Sobre A Obra Casa Grande E Senzala De Gilberto Freyre É Correto Dizer Que artigos e trabalhos de pesquisa

  • Gilberto Freyre e "O mito da democracia racial"

     Introdução “Democracia Racial” é dada como mito, quando nos damos conta da grande desigualdade racial no Brasil. O IBGE e o IPEA, deixam claro sobre a situação grave em que vivem os negros no Brasil.       Na atualidade os negros se encontram em desvantagem aos brancos em várias áreas como: infraestrutura, acesso à educação e justiça, mercado de trabalho e na distribuição de renda. Mais da metade da população brasileira que vive na pobreza estrema são negros, apenas 2% por cento...

    3776  Palavras | 16  Páginas

  • Casa Grande e Senzala

     CASA GRANDE & SENZALA GILBERTO FREYRE Londrina 2013 CAMILA BUENO FELIPE AUGUSTO JOÃO VICTOR BORGES LIVIT LORRAN DOS SANTOS LUCAS EMANUEL FONTOLAN PATRÍCIA MIDORI MOROOKA RAFAEL RAMIRES ARAÚJO RÔMULO COSTA DA SILVA CASA GRANDE & SENZALA GILBERTO FREYRE Trabalho apresentado ao Curso Técnico em Informática Integrado ao Ensino Médio do Instituto Federal do Paraná, ao Prof. Gonçalo José Machado Júnior da disciplina de Sociologia. ...

    3058  Palavras | 13  Páginas

  • Aspectos politicos casa grande e senzala

    cos casa grande e senzalaASPECTOS POLÍTICOS NA OBRACASA GRANDE E SENZALA” CLAUDIA FAINELLO JULIAN MONIKE NAZARIO SCOLARO TATIANE DE LARA FÉLIX ROSANE ARMINDO VIEIRA BORGES GILMAR HENRIQUE DA CONCEIÇÃO Introdução Este trabalho se originou de uma pesquisa acerca do pensamento de Gilberto Freyre, no curso de pedagogia, para a disciplina Filosofia da Educação, que envolveu estudantes de pedagogia da segunda série, orientadas pelo professor desta disciplina. A partir do mergulho no conteúdo próprio...

    5732  Palavras | 23  Páginas

  • Casa grande e senzala

    COELHO, Claudio M. Casa-grande & senzala: indiciarismo e política na obra de Gilberto Freyre. In: SINAIS Revista Eletrônica - Ciências Sociais. Vitória: CCHN, UFES, Edição n.02, v.1, Outubro. 2007. pp.66-81. Casa-grande & senzala: indiciarismo e política na obra de Gilberto Freyre Claudio Marcio Coelho 1 Resumo: O pensamento de Gilberto Freyre foi discutido por pesquisadores de diversas áreas das ciências humanas e sociais. Muitos destes estudiosos reconheceram a importância de suas proposições...

    4953  Palavras | 20  Páginas

  • Gilberto freyre - casa grande e senzala

    1. INTRODUÇÃO Em 1933, quando Gilberto Freyre publicou Casa-grande e senzala, o país vivia um momento de transformação: Estrutural – alterando-lhe não apenas a estrutura econômica, mas também as instituições sociais e políticas – e cultural, assimiladas as conquistas estéticas renovadoras da Semana de Arte Moderna, procurava-se agora a discussão da realidade brasileira. Nos meios letrados, havia uma necessidade de compreender o país e suas possibilidades, esse anseio teve como canal mais forte...

    2741  Palavras | 11  Páginas

  • casa grande e senzala

    RESUMO CRÍTICO (prefácio e cap.1) " CASA GRANDE E SENZALA" (GILBERTO FREYRE) PREFÁCIO: O prefácio de “Casa Grande e Senzala”, já demonstra o pensamento inovador da obra ,pois se trata da década de 30. Gilberto Freyre não hierarquizou as raças e nem atribui os problemas existentes no Brasil como causados pelos negros e os índios, o que demonstra...

    1127  Palavras | 5  Páginas

  • Trabalho acadêmico sobre casa grande & senzala

    explicação da formação sócio histórica, cultural e econômica do Brasil. CASA GRANDE & SENZALA do antropólogo pernambucano Gilberto Freyre nos remete à diversas concepções da antropologia moderna. FRANZ BOAS, antropólogo estadunidense, influenciou bastante à visão de Freyre na vida e em sua escrita. Freyre, que era membro de família tradicional de Pernambuco, analisa o Brasil pela visão da "Casa Grande", por assim dizer, nos mostra a relação entre escravo e senhor e de como desenvolve a TEORIA...

