Síndromes Hemorrágicas Da Gravidez artigos e trabalhos de pesquisa

  •  Síndromes Hemorrágicas na Gestação

     Síndromes Hemorrágicas na Gestação Existem várias causas de sangramento durante a gravidez. Com base no manual do Ministério da Saúde podemos dividi-las em dois grupos: síndromes hemorrágicas da primeira metade e síndromes hemorrágicas da segunda metade da gravidez. Quanto as causas de hemorragias na primeira metade, as mais importantes situações hemorrágicas, são elas: abortamento, descolamento cório-amniótico, gravidez ectópica, neoplasia trofoblástica gestacional benigna (mola hidatiforme)...

    1095  Palavras | 5  Páginas

  • Doenças hemorrágicas

    Doenças Hemorrágicas Coagulopátias congênitas e Adquiridas Introdução • As doenças hemorrágicas abrangem diversas condições clinicas, sendo caracterizada por hemorragias de gravidade variável em diferentes locais do corpo. Podem ser de causa hereditária ou adquirida, relacionada a doenças hematológicas ou condições sistêmicas. Avaliação Laboratorial • Pelo menos cinco testes laboratoriais devem ser inicialmente realizados em pacientes com suspeita de doenças hemorrágicas: • TTPA- tempo...

    2269  Palavras | 10  Páginas

  • sindromes hemorragica

    Existem varias causas de sangramento durante a gravidez. Podemos dividi- las em dois grandes grupos: síndromes hemorrágicas da primeira metade da gravidez, e síndromes hemorrágicas da segunda metade da gravidez. Quanto as causas de hemorraria na primeira metade temos abortamento, gravidez ectópica e mola hidatiforme. Todas estas levam obrigatoriamente a interrupção da gestação. Quanto as causas de hemorragia na segunda metade temos como causas a inserção baixa da placenta e descolamento prematura...

    672  Palavras | 3  Páginas

  • Síndromes Hemorragicas

    SÍNDROMES HEMORRÁGICAS INTRODUÇÃO Entre 10 a 15% das gestações apresentam hemorragias. Podem representar complicação gestacional ou agravos ginecológicos concomitantes com o período gravídico. Existem várias causas de sangramento e podemos dividi-las em dois grandes grupos: síndromes hemorrágicas da primeira metade da gravidez, e síndromes hemorrágicas da segunda metade da gravidez. SEGUNDA METADE DA GESTAÇÃO As hemorragias na segunda metade da gestação constituem-se em frequentes diagnósticos...

    1231  Palavras | 5  Páginas

  • Síndrome de Bernard-Soulier

    INTRODUÇÃO A Síndrome de Bernard-Soulier é uma doença Hereditária, autossômica recessiva, onde o seu portador tem plaquetas em tamanho maior do que normalmente se encontra e em uma menor quantidade. Os sintomas dessa síndrome são: hemorragias, fluxo menstrual intenso, cansaço fácil, trombocitopenia, hematomas, aumento dos megacariocitos, menor tempo de sobrevivência das plaquetas. O tratamento pode ser feito evitando medicamentos à base de ácido acetilsalicílico, evitando fazer atividades físicas...

    1815  Palavras | 8  Páginas

  • Síndrome de Hellp

    Síndrome HELLP é um síndrome laboratorial1 definido por três sinais cujas iniciais dos termos em língua inglesa formam HELLP: • H - Hemólise, do inglês: Hemolytic anemia; • EL - Enzimas hepáticas elevadas, do inglês: Elevated Liver enzymes; • LP - Baixa contagem de plaquetas, do inglês: Low Platelet count; Em 1954 Pritchard descreveu a Toxémia gravídica na sua segunda fase, a eclâmpsia, no estádio mais grave onde predomina a coagulação intravascular disseminada (CIVD) e notou que havia um padrão...

