Sobre A Obra Casa Grande E Senzala De Gilberto Freyre É Correto Dizer Que Escolher Uma Resposta A Refutou O Determinismo Biológico E As Teorias Que Apregoavam A Inferioridade Dos Mestiços artigos e trabalhos de pesquisa

  • Oficina relações etno raciais-c resposta-2013

    Sobre a obra Casa-grande e senzala, de Gilberto Freyre, é correto dizer que: Escolher uma resposta. --->> a. refutou o determinismo biológico e as teorias que apregoavam a inferioridade dos mestiços. --->Correto b. abordou a cultura brasileira apenas em seu aspecto religioso. c. não teve impacto nem no campo teórico nem no campo político. d. rompeu com o mito da democracia racial. e. afirmava que a mestiçagem era a causa do atraso brasileiro. Comentário resposta correta: Parabéns...

    700  Palavras | 3  Páginas

  • Oficina Relações Étnico-Raciais - RESPOSTAS

    Oficina de Relações Étnicos Raciais com respostas: QUESTÃO 1: Sobre a obra Casa-grande e senzala, de Gilberto Freyre, é correto dizer que: Escolher uma resposta: RESPOSTA: Refutou o determinismo biológico e as teorias que apregoavam a inferioridade dos mestiços. QUESTÃO 2: Nos últimos anos muitas políticas de ação afirmativa foram implementadas por universidades, como a Uerj , em 2003, e a UnB, em 2004. Em 2012, o governo federal propôs uma política mais ampla de ação afirmativa...

    560  Palavras | 3  Páginas

  • Resposta aula 9 e 10 ava

    DPP 2013 resposta Aula tema : 9 e 10 Aula tema 9 1-Sobre a obra Casa-grande e senzala, de Gilberto Freyre, é correto dizer que: Resposta: refutou o determinismo biológico e as teorias que apregoavam a inferioridade dos mestiços. 2- Tendo em vista as leituras feitas para essa aula, analise a charge abaixo, publicada no jornal Folha de São Paulo, em 20 de novembro de 2006. Resposta : do mito da democracia racial.  3-Os resultados do Projeto UNESCO demonstraram que: Resposta: existia...

    500  Palavras | 2  Páginas

  • gjk,kj

    questionários, a familias da associação obra do Berço, a qual ja desenvolve um trabalho com familias no bairro Jardim Rebouças no distrito de Canpo Limpo. O questionário é um conjunto de perguntas desenhadas para gerar os dados necessários para atingir os objetivos propostos do projeto de pesquisa. Este modelo de entrevista permite gerar um padrão nas respostas oferecidas e integrar o processo de recopilação de dado, sendo uma fonte inesgotável qu poderá gerár varias respostas. Bem de encontro ao que o grupo...

    1188  Palavras | 5  Páginas

  • Aula tema 09 - anhanguera

    Question 1 Notas: 1 Sobre a obra Casa-grande e senzala, de Gilberto Freyre, é correto dizer que: Escolher uma resposta. a. refutou o determinismo biológico e as teorias que apregoavam a inferioridade dos mestiços. Resposta correta: refutou o determinismo biológico e as teorias que apregoavam a inferioridade dos mestiços. Comentário sobre a resposta correta: Parabéns, essa é a resposta correta. A obra Casa-grande e senzala refutava a inferioridade dos mestiços, destacando, ao contrário...

    549  Palavras | 3  Páginas

  • A miscigenação étnico-racial e sua influência na construção social do brasil (aula tema 9)

    Notas: 1 Sobre a obra Casa-grande e senzala, de Gilberto Freyre, é correto dizer que: Escolher uma resposta. a. rompeu com o mito da democracia racial. b. refutou o determinismo biológico e as teorias que apregoavam a inferioridade dos mestiços. c. afirmava que a mestiçagem era a causa do atraso brasileiro. d. abordou a cultura brasileira apenas em seu aspecto religioso. e. não teve impacto nem no campo teórico nem no campo político. Resposta correta: refutou o determinismo...

    800  Palavras | 4  Páginas

  • Dpp aula 09

    Sobre a obra Casa-grande e senzala, de Gilberto Freyre, é correto dizer que: Escolher uma resposta. a. afirmava que a mestiçagem era a causa do atraso brasileiro. b. refutou o determinismo biológico e as teorias que apregoavam a inferioridade dos mestiços. c. rompeu com o mito da democracia racial. d. não teve impacto nem no campo teórico nem no campo político. e. abordou a cultura brasileira apenas em seu aspecto religioso. Comentário sobre a resposta incorreta: Não foi dessa...

