Segundo Bock Furtado E Teixeira artigos e trabalhos de pesquisa

  • Saúde Mental ou Doença mental?( Psicologias-Bock)

    dos critérios de definição da loucura, a partir do qual o texto a seguir foi redigido. O filosofo Frances Michel Foucault (1926-1984) deu uma valiosa contribuição para compreender a constituição histórica do conceito de doença mental), segundo bock, Teixeira e furtado. No Renascimento o louco vivia “Solto, errante, expulso das cidades, entregue aos peregrinos e navegantes.” O louco era visto como “ Tendo um saber esotérico sobre os homens e o mundo, um saber cósmico que revela verdades secretas” ...

    1730  Palavras | 7  Páginas

  • Psicologias: uma introdução ao estudo de psicologia. BOCK, A. M. B.; FURTADO, O.; TEIXEIRA, M. L. T. São Paulo: Saraiva, 2002.

    Disciplina: Psicologia da Educação Exercício 1: Data da Entrega - 03/09/2014 BOCK, A. M. B.; FURTADO, O.; TEIXEIRA, M. L. T. Psicologias: uma introdução ao estudo de psicologia. São Paulo: Saraiva, 2002. Pág. 29 (Questões de 1 a 12) Pág. 44 (Questões 1, 2, 5, 7, 8 e 10 / Nº2 das atividades em grupo). Exercícios Página 29 (Questões de 1 a 12): 1. Qual a relação entre cotidiano e conhecimento científico? Dê um exemplo de uso cotidiano do conhecimento científico (em qualquer área). É no cotidiano...

    1675  Palavras | 7  Páginas

  • Psicologia Da Educa O Tema 1 Slides Gabarito

    da Psicologia à • A Psicologia é um ramo das Ciências Humanas. Enquanto estas se ocupam do objeto humano, a Psicologia, na sua especificidade, estuda a subjetividade, contribuindo para que se compreenda a vida humana em sua totalidade (BOCK, FURTADO, TEIXEIRA, 2008). •Subjetividade é entendida como o espaço íntimo do indivíduo, ou seja como ele 'instala' a sua opinião ao que é dito (mundo interno) com o qual ele se relaciona com o mundo social (mundo externo), resultando tanto em marcas singulares...

    3435  Palavras | 14  Páginas

  • piscologia da educação

    Para Freud a consciência humana subdivide-se em três níveis, “consciente, pré-consciente e inconsciente”, o primeiro contém o material perceptível, o segundo o material latente (mais passível de emergir a consciência) o terceiro contém difícil acesso; ou seja mais profundo e está ligado ao estado primitivo do homem.Segundo Bock,Furtado,Teixeira(2009) Freud em sua obra A Interpretação dos sonhos, remodela a teoria e induz os conceitos dos níveis da consciência humana ID, EGO e SUPER-EGO. ID - Pulções...

    2574  Palavras | 11  Páginas

  • Relatório de Estágio Básico - Psicologia

    entender o presente é necessário conhecer o passado. Compreender, em profundidade, algo que compõe o nosso mundo significa recuperar sua história. O passado e o futuro sempre estão no presente, enquanto base constitutiva e enquanto projeto (BOCK, FURTADO E TEIXEIRA, 2001). Os primórdios da história da psicologia acontecem na Grécia Antiga, com a evolução das cidades-estados (pólis) percebeu-se a necessidade do avanço e soluções práticas na agricultura, arquitetura e para a organização social. É perceptível...

    5686  Palavras | 23  Páginas

  • PSICOLOGIA SOCIAL

    comportamento e nos processos mentais – de todos os animais. Há uma série de palavras essenciais em nossas definições: “ciência”, “comportamento”, “processos mentais”. (Grifo do autor). Segundo Davidoof (2001), o psicólogo utiliza a estratégia de observação com a probabilidade de dados confiáveis e precisos. Bock (2010) afirma que a diversidade de objetos da Psicologia é explicada pelo fato de este campo de conhecimento ter-se constituído como área do conhecimento científico só muito recentemente...

    3584  Palavras | 15  Páginas

  • psicologia

    AS PRINCIPAIS TEORIAS DO SÉC. XX A PSICOLOGIA ENQUANTO RAMO DA FILOSOFIA ESTUDAVA A ALMA. (BOCK, FURTADO, TEIXEIRA, 2008, p.43) A PSICOLOGIA CIENTÍFICA NASCE QUANDO WUNDT PRECONIZA A PSICOLOGIA “SEM ALMA” – CRIANDO, EM 1878, O 1º LABORATÓRIO DE PSICOLOGIA CIENTÍFICA, NA UNIVERSIDADE DE LEIPZG, NA ALEMANHA. (Ibdem) O CONHECIMENTO CIENTÍFICO DA ÉPOCA ERA AQUELE PRODUZIDO EM LABORATÓRIOS, COM O USO DE INSTRUMENTOS DE OBSERVAÇÃO E MEDIÇÃO. (Ibdem) ESSA PSICOLOGIA CIENTÍFICA, QUE SE CONSTITUIU DE...