    3424  Palavras | 14  Páginas

  • Síndrome de Help

    1-Objetivo Descrever o perfil clínico e laboratorial e complicações de pacientes com síndrome de HELLP internadas em Centro de Terapia Intensiva (CTI) obstétrica. 1.1-Métodos: O presente trabalho corresponde a uma análise secundária das pacientes submetidas a um ensaio clínico realizado entre agosto de 2005 e novembro de 2006. A amostra foi composta de puérperas com diagnóstico de síndrome HELLP (pré ou pós-parto) Esta é uma análise secundária do perfil clínico e laboratorial das 105 pacientes...

    2109  Palavras | 9  Páginas

  • Síndrome Hellp

    OLIVEIRA O PAPEL DA ENFERMAGEM NO CUIDADO A PARTURIENTE COM SÍNDORME HELLP NO CENTRO OBSTÉTRICO. MOSSORÓ 2013.1 LÍGIA MARIA GALVÃO DE OLIVEIRA O PAPEL DA ENFERMAGEM NO CUIDADO A PARTUIENTE COM SÍNDROME HELLP NO CENTRO OBSTÉTRICO. Projeto apresentado no Seminário interdisciplinar da 7ª série do Curso de Graduação em Enfermagem da Universidade Potiguar - UNP, como requisito para obtenção da nota parcial da Unidade II de todas as disciplinas...

    2193  Palavras | 9  Páginas

  • Sindrome de hellp

    academicoo.com/sindrome-hellp * * Publique seus trabalhos * Últimos documentos * Tópicos: * Biológicas | * Exatas | * Humanas | * Sociais Acadêmico Pesquise em + de 900 mil documentos * Início * Contato ------------------------------------------------- Parte superior do formulário Parte inferior do formulário * Login | Cadastro Encontrados 24 artigos, teses e dissertações. Mostrando a página 1 * Síndrome HELLP (definição) - Síndrome de HEMÓLISE...

    13670  Palavras | 55  Páginas

  • sindrome de hellp

    INTRODUÇÃO A Síndrome HELLP foi descrita inicialmente por Pritchard em 1954, e posteriormente por Louis Weinstein em 1982, quem a denominou de HELLP. A Síndrome HELLP é considerada uma variante da pré-eclampsia grave caracterizada por Hemólise, Elevação das enzimas hepáticas e Plaquetopenia(1) (2). O presente estudo busca investigar a temática como forma de compreender e interpretar as causas da evolução para o diagnóstico de Síndrome HELLP, bem como refletir sobre a atenção...

    2416  Palavras | 10  Páginas

  • febre Hemorragica da dengue protocolo

    COORDENADORIA DE CONTROLE DOS FATORES DE RISCO E AGRAVOS AMBIENTAIS PÁGINA TÍTULO 7 PROTOCOLO DE FEBRES HEMORRÁGICAS FEBRE AMARELA Sílvia Hees de Carvalho Jerson Soares Antunes Júnior SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DE MINAS GERAIS SUPERINTENDÊNCIA DE EPIDEMIOLOGIA COORDENADORIA DE CONTROLE DOS FATORES DE RISCO E AGRAVOS AMBIENTAIS TÍTULO PÁGINA PROTOCOLO DE FEBRES HEMORRÁGICAS 8 1.1- INTRODUÇÃO Doença infecciosa aguda, não contagiosa, transmissível por picada de mosquito...

    21230  Palavras | 85  Páginas

  • gravidez na adolescencia

     TÍTULO/TEMA Gravidez Precoce: fatores que contribuem para esse fenômeno social. Comentários nas referências.  RESUMO Esse trabalho é uma pesquisa bibliográfica a respeito da gravidez precoce na adolescência. O estudo tem como objetivo identificar os principais fatores e causas desse fenômeno social. Observa-se que a condição social, econômica, familiar e biológica, a falta de projeto de vida, propicia à ocorrência da gravidez nesta faixa etária da vida. Também será abordado...

