃO Cereais são alimentos de origem vegetal, constituídos de grãos e largamente consumidos pelos povos do mundo todo. O nome cereal deriva de...

    1394  Palavras | 6  Páginas

  • questoes tecnica e dietetica

    Introdução à Técnica Dietética 1. Conceitue Técnica Dietética. 2. Quais os objetivos da técnica dietética? O quê quer dizer cada um deles? 3. Conceitue corretamente: per capita, porção, peso bruto, peso líquido, aferventar, bouquet garni, consome, dourar, corar, escaldar e remolho. 4. Qual a importância da determinação da densidade dos alimentos para as unidades de alimentação e nutrição? 5. Qual a relação da densidade do alimento com a pressão e a temperatura? CONTEÚDO: Técnicas básicas de...

    592  Palavras | 3  Páginas

  • Arroz Oriental Tecnica Dietetica

    INTRODUÇÃO Cereais Cereais são alimentos de origem vegetal, constituídos de grãos e largamente consumidos pelos povos do mundo todo. O nome cereal deriva de Ceres, a deusa grega da agricultura e da colheita. Os cereais são originados de grãos retirados das espigas de plantas da família das gramíneas, fazem parte do hábito alimentar de diversos povos, devido a sua facilidade de manutenção e conservação. Após a colheita, esses grãos são destinados a uma série de processos, chamados de beneficiamento...

    831  Palavras | 4  Páginas

  • RELAT TIO CEREAIS

    SAÚDE, CIÊNCIAS HUMANAS E TECNOLÓGICAS DO PIAUI - UNINOVAFAPI Curso: Nutrição Disciplina: Técnica Dietética Professora: Vânia Marisa Da Silva Vasconcelos COCÇÃO DE CEREAIS Teresina- PI, novembro 2014 Andresa Maria Cavalcante de Araújo Bruna Moura de Carvalho Daniela Sousa Silva Elinayara Pereira da Silva COCÇÃO DE ARROZ (CALOR ÚMIDO) Teresina- PI, novembro 2014 1. INTRODUÇÃO Cereais são alimentos de origem vegetal constituídos de grãos e largamente consumidos pelos povos...

    906  Palavras | 4  Páginas

  • Técnica e Dietética - Cereais

    Claudia Angélica Oliveira da Silva RA: B8868F-1 Paula de Oliveira Silva RA: B768AF-4 CEREAIS Profª. Me. Luciana Nunes Mosca Fiorelli Araçatuba 2014 Alex Menques RA: B2048D-1 Beatriz Delamura Gomes RA: B62JIH-6 Claudia Angélica Oliveira da Silva RA: B8868F-1 Paula de Oliveira Silva RA: B768AF-4 CEREAIS Profª. Me. Luciana Nunes Mosca Fiorelli Araçatuba ...

    897  Palavras | 4  Páginas

  • Técnica dietética

    elevado consumo de carnes e de lacticínios nos Estados Unidos constitui um importante factor de risco para doenças cárdio-vasculares e certos tipos de cânceres (Kushi, Lenart e Willett, 1995; Ferrari, 2001; Weisburger, 2000). Na China, a suplementação dietética com vitaminas diminuiu o risco de câncer gastroesofágico (Yang, 2000). É importante considerar que o moderado consumo de leite e seus derivados, uma das características da dieta mediterrânea (Nacif et al., 1998; Trichopoulou e Vasilopoulou, 2000)...

    2721  Palavras | 11  Páginas

  • LEGUMINOSAS E Cereais

    LEGUMINOSAS E CEREAIS LEGUMINOSAS DEFINIÇAO São grãos contidos em vagens, ricos em tecido fibroso, sendo que algumas espécies podem ser consumidas verdes, como a ervilha e o feijão (vagem). O grão apresenta-se em uma envoltura celulósica que representa de 2 a 5% do mesmo e contém 50% de amido no seu interior e 23% de proteínas de baixo valor biológico. Seus principais representantes são: VALOR NUTRITIVO Além de serem bastante ricas em nutrientes, as leguminosas têm importante papel na...

    2714  Palavras | 11  Páginas

  • Relatório de aula prática leguminosas

    PEREIRA DE MATOS-B89295-1 REGINA SOUSA CAÇÃO- T143JF-8 CEREAIS BRASÍLIA-DF ABRIL DE 2014 UNIP-UNIVERSIDADE PAULISTA INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE ALESSANDRA ROSA MARTINS-B9295A-0 MARLENI PEQUENA DE SOUSA-B90FJB-1 REGINA PEREIRA DE MATOS-B89295-1 REGINA SOUSA CAÇÃO-T143JF-8 HORTALIÇAS Relatório de aula prática de Hortaliças realizado no dia /03/2014, apresentado como parte da avaliação da disciplina Técnica Dietética do 2º ano do curso de Nutrição da UNIP/Brasília sob orientação...