    3004  Palavras | 13  Páginas

  • Compreendendo o Ser Humano

    desenvolvimento sexual. Devido à abordagem terapêutica a que os pacientes eram submetidos,o inconsciente é descoberto, e Freud inicia um trabalho diferenciado, passando a perceber que os seus pacientes se constrangiam diante de algumas lembranças. Segundo a Nasio (1993, p.24) sobre a teoria de Jacques Lacan “o inconsciente é um saber estruturado como uma linguagem”. Assim, a Psicanálise é tida como método de investigação e interpretação de sentimentos, palavras, sonhos, e imaginação, expostos pelas...

    2768  Palavras | 12  Páginas

  • ATIVIDADE REFLEXIVA MIRIAM LISBOA SANTOS DO CARMO

    forma contínua e gradativa, através de atividades mentais que vão se organizando, aperfeiçoando e fortalecendo até alcançar um estado de equilíbrio superior em relação à inteligência, vida afetiva e relações sociais existentes, parafraseando BOCK, TEIXEIRA E FURTADO, (1999). Como exemplo de estruturas mentais destaca-se a motivação que é a desencadeadora da ação do indivíduo, uma espécie de energia psicológica que põe o organismo em movimento, numa ação de dentro para fora e independe do ambiente...

    552  Palavras | 3  Páginas

  • Psicologia da Educação

    HVSHFL¿FLGDGHHVWXGDDsubjetividade, contribuindo para que se compreenda a vida humana em sua totalidade (BOCK; FURTADO; TEIXEIRA, 2008). (VWDFLrQFLDRULJLQRXVHGD)LORVR¿DHPDQWpPHVWUHLWDUHODomRFRPDPHVPD)RLUHFRQKHFLGDFRPR&LrQFLDLQGHSHQGHQWH no século XIX, na Alemanha, e no Brasil foi regulamentada em 1962, surgindo como “possibilidade de contribuição para o projeto de modernização do país” (BOCK; FURTADO; TEIXEIRA, 2008, p. 109). Assim, $HOLWHEUDVLOHLUDYLXQD3VLFRORJLDHQRVVHXVUHFXUVRVWHF...

    4941  Palavras | 20  Páginas

  • Trabalho de psicologia

    perguntas como: o que você fez hoje na escola? Você aprendeu? Com o decorrer do tempo vamos criando várias habilidades como, escrever, ler, dançar, quebrar e é claro construir, dizemos simplesmente que aprendemos porque sabemos que somos capazes (BOCK; FURTADO; TEIXEIRA, 2007). Para a psicologia há várias formas de aprendizagem, ou seja, tudo pode nos levar a um comportamento que antes não tínhamos. Para entendermos melhor vamos abordar alguns pontos importantes a partir de algumas teorias da aprendizagem:...

    2384  Palavras | 10  Páginas

  • Vygostky

    A aprendizagem segundo Vygotsky| De acordo com Bock, Furtado e Teixeira, o desenvolvimento infantil pode ser visto a partir de três aspectos: Instrumental, cultural e histórico. Ao tratar do aspecto instrumental, pode-se dizer que se refere à natureza basicamente mediadora das funções psicológicas complexas. Neste aspecto, o ser humano não apenas responde aos estímulos apresentados no ambiente, mas os altera, utilizando as modificações como um instrumento de seu comportamento. Em um aspecto...

    3094  Palavras | 13  Páginas

  • Pim iii

    Segundo DAVIDOFF, L.L., (2001), a palavra psicologia deriva de duas palavras gregas psiché e logos, que significa estudo da mente ou da alma. Atualmente, a psicologia é definida com a ciência que se concentra no comportamento e nos processos mentais de todos os animais. A psicologia é uma única disciplina, porém, é um conjunto de subáreas no qual cada uma tem suas próprias características e exclusividades. 2. ÁREAS DE ATUAÇÃO DO PSICOLOGO Classificação segundo DAVIDOFF...

    966  Palavras | 4  Páginas

  • Psicologia na educação

    teoria do condicionamento e cognitivistas. Segundo Bock, Furtado, Teixeira ( 2007, p115) “Para os teóricos do condicionamento, aprendemos hábitos, isto é, aprendemos a associação entre um estímulo e uma resposta e aprendemos praticando; para os cognitivistas aprendemos a relação entre a idéia (conceito) e aprendemos abstraindo de nossa experiência”. Na teoria cognitivista segundo a teoria de David Ausubel (citado por Bock, Furtado, Teixeira, 2007, p117) aprendizagem é: “O processo de organização...