    2437  Palavras | 10  Páginas

  • Doença hipertensiva especifica da gravidez - dheg

    ocorrer anteriormente à vigésima semana de gravidez, na moléstia trofoblástica gestacional, sendo, predominantemente, uma patologia de primigesta. É uma das complicações mais comuns e de maior morbimortalidade materna e perinatal ocupando o primeiro lugar dentre as afecções próprias do ciclo grávido-puerperal (CUNHA, 2001). A DHEG, também denominada pré-eclâmpsia, é caracterizada pela tríade: edema, proteinúria e hipertensão arterial. É uma síndrome que acontece no final do 2º trimestre da gestação...

    20822  Palavras | 84  Páginas

  • Hemorragia da gravidez- obstetricia

    Hemorragias da gravidez Hemorragias da 1ª metade da gestação (ate 20 semanas) - abortamento - doença trofoblástica gestacional - Gravidez ectópica Hemorragias da 2ª metade da gestação - placenta prévia - descolamento prematuro de placenta - rotura uterina - rotura de vasa previa - rotura de seio marginal 1- Abortamento Def: interrupção da gravidez com feto < 500g...

    3648  Palavras | 15  Páginas

  • UMA ANÁLISE DO COMPORTAMENTO SOCIAL EM RELAÇÃO À GRAVIDEZ NA ADOLESCENCIA

    COMPORTAMENTO SOCIAL EM RELAÇÃO À GRAVIDEZ NA ADOLESCENCIA FRANCISLEI DA SILVA OLIVEIRA 1 JÂNIO VENÂNCIO DOS SANTOS 2 MÁRCIA CAMOEIRAS SANTOS 3 MARCOS FOGAÇA VIEIRA 4 MARÍLIA BRITO ALVES 5 RESUMO Objetivo: Compreender como o fenômeno da gravidez na adolescência incide sobre a vida e o comportamento dos diversos atores envolvidos. Apresentar a realidade das jovens mães antes, durante e após o período gestacional para contextualizarmos o problema da gravidez precoce. Métodos: Pesquisa de...

    3175  Palavras | 13  Páginas

  • gravidez na adolescencia

    organismo adulto com reflexos somáticos e psíquicos, principalmente aqueles que dizem respeito à esfera sexual. A ocorrência crescente da gravidez na adolescência é considerada importante problema de saúde pública no Brasil e, em decorrência disso estão sendo criado um conjunto de medidas preventivas e de controle para a melhoria do índice de adolescente grávida. A gravidez na adolescência tem sido descrita como importante obstáculo ao desenvolvimento do indivíduo, limitando de forma dramática suas oportunidades...

    4064  Palavras | 17  Páginas

  • Sangramento vaginal segunda metade da gravidez

    ser inteiramente desvendada. A causa primária é desconhecida, e vários distúrbios podem estar associados a gênese do DPP. O fator mais importante relacionado á DPP é a Hipertensão arterial. A denominação, por alguns autores, do DPP como forma hemorrágica da pré-eclampsia ilustra a importância dessa associação. Os fatores mecânicos ou traumáticos internos (determinação do projeto de diretrizes da associação medica brasileira e do conselho federal de medicina) embora raramente associados ao DPP (2%...

    4961  Palavras | 20  Páginas

  • SINDROMES CORONARIANAS POP

    Procedimento Operacional Padrão - POP Edição: 1ª Data de Emissão: 08/2014 SÍNDROMES CORONARIANAS AGUDAS INTRODUÇÃO: A doença arterial coronariana (DAC) representa a principal causa de óbito no mundo, estando entre as patologias de maior impacto clínico e financeiro. A maioria dos casos de infarto agudo do miocárdio (IAM) é causada pela oclusão de um ramo coronariano principal. A obstrução e consequente redução do fluxo coronariano se devem comumente à ruptura física de uma placa...