    726  Palavras | 3  Páginas

  • Aula dpp 9

    Sobre a obra Casa-grande e senzala, de Gilberto Freyre, é correto dizer que: Escolher uma resposta. a. afirmava que a mestiçagem era a causa do atraso brasileiro. b. rompeu com o mito da democracia racial. c. abordou a cultura brasileira apenas em seu aspecto religioso. d. não teve impacto nem no campo teórico nem no cam po político. e. refutou o determinismo biológico e as teorias que apregoavam a inferioridade dos mestiços. Com entário sobre a resposta incorreta: Não foi dessa...

    745  Palavras | 3  Páginas

  • direit

    Sustentabilidade. Pedagogia AVA A Magna Carta Foi Criada Para Os Ingleses Ou Declarada E Considerada Universal? Justifique Sua Resposta Em Um Texto De, No máximo, 15 Linhas. Ava Aula Tema 1 Direitos Humanos Sobre A Obra Casa-grande E Senzala, De Gilberto Freyre, é Correto Dizer Que: Escolher Uma Resposta. A. Refutou O Determinismo Biológico E As Teorias Que Apregoavam A Inferioridade Dos Mestiços. B. Rompeu Com O Mito Da Democracia Racial. C. Afi Desafio Profissional Desenvolvimento Economico Aula 5 AVA -...

    583  Palavras | 3  Páginas

  • Resumo capitulo - o significadfo de gilberto freyre em casa grande & senzala

    RESUMO O significado de cultura de Gilberto Freyre em Casa-grande & senzala Izabella Mattos de Souza - 201201643465 Gilberto Mello Freyre foi um dos mais influentes sociólogos brasileiros da primeira metade do século XX. A história patriarcal brasileira é o escopo desse livro que procurou desvendar a singularidade cultural do país, tendo influenciado fortemente a forma como ela foi definida e redefinida ao longo dos últimos anos. Contudo, mostra-se equivocado. Alguns dos mais importantes...

    2802  Palavras | 12  Páginas

  • Oficina de Relações Étnico-Raciais

    1 -Sobre a obra Casa-grande e senzala, de Gilberto Freyre, é correto dizer que: Escolher uma resposta. e. refutou o determinismo biológico e as teorias que apregoavam a inferioridade dos mestiços. Comentário resposta correta: Parabéns, essa é a resposta correta. A obra Casa-grande e senzala refutava a inferioridade dos mestiços, destacando, ao contrário, que a miscigenação levou a uma interpenetração de culturas que resultou na singular formação nacional do Brasil. 2-Tendo...

    1184  Palavras | 5  Páginas

  • OFICINA RELAÇÕES ÉTICO-RACIAIS

    Question 1 Sobre a obra Casa-grande e senzala, de Gilberto Freyre, é correto dizer que: Escolher uma resposta. a. abordou a cultura brasileira apenas em seu aspecto religioso. b. não teve impacto nem no campo teórico nem no campo político. c. afirmava que a mestiçagem era a causa do atraso brasileiro. d. refutou o determinismo biológico e as teorias que apregoavam a inferioridade dos mestiços. Correto e. rompeu com o mito da democracia racial. Comentário resposta correta: Parabéns...

    1679  Palavras | 7  Páginas

  • Relações Etnicos raciais

    Oficina de Relações Étnico- Raciais ( 20 Horas Complementares ). 1- Sobre a obra casa grande e senzala,de Gilberto Freyre, e correto dizer que: Resposta: Refutou o determinismo biológico e as teorias que apregoavam a inferioridade dos mestiços. Comentário resposta correta: Parabéns, essa é a resposta correta. A obra Casa-grande e senzala refutava a inferioridade dos mestiços, destacando, ao contrário, que a miscigenação levou a uma interpenetração de culturas que resultou na singular formação...

    753  Palavras | 4  Páginas

  • VIDA E OBRA DE AUTORES SIGNIFICATIVOS PARA A INTECTUALIDADE BRASILEIRA

    VIDA E OBRA DE AUTORES SIGNIFICATIVOS PARA A INTECTUALIDADE BRASILEIRA SUMÁRIO Biografia de Silvio Romero---------------------------------------------------------------- Obra Mistura Racial------------------------------------------------------------------------ Biografia de Oliveira Viana--------------------------------------------------------------- Obra Raça e Assimilação----------------------------------------------------------------- ...

    4793  Palavras | 20  Páginas

  • Sistema de Informação

    Consultas| (1) | | Oficina de Relações Étnico- Raciais ( 20 Horas Complementares ). 1- Sobre a obra casa grande e senzala,de Gilberto Freyre, e correto dizer que: Resposta: Refutou o determinismo biológico e as teorias que apregoavam a inferioridade dos mestiços. Comentário resposta correta: Parabéns, essa é a resposta correta. A obra Casa-grande e senzala refutava a inferioridade dos mestiços, destacando, ao contrário, que a miscigenação levou a uma interpenetração de culturas que resultou...