    535  Palavras | 3  Páginas

  • Familía na atualidade

    caso de adultério era punida severamente. Com o avanço da sociedade e suas transformações veio à tona diversos tipos de família, aquela chefiada pela mãe, outra com padrasto ou madrasta, os casais homosexuais, entre outros. Segundo Bock, Furtado e Teixeira (1991, p.271 ) “A família tem a função de inserir o indivíduo na sociedade, e daí sua importância.” Para que isso ocorra ela precisa estar atenta ao que acontece com seus filhos, que comportamentos são apresentados a eles, pois a família...

    1870  Palavras | 8  Páginas

  • Percepção no ponto de vista psico-histórico

    gregos, que buscavam entender como se desenvolvem o pensamento, os sentimentos, os desejos, a sensações e a percepção que segundo eles se localizavam na alma. A percepção era estuda pelos filósofos pré-socráticos como a relação que o homem estabelece com o mundo, “discutiam se o mundo existe porque o homem o vê ou se o homem vê um mundo que já existe” (Bock, Furtado e Teixeira, 2001, p. 41) Com a origem da psicologia científica no século XIX a percepção voltou a ser estudada, no entanto ela estava...

    589  Palavras | 3  Páginas

  • Resumo Temas em Psicologia Social

    ela internalize os elementos da cultura, suas normas, valores e modos de representação, constitutivos de sua formação psíquica. Neste processo, ocorre a formação da identidade, a consciência de uma realidade individual, como sujeito único (BOCK; FURTADO; TEIXEIRA, 2008). Este importante processo desencadeado pela socialização – a construção da identidade – envolve o conjunto de representações e sentimentos que o indivíduo desenvolve a respeito de si próprio a partir de seu conjunto de vivências. Porém...

    2482  Palavras | 10  Páginas

  • Análise Experimental do Comportamento

    formalmente ter surgido com os trabalhos de Skinner que culminaram na publicação em 1938 do “The Behavior of Organisms” (“O Comportamento dos Organismos”). Esta metodologia de ciência é conhecida como Análise Experimental do Comportamento. Esta, segundo Tourinho (1999), seria o "braço empírico" da ciência do comportamento. Esta abordagem utiliza-se de relações funcionais e contingências como instrumentos para o estudo das interações organismo-ambiente. Desta forma, busca relações funcionais entre...

    2010  Palavras | 9  Páginas

  • Relatório de experimental

    psicologia científica ganhou três novas teorias chamadas de Behaviorismo, Gestalt e Psicanálise (BOCK; FURTADO; TEIXEIRA, 2005). Para o estudo da Psicologia Geral Experimental, usa-se a teoria do Behaviorismo, sendo que o termo em inglês behavior significa “comportamento”. Portanto, Behaviorismo é o estudo do comportamento, sendo tal título inaugurado pelo americano Jonh B. Watson (BOCK; FURTADO; TEIXEIRA, 2005). Uma contribuição encontrada para o estudo da psicologia foi o de Ivan Petrovich...

    2921  Palavras | 12  Páginas

  • Relatório do estágio básico II - Comportamento operante

    que geram alterações no ambiente e fazem com que este responda de forma a recompensar ou punir o comportamento emitido, sendo este último conceito, aquilo que irá definir as chances de um comportamento voltar ou não a ocorrer, como afirmam (BOCK; FURTADO E TEIXEIRA, 1999) “o que propicia a aprendizagem dos comportamentos é a ação do organismo sobre o meio e o efeito dela resultante”. Diz-se que, “toda ação gera uma reação”, neste caso, a ação poderia ser entendida como um comportamento emitido pelo...

    3791  Palavras | 16  Páginas

  • Síntese do filme Um método perigoso

    Psicanálise. Freud. Jung. Sabina. Otto. Sadomasoquismo. Relações psicossexuais. Traição. O filme “Um método perigoso” mostra o nascimento de um novo método imprescindível para a psicologia: a psicanálise. Segundo Bock, Furtado e Teixeira (1999, p. 70) “O termo psicanálise é usado para se referir a uma teoria, a um método de investigação e a uma prática profissional.”. Em meados do século XX, um doutor chamado Carl Jung, já se utiliza do método analítico de Freud no sanatório no qual trabalhava....

    643  Palavras | 3  Páginas

  • A motivação

    comportamento orientado para a realização de objetivos que satisfazem as nossas necessidades básicas. Cavenaghi (2009) aponta as várias funções envolvidas neste processo: o raciocínio, as emoções, sensações, a percepção, a memória. Para Bock, Furtado e Teixeira (2008), ambiente, organismo, interesse ou necessidade e um objeto de satisfação devem ser considerados para que se crie uma cadeia de motivação. A autora explica que, para que um indivíduo aja ou reaja, todas estas condições precisam coexistir...