    2686  Palavras | 11  Páginas

  • Gilberto freyre

    1 SIMONE MEUCCI GILBERTO FREYRE E A SOCIOLOGIA NO BRASIL: DA SISTEMATIZAÇÃO À CONSTITUIÇÃO DO CAMPO CIENTÍFICO Tese de Doutorado apresentada ao Programa de Doutorado em Sociologia do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Estadual de Campinas sob a orientação do Profa. Dra. Elide Rugai Bastos. Este exemplar corresponde à redação final da tese defendida e aprovada pela Comissão Julgadora em 27/04/2006. BANCA Profa. Dra. Elide Rugai Bastos (Orientadora) Prof. Dr. Fernando...

    126920  Palavras | 508  Páginas

  • Resumo capitulo - o significadfo de gilberto freyre em casa grande & senzala

    RESUMO O significado de cultura de Gilberto Freyre em Casa-grande & senzala Izabella Mattos de Souza - 201201643465 Gilberto Mello Freyre foi um dos mais influentes sociólogos brasileiros da primeira metade do século XX. A história patriarcal brasileira é o escopo desse livro que procurou desvendar a singularidade cultural do país, tendo influenciado fortemente a forma como ela foi definida e redefinida ao longo dos últimos anos. Contudo, mostra-se equivocado. Alguns dos mais importantes...

    2802  Palavras | 12  Páginas

  • Casa grande e senzala

    500 Anos e Outra Perspectiva, mar. de 2000 >> O significado de "Casa Grande & Senzala" para a cultura brasileira O significado de "Casa Grande & Senzala" para a cultura brasileira APROPUC-SP Regina Maria A. F. Gadelha O refaciando Sociologia, de Gilberto Freyre (1945), escreve Anísio Teixeira: “Casa Grande & Senzala não tem – como ensaio de interpretação social – muitos companheiros no mundo. [...]. Nada é em Gilberto Freyre linear ou esquemático; o seu pensamento se desdobra rico, múltiplo...

    6610  Palavras | 27  Páginas

  • Gilberto Freyre

    GILBERTO FREYRE, HISTORIADOR DA CULTURA. Geraldo Antonio Soares* J á no prefácio à primeira edição de Casa-grande e senzala (1933), Gilberto Freyre nos dá uma boa idéia de sua visão a respeito da formação brasileira em seus aspectos culturais, citando um viajante estrangeiro que por aqui passou e cujas impressões foram publicadas em Paris em 1867. Trata-se de Adolphe d’Assier quando aquele se refere a um assunto aparentemente dos mais prosaicos: a domesticação de animais. D’Assier observou no Brasil...

    9589  Palavras | 39  Páginas

  • casa grande senzala

    Casa-Grande & Senzala é um livro do sociólogo brasileiro Gilberto Freyre publicado em 1933. Freyre apresenta a importância da casa-grande na formação sociocultural brasileira, assim como a da senzala na complementação da primeira. Além disso, Casa-Grande & Senzala enfatiza a formação da sociedade brasileira no contexto da miscigenação entre os brancos, principalmente portugueses, dos negros das várias nações africanas e dos diferentes indígenas que habitavam o Brasil. Na opinião de Freyre,...

    1287  Palavras | 6  Páginas

  • Ficha De Leitura Gilberto Freyre

    LEITURA DE “CASA-GRANDE & SENZALA” Novo Hamburgo, 8 de abril de 2015 Ficha de Leitura Autor: Gilberto Freyre Título: Casa-Grande & Senzala Conclusões: Gilberto Freyre e sua obra tiveram duas contribuições: foi um dos primeiros a pensar sobre conceito de patrimônio imaterial; tentativa de desmistificar a noção de determinação racial na formação de um povo. A obra é uma referência para compreensão do Brasil. É uma obra inédita na época. Latifúndio e escravidão, casa-grande e senzala eram pilares...

    772  Palavras | 4  Páginas

  • Obras Gilberto Freyre

     Principais Obras de Gilberto Fryre Casa-Grande & Senzala (1933) Guia Prático, Histórico e Sentimental da Cidade do Recife (1934) Sobrados e Mucambos, (1936) Nordeste: Aspectos da Influência da Cana Sobre a Vida e a Paisagem (1937) Açúcar (1939) Olinda (1939) O mundo que o português criou (1940) A história de um engenheiro francês no Brasil( 1941) Problemas brasileiros de antropologia (1943) Interpretação do Brasil (1947) Ingleses no Brasil...

    547  Palavras | 3  Páginas

  • casa grande e senzala

    casa grande e senzalaJessica Souza Pereira de Oliveirapara mimHá 13 minutosDetalhesCasa-Grande & SenzalaVigiar esta páginaEste artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete aconfiabilidade das informações. (desde abril de 2010)Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.Casa-Grande & SenzalaAutor (es)Gilberto FreyreIdiomaportuguêsPaís BrasilAssuntoCiências...