    979  Palavras | 4  Páginas

  • Oficina de relações étnico raciais

    1) Sobre a obra Casa-grande e senzala, de Gilberto Freyre, é correto dizer que: d. refutou o determinismo biológico e as teorias que apregoavam a inferioridade dos mestiços. 2)Tendo em vista as leituras feitas para essa aula, analise a charge abaixo, publicada no jornal Folha de São Paulo, em 20 de novembro de 2006. | e. de que questão étnica não está relacionada a desigualdades sociais. | (desculpa esta errada) 3) O futebol tem sido exaltado ao longo do tempo como o reino da democracia racial...

    579  Palavras | 3  Páginas

  • Anhaguera - dpp

    intranet. A respeito dessa implantação, é correto afirmar que a empresa: Escolher uma resposta. | d. Implantou uma rede local privativa, com funcionalidades similares à da internet, que dará suporte à comunicação, ao gerenciamento e ao planejamento dos seus negócios. | | Para responder a essa questão, observe a tirinha abaixo: Escolher uma resposta. | c. I, III e IV. | | Para responder a questão, leia os textos abaixo: Escolher uma resposta. | e. V, V, F, V, F. | | A partir...

    1210  Palavras | 5  Páginas

  • etinia raciall

    Sobreobra Casa-grande e senzala, de Gilberto Freyre, é correto dizer que: Escolher uma resposta. a. refutou o determinismo biológico e as teorias que apregoavam a inferioridade dos mestiços. b. afirmava que a mestiçagem era a causa do atraso brasileiro.  c. rompeu com o mito da democracia racial. d. abordou a cultura brasileira apenas em seu aspecto religioso. e. não teve impacto nem no campo teórico nem no campo político. Comentário sobre a resposta incorreta: Não...

    1693  Palavras | 7  Páginas

  • Étnico-raciais

    10(40%) 1 Notas: 1 Sobre a obra Casa-grande e senzala, de Gilberto Freyre, é correto dizer que: Escolher uma resposta. a. abordou a cultura brasileira apenas em seu aspecto religioso. b. rompeu com o mito da democracia racial. c. refutou o determinismo biológico e as teorias que apregoavam a inferioridade dos mestiços. d. não teve impacto nem no campo teórico nem no campo político. e. afirmava que a mestiçagem era a causa do atraso brasileiro. Com entário sobre a resposta incorreta: Não foi...

    1681  Palavras | 7  Páginas

  • Oficina de Rela es tnico

    Oficina de Relações Étnico-Raciais Notas: 1 1-Sobre a obra Casa-grande e senzala, de Gilberto Freyre, é correto dizer que: RESP. refutou o determinismo biológico e as teorias que apregoavam a inferioridade dos mestiços. 2-Tendo em vista as leituras feitas para essa aula, analise a charge abaixo, publicada no jornal Folha de São Paulo, em 20 de novembro de 2006. RESP. do mito da democracia racial. 3- Notas: 1 O futebol tem sido exaltado ao longo do tempo como o reino da democracia racial no Brasil...

    818  Palavras | 4  Páginas

  • Atps dpp 1 - 10

    Aula 1 DPP Questão 1 No que diz respeito à visão de mundo é correto afirmar que: Resposta Correta: II e IV estão corretas. Question 2 Resposta Correta: III, IV e V Comentário Resposta Correta: Legal! A sua opção está correta! Pois, a música Question 3 Leia atentamente os textos a seguir: Texto 1 Resposta Correta: Os textos se complementam. Question 4 Leia com atenção: “O ser humano não é dono, mas sim inquilino da terra e do sistema solar. A humanidade depende da disponibilidade de...

    1386  Palavras | 6  Páginas

  • Gilberto

     De Gilberto Freyre a Peter Cohen Lilian de Lucca Torres PALAVRAS-CHAVE: cultura, eugenia, mestiçagem, raça. RESUMO No final do século XIX, o Brasil era visto como um grande laboratório para estudos raciais. Essa visão de um país de raças híbridas, além de ser divulgada por inúmeros viajantes estrangeiros, encontrava acolhida entre os cientistas nacionais, que se congregavam nos diversos centros de ensino e pesquisa aqui existentes: os institutos históricos e geográficos, os...

    5509  Palavras | 23  Páginas

  • Resumo sobre o livro casa grande & senzala

    novas abordagens e com interdisciplinaridade para tratar das grandes questões históricas contribuindo para que os novos historiadores possam resolver problemas inseridos na historia que é uma construção de uma outra historia e de seu tempo. Recusando assim, um tempo linear até então difundido pelos historiadores tradicionais. Com a influência da Nova História, a historiografia brasileira pensou a colonização de uma nova forma. Estudos sobre história indígena, escravidão e a colonização realizada por...