    2312  Palavras | 10  Páginas

  • psicologia da educação

    a princípio, não existem verdades absolutas. Leitura http://www.fag.edu.br/professores/tdavaucher/Ana+%20Merc%5B1%5D...pdf  PARTE 1 - A Caracterização da Psicologia / CAPÍTULO 1 – A Psicologia ou as Psicologias – ( Livro: BOCK, A. M. B.; FURTADO, O.; TEIXEIRA, M. L. Psicologias: uma introdução ao estudo da Psicologia. São Paulo: Saraiva) Vídeo http://www.youtube.com/watch?v=AAJPwZ0Csr0 - senso comum/psicologia #Leia o material introdutório em nossa página, a bibliografia disponibilizada...

    3491  Palavras | 14  Páginas

  • EXTIN O DA RESPOSTA DE PRESS O BARRA

    extinção da resposta de pressão a barra, é um procedimento que suspende o reforço. Segundo Bock, Teixeira e Furtado (2009) o estudo que ficou conhecido como Behaviorismo Radical, termo determinado pelo próprio Skinner, em 1945, para designar uma filosofia da Ciência do Comportamento por meio da análise experimental do comportamento. A base para esta corrente está na formulação do comportamento operante. Ainda segundos os autores, Skinner acreditava no comportamento operante como sendo o melhor representante...

    1369  Palavras | 6  Páginas

  • atps psicologia

    especializando em Psiquiatria. Segundo Bock, Furtado e Teixeira (2008), Freud trabalhou algum tempo no laboratório de fisiologia e deu aulas de neuropatologia, mas por dificuldades financeiras não pode se dedicar somente à vida acadêmica e de pesquisador. Começando então a atender pacientes com problemas nervosos. Freud em sua residência ganhou uma bolsa de estudos em Paris, onde trabalhou com Jean Charcot, psiquiatra que tratava histerias com hipnose. Bock, Furtado e Teixeira (2008), nos falam também...

    3980  Palavras | 16  Páginas

  • Trabalho sobre psicose

    personalidade: a psicose. Serão apresentadas as formas sob as quais o distúrbio se manifesta bem como sua ocorrência, sintomatologia e tratamento. 1 Definição Maroja (2008) revela que segundo Freud (apud NASIO, 2002), toda manifestação psicótica é uma doença de defesa pelo seu próprio eu a uma dor insuportável. Segundo Ballone (2008), para alguns autores, a psicose consiste em uma doença mental assinalada pela distorção da realidade, inadequação e falta de harmonia entre o pensamento e a afetividade...

    1246  Palavras | 5  Páginas

  • Uma análise da família contemporânea 2011

    educar as novas gerações na sua função social segundo os padrões dominantes, conservador e de manutenção social. Família – lugar reconhecido como de procriação - é responsável pela sobrevivência física, psíquica das crianças, constituindo-se no primeiro grupo de mediação do indivíduo – daquele bebê, que está ali no berço – com a sociedade. É na família que ocorrem os primeiros aprendizados dos hábitos e costumes da cultura. (BOCK, FURTADO e TEIXEIRA, 2002). A família é um grupo tão importante...

    998  Palavras | 4  Páginas

  • Jean Piaget

    formais (11 ou 12 anos em diante) Segundo Piaget, cada período é caracterizado por aquilo que de melhor o indivíduo consegue fazer nessas faixas etárias. Todos os indivíduos passam por todas essas fases ou períodos, nessa sequência, porém o início e o término de cada uma delas dependem das características biológicas do indivíduo e de fatores educacionais, sociais. Portanto, a divisão nessas faixas etárias é uma referência, e não uma norma rígida. (BOCK; FURTADO; TEIXEIRA, 1999. p. 131-132) Através de...

    942  Palavras | 4  Páginas

  • Trabalho Psicologia Magale 1

    se refere ao real, afastam-se porque a ciência abstrai a realidade para compreendê-la melhor, ou seja, a ciência afasta-se da realidade transformando-a em objeto de investigação que permite a construção do conhecimento cientifico real. Segundo Bock, Furtado, Teixeira (2008, p. 16) refere-se ao senso comum que empregamos no cotidiano, ou seja, durante o dia a dia utilizamos sem perceber. É no cotidiano que tudo flui que as coisas acontecem que nos sentimos vivos, que vivemos a realidade, neste instante...

    927  Palavras | 4  Páginas

  • Experimento de nível operante

    conceitos que ainda são utilizados para análise do comportamento. Como, comportamento operante, reforçamento, extinção e outros associados com o que denominamos controle de estímulos do comportamento operante. (Sério, Andery, Gioia, Micheletto, 2002) Ana Bock descreve os experimentos da época que levaram a esses conceitos, explicando que pesquisadores, incluindo Skinner, ao observar o comportamento de um rato que rapidamente emite alguma conduta para saciar suas necessidades orgânicas, sabem que assim que...