    1830  Palavras | 8  Páginas

  • IMAGI RIO DA BRASILIDADE EM GILBERTO FREIRE

    João de Deus Vieira Barros IMAGINÁRIO DA BRASILIDADE EM GILBERTO FREYRE São Luis/MA EDUFMA 2009 FICHA DE CATALOGAÇÃO BARROS, João de Deus Vieira. Imaginário da brasilidade em Gilberto Freyre. 2 ed. São Luis/MA: EDUFMA, 2009, 206p. ISBN 978-85-7862-061-5 CDD 306.43 37.015.2 Capa: Imagem de Gilberto Freyre sobreposta a Pintura a óleo/tela Mestiço (1934), 81 x 65.5 cm, de Candido Portinari. Reprodução autorizada por João Candido Portinari. Imagem do acervo do Projeto Portinari. Tiragem: 300 exemplares...

    4779  Palavras | 20  Páginas

  • GILBERTO FREIRE

     FACULDADE DE SÃO PAULO UNIESP ANTROPÓLOGO GILBERTO FREYRE ANA MARIA SHIMID – RA: 0050060376 FLAVIA LIMA DE ANDRADE – RA: 0050050748 GABRIELA RODRIGUES MENDES- RA: 0050053073 MARIA NEUMA VIANA SANTOS – RA: 0050051135 PATRICIA MARTINS DA SILVA - RA: 0050052698 ROGERIO LIMA DA COSTA – RA: 0050056818 TURMA: DIREITO 4ºB MANHÃ Biografia de Gilberto Freyre Trabalho...

    1824  Palavras | 8  Páginas

  • Relações de amor e ódio: escravos e senhores na escrita de gilberto freyre no livro casa grande e senzala.

    DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA CURSO DE HISTÓRIA ALAYANE CERINO RELAÇÕES DE AMOR E ÓDIO: ESCRAVOS E SENHORES NA ESCRITA DE GILBERTO FREYRE NO LIVRO CASA GRANDE E SENZALA. GUARABIRA - PB 2012 ALAYANE CERINO RELAÇÕES DE AMOR E ÓDIO: ESCRAVOS E SENHORES NA ESCRITA DE GILBERTO FREYRE NO LIVRO CASA GRANDE E SENZALA. Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) apresentado à Coordenação do Curso de História da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) Campus de Guarabira, como requisito parcial a obtenção...

    4543  Palavras | 19  Páginas

  • Gilberto Freyre

    BRASILEIRA GILBERTO FREYRE CURSO: Licenciatura em Artes Visuais Aluno: Cristofer Otoni da Silva Rossi – Matr. 0200782 1. INTRODUÇÃO 2. APRESENTAÇÃO 3. CONTRIBUIÇÃO 4. CONCLUSÕES “Sem um fim social, o saber será a maior das futilidades.” Gilberto Freyre ...

    1576  Palavras | 7  Páginas

  • Casa grande & Senzala

    Casa Grande & Senzala” – Gilberto Freyre 10 de Dezembro de 2013 Sumário:                   1. Biografia           pág 1                   2. Introdução           pág 3                   3. Características gerais da colonização portuguesa do Brasil: pág 4   formação de uma sociedade agrária, escravocrata e híbrida                   4. O indígena na formação da família brasileira   pág 7                   5. O colonizador...

    8138  Palavras | 33  Páginas

  • Gilberto freyre e florestan fernandes

    GILBERTO FREYRE VERSUS O REVISIONISMO DE FLORESTAN FERNANDES: A DOCILIDADE E O RACISMO NAS RELAÇÕES SOCIAIS BRASILEIRA Introdução O presente trabalho foi construído durante a escrita de nossa dissertação de mestrado, intitulada “A Escola Moderna e a Des/Construção do Negro: por novos olhares históricos”, quando tivemos a oportunidade de se debruçarmos sobre os textos de Gilberto Freyre e do Grupo de pesquisadores da USP, coordenados sob a orientação do professor Florestan Fernandes. Durante...

    3205  Palavras | 13  Páginas

  • Resumo Gilberto FREYRE

    19/03 Aula 02 Gilberto Freyre – “Casa Grande & SenzalaGilberto freire – comparação entre negros no Brasil e negros nos EUA (estes sofrem mais que no Brasil). Modernismo – movimento que busca manter a tradição, movimento regionalista do nordeste. Político – aliado a UDN, concorre a 1º eleição após o Estado Novo, defensor do golpe de 64 pois o Brasil estaria a mercê de um golpe russo soviético, depois critica o golpe pois ele não clama por um governo autoritário (oposição tímida) fica cada...