    924  Palavras | 4  Páginas

  • Tecnica dietética

    DO LITORAL SUL Rua Oscar Yoshiaki Magário, s/n – Jardim das Palmeiras – CEP: 11900-000 – Registro(SP) (13) 6821-6122 - Site: www.scelisul.com.br - e-mail nutricao@scelisul.com.br ROTEIRO: AULA PRÁTICA DE HORTALIÇAS E FRUTAS Disciplina: Técnica Dietética I e II Local: laboratório de nutrição Professora Sulamita Bilezikdjian BANCADA 1--CALOR ÚMIDO 1. OBJETIVO DA ATIVIDADE: Avaliar os efeitos dos métodos e tempos de cocção sobre a cor, sabor e textura. 2- FORMULAÇÃO 2.1 – CAROTENÓIDES INGREDIENTES ...

    5095  Palavras | 21  Páginas

  • técnica dietética

    CEREAIS 2013 SUMÁRIO 1. Introdução 3 2. Desenvolvimento 4 2.2. Materiais e métodos 4 2.3. Resultados e discussão 5 3. Conclusão 7 Referências bibliográficas 8 Apêndices 9 1. INTRODUÇÃO Para que se mantenha uma alimentação balanceada, uma das estratégias é seguir o modelo da pirâmide alimentar na elaboração da dieta, onde na base dessa pirâmide encontram-se os cereais, que são a fonte de energia primária e mais importante para o corpo humano. Os...

    1382  Palavras | 6  Páginas

  • Nutrição - tecnica dietetica

    DE NUTRIÇÃO Av. Gal. Gustavo Cordeiro de Farias, S/N. Petrópolis. Natal/RN Fone: 3215-4322 E-mail: dnut@ccs.ufrn.br / nely@ufrnet.br CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS PARA O NÍVEL SUPERIOR DA CLASSE DE PROFESSOR ASSISTENTE NA ÁREA DE TÉCNICA DIETÉTICA |COMISSÃO ORGANIZADORA (CO)- |Portaria nº 92 / CCS | |Titulares |Nome dos membros ...

    528  Palavras | 3  Páginas

  • nutrçao e dietetica

    Nutrição e Dietética. Nutrição é a ciência que estuda as necessidades nutricionais de diferentes tipos de organismos, as transformações impostas aos alimentos pelo organismo com a finalidade de utilizar os nutrientes neles contidos como fonte de energia e substrato para a formação de tecido. Alimentos é toda substância que introduzida no organismo, transformada e aproveitada, fornece material para o crescimento e a reparação dos tecidos, calor e energia para o trabalho. Nutrientes são compostos...

    3395  Palavras | 14  Páginas

  • Relatorio Cereais

    INTRODUÇÃO Cereais são alimentos de origem vegetal, constituídos de grãos e largamente consumidos pelos povos do mundo todo. O nome cereal deriva de Ceres, a deusa grega da agricultura e da colheita. Os principais cereais cultivados são: arroz, trigo, milho, aveia, centeio, cevada e triticale. O arroz (principal cereal consumida na população brasileira). Os cereais são excelentes fontes de carboidrato e energia, contendo também proteína e vitaminas. Os integrais além desses nutrientes, são ricos...

    1554  Palavras | 7  Páginas

  • Fibras Dietéticas solúveis e Doenças Cardiopatas

    Resumo: Uma maneira bem estabelecida para reduzir o risco de desenvolvimento de doença cardiovascular (CVD) é diminuir os níveis séricos de LDL colesterol através da redução de gordura saturada ingerida. No entanto, a importância de outras abordagens dietéticas, tais como o aumento da ingestão de fibras solúveis na dieta é cada vez mais reconhecida. Estudos controlados têm mostrado que quatro tipos diferentes de fibras solúveis - β-glucanas, psyllium, pectina e goma-guar- têm benefíciando a diminuição...

    5034  Palavras | 21  Páginas

  • Relatório Tecnica dietetica Carnes e leguminosas

     Carnes e Leguminosas UNEB – Universidade do Estado da Bahia Discente: Nicolas Riela Docente: Nadja Gomes DCV- Departamento de Ciências da Vida Componente curricular: Técnica dietética I Salvador/ 2014 Sumário 1. Introdução 2. Objetivos 3. Experimento 1 (carne com cobertura) 3.1. Ingredientes 3.2. Técnica de preparo 3.3. Avaliação e comentários 4. Experimento 2 (feijão simples) 4.1. Ingredientes 4.2. Técnica de preparo 5. Referências bibliográficas ...

    764  Palavras | 4  Páginas

  • cereais

     1 OBJETIVOS Comparar o rendimento e o tempo de cocção de cereais em grão; Confeccionar diferentes preparações culinárias salgadas e doces a base de arroz; Confeccionar massa alimentícia fresca. 2 COCÇÃO DE CEREAIS (CALOR ÚMIDO) 2.1 ARROZ Ingredientes Quantidade Arroz branco 100g Arroz parboilizado 100g Arroz integral 100g Sal 2% Técnica de Preparo Pese todos os ingredientes; Coloque para cozinhar em 2,5 vezes o volume de água fervente e o sal; Leve ao fogo...