    2660  Palavras | 11  Páginas

  • Gravidez na adolescencia

    si mesma, ou consentir que outrem lhe provoque, levando a pena de detenção de um a três anos, porém segundo o artigo 128, não constitui crime a prática do aborto quando não há outro meio de salvar a vida ou preservar a saúde da gestante, se a gravidez resulta de violação da liberdade sexual, ou do emprego, não consentido de técnica de reprodução assistida, e a fundada probabilidade, atestada por dois outros médicos, de o nascituro apresentar graves e irreversíveis anomalias físicas ou mentais...

    5126  Palavras | 21  Páginas

  • Gravidez na adolescência

    história de abortos; 86,7% negaram intercorrências em gestações anteriores; 58% não utilizavam métodos contraceptivos; 86,7% não planejaram a gravidez; 99,3% negaram uso de medidas abortivas; 92,0% realizaram pré-natal; 36,0% iniciaram o pré-natal no 2° trimestre; 64,7% negaram antecedentes pessoais; 68,7% tiveram parto vaginal. Palavras- chave: Adolescente. Gravidez na Adolescência. ABSTRACT The adolescence is a phase of the life of deep social, psychological, and physical modifications...

    9156  Palavras | 37  Páginas

  • Dheg

    MULTISSISTÊMICA; OCORRE TARDIAMENTE NA GRAVIDEZ (após 20 semanas); TRÍADE CLÁSSICA: Hipertensão (> 140 x 90 mmHg) Proteinúria (> 0,3g/24h) Edema generalizado CONCEITOS IMPORTANTES! HIPERTENSÃO GESTACIONAL Aumento da pressão sanguínea após 20 semanas de gravidez, retornando ao normal 10 dias após o parto. 20 a 50% evolui para pré-eclampsia. pré- CONCEITOS IMPORTANTES! PRÉ ECLÂMPSIA Caracterizada por hipertensão e proteinúria após 20 semanas de gravidez, em mulheres com PA normal. Associa-se...

    1100  Palavras | 5  Páginas

  • Doenças da saúde publica

    conhecimentos fornecidos são importantes para este texto. Antes de abordamos a toxoplasmose na gravidez, vale a pena uma revisão de como é feito o diagnóstico sorológico da doença. Diagnóstico da toxoplasmose no pré-natal: IgM e IgG Durante o pré-natal, o obstetra solicita algumas sorologias para avaliar o estado imunológico da gestante. Cinco infecções são de elevada importância na gravidez devido ao risco de transmissão para o feto: - Toxoplasmose - Sífilis (leia: SÍFILIS | SINTOMAS...

    5335  Palavras | 22  Páginas

  • ççççççççç

    ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM EM SITUAÇÕES OBSTÉTRICAS DE RISCO Aula 5 Profa Casssiana Síndromes Hemorrágicas da 1ª metade da gravidez  Abortamento  Gravidez Ectópica  Mola Hidatiforme Classificação quanto à época  Aborto Precoce: qdo a interrupção da gravidez se dá até 12 semanas.  Aborto Tardio: o que acontece com mais de 12 sem e até 22 sem. ABORTAMENTO  É a eliminação do concepto antes de sua viabilidade.  OMS: inviabilidade ocorre antes da 22ª sem ou...

    843  Palavras | 4  Páginas

  • Toxemia gravídica

    Hipertensão gestacional: casos com aumento de pressão sanguínea, sem proteinúria, após 20 semanas de gravidez, retornando os níveis tensionais elevados ao normal no pós-parto. A hipertensão é definida como pressão sistólicamaior ou igual a 140 mmHg e pressão diastólica maior ou igual a 90 mmHg. Pré-eclampsia: síndrome multissistêmica caracterizada por hipertensão e proteinúria, após 20 semanas de gravidez, em mulheres com PA normal previamente. Também está associada a outros sinais e sintomas, como...