    3681  Palavras | 15  Páginas

  • Saudosismo e crítica social em Casa grande & senzala: a articulação de uma política da memória e de uma utopia

    Saudosismo e crítica social em Casa grande & senzala: a articulação de uma política da memória e de uma utopia Neste artigo, procuro analisar a retórica de Casa grande & senzala fora da moldura dualista na qual a obra costuma ser avaliada. Para isso, demonstro como partes da obra, díspares nos seus princípios constitutivos (por exemplo, trechos memorialistas, análises antropológicas), articulam-se para propor ao leitor de então um pacto da memória, no qual eram relembradas liricamente as experiências...

    1338  Palavras | 6  Páginas

  • Resenha - Casa-Grande e senzala - Gilberto Freyre.

    UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO - UFRJ Nome: Emanuel Pereira. No Prefacio do livro Casa Grande e Senzala, Gilberto Freyre tem o propósito de explicitar de modo mais ou menos resumido as abordagens temáticas que o livro percorrerá para elucidar e demostrar o desenvolvimento da sociedade do território e do Estado brasileiro, dando uma ideia geral do plano e do método do ensaio que se segue. Primeiramente ele começa relatando as viagens feitas pelo mundo até que desembarca na Bahia...

    1718  Palavras | 7  Páginas

  • Gilberto Freyre E A Singularidade Cultural Brasileira

    Gilberto Freyre e a singularidade cultural brasileira     Jessé Souza Professor do Departamento de Sociologia do ICS - UnB   RESUMO: O texto procura enfatizar o conteúdo macrossociológico da obra dos anos trinta de Gilberto Freyre. Ao invés dos temas classicamente vinculados à obra de Gilberto Freyre, como a mestiçagem e a história da vida privada, o ponto principal da argumentação é reconstruir o embate entre valores ocidentais da Europa já burguesa, que tomam o país de assalto a partir...

    16211  Palavras | 65  Páginas

  • Casa Grande & Senzala Resenha

    INDENTIFICAÇÃO DA OBRA FREYRE, Gilberto. Casa Grande e Senzala: Formação da família brasileira sobre o regime da economia patriarcal. São Paulo: Editora Global. 47ª Ed. 2003. 719p. Emanoel Firmino Lima da Silva* *Graduando do Curso de Licenciatura Plena em História pela UFAL Credenciais do autor Gilberto Freyre, nascido em 1900 viveu até os 87 anos de idade. Dedicou-se a textos ensaísticos sobre a origem social do Brasil. É considerado um dos maiores sociólogos do século XX. Dentre...

    5471  Palavras | 22  Páginas

  • Biografia Casa grande senzala

    objetivo mostrar um pouco da vida de Gilberto Freyre e da sua obra casa grande e senzala vista através do olhar de um brasileiro no qual ele pôde mostrar como se deu a colonização do Brasil. Nesta obra Freyre também dar muita ênfase a formação da sociedade brasileira com a miscigenação de portugueses com índios e negros mostrando também a forma de educação e de domínio dos senhores de engenho para com seus escravos. Bibliografia do autor Gilberto de melo Freyre nascido em 1900 no estado de Pernambuco...

    2591  Palavras | 11  Páginas

  • Casa grande e senzala capitulo iii: o colonizador português: antecedentes e predisposições

    PINHEIRO SABRINA DE MORAES SANTANA CASA GRANDE E SENZALA Capitulo III: O Colonizador Português: antecedentes e predisposições Macapá – AP 2011 ADRYANE NAYARA VALE BORGES ITALO OLIVEIRA DA ROCHA JOICE BARBOSA DA SILVA KETHLEEN OLIVEIRA DA COSTA NÚBIA NANCY AZEVEDO Colonizador Português: antecedentes e predisposições ...

    1316  Palavras | 6  Páginas

  • Atividade, casa grande e senzala

    1 ´No livro casa Grande e Senzala, Gilberto Freyre enfoca a formação nacional.Escrito em 1930, o seu livro é um marco para a historiografia brasileira. Explique a afirmativa. R- Freyre destaca a importância da casa grande na formação sociocultural brasileira bem como a da senzala que complementaria a primeira. Alem disso casa grande e senzala vai da muita ênfase a questão da formação da sociedade brasileira, tendo em vista a miscigenação que ocorreu principalmente entre: Branco, os negros e os...

    821  Palavras | 4  Páginas

  • Ensaio Textual sobre O que é Brasil

    vida social brasileira e na relação dos indivíduos com o Estado, com a família, com o que é público, com a coletividade, etc. Faça uma reflexão sobre o Brasil, tomando como base Gilberto Freyre, Paulo Prado, Sergio Buarque e Roberto DaMatta e suas principais contribuições para esse debate. Antes mesmo da chegada do português às Índias, já era possível dizer que a história brasileira seria marcada pela miscigenação de raças, pelo complemento de diversas crenças por outras. Era intrínseco ao europeu...