    660  Palavras | 3  Páginas

  • Fichamento Ana Bock 1

    indivíduo execute um comportamento que previna a ocorrência ou reduza a magnitude do segundo estímulo. [...]” (p.51) “Outro processo semelhante é o de fuga. Neste caso, o comportamento reforçado é aquele que termina com um estímulo aversivo já em andamento. ” (p. 52) “[...] No caso da fuga, só há um estímulo aversivo incondicionado que, quando apresentado, será evitado pelo comportamento de fuga. Neste segundo caso, não se evita o estímulo aversivo, mas se foge dele depois de iniciado. ” (p. 52)...

    3282  Palavras | 14  Páginas

  • CADERNO DE ATIVIDADE

    Aprendizagem, você estudará a primeira parte do seu Livro-Texto em que os autores Nelson Piletti e Solange Marques Rossato apresentam o Behaviorismo, uma das primeiras teorias clássicas da Psicologia Científica do início do século XX. Segundo Bock; Furtado; Teixeira (2008, p. 31), toda e qualquer produção humana […] têm por trás de si a contribuição de inúmeros homens, que num tempo anterior ao presente, fizeram indagações, realizaram descobertas, inventaram técnicas e desenvolveram ideias, isto é...

    11559  Palavras | 47  Páginas

  • LINHA DO TEMPO- Os principais acontecimentos que contribuíram para o desenvolvimento da Psicologia enquanto Ciência.

    partes. Quando alguém morria, a matéria (o corpo) desaparecia; já a alma ganhava a liberdade. Desse modo, Platão concebia o homem como um ser dual. Considerava o corpo como algo ligado ao mundo dos senti- dos e uma alma imortal, não material (BOCK, FURTADO e TEIXEIRA, 2008). Aristóteles (384-322 a.C) Já Aristóteles (384-322 a.C), discípulo de Platão, dedicou-se ao estudo das mudanças, das transformações da natureza. Para ele, a natureza evolui gradativamente dos seres inanimados aos seres...

    1636  Palavras | 7  Páginas

  • RESUMO -CAPÍTULO 1 DO LIVRO PSICOLOGIAS: Uma introdução ao estudo de psicologia.

    BOCK, Ana Mercês Bahia; FURTADO, Odair; TEIXEIRA, Maria de Lourdes Trassi. Psicologias: Uma introdução ao estudo de psicologia. 13ª edição reformulada e ampliada — 1999/ 3ª tiragem — 2001. O livro “Psicologia: Uma introdução ao estudo de psicologia”, das autoras Bock, Furtado e Teixeira traz em seu primeiro capítulo “A psicologia ou as psicologias” uma linguagem coloquial, clara e direta e nos faz refletir sobre o que seria a psicologia científica e enfatiza que todos nós usamos uma...

    710  Palavras | 3  Páginas

  • Psicologia da aprendizagem

    (dos sentimentos), tendo uma olhar que o homem, ser autônomo, que se desenvolve e se constitui a partir de sua relação com o mundo social e cultural, mas que não tem destino pronto, mas que constrói seu futuro ao agir sobre o mundo. Segundo Bock, Furtado e Teixeira (2008), a Psicologia contribui para a compreensão da totalidade da vida humana, como um ser concreto e multideterminado. Esse é o papel de uma ciência crítica, da compreensão, da comunicação e do encontro do homem com o mundo em que vive...

    2817  Palavras | 12  Páginas

  • Behaviorismo

    no Brasil, outras denominações do Behaviorismo são: Comportamentalismo, Teoria Comportamental, Análise Experimental do Comportamento, Análise do Comportamento e Psicologia Experimental: embora o termo Behaviorismo seja o mais utilizado (BOCK, FURTADO e TEIXEIRA, 2005). Ao tratar de Behaviorismo, dois pensadores merecem destaque: Watson e Skinner. O primeiro, Watson, é considerado o porta-voz da abordagem Behaviorista. Já Skinner é considerado o principal autor dessa abordagem. A distinção do pensamento...

    4169  Palavras | 17  Páginas

  • Berhaviorismo

    no Brasil, outras denominações do Behaviorismo são: Comportamentalismo, Teoria Comportamental, Análise Experimental do Comportamento, Análise do Comportamento e Psicologia Experimental: embora o termo Behaviorismo seja o mais utilizado (BOCK, FURTADO e TEIXEIRA, 2005). Ao tratar de Behaviorismo, dois pensadores merecem destaque: Watson e Skinner. O primeiro, Watson, é considerado o porta-voz da abordagem Behaviorista. Já Skinner é considerado o principal autor dessa abordagem. A distinção do...