    3382  Palavras | 14  Páginas

  • Gilberto freyre

    1 SIMONE MEUCCI GILBERTO FREYRE E A SOCIOLOGIA NO BRASIL: DA SISTEMATIZAÇÃO À CONSTITUIÇÃO DO CAMPO CIENTÍFICO Tese de Doutorado apresentada ao Programa de Doutorado em Sociologia do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Estadual de Campinas sob a orientação do Profa. Dra. Elide Rugai Bastos. Este exemplar corresponde à redação final da tese defendida e aprovada pela Comissão Julgadora em 27/04/2006. BANCA Profa. Dra. Elide Rugai Bastos (Orientadora) Prof. Dr. Fernando...

    126920  Palavras | 508  Páginas

  • Oficina De Rela Es Tnico Raciais

    10 de um máximo de 10(100%) 1 Sobre a obra Casa­grande e senzala, de Gilberto Freyre, é correto dizer que: Notas: 1 Escolher uma resposta. a. rompeu com o mito da democracia racial. b. abordou a cultura brasileira apenas em seu aspecto religioso. c. não teve impacto nem no campo teórico nem no campo político. d. afirmava que a mestiçagem era a causa do atraso brasileiro. e. refutou o determinismo biológico e as teorias que apregoavam a inferioridade dos mestiços.  Comentário resposta correta: Parabéns, essa é a resposta correta...

    1794  Palavras | 8  Páginas

  • Sociologia Freyre 1

    Vassoler Nº30 Thais Cristina Nº36 Trabalho de Sociologia Tema: Análise do capítulo três do livro Casa Grande e Senzala de Gilberto Freyre. Relação com os negros. Maringá, 28 de outubro de 2014 A partir de estudos realizados acerca das representações sobre os negros na obraCasa Grande & Senzala”, de Gilberto Freyre tem por objetivo analisar quais as características que Freyre concebe como elementos inerentes a identidade do negro em nosso país que se perpetuaram e legitimaram nas relações...

    3833  Palavras | 16  Páginas

  • Casa Grande e Senzala

    Dados da obra: Título: Casa Grande & Senzala Autor: Gilberto Freyre 1ª edição: 1933 Edição consultada: 48ª edição | 2003 Global Editora Capítulo I - Características Gerais da Colonização Portuguesa do Brasil: formação de uma sociedade agrária, escravocrata e híbrida. Inicia-se o capítulo pela caracterização da colonização portuguesa no Brasil em seus aspectos mais gerais, com a formação de “uma sociedade agrária na estrutura, escravocrata na técnica de exploração...

    2787  Palavras | 12  Páginas

  • O mestiço

    2006. Gilberto Freyre – o povo mestiço. Capítulo 12 (pg 275-295) NICOLAZZI, Fernando. À sombra de um mestre. Gilberto Freyre leitor de Euclides da Cunha. Pg 254277 LEHMANN, David. Gilberto Freyre: a reavaliação prossegue. 369-385 (2008) Gilberto Freyre: o povo mestiço Gilberto de Mello Freyre (Recife, 15 de março de 1900 — Recife, 18 de julho de 1987) Gilberto Freyre: o povo mestiço NICOLAZZI, Fernando. À sombra de um mestre. Gilberto Freyre leitor de Euclides da Cunha. Pg 254277 Gilberto Freyre:...

    1931  Palavras | 8  Páginas

  • Gilberto Freyre e "O mito da democracia racial"

     Introdução “Democracia Racial” é dada como mito, quando nos damos conta da grande desigualdade racial no Brasil. O IBGE e o IPEA, deixam claro sobre a situação grave em que vivem os negros no Brasil.       Na atualidade os negros se encontram em desvantagem aos brancos em várias áreas como: infraestrutura, acesso à educação e justiça, mercado de trabalho e na distribuição de renda. Mais da metade da população brasileira que vive na pobreza estrema são negros, apenas 2% por cento...

    3776  Palavras | 16  Páginas

  • EUCLIDES DA CUNHA E CASA GRANDE E SENZALA: RUPTURAS E CONTINUIDADES

    EUCLIDES DA CUNHA E CASA GRANDE E SENZALA: RUPTURAS E CONTINUIDADES Em ambos os livros, Os Sertões e Casa Grande & Senzala, a memoria privilegia o tempo remoto, enquanto as imagens do futuro são raras. A valorização do passado aproxima as duas notáveis interpretações do Brasil, e as coloca em clara oposição às obras que se baseiam nas concepções modernas e progressistas de tempo. Euclides da Cunha e Gilberto Freyre, cada um à sua maneira, elaboram a ideia de um tempo primeiro da realidade brasileira...

    1199  Palavras | 5  Páginas

  • Análise comparada do pensamento de Nina Rodrigues, Gilberto Freyre e Florestan Fernandes sobre a questão racial no Brasil.

    Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – UNESP Faculdade de Ciências e Letras – FCL. Araraquara-SP Análise comparada do pensamento de Nina Rodrigues, Gilberto Freyre e Florestan Fernandes sobre a questão racial no Brasil. Trabalho direcionado á disciplina “Sociologia Brasileira”. Ministrada pelo Prof. Dr. José Antonio Segatto Discente: Mayara Gregoracci dos Santos RA 121124541 ARARQUARA/SP Dezembro/2014 O Pensamento...

    2835  Palavras | 12  Páginas

  • alimentação do bebe

    Sobre a obra Casa-grande e senzala, de Gilberto Freyre, é correto dizer que: Escolher uma resposta. a. rompeu com o mito da democracia racial. b. abordou a cultura brasileira apenas em seu aspecto religioso. c. não teve impacto nem no campo teórico nem no campo político. d. afirmava que a mestiçagem era a causa do atraso brasileiro. e. refutou o determinismo biológico e as teorias que apregoavam a inferioridade dos mestiços.ALIMENTAÇÃO DO BEBÊ NO 7º MÊS DE VIDA • Leite materno conforme...

    828  Palavras | 4  Páginas

  • Gilberto freyre - casa grande e senzala

    1. INTRODUÇÃO Em 1933, quando Gilberto Freyre publicou Casa-grande e senzala, o país vivia um momento de transformação: Estrutural – alterando-lhe não apenas a estrutura econômica, mas também as instituições sociais e políticas – e cultural, assimiladas as conquistas estéticas renovadoras da Semana de Arte Moderna, procurava-se agora a discussão da realidade brasileira. Nos meios letrados, havia uma necessidade de compreender o país e suas possibilidades, esse anseio teve como canal mais forte...

    2741  Palavras | 11  Páginas

  • Ddp ava aula 6 à 10

    carreira. “Procurei destacar minha experiência em liderar pessoas e usar as palavras-chave que chamavam atenção para o que pretendia”, diz. Fonte: Trecho da matéria de Andréa Giardino, “Contatos Imediatos”, publicada na revista Você S.A., em fev. 2011. Resposta: l, ll, lll, lV 2-A situação ilustrada pela charge contraria as seguintes recomendações apresentadas pela aula: I. Em uma entrevista a apresentação é um item que merece cuidado especial, portanto use roupas adequadas à situação. II. Quanto maior...

    1685  Palavras | 7  Páginas

  • Casa grande e senzala

    500 Anos e Outra Perspectiva, mar. de 2000 >> O significado de "Casa Grande & Senzala" para a cultura brasileira O significado de "Casa Grande & Senzala" para a cultura brasileira APROPUC-SP Regina Maria A. F. Gadelha O refaciando Sociologia, de Gilberto Freyre (1945), escreve Anísio Teixeira: “Casa Grande & Senzala não tem – como ensaio de interpretação social – muitos companheiros no mundo. [...]. Nada é em Gilberto Freyre linear ou esquemático; o seu pensamento se desdobra rico, múltiplo...

    6610  Palavras | 27  Páginas

  • Quem fomos nós no século XX: as grandes interpretações do Brasil – Alberto Costa e Silva

    Quem fomos nós no século XX: as grandes interpretações do Brasil – Alberto Costa e Silva Rayanne Karollyne Pontes da Silva1 Pretende-se, neste trabalho, discutir a problemática da raça como fator causador do atraso brasileiro, visto que tal problemática permeia muitas das literaturas escritas no século XX. Como suporte teórico este estudo apoiou-se nas discussões apresentadas no texto Quem fomos nós no século XX: as grandes interpretações do Brasil (COSTA E SILVA, 2000). De forma a sustentar...

    1182  Palavras | 5  Páginas

  • Colonização, miscigenação e questão racial: notas sobre equívocos e tabus da historiografia brasileira resenha critica

    8 Tempo Colonização, miscigenação e questão racial: notas sobre equívocos e tabus da historiografia brasileira Ronaldo Vainfas * Brasil, quinhentos anos de história, se adotarmos a periodização de Varnhagen, ou sabe-se lá quantos séculos, se optarmos pelo seguidor e rival do Visconde de Porto Seguro, mestre Capistrano de Abreu , cujo primeiro capítulo dos Capítulos de história colonial tem por título “Antecedentes indígenas”, embora deles o capítulo pouco trate na verdade. De todo modo, se...

    6471  Palavras | 26  Páginas

  • Gilberto Freyre E A Singularidade Cultural Brasileira

    Gilberto Freyre e a singularidade cultural brasileira     Jessé Souza Professor do Departamento de Sociologia do ICS - UnB   RESUMO: O texto procura enfatizar o conteúdo macrossociológico da obra dos anos trinta de Gilberto Freyre. Ao invés dos temas classicamente vinculados à obra de Gilberto Freyre, como a mestiçagem e a história da vida privada, o ponto principal da argumentação é reconstruir o embate entre valores ocidentais da Europa já burguesa, que tomam o país de assalto a partir...