    1681  Palavras | 7  Páginas

  • gilberto freire casa grande e senzala

    Gilberto Freyre nasceu no Recife em 15 de março de 1900, e vindo falecer no dia 18 de julho de 1987 na mesma cidade. Foi um sociólogo, antropólogo e escritor brasileiro, considerado um dos grandes nomes da história do Brasil. Viajou para vários países em que proferiu inúmeras conferências nas mais renomadas universidades do mundo, durante a sua vida recebeu importantes títulos como o se Sir ''Cavaleiro Comandante do Império Britânico'', distinção conferida pela Rainha da Inglaterra em 1971 e prêmios...

    5676  Palavras | 23  Páginas

  • Democracia Racial e Gilberto Freyre

    entre brancos e negros no Brasil. Gilberto Freyre, sociólogo dos anos 1930, foi responsável pela criação do “mito”. Foi através de sua obraCasa Grande & Senzala”, que surgiu a ideia de que no Brasil não há racismo. Os que adotaram esse mito seguiram cometendo o mesmo erro que o autor cometeu no inicio do século XX. Freyre percebeu que a saída do negro da condição subalterna se daria pela conquista individual. Por exaltar esse acontecimento, muitos culpam Freyre pelo “mito da democracia racial”...

    3179  Palavras | 13  Páginas

  • Senzala

    Nos tempos de estudante, no exterior, Gilberto Freyre verificara que não sabia o que era o Brasil. Os colegas europeus, asiáticos, africanos e americanos tinham perfeita noção do que era seu país e sua nacionalidade. Mas ele apesar de conhecer bem os principais autores nacionais, achava que nenhum deles lhe dava a idéia do que era o Brasil e do que era ser brasileiro. Daí é que lhe veio a idéia de se descobrir e de descobrir o que era o seu país. A idéia tomou corpo na Universidade de Stanford, na...

    1269  Palavras | 6  Páginas

  • Trabalho sobre o pensamento de caio prado

    HUMANAS CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS INSTITUIÇÃO DA FAMÍLIA NO PENSAMENTO SOCIAL BRASILEIRO NA VISÃO DE SÉRGIO BUARQUE DE HOLANDA E GILBERTO FREYRE MONOGRAFIA DE GRADUAÇÃO Claudio Ronaldo Vieira Martins Santa Maria, RS, Brasil 2008 1 INSTITUIÇÃO DA FAMÍLIA NO PENSAMENTO SOCIAL BRASILEIRO NA VISÃO DE SÉRGIO BUARQUE DE HOLANDA E GILBERTO FREYRE por Claudio Ronaldo Vieira Martins Monografia apresentada ao Curso de Ciências Sociais da Universidade Federal de Santa Maria...

    11565  Palavras | 47  Páginas

  • gilberto freire

    Ciências Humanas (antropologia cultural) do PPGSA-IFCS-UFRJ. thiago104@yahoo.com.br Uma cultura dos contatos: sexualidades e erotismo em duas obras de Gilberto Freyre A culture of contacts: sexualities and eroticism in two works of Gilberto Freyre 310 Resumo Com base nas obras Casa Grande & Senzala e Sobrados & Mocambos, escritas por Gilberto Freyre, pretendemos pensar o campo da sexualidade no processo de constituição da sociedade brasileira. Ambos escritos na década de 1930, esses livros...

    8014  Palavras | 33  Páginas

  • Colonização, miscigenação e questão racial: notas sobre equívocos e tabus da historiografia brasileira resenha critica

    8 Tempo Colonização, miscigenação e questão racial: notas sobre equívocos e tabus da historiografia brasileira Ronaldo Vainfas * Brasil, quinhentos anos de história, se adotarmos a periodização de Varnhagen, ou sabe-se lá quantos séculos, se optarmos pelo seguidor e rival do Visconde de Porto Seguro, mestre Capistrano de Abreu , cujo primeiro capítulo dos Capítulos de história colonial tem por título “Antecedentes indígenas”, embora deles o capítulo pouco trate na verdade. De todo modo, se...

    6471  Palavras | 26  Páginas

  • resumo casa grande & senzala

    Universidade Federal do Rio de Janeiro Curso: Defesa e Gestão Estratégica Internacional Matéria: Interpretações de Brasil Resenha crítica Casa-Grande e Senzala Gilberto Freyre publicou Casa-Grande & Senzala no ano de 1933 depois de ter ido para o exílio e vivido diversas experiências em vários lugares que contribuíram para o desenvolvimento do livro. Com a obra ele dizia buscar resolver questões seculares e discutir um problema que o inquietava que era a miscigenação. O livro, portanto, se assenta...