    2382  Palavras | 10  Páginas

  • Saude da mulher

    materna no Brasil, Coeficiente de mortalidade feminina proporcional por Idade materna como fator de risco, Não basta mais pré-natal, Falta de um sistema de referência, Panorama mundial Anualmente 515 mil mulheres morrem por complicações da gravidez, aborto, parto e puerpério. 99% das mortes maternas ocorrem em países em desenvolvimento. Estudo realizado por Hill, AbouZahr & Wardlaw estimou as taxas de mortalidade materna para todos os países do mundo em 1995, indicando valores que chegavam...

    4572  Palavras | 19  Páginas

  • Taxemia Gravitica

    Introdução A toxemia gravídica é doença multissistêmica, ocorrendo habitualmente no final da gravidez, e caracterizada por manifestações clínicas associadas e peculiares: hipertensão, edema e proteinuria. Nas suas formas graves, em virtude da irritabilidade do sistema nervoso central, instalam-se convulsões e a doença é denominada eclampsia; ausente às crises convulsivas trata-se de pré-eclampsia. A constituição da toxemia gravídicas As toxemia gravídicas...

    3869  Palavras | 16  Páginas

  • Dheg

    DHEG INTRODUÇÃO A doença hipertensiva da gravidez (DHEG) é a complicação mais frequente na gestação que acarreta num aumento dos níveis pressóricos da gestante, previamente normotensa, e constitui a primeira causa de mortalidade materna no ciclo gravídico puerperal. A DHEG pode ser classificada como preclâmpsia, eclâmpsia, síndrome HELLP e preclâmpsia superajuntada e dependendo da forma como se apresenta pode causar alterações renais, cardiovasculares, hepáticas, cerebrais, sanguíneas, hidreletrolíticas...

    3107  Palavras | 13  Páginas

  • Semin Rio PE E HS

     ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM A MULHER COM PRÉ ECLAMPSIA E HELP SINDROME Recife, 2015 ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM A MULHER COM PRÉ ECLAMPSIA E HELP SINDROME Recife, 2015 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO........................................................................................................03 2 OBJETIVOS.............................................................................................................

    3482  Palavras | 14  Páginas

  • Toxemia Gravídica

    ciclo-gravídico-puerperal, a toxemia gravídica é responsável pelas altas taxas de morbimortalidade materna e perinatal, principalmente nos países em desenvolvimento como o Brasil. A toxemia gravídica é uma doença multissistêmica, ocorrendo habitualmente no final da gravidez, e caracterizada por manifestações clínicas associadas e peculiares: hipertensão, edema e proteinúria. Nas suas formas graves, em virtude da irritabilidade do sistema nervoso central, instalam-se convulsões e a doença é denominada eclampsia; ausentes...

    6544  Palavras | 27  Páginas

  • Doenças causadas pelos vírus

    período, a pessoa pode continuar sentindo cansaço e indisposição. -- Dengue Hemorrágica Inicialmente se assemelha à Dengue Clássica, mas, após o terceiro ou quarto dia de evolução da doença, surgem hemorragias em virtude do sangramento de pequenos vasos na pelo e nos órgãos internos. A Dengue Hemorrágica pode provocar hemorragias nasais, gengivais, urinárias, gastrointestinais ou uterinas. Na Dengue Hemorrágica, assim que os sintomas de febre acabam a pressão arterial do doente cai, o que...

    2589  Palavras | 11  Páginas

  • Resumo pre-natal

    aceitação da gravidez, principalmente em se tratando de adolescente. • Violência doméstica. Antecedentes obstétricos: • Abortamento habitual. • Cirurgia uterina anterior. • Esterilidade/infertilidade. • Intervalo interpartal menor que 2 anos ou maior que 5 anos. • Macrossomia fetal. • Morte perinatal explicada ou inexplicada. • Nuliparidade e multiparidade. • Pré-eclâmpsia/eclâmpsia. • Recém-nascido com restrição de crescimento, pré-termo ou malformado. • Síndromes hemorrágicas. Morbidades: ...