    16211  Palavras | 65  Páginas

  • Síntese da obra "Casa Grande Senzala" e "Raízes do Brasil"

    CASA GRANDE E SENZALAGILBERTO FREYRE A miscigenação Em pleno apogeu das teorias racistas que imputavam a negros, índios e mestiços a razão maior do atraso nacional, o autor celebra o papel essencial das etnias dominadas na formação do país. Chega a afirmar que os negros foram mais importantes para a colonização do que seus donos. Descobre e exalta a força vital dos escravos: sua capacidade de resistência ao meio hostil e suas habilidades técnicas e agrícolas. Isso que hoje nos parece óbvio...

    1168  Palavras | 5  Páginas

  • Resumo Gilberto FREYRE

    19/03 Aula 02 Gilberto Freyre – “Casa Grande & SenzalaGilberto freire – comparação entre negros no Brasil e negros nos EUA (estes sofrem mais que no Brasil). Modernismo – movimento que busca manter a tradição, movimento regionalista do nordeste. Político – aliado a UDN, concorre a 1º eleição após o Estado Novo, defensor do golpe de 64 pois o Brasil estaria a mercê de um golpe russo soviético, depois critica o golpe pois ele não clama por um governo autoritário (oposição tímida) fica cada...

    3681  Palavras | 15  Páginas

  • gilberto freire casa grande e senzala

    Gilberto Freyre nasceu no Recife em 15 de março de 1900, e vindo falecer no dia 18 de julho de 1987 na mesma cidade. Foi um sociólogo, antropólogo e escritor brasileiro, considerado um dos grandes nomes da história do Brasil. Viajou para vários países em que proferiu inúmeras conferências nas mais renomadas universidades do mundo, durante a sua vida recebeu importantes títulos como o se Sir ''Cavaleiro Comandante do Império Britânico'', distinção conferida pela Rainha da Inglaterra em 1971 e prêmios...

    5676  Palavras | 23  Páginas

  • IMAGI RIO DA BRASILIDADE EM GILBERTO FREIRE

    João de Deus Vieira Barros IMAGINÁRIO DA BRASILIDADE EM GILBERTO FREYRE São Luis/MA EDUFMA 2009 FICHA DE CATALOGAÇÃO BARROS, João de Deus Vieira. Imaginário da brasilidade em Gilberto Freyre. 2 ed. São Luis/MA: EDUFMA, 2009, 206p. ISBN 978-85-7862-061-5 CDD 306.43 37.015.2 Capa: Imagem de Gilberto Freyre sobreposta a Pintura a óleo/tela Mestiço (1934), 81 x 65.5 cm, de Candido Portinari. Reprodução autorizada por João Candido Portinari. Imagem do acervo do Projeto Portinari. Tiragem: 300 exemplares...

    4779  Palavras | 20  Páginas

  • Gilberto Freyre

    GILBERTO FREYRE, HISTORIADOR DA CULTURA. Geraldo Antonio Soares* J á no prefácio à primeira edição de Casa-grande e senzala (1933), Gilberto Freyre nos dá uma boa idéia de sua visão a respeito da formação brasileira em seus aspectos culturais, citando um viajante estrangeiro que por aqui passou e cujas impressões foram publicadas em Paris em 1867. Trata-se de Adolphe d’Assier quando aquele se refere a um assunto aparentemente dos mais prosaicos: a domesticação de animais. D’Assier observou no Brasil...

    9589  Palavras | 39  Páginas

  • Casa grande & Senzala

    Casa Grande & Senzala” – Gilberto Freyre 10 de Dezembro de 2013 Sumário:                   1. Biografia           pág 1                   2. Introdução           pág 3                   3. Características gerais da colonização portuguesa do Brasil: pág 4   formação de uma sociedade agrária, escravocrata e híbrida                   4. O indígena na formação da família brasileira   pág 7                   5. O colonizador...

    8138  Palavras | 33  Páginas

  • Relacoes etnico raciais

    na construção social do Brasil Aula-tema 02: As definições étnico-raciais e as políticas de ação afirmativa 3 oficina Introdução Caro(a) aluno(a), No Brasil, a questão étnico-racial tem estado em pauta, nos últimos anos, em debates sobre políticas afirmativas, tais como as cotas para universitários e as ações de combate ao preconceito racial. A primeira legislação específica de combate ao racismo tem, contudo, mais de cinquenta anos: tratase da lei Afonso Arinos, de 1951, promulgada...

    9974  Palavras | 40  Páginas

  • Relacoes etnico raciais

    na construção social do Brasil Aula-tema 02: As definições étnico-raciais e as políticas de ação afirmativa 3 oficina Introdução Caro(a) aluno(a), No Brasil, a questão étnico-racial tem estado em pauta, nos últimos anos, em debates sobre políticas afirmativas, tais como as cotas para universitários e as ações de combate ao preconceito racial. A primeira legislação específica de combate ao racismo tem, contudo, mais de cinquenta anos: tratase da lei Afonso Arinos, de 1951, promulgada...

