• Planejamento social
    na elevação dos padrões materiais de vida. Este modelo de desenvolvimento é denominado pelo autor de: A) B) C) D) toyotista pós-fordista fordista-keynesiano taylorista-desenvolvimentista Questão 02 Para Harvey, hoje existe uma reestruturação do mercado de trabalho em um contexto de aumento da competição...
    3487 Palavras 14 Páginas
  • Amandaalrc251118
    produção  capitalista,  entendidos  como  processos  que  determinam  as  mudanças  societárias  em  curso. Objetiva‐se discorrer sobre o alcance e o significado das transformações sofridas  na  esfera  da  produção,  desde  os  finais  dos  anos  70  do  século  XX,  destacando  seus  impactos no processo de acumulação capitalista...
    6436 Palavras 26 Páginas
  • Era Keynesiana
    ...................5 3. Principais momentos em que foi usado.......................................................5 4. O Keynesianismo na atualidade.........................................................6 Biografia de John Maynard Keynes John Maynard...
    1715 Palavras 7 Páginas
  • TEORIA
    antes, provavelmente será mais claro para ele do que para qualquer outra pessoa, e que qualquer contradição deveria ser vista como uma evolução do pensamento. Livro I: Introdução[editar | editar código-fonte] O primeiro livro introduziu o que Keynes afirmava que seria um livro que mudaria o jeito que...
    1399 Palavras 6 Páginas
  • classicos e neoclassico
    importantes (entre vários outros) para a corrente de pensamento económico, nomeadamente (i) a mão invisível; (ii) o liberalismo económico; e, (iii) flexibilidade de preços relativos que garantem equilíbrio e pleno emprego. Explique resumidamente o significado de cada um dos conceitos. R: Mão invisível...
    3024 Palavras 13 Páginas
  • I. Macro
    Governo necessária para aumentar o rendimento em 25 u.m. b) Calcule a inclinação da função de consumo e a propensão média a consumir. Interprete o significado do seu resultado. 3. Por que razão seria efectivo o aumento do produto através da política orçamental numa economia keynesiana, mas não numa economia...
    965 Palavras 4 Páginas
  • Economia
    POR QUE ESTUDAR ECONOMIA? Na atualidade, surgem muitas perguntas sobre porque e para que estudar Economia. Na verdade, fica embaraçosa a preocupação com esta ciência se os resultados esperados, sempre surgem mais confusos do que à situação anterior, onde se constituía o problema econômico e social...
    1821 Palavras 8 Páginas
  • WORK
    do Juro e da Moeda” John Maynard Keynes, 1936 Adam Smith, 1776 7 Escolas de pensamento 8 Questões para Discussão (1) PIB em bilhões R$ correntes 4.500 Neoclássicos Keynesianos Pós-keynesianos Monetaristas Escola Institucional 4.000 3.500 3.000 2.500 2.000 1.500 1.000 ...
    354 Palavras 2 Páginas
  • Pensamento social
    JOSÉ DE SOUZA HERDY VERA LÚCIA DE O. F. DOS SANTOS PORTFÓLIO DE PENSAMENTO SOCIAL, ECONÔMICO E POLÍTICO ESCOLA DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS GRADUAÇÃO EM SERVIÇO SOCIAL O social e o político no pensamento de Gramsci Sumário 1. A perspectiva de totalidade 3 2. Cultura, política...
    9068 Palavras 37 Páginas
  • Omt com c
    neoliberalismo teve seu impulso e contagiou rapidamente o mundo, estimulado pelo Fundo Monetário Internacional (FMI). A transição econômica do modelo keynesiano para o modelo neoliberal, se por um lado provocou a busca da competitividade, o emprego de novas tecnologias e novas formas de organização da produção...
    8299 Palavras 34 Páginas
  • Keynesianismo
    modelo econômico adotado na época, o laissez-faire, parecia não estar resolvendo o problema, mas sim, agravando-o. Segundo o pensamento keynesiano, a premissa fundamental para se compreender uma economia encontrava-se na simples observação dos níveis de consumo e investimento do governo...
    2145 Palavras 9 Páginas
  • diversos
    b. Relacione os pressupostos clássicos com a lei dos mercados de Say. c. Ilustre graficamente e explique de forma resumida o pensamento clássico. 7. Economistas keynesianos argumentam que os mecanismos automáticos do mercado nem sempre funcionam. Por isso, é necessário que o estado adopte políticas...
    1092 Palavras 5 Páginas
  • MONETARISTAS
    produzir. Assim, cada civilização teve que arrumar uma forma de dar valor a sua mercadoria baseados em algum elemento que tivesse algum significado importante para aquele povo. Por exemplo na China, passaram a usar bambu como moeda de troca; no Egito usavam argolas, na Arábia usavam fios assim...
    890 Palavras 4 Páginas
  • Keynes e os novos-keynesianos
    Parte II Keynes e Novos-keynesianos Keynes e os Novos-keynesianos 5 João Sicsú Já que a economia keynesiana baseia-se, por definição, nos escritos de John Maynard Keynes, poderse-ia pensar que ler Keynes é uma parte importante do modo keynesiano de fazer teoria. De fato, exatamente o oposto...
    9069 Palavras 37 Páginas
  • Economia poltica
    as diferentes visões teóricas e subsidiar a reformulação dos conceitos vigentes sobre a contribuição dos serviços ao desenvolvimento econômico na atualidade. A análise aqui empreendida é conceitual e tem seu início pela reflexão sobre as novas atribuições das atividades de serviços ante a mudança do...
    6686 Palavras 27 Páginas
  • milton fiedman
    últimas décadas quanto Milton Friedman. Sua intransigente defesa da economia de mercado e do monetarismo em plena vigência do chamado grande consenso keynesiano fez com que fosse visto por muita gente como um economista ultrapassado, incapaz de perceber que o mundo do seu tempo não era o mesmo do final do...
    2630 Palavras 11 Páginas
  • Jonh maynard keynes
    época e seu interesse decifra os motivos do desequilíbrio e solucionar os problemas o levou a reflexão e escrever alguns livros com evolução de pensamentos. A obra anterior de Keynes pavimentou o caminho para A Teoria Geral. Keynes e outros economistas de Cambridge desenvolveram a equação de Cambridge...
    4134 Palavras 17 Páginas
  • Pensamento kenesiano
    CURSO DE ECONOMIA E GESTAO DE PORTOS CONOMIA POLÍTICA IMPLICACÕES DAS POLITICAS ECONOMICAS DO PENSAMENTO KEYNESIANO DISCENTES: Alfeu Gemo; Bonifácio Nhantumbo; Filipe M. Chitofo; Josimar Sidat Lazaro Ueiua; Túlio Almeida Maputo, aos 28 de Outubro de 2011 ...
    3137 Palavras 13 Páginas
  • Bem estar social
    a origem no pensamento keynesiano e surgiu como resposta para o que se vivia na Europa. É um sistema em crise nos dias de hoje, mas que pautou toda a segunda metade do século XX. Entre os seus objetivos há dois essenciais: a garantia do bom funcionamento do mercado segundo o pensamento de Adam Smith...
    815 Palavras 4 Páginas
  • Caio prado junior
    Esse tempo, marcado pela urgência e pelo compromisso, foi tanto o da eclosão de várias perspectivas críticas - que buscaram apontar os limites do pensamento econômico convencional, a tradição liberal-neoclássica, em dar conta do fenômeno assim batizado de subdesenvolvimento - quanto da busca dos instrumentos...
    8068 Palavras 33 Páginas