    1478  Palavras | 6  Páginas

  • Dheg

            DOENÇA HIPERTENSIVA ESPECÍFICA DA GRAVIDEZ                               BELO HORIZONTE 2008 DOENÇA HIPERTENSIVA ESPECÍFICA DA GRAVIDEZ                                                                       Trabalho apresentado no 6º período 1º termo, na disciplina de Saúde da Mulher, no Curso de Enfermagem da Faculdade Pitágoras, como requisito parcial para a obtenção do título de...

    2616  Palavras | 11  Páginas

  • AIDS E DENGUE

    aumentar o risco de sangramentos. O tratamento da dengue deve ser hospitalar no caso de pacientes hipertensos, com insuficiência cardíaca ou que estejam com crise de asma ou diabetes descompensada, mesmo que não se trate de dengue hemorrágica. No caso de dengue hemorrágica o tratamento  é feito no hospital com uso de soro na veia, toma de medicamentos para interromper a hemorragia e aumentar as plaquetas, uso de oxigênio para facilitar a respiração e em alguns casos transfusão de plaquetas. No hospital...

    744  Palavras | 3  Páginas

  • Nominatas - Medicina Legal

    Infiltrações hemorrágicas punctiformes no fundo do sulco. 11.Sinal de Ambroise Paré- Pele enrugada e escoriada no fundo do sulco. 12.Sinal de Lesser- Vesículas sanguinolentas no fundo do sulco. 13.Sinal de Bonnet- Marcas de trama do laço, rotura dos ligamentos. Rotura das cordas vocais. 14,Sinal de Schulz- Borda superior do sulco saliente e violácea. 15.Sinal de Martin- Lesões da parte profunda da pele e da tela subcutânea do pescoço. 16. Sinal de Friedberg- Sufocação hemorrágica da túnica externa...

    5621  Palavras | 23  Páginas

  • dengue e aids

    levaram à disseminação de diferentes sorotipos da doença para novas áreas e para o surgimento da dengue de tipo causador da febre hemorrágica. Esta forma grave da doença foi relatada pela primeira vez nas Filipinas, em 1953, na década de 1970, tornou-se uma das principais causas de mortalidade infantil e apareceu também no Pacífico e nas Américas. A dengue hemorrágica e a síndrome do choque da dengue foram observados pela primeira vez na América do Sul e Central em 1981, a DENV-2 foi contraída por pessoas...

    2180  Palavras | 9  Páginas

  • Hemorragias gravídicas

    Doença Hipertensiva Especifica da Gravidez (DAEG) Quando a paciente apresenta pressão muito alta ela pode sofrer com a doença hipertensiva especifica da gravidez. Segundo Gonzaga, ela aparece aproximadamente em 10% das gestantes e seus sinais são inchaço, pressão acima de 140/90 ml de mercúrio e, após ser realizado um exame, ser diagnosticado que há proteínas na urina. - Ela acontece principalmente em pacientes grávidas pela primeira vez, ou que sejam muito jovens ou que tenham mais de 30 anos...

    969  Palavras | 4  Páginas

  • dengue

    disseminação de diferentes sorotipos da doença para novas áreas e ao surgimento da dengue causadora da febre hemorrágica. Esta forma grave da doença foi relatada pela primeira vez em 1953, nas Filipinas. Na década de 1970, a forma grave da doença tornou-se uma das principais causas de mortalidade infantil e apareceu também na região do Pacífico e na América. A dengue hemorrágica e a síndrome do choque da dengue foram observadas pela primeira vez na América do Sul e Central em 1981, a DENV-2 foi contraída...