    2404  Palavras | 10  Páginas

  • Aula pr tica

    Técnica dietética I Cereais e leguminosas OBJETIVOS DA AULA:  Conhecer os diferentes tipos de cereais e leguminosas;  Verificar o rendimento, confrontando com a literatura;  Calcular os fatores de cocção, assim como o peso de alguns alimentos confrontando com os valores descritos na literatura;  Conhecer algumas aplicações dietéticas. CONCEITOS IMPORTANTES: CEREAIS 1. DEFINIÇÃO: Cereais são alimentos de origem vegetal, constituídos de grãos e largamente consumidos pelos povos do mundo todo....

    8744  Palavras | 35  Páginas

  • Aula 07 FIB GANC 2014

    ou creme de leite e açúcar. Sopas  Preparações culinárias líquidas ou semi-líquida;  Caldos + cereais, legumes, verduras, leguminosas, massas;  Quentes ou geladas, ralas ou cremosas, salgadas ou doces.  Valor calórico: depende dos ingredientes.  Modo de preparo: caldo de carne, legumes, cereais, leguminosas.  Calor úmido. Sopas  Sopas mistas:  Carnes, leguminosas, cereais, massas ou vegetais.  Sopa de feijão com macarrão; sopa de legumes; canja.   Sopa purê:  Caldo...

    1079  Palavras | 5  Páginas

  • senhor

    Faculdade Estácio de Sergipe – FASE Profa. Leise N. Moreira APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA Técnica dietética Fevereiro – 2014 APRESENTAÇÃO DO PROFESSOR FORMAÇÃO • • Nutricionista formada pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), 2005. Especialista em Didática do Ensino Superior pela Pio Décimo/ SE, 2008. • Formação em Personal Diet pela NTR Cursos/ RS, 2009. • MBA de Gestão em Negócios de Alimentos pela Unicsul/ SP, 2011. • Mestre em Biotecnologia de ...

    1524  Palavras | 7  Páginas

  • Dietetica e confecção dos alimentos

    PROGRAMA OPERACIONAL POTENCIAL HUMANO Dietética e Confecção dos Alimentos UFCD : 3525 Duração: 50 horas Formadora: Gisela Pereira Co-financiado pelo FSE e Estado Português 1 PROGRAMA OPERACIONAL POTENCIAL HUMANO Objectivos Descrever as necessidades alimentares do organismo Cuidar da dieta segundo o grupo etário Reconhecer os princípios gerais da confecção dos alimentos Conteúdos Necessidades alimentares do organismo Necessidades alimentares do organismo Nutrientes energéticos...

    14522  Palavras | 59  Páginas

  • Nutrição e Dietética

     CURSO BACHARELADO EM NUTRIÇÃO Eleide Costa Nutrição e Dietética Jaboatão dos Guararapes - PE 2012 Eleide Costa Nutrição e Dietética Trabalho realizado durante a disciplina Nutrição e Dietética, ministrada pela professora Patrícia Calado, no curso de Bacharelado em Nutrição, em 2012.2 para fins de atribuição de nota relativa a E2U2. Jaboatão dos Guararapes - PE 2012 ...

    967  Palavras | 4  Páginas

  • Centro Universit Rio Uninovafapi

    Centro Universitário Uninovafapi Curso de Nutrição Disciplina de Técnica Dietética Professora: Vania Marisa da Silva Vasconcelos MÉTODOS DE COCÇÃO, PER CAPITAS E PORÇÕES DOS ALIMENTOS Teresina, março 2015 Andressa Santos Bianca Magalhães Giulia Caroline Raphaele Teixeira Victor Sales MÉTODOS DE COCÇÃO, PER CAPITAS E PORÇÕES DOS ALIMENTOS Teresina, março 2015 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO E OBJETIVOS 1 2 MATERIAL E MÉTODO 2 3 RESULTADOS...

    762  Palavras | 4  Páginas

  • Leguminosas

    I.1- Introdução I.1 – Família Leguminosae 1.1- Interesse histórico e económico das leguminosas As leguminosas têm sido cultivadas, e usadas na alimentação humana desde há milhares de anos. Delwiche (1978) sugeriu que a origem das leguminosas deverá datar do período Jurássico. Renfrew (1966) relata a existência de sementes de Pisum, Vicia e Lens, na Grécia, no período Neolítico. Zohari e Hopf (1973) citam que as lentilhas foram cultivadas entre 7000 a 6000 a.C. e que o grão de bico deverá...

    13248  Palavras | 53  Páginas

  • RESULTADOS TECNICAS

    RA: B607EF-0 ROBSON SANTANA RA: B8888I-9 RELATORIO DE TÉCNICA E DIETÉTICA TÉCNICAS DE PREPARO CEREAIS E MASSAS Relatório de aula prática técnicas de pré-preparo realizado no dia 05/05/2014 apresentado como parte da avaliação da disciplina Técnica e Dietética do 1°ano de Nutrição da UNIP/Tatuapé sob a orientação da Profª Valdirene Neves SÃO...

    1207  Palavras | 5  Páginas

tracking img