    9974  Palavras | 40  Páginas

  • casa grande e senzala

    " CASA GRANDE E SENZALA" (GILBERTO FREYRE) PREFÁCIO: O prefácio de “Casa Grande e Senzala”, já demonstra o pensamento inovador da obra ,pois se trata da década de 30. Gilberto Freyre não hierarquizou as raças e nem atribui os problemas existentes no Brasil como causados pelos negros e os índios, o que demonstra uma quebra de padrão. Assim, a partir deste momento as teorias baseadas na Raça vão perdendo...

    1127  Palavras | 5  Páginas

  • Oficina de relações étnico raciais

    influência na construção social do Brasil Aula-tema 02: As definições étnico-raciais e as políticas de ação afirmativa 3 oficina Introdução Caro(a) aluno(a), No Brasil, a questão étnico-racial tem estado em pauta, nos últimos anos, em debates sobre políticas afirmativas, tais como as cotas para universitários e as ações de combate ao preconceito racial. A primeira legislação específica de combate ao racismo tem, contudo, mais de cinquenta anos: tratase da lei Afonso Arinos, de 1951, promulgada...

    9975  Palavras | 40  Páginas

  • Oficina matematica 55

    Oficina de Relações Étnico-Raciais 20 horas de AC Sobre a obra Casa-grande e senzala, de Gilberto Freyre, é correto dizer que: Escolher uma resposta. | a. refutou o determinismo biológico e as teorias que apregoavam a inferioridade dos mestiços. | | | b. rompeu com o mito da democracia racial. | | | c. abordou a cultura brasileira apenas em seu aspecto religioso. | | | d. afirmava que a mestiçagem era a causa do atraso brasileiro. | | | e. não teve impacto nem no campo...

    2371  Palavras | 10  Páginas

  • Fichamento Casa Grande e Senzala - Freyre, Gilberto

     Fichamento da obra Casa-grande & SenzalaGilberto Freyre Curso de Arquitetura e Urbanismo Jessica Souza Fernandes Disciplina: AUTH 101 Prof.: Ana Paula Fichamento da obra Casa-grande & Senzala, 1933. Descrição do material consultado: Freyre, G. – Casa-grande & Senzala, São Paulo - SP – Brasil: Global Editora e Distribuidora LTDA, 48ª Ed. rev. 2003. Wikipédia, site - Casa-Grande & Senzala, Gilberto Freyre sobre as críticas que recebeu, l. 4 a 5 Capítulo...

    3366  Palavras | 14  Páginas

  • INTRODUÇÃO À HISTõRIA DA SOCIEDADE PA~RIARCAL NO BRASIL CASA-GRANDE SENZALA Formação da Família Brasileira sob o Regime da Economia Patriarcal

    BRASIL CASA-GRANDE SENZALA Formação da Família Brasileira sob o Regime da Economia Patriarcal lyr 1 k DE MELo NETO Apresentação de EDUARDO PORTELLA Poemas de CARLOs DRUMMOND DE ANDRADE MANUEL BANDEIRA e JOÃO -CABRAL Crônica de JOSÉ LINS Do REGO com 50 desenhos de TOmÁs SANTA ROSA, ilustração a cores de CícERo, DIAS, bicos-de-pena de PoTY - fotografias e fac-símiles 1980 RIO DE JANEIRO DE BRASíLIA ~ - ____INL-MEC,_.--., '_0'2L1CA 00 P # Copyright @ 1933 by Gilberto Freyre ...

    282582  Palavras | 1131  Páginas

  • Colonização, miscigenação e questão racial: notas sobre equívocos e tabus da historiografia brasileira resenha critica

    questão racial: notas sobre equívocos e tabus da historiografia brasileira. Tempo (London), Niterói, v. 8, p. 7-22, 1999. O autor é licenciado em História pela Universidade Federal Fluminense (1978), mestre pela mesma Universidade em História do Brasil (1983), Doutor em História Social pela Universidade de São Paulo (1988). Professor da UFF desde 1978, sendo, desde 1994, Professor Titular de História Moderna. RESENHA CRÍTICA: 21/10/2012. O autor discorre em seu artigo sobre Colonização, miscigenação...

    2512  Palavras | 11  Páginas

  • Casa grande senzala

    Introdução à história da sociedade patriarcal no Brasil - 1 Casa-grande & senzala Formação da família brasileira sob o regime da economia patriarcal Gilberto Freyre 4 8 edição a Apresentação de FERNANDO Biobibliografia de EDSON HENRIQUE CARDOSO NERY DA FONSECA GUSTAVO HENRIQUE TUNA Notas bibliográficas revistas e índices atualizados por © Fundação Gilberto Freyre, 2003 Recife-Pernambuco-Brasil 4 8 edição, 2003, Global Editora a Diretor Editorial Jefferson L. Alves Editor...