    2142  Palavras | 9  Páginas

  • 173399190132

    ABORTAMENTO É a eliminação do concepto antes de sua viabilidade. OMS: inviabilidade ocorre antes da 22ª sem ou concepto pesando menos de 500g. Incidência: 10% das gestações. Classificação quanto à época Aborto Precoce: qdo a interrupção da gravidez se dá até 12 semanas. Aborto Tardio: o que acontece com mais de 12 sem e até 22 sem. ABORTAMENTO: CLASSIFICAÇÃO AMEAÇA DE ABORTO EVITÁVEL INEVITÁVEL COMPLETO INCOMPLETO INFECTADO TERAPÊUTICO PROVOCADO Complicações do abortamento ...

    743  Palavras | 3  Páginas

  • Afogamneto

    SÍNDROMES HIPERTENSIVAS DA GESTAÇÃO SAIR   ------------------------------------------------- Parte superior do formulário Parte inferior do formulário CONCEITO As síndromes hipertensivas da Gestação (SHDG) são complicações que aumentam a incidência de morbi-mortalidade materna e perinatal, explicando assim, a sua importância de estudo. Juntamente com as infecções e as hemorragias, está entre as três causas de morte materna no Brasil.  A Comissão de Terminologia do Colégio Americano...

    5834  Palavras | 24  Páginas

  • Abdome Agudo

    traumática, de aparecimento súbito e de intensidade variável, associada ou não a outros sintomas. Geralmente, com duração variando de horas até quatro dias, não ultrapassando sete dias. A intervenção médica imediata é necessária, sendo cirúrgica ou não. A síndrome da dor abdominal aguda é responsável por um grande número de visitas hospitalares e pode acometer os pacientes mais jovens, os mais idosos, de ambos os sexos e de todos os grupos socioeconômicos. Os pacientes com dor abdominal aguda devem ser avaliados...

    2602  Palavras | 11  Páginas

  • Economia

    trimestre da gestação. 6- Cite 3 sinais que levam ao diagnostico da gravidez 7.      Cite 3 sintomas presumíveis de gravidez 8.      Quais são os aspectos para a orientação da gestante no pré natal? 9.      Como é freqüentemente realizado o agendamento das consultas pré-natais na gestante normal? 10.Discorra sobre as síndromes hemorrágicas na primeira e na segunda metade da gestação. 11.Quais os sinais característicos de gravidez que podem ser evidenciados na inspeção das mamas, no abdome e genitais...

    565  Palavras | 3  Páginas

  • Doenças humanas virais

    elas cuidem melhor da saúde. Assim pega HIV/Aids Sexo na vagina sem camisinha Sexo oral sem camisinha Sexo anal sem camisinha Uso de seringa por mais de uma pessoa Transfusão de sangue contaminado Da mãe infectada para seu filho durante a gravidez, no parto e na amamentação Instrumentos que furam ou cortam não esterilizados. Assim não pega HIV/Aids Sexo desde que se use corretamente a camisinha Masturbação a dois Beijo no rosto ou na boca Suor e lágrima Picada de inseto Aperto de mão...

    2521  Palavras | 11  Páginas

  • FURP DAPSONA BPROF REV01a

    Hipersensibilidade à dapsona ou às sulfonas. Amiloidose renal avançada. Na gravidez e amamentação é necessário avaliar a relação risco/benefício. 5. ADVERTÊNCIAS E PRECAUÇÕES Deve ser usada com precaução nos pacientes com doença cardíaca ou pulmonar. Evitar seu uso em presença de porfiria. FURP-DAPSONA_COM_BPROF_REV01a O paciente deve ser avisado para que informe sinais de febre, palidez, icterícia, manchas hemorrágicas ou infecção de garganta. Atenção quanto ao uso concomitante de anti-histamínicos...

    1298  Palavras | 6  Páginas

  • Hantavirose

    como Febre Hemorrágica com Síndrome Renal ou Febre do Songo, são classificadas como antropozoonoses virais agudas, sendo que em humanos essa infecção pode manifestar-se sob diversas formas clínicas, variando desde formas inaparentes, subclínicas