    4068  Palavras | 17  Páginas

  • A psicologia como profissão

    entanto, o psicólogo possui instrumentos adequados para auxiliar o indivíduo a compreender, organizar e aplicar esse saber, permitindo a sua transformação e a mudança da sua ação sobre o meio. _________________________________ BOCK, Ana Mercês B.; FURTADO, Odair; TEIXEIRA, Maria de Lourdes T. Psicologias: uma introdução ao estudo de psicologia. 13. ed. São Paulo: Saraiva, 1999. (Cap. 10 - edição 1999, p. 150-164; Cap. 7 - edição 2008, p. 100-109). (COM ADAPTAÇÕES). A PSICOLOGIA AJUDA AS PESSOAS...

    4357  Palavras | 18  Páginas

  • a economia de celso furtado

    Capítulo 5 A QUESTÃO DA LEI DE SAY E O RETORNO À TEORIA DO SUBDESENVOLVIMENTO DE CELSO FURTADO Salvador Teixeira Werneck Vianna Marcos Vinicius Chiliatto Leite 1 INTRODUÇÃO Ao longo da década de 1990 dominou, principalmente na América Latina, a ideia de que o caminho único e correto para o desenvolvimento econômico passava pela liberação das forças de mercado. No campo acadêmico, as teorias de cunho neoclássico, marcadamente presentes nas escolas novo-clássica e novo-keynesiana, ...

    10703  Palavras | 43  Páginas

  • sniffy

    sujeito do experimento responde com mais rapidez, tudo isso com bastante fidedignidade se comparado a um experimento com um rato real, segundo os teóricos. REFERÊNCIAS Alloway, T., Wilson, G., & Graham, J. Sniffy: O Rato Virtual. Versão Pro 2.0. São Paulo: Thomson Learning, 2006. Bock, A.; Furtado, O., & Teixeira, M. Psicologias: Uma introdução ao estudo depsicologia. São Paulo: Saraiva, 1992. Moreira, M. B., & Medeiros, C. A. de. (2007). Princípios...

    603  Palavras | 3  Páginas

  • Diferenças entre Behaviorismo e Psicanálise

    Skinner. O Behaviorismo de Skinner (radical) tem seu termo de nomenclatura “cunhado pelo próprio Skinner, em 1945, uma filosofia da Ciência do Comportamento (que ele se propôs a defender) por meio da análise experimental do comportamento” (BOCK; FURTADO; TEIXEIRA, 1999. p. 57). É importante informar que as referidas abordagens serão aqui demonstradas em forma de relação/comparação. Contribuições importantíssimas à Psicologia, tanto o Behaviorismo quanto a Psicanálise tem muito adicionar ao conhecimento...

    746  Palavras | 3  Páginas

  • Estudo de caso - caso marcia

    seguir na carreira profissional e insatisfação no curso atual. Ela pode fazer um diagnostico vocacional baseando em testes psicológico e entrevista. A jovem não conseguiu definir uma identidade profissional e não sabe definir possíveis vocações. Segundo Bohoslavsky a identidade é uma séria de antíteses. O sentimento de quem se é e quem não se é, quem se quer ser e quem não se quer ser, quem se crê que deva ser e quem se crê que não deva ser. Quem se pode ser e quem não se pode ser, quem se permite...

    596  Palavras | 3  Páginas

  • Behaviorismo

    Segundo BAUM (1999, p.111) “frequentemente na vida nos empenhamos em seqüência de comportamentos, fazendo uma coisa a fim de poder fazer outra”. Essa cadeia de comportamentos é baseada e mantida pelo reforço último. O controle de estímulos é fazer que um estímulo controle o comportamento, fazer com que este mude diante da presença do estímulo. De acordo com BOCK, FURTADO e TRASSI (2002, p.53) “quando a freqüência ou a forma da resposta é diferente sob estímulos diferentes, diz-se que o comportamento...

    748  Palavras | 3  Páginas

  • Visoes Cognitivistas

    Insight: Trata-se de um processo que quando completado dá ao indivíduo a nítida impressão de ter compreendido alguma coisa ou ter chegado a solução de um problema. O termo refere-se a uma compreensão imediata ou entendimento interno. (BOCK; FURTADO; TEIXEIRA; 1999). Estudos sobre a aprendizagem São encontradas também diferenças entre as visões comportamentais e visões cognitivistas nos métodos utilizados para estudar a aprendizagem. Grande parte do trabalho sobre princípios comportamentais...

    803  Palavras | 4  Páginas

  • Psicologia Social

    conhecimento, como à área social. Para (BOCK, FURTADO E TEIXEIRA, 2001), Psicologia Social é a área da Psicologia que procura estudar a interação social, sendo o estudo das manifestações comportamentais suscitadas pela interação de uma pessoa com outras pessoas, ou pela mera expectativa de tal interação. A interação social, a interdependência entre os indivíduos, o encontro social são os objetos investigados por essa área da Psico¬logia. Segundo (CANESQUI, 2012), pesquisas demonstram...