    873  Palavras | 4  Páginas

  • Resenha do prefácio + 1º capítulo do Casa Grande e Senzala

    Resenha do prefácio (Gilberto Freyre) e capítulo um (Características Gerais da Colonização Portuguesa do Brasil: Formação de uma Sociedade Agrária, Escravocrata e Híbrida) – Casa Grande e Senzala por: Gilberto Freyre. O prefácio de Freyre começa com o mesmo falando sobre a sua viagem que fizera para Portugal, com uma escala na África, que o ajudou às suas pesquisas. Depois, ele viajou à Califórnia, de lá, fora para Nova Iorque do Arizona ao Texas, ele até compara os dois últimos estados Norte-americanos...

    919  Palavras | 4  Páginas

  • Trabalho - Gilberto Freyre (Casa Grande e Senzala)

    Casa Grande e Senzala 7- Introdução: Segundo Jessé Souza, ao longo de todas as suas obras, por mais contraditório e complexo que pudesse parecer, Gilberto Freyre teria sido o mesmo “pensador holista, que pensa a sociedade como um todo orgânico a partir de partes que se completam. Nesse tipo de concepção de sociedade , a hierarquia é o dado central e cada pessoa, grupo ou classe, tem o ‘seu lugar’. Igualdade política e econômica jamais foi o principio mais importante do sociólogo Gilberto Freyre...

    2261  Palavras | 10  Páginas

  • Casa Grande c pia

    Universidade Federal do Rio de Janeiro Pensamento Social Brasileiro Helga Gahyva Casa Grande & Senzala Gilberto Freyre Aluno: Alex da Silva Moreira DRE: 113042672 O livro “Casa Grande & Senzala” é fruto de pesquisas minuciosas realizadas por Gilberto Freyre sobre as atividades que se davam em torno dos casarões, que ele ainda conhecia muito bem por ser descendente de senhores de engenho. Um livro de método científico e qualidade literária elogiados pelos primeiros críticos...

    1853  Palavras | 8  Páginas

  • A visão racial segundo Manuel Gamio e Gilberto Freyre

     O trabalho a seguir tem como objetivo mostrar a ideologia de Manuel Gamio e Gilberto Freyre a respeito do grande questionamento da época – década de 20 e 30 – que seria a inserção de grupos sociais que eram excluídos, rejeitados pela sociedade. Vale lembrar que ambos pensavam na problemática racial de suas nações que foram colonizadas ibericamente. No México o grande problema era os indígenas que correspondia a maior parte da população e que eram tratados de forma indiferente, considerados um...

    1063  Palavras | 5  Páginas

  • fichamento casa grande senzala

    Casa-grande & Senzala (fichamento) FREYRE, Gilberto. Casa-grande & Senzala. 42. Ed. Rio de Janeiro: Record.2001. Gilberto Freyre, na obraCasa Grande e Senzala”, opta por uma forma específica de apresentar as origens da sociedade brasileira, esta forma é a cotidianidade das relações entre nativos, europeus e africanos. Para tanto, empreende um trabalho minucioso de representação das práticas de cada um desses grupos, apontando para um processo de miscigenação que criou um novo modelo cultural...

    7402  Palavras | 30  Páginas

  • Darcy Ribeiro, Sergio Buarque. Fernando H. Cardoso, Florestan Fernandes, Gilberto Freire

     Trabalho De Sociologia Turma: Tico-tico E.E Dione Augusta Silva Souza Tema: Darcy Ribeiro, Sergio Buarque. Fernando H. Cardoso, Florestan Fernandes, Gilberto Freire Sociologia Prof.ª: Jackline data: 24/06/2013 Alunos(a): Bruno Leandro, Isadora Costa, Matheus Luiz Turma : Tico-tico Sumário *Darcy Ribeiro..................................................................

    2106  Palavras | 9  Páginas

  • VIDA E OBRA DE AUTORES SIGNIFICATIVOS PARA A INTECTUALIDADE BRASILEIRA

    VIDA E OBRA DE AUTORES SIGNIFICATIVOS PARA A INTECTUALIDADE BRASILEIRA SUMÁRIO Biografia de Silvio Romero---------------------------------------------------------------- Obra Mistura Racial------------------------------------------------------------------------ Biografia de Oliveira Viana--------------------------------------------------------------- Obra Raça e Assimilação----------------------------------------------------------------- ...

    4793  Palavras | 20  Páginas

  • Vida e obra de alguns bons autores

    Monteiro Lobato Contista, ensaísta e tradutor, este grande nome da literatura brasileira nasceu na cidade de Taubaté, interior de São Paulo, no ano de 1882. Formado em Direito, atuou como promotor público até se tornar fazendeiro, após receber herança deixada pelo avô.  Diante de um novo estilo de vida, Lobato passou a publicar seus primeiros contos em jornais e revistas, sendo que, posteriormente, reuniu uma série deles em Urupês, obra prima deste famoso escritor. Em uma época em que os...