    5653  Palavras | 23  Páginas

  • História, identidade cultural e social na visão de gilberto freyre na obra casa grande& senzala

    HISTÓRIA, IDENTIDADE CULTURAL E SOCIAL NA VISÃO DE GILBERTO FREYRE NA OBRA CASA GRANDE& SENZALA MARIA NILDA DOS SANTOS SOUZAFerramentas de Caixa RESUMO Este trabalho busca entender como são construídos as relações sociais, e como elas contribuíram para a formação identitária do povo brasileiro. Essa compreensão visa analisar como as relações sociais estão pautadas dentro da literatura brasileira, tendo como correlatos os modos de produção, enunciados acerca do cotidiano da trilogia...

    6034  Palavras | 25  Páginas

  • Casa Grande e Senzala

     CASA GRANDE & SENZALA GILBERTO FREYRE Londrina 2013 CAMILA BUENO FELIPE AUGUSTO JOÃO VICTOR BORGES LIVIT LORRAN DOS SANTOS LUCAS EMANUEL FONTOLAN PATRÍCIA MIDORI MOROOKA RAFAEL RAMIRES ARAÚJO RÔMULO COSTA DA SILVA CASA GRANDE & SENZALA GILBERTO FREYRE Trabalho apresentado ao Curso Técnico em Informática Integrado ao Ensino Médio do Instituto Federal do Paraná, ao Prof. Gonçalo José Machado Júnior da disciplina de Sociologia. ...

    3058  Palavras | 13  Páginas

  • GILBERTO FREIRE

     FACULDADE DE SÃO PAULO UNIESP ANTROPÓLOGO GILBERTO FREYRE ANA MARIA SHIMID – RA: 0050060376 FLAVIA LIMA DE ANDRADE – RA: 0050050748 GABRIELA RODRIGUES MENDES- RA: 0050053073 MARIA NEUMA VIANA SANTOS – RA: 0050051135 PATRICIA MARTINS DA SILVA - RA: 0050052698 ROGERIO LIMA DA COSTA – RA: 0050056818 TURMA: DIREITO 4ºB MANHÃ Biografia de Gilberto Freyre Trabalho...

    1824  Palavras | 8  Páginas

  • Relações Etinico Raciais

    quando não na alma e no corpo, a sombra, ou pelo menos a pinta, do indígena ou do negro. (Gilberto Freyre, 1978, p. 283) Em 1933, é publicado o livro Casa-grande e senzala, de Gilberto Freyre. A obra, que se tornaria um dos grandes clássicos da sociologia brasileira, rebatia as teorias, até então dominantes, que apregoavam a inferioridade do mestiço e justificavam cientificamente o racismo. As teorias raciais que adentraram o Brasil em meados do século XIX explicavam a desigualdade social entre...

    1494  Palavras | 6  Páginas

  • Democracia Racial e Gilberto Freyre

    entre brancos e negros no Brasil. Gilberto Freyre, sociólogo dos anos 1930, foi responsável pela criação do “mito”. Foi através de sua obraCasa Grande & Senzala”, que surgiu a ideia de que no Brasil não há racismo. Os que adotaram esse mito seguiram cometendo o mesmo erro que o autor cometeu no inicio do século XX. Freyre percebeu que a saída do negro da condição subalterna se daria pela conquista individual. Por exaltar esse acontecimento, muitos culpam Freyre pelo “mito da democracia racial”...

    3179  Palavras | 13  Páginas

  • Senzala

    Nos tempos de estudante, no exterior, Gilberto Freyre verificara que não sabia o que era o Brasil. Os colegas europeus, asiáticos, africanos e americanos tinham perfeita noção do que era seu país e sua nacionalidade. Mas ele apesar de conhecer bem os principais autores nacionais, achava que nenhum deles lhe dava a idéia do que era o Brasil e do que era ser brasileiro. Daí é que lhe veio a idéia de se descobrir e de descobrir o que era o seu país. A idéia tomou corpo na Universidade de Stanford, na...

    1269  Palavras | 6  Páginas

  • Fichamento Casa grande e Senzala

    Cultural Prof.: David Moreno Fichamento e Resenha de Obra: Casa-grande & senzala Gilberto Freyre (Cap.: 01) Canindé, março/2012 Fichamento Parcial da Obra Casa-grande & senzala: Equipe 04: Ana Clara Silva Almeida; Antônio Lucas Souto Mendes; Cristiane Silva Almeida; Glecy Anne Castro Pereira; Renata Rodrigues da Silva; Renata Tamares Uchoa da Silva e Vânia Maria Bandeira Lobo. FREYRE, Gilberto. Casa-grande & senzala: formação da família brasileira sob o regime da economia...

    5235  Palavras | 21  Páginas

tracking img