    2039  Palavras | 9  Páginas

  • PSICOLOGIA E RELIGIÃO: JUNTAS OU SEPARADAS PARA O SOCORRO DO INDIVÍDUO

    áreas da psicologia e um amplo espectro de religiões. Muitos estudos sugerem que não existam quaisquer relações entre psicologia e religião, geralmente partindo do princípio básico que nada, em nenhuma religião, pode ser comprovado cientificamente. Segundo Richard Dawkins (1996), a ciência se baseia em evidências verificáveis e a fé religiosa não somente falha em provas, mas também apregoa com orgulho e alegria sua independência de provas. Grande parte das religiões preferem trabalhar o âmbito pós-vida...

    2339  Palavras | 10  Páginas

  • Psicologia

    trabalho de campo realizamos entrevistas do tipo semi-abertas com dois psicólogos e dois não psicólogos. Este relatório de pesquisa está dividido em 5 itens. No primeiro, destacamos o objetivo geral da pesquisa acrescido de alguns específicos No segundo item, ressaltamos a fundamentação teórica da nossa pesquisa. No terceiro, apresentamos a metodologia utilizada. No quarto item, desenvolvemos a análise dos dados coletados. Por fim, apresentamos as considerações finais. As transcrições das entrevistas...

    7384  Palavras | 30  Páginas

  • Suas terapias

    contato mais direto com a profissão, aprendizagem sobre a realização de uma pesquisa de campo e oportunidade de estreitar laços com outras companheiras de curso. A fundamentação teórica deste trabalho deu-se apoiada em autores tais como: Bock, Furtado e Teixeira (2001); Freire (2003) e Cassins (2007) que tratam da Psicologia enquanto conhecimento e profissão, assim como, das abordagens teóricas e campos de atuação; e autores que abordam as questões metodológicas na área da saúde: Minayo (2010), Frasson...

    5548  Palavras | 23  Páginas

  • afetividade, cognição

    demonstração de amizade, bondade ou carinho. Ainda é importante destacar que as situações de grande atividade cognitiva vivenciadas com sucesso geram uma motivação tal que contribui para uma aproximação maior entre o aluno e o objeto de conhecimento. Segundo Vigotski (apud NEWMAN e HOLZMAN, 2002) “as crianças precisam aprender para serem motivadas” (p.77). Inverte-se a ordem da relação motivação-aprendizagem. O que motiva o pensar, agir e falar dos professores e dos alunos? Os dados revelaram que a...

    3347  Palavras | 14  Páginas

  • Artigo Behaviorismo

    cérebro, e para que ocorra esta interligação é necessário o pensamento, como diz, ROSA (1995): Para ele o pensamento deve ser visto como forma de comportamento sensório-motor, e encontra na linguagem a possível via de explicação para o ato de pensar. Segundo a teoria periférica, o pensamento é um habito muscular aprendido na fala manifesta. Pensar, portanto, é falar para nós mesmos. Depois de se dedicar aos estudos sobre os comportamentos, Watson inicia esses estudos focados nas emoções, tanto corporais...

    5310  Palavras | 22  Páginas

  • Comunicação não verbal

    dispensava um banquinho nas ocasiões em que precisava ser fotografado ao lado de outros líderes.” DE WALL, Frans In entrevista a Marcelo Marthe. A moral é animal. VEJA, São Paulo, ed. 2022, n. 33, p. 9-13, 22 de agosto de 2007. Apude SCHELLES, 2008. Segundo Pease (2005), a linguagem corporal abrange principalmente gestos, postura, expressões faciais, movimento dos olhos e proximidade entre o locutor e interlocutor, e junto com a oratória, representa 93% das mensagens transmitidas durante um dialogo,...

    844  Palavras | 4  Páginas

  • Psicologia da eduação

    ciência de entender o ser humano nos seus diversos nuances, tais como, sensações, emoções, percepções e aprendizagem. Estuda o comportamento e os processos mentais que motivam o ser humano. A matéria prima da Psicologia, Segundo BOCK, Ana Merces, FURTADO, Odair, TEIXEIRA, Maria de Lourdes T. “..., é o homem em todas as suas expressões, as visíveis (nosso comportamento) e as invisíveis (nossos sentimentos), as singulares (porque somos o que somos) e as genéricas (porque somos todos assim)...