    1769  Palavras | 8  Páginas

  • Casa grande e senzala

    CASA GRANDE E SENZALA Vilson Dias Morales Prof. Marco Antônio Centro Universitário Leonardo da Vinci – UNIASSELVI Licenciatura em História (HID 0174) – Trabalho de Graduação 24/11/2012 RESUMO Em todos os brasileiros, segundo Gilberto Freyre, encontramos traços herdados pela cultura africana, tanto na ternura da fala, no amolecimento da linguagem (a reduplicação da sílaba tônica com em dodói, é um exemplo), nos apelidos, nos gestos, na música, que desde criança nos tempos coloniais...

    1823  Palavras | 8  Páginas

  • Quem fomos nós no século XX: as grandes interpretações do Brasil – Alberto Costa e Silva

    Quem fomos nós no século XX: as grandes interpretações do Brasil – Alberto Costa e Silva Rayanne Karollyne Pontes da Silva1 Pretende-se, neste trabalho, discutir a problemática da raça como fator causador do atraso brasileiro, visto que tal problemática permeia muitas das literaturas escritas no século XX. Como suporte teórico este estudo apoiou-se nas discussões apresentadas no texto Quem fomos nós no século XX: as grandes interpretações do Brasil (COSTA E SILVA, 2000). De forma a sustentar...

    1182  Palavras | 5  Páginas

  • Sociologia Freyre 1

    Vassoler Nº30 Thais Cristina Nº36 Trabalho de Sociologia Tema: Análise do capítulo três do livro Casa Grande e Senzala de Gilberto Freyre. Relação com os negros. Maringá, 28 de outubro de 2014 A partir de estudos realizados acerca das representações sobre os negros na obraCasa Grande & Senzala”, de Gilberto Freyre tem por objetivo analisar quais as características que Freyre concebe como elementos inerentes a identidade do negro em nosso país que se perpetuaram e legitimaram nas relações...

    3833  Palavras | 16  Páginas

  • Casa Grande e Senzala

    Dados da obra: Título: Casa Grande & Senzala Autor: Gilberto Freyre 1ª edição: 1933 Edição consultada: 48ª edição | 2003 Global Editora Capítulo I - Características Gerais da Colonização Portuguesa do Brasil: formação de uma sociedade agrária, escravocrata e híbrida. Inicia-se o capítulo pela caracterização da colonização portuguesa no Brasil em seus aspectos mais gerais, com a formação de “uma sociedade agrária na estrutura, escravocrata na técnica de exploração...

    2787  Palavras | 12  Páginas

  • Resenha Casa-grande & Senzala- Gilberto Freyre

    Freyre, Gilberto. Casa-grande & Senzala. 51° ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1993 Do ponto de vista literal, Casa Grande & Senzala está dividido em 5 capítulos que tratam na sua essência da colonização portuguesa no Brasil, da sociedade agrária e escravocrata que se formou, de como o índio, o negro e português contribuíram para este Brasil que conhecemos. Ainda que a teoria de Freyre apresente muitas lacunas e tenha (e ainda tem) provocado grande controvérsia no debate acadêmico, é impossível...

    2087  Palavras | 9  Páginas

  • As condições de Relacionamento entre Senhores e Escravos na obra de Gilberto Freyre

    Capitulo IV da obra Casa Grande & Senzala de Gilberto Freyre O escravo negro na vida sexual e familiar do brasileiro Casa Grande e Senzala mostra o dualismo existente na formação da sociedade brasileira, de um lado a Casa Grande onde moravam as famílias dos senhores de engenho, formadoras da elite brasileira. E a senzala, onde ficavam os escravos, responsáveis pelo trabalho e pela geração da economia que movia a sociedade colonial brasileira do século XIX. Neste capitulo Freyre faz referencia...

    1781  Palavras | 8  Páginas

  • Criticas a Gilberto Freyre

    criticado, o livro Casa-Grande & Senzala, de Gilberto Freyre, provocou e ainda provoca as mais diversas reações e interpretações. Visto como uma obra clássica e inovadora ou como um reflexo do pensamento da classe dominante, o livro, desde o seu lançamento, em 1933, até hoje, atrai a atenção de estudiosos. Quase oitenta anos após sua publicação, Casa Grande & Senzala continua sendo, ao mesmo tempo, um livro fácil e um livro dificílimo: fácil pelo estilo leve e coloquial de Freyre, que o coloca ao...

    992  Palavras | 4  Páginas

  • EUCLIDES DA CUNHA E CASA GRANDE E SENZALA: RUPTURAS E CONTINUIDADES

    EUCLIDES DA CUNHA E CASA GRANDE E SENZALA: RUPTURAS E CONTINUIDADES Em ambos os livros, Os Sertões e Casa Grande & Senzala, a memoria privilegia o tempo remoto, enquanto as imagens do futuro são raras. A valorização do passado aproxima as duas notáveis interpretações do Brasil, e as coloca em clara oposição às obras que se baseiam nas concepções modernas e progressistas de tempo. Euclides da Cunha e Gilberto Freyre, cada um à sua maneira, elaboram a ideia de um tempo primeiro da realidade brasileira...

    1199  Palavras | 5  Páginas

  • Diferentes Visões Historiográficas sobre o período colonial

    continente brasileiro, este artigo tem como objetivo trabalhar as diferentes visões historiográficas sobre o período colonial como também, analisar o que este período trouxe para a modernidade através das visões de Caio Prado júnior, Gilberto Freyre e Sergio Buarque de Holanda. Publicada em 1933, Casa Grande Senzala constitui-se uma obra ideológica fundamental para a sociedade brasileira. Gilberto Freyre escreve com uma infinita riqueza de pormenores alguns aspectos da vida colonial. Sua principal ênfase...

    1827  Palavras | 8  Páginas

  • Resenha casa grande e senzala

    Disciplina: Formação histórica e econômica do Brasil ‘FREYRE, Gilberto. Casa-Grande & Senzala: Formação da família brasileira sob o regime da economia patriarcal. 51 ed. São Paulo: Global, 2006. 15 x 21 cm, R$ 95,00. Características gerais da colonização portuguesa do Brasil: formação de uma sociedade agraria, escravocrata e hibrida. Obra marcadamente polemica e importantíssima na compreensão da sociedade colonial brasileira formada sobre axiomas que perduram ate os tempos atuais camuflados...

    1326  Palavras | 6  Páginas

  • Casa grande senzala

    Introdução à história da sociedade patriarcal no Brasil - 1 Casa-grande & senzala Formação da família brasileira sob o regime da economia patriarcal Gilberto Freyre 4 8 edição a Apresentação de FERNANDO Biobibliografia de EDSON HENRIQUE CARDOSO NERY DA FONSECA GUSTAVO HENRIQUE TUNA Notas bibliográficas revistas e índices atualizados por © Fundação Gilberto Freyre, 2003 Recife-Pernambuco-Brasil 4 8 edição, 2003, Global Editora a Diretor Editorial Jefferson L. Alves Editor...

    5653  Palavras | 23  Páginas

  • História, identidade cultural e social na visão de gilberto freyre na obra casa grande& senzala

    HISTÓRIA, IDENTIDADE CULTURAL E SOCIAL NA VISÃO DE GILBERTO FREYRE NA OBRA CASA GRANDE& SENZALA MARIA NILDA DOS SANTOS SOUZAFerramentas de Caixa RESUMO Este trabalho busca entender como são construídos as relações sociais, e como elas contribuíram para a formação identitária do povo brasileiro. Essa compreensão visa analisar como as relações sociais estão pautadas dentro da literatura brasileira, tendo como correlatos os modos de produção, enunciados acerca do cotidiano da trilogia...

    6034  Palavras | 25  Páginas

  • Casa Grande e Senzala Ficha de Leitura

    Ficha de leitura do livro “Casa-grande e senzala” Autor: Gilberto de Mello Freyre. Titulo: Casa-grande e senzala 48º edição. Editora: Editora Global. Lugar e data da edição: Recife-Pernambuco-Brasil, 2003. Dentro do livro casa-grande e senzala, existe uma parte denominada de um livro perene, onde Fernando Henrique Cardoso, sociólogo, professor, pesquisador e ex-presidente da república do Brasil, analisa a obra de Gilberto Freyre. FHC relata sobre a importância da obra de Freyre, ele destaca o diferencia...

    848  Palavras | 4  Páginas

  • Casa Grande e senzala

    Trata-se de uma obra clássica. Marcada por grandes elogios e críticas. Estas vieram de várias partes, como por exemplo, de Florestan Fernandes e Antônio Candido e Fernando Henrique Cardoso, mas estes nunca renegaram a sua importância para se pensar a origem do Brasil. A colaboração de Freyre, embora interpretada por seus críticos como um esvaziamento do conflito entre colonizador e colonizado, se deu por retratar em Casa-grande & senzala as relações sociais a partir do cenário do Brasil colonial...

    970  Palavras | 4  Páginas

  • Gilberto freyre

    Relatório sobre vida e obra de GILBERTO FREYRE Introdução Neste trabalho, estudaremos a vida e obra de Gilberto de Mello Freyre, um sociólogo, antropólogo, escritor e pintor brasileiro, considerado como um dos grandes nomes da história do Brasil. Como foco, comentaremos a sua principal obra: Casa-grande e senzala. A partir da história de sua vida, relacionaremos sua formação acadêmica com sua obra e, assim, mostraremos a importância...

    2110  Palavras | 9  Páginas

tracking img