    2905  Palavras | 12  Páginas

  • Teoria psicanalitica

    estímulos perceptuais do mundo externo e interno. Por exemplo: neste momento você sabe que está lendo este texto, percebe a temperatura do ambiente, algum barulho la fora, ou não, observa se está com fome, etc. Isto é parte do consciente. Segundo BockFurtado e Teixeira (1995) o consciente é o sistema  “que recebe ao mesmo tempo as informações do mundo exterior  e  as do mundo interior. Na consciência destaca-se o fenômeno da percepção e, principalmente, a  percepção do mundo exterior.” (p.70) -Pré-consciente:...

    3908  Palavras | 16  Páginas

  • A leitura na educação infantil: Desenvolvimento Intelectual Humano e a formação do leitor

    .......07 1.2. Teorias da aprendizagem .........................................................................07 1.3. Teoria cognitivista da aprendizagem.........................................................09 1.4. Teoria da aprendizagem segundo Vigotski...............................................10 1.5. O processo de leitura................................................................................13 CAPITULO 2 – Formação de leitores ............................................

    16140  Palavras | 65  Páginas

  • Psicologia Aplicada Na Administra O

    estabelecidas entre pessoas). Para compreender a personalidade humana, é preciso ter conhecimento da psicologia do desenvolvimento humano, desde o nascimento até a idade adulta, segundo o livro “Psicologias Uma introdução ao estudo da Psicologia” dos autores : Ana Mercedes B. Bock, Odair Furtado e Maria de Lourdes T. Teixeira. O desenvolvimento humano refere-se ao desenvolvimento mental e orgânico. O desenvolvimento mental é uma construção continua, que se caracteriza pelo aparecimento gradativo de...

    1006  Palavras | 5  Páginas

  • Tecnologia na educação uma nova form a de ensinar e educ

    acesso aos sistemas pré-consciente/consciente, pela ação de censuras internas. Por outras palavras, este é um sistema do aparelho psíquico regido por leis próprias de funcionamento, de caráter atemporal, sem existência de passado ou presente (BOCK; FURTADO; TEIXEIRA, 1988, p. 73). 1.1.2 O PRÉ-CONSCIENTE – sistema onde permanecem os conteúdos acessíveis à consciência – é representado por tudo àquilo que não é consciente no momento presente, mas no momento futuro. 1.1.3 O CONSCIENTE...

    6812  Palavras | 28  Páginas

  • Atividades lúdicas para o ensino de matemática no ensino fundamental

    período sensório-motor, compreendido do nascimento até 2 anos. O segundo 4 período é denominado de pré-operacional e estende-se de 2 anos até 7 anos. O terceiro, operatório concreto, inicia-se nos 7 anos e chega até os 11 ou 12 anos. Por fim, o quarto período, hipotético dedutivo ou pensante, estende-se dos 11 ou 12 anos até a vida adulta. Vale ressaltar que essas idades são aproximadas. Cada um desses períodos é, segundo Piaget (2002), caracterizado pelo aparecimento de estruturas originais...

    4163  Palavras | 17  Páginas

  • CIÊNCIA E SENSO COMUM

    Ciência e Senso Comum – Ana Mercês Bahia Bock Ana Mercês Bahia Bock afirma que a psicologia utilizada no cotidiano pelas pessoas em geral é a psicologia do senso comum. O senso comum é uma ciência baseada nos fatos que ocorrem no cotidiano, e se forma a partir da intuição, erros, tentativa. Bock nos diz que o senso comum é necessário para solucionarmos várias situações simples ou complexas do dia a dia, como por exemplo, quando vamos atravessar a rua conseguimos calcular a distância...

    905  Palavras | 4  Páginas

  • MOTIVAÇÃO E AUTO ESTIMA NA APRENDIZAGEM

    existe só quando a criança o vê (antes dos 2 anos) é substituída, posteriormente, pela capacidade de atribuir ao objeto sua conservação, mesmo quando ele não está presente no seu campo visual. (BOCK; FURTADO; TEIXEIRA 1999). 2.2 A TEORIA DO DESENVOLVIMENTO HUMANO DE JEAN PIAGET Segundo Bock; Furtado; Teixeira (1999) para Piaget os períodos do desenvolvimento humano de acordo com o aparecimento de novas qualidades do pensamento, o que, por sua vez, interfere no desenvolvimento global. • 1º período:...

    4066  Palavras | 17  Páginas

  • Considerações dos contrastes das realidades brasileiras: uma abordagem ao filme central do brasil

    do filme percebe-se claramente a falta de valores e de ética da personagem Dora, que depois de conhecer o menino Josué passa a caracterizar uma espécie de crise de identidade. Sobre a questão da formação da identidade individual, Bock, Furtado e Teixeira (1999) ressaltam o seguinte: Várias correntes da Psicologia (e a Psicanálise, inclusive) nos ensinam que o reconhecimento do eu se dá no momento em que aprendemos a nos diferenciar do outro. Eu passo a ser alguém...

    1874  Palavras | 8  Páginas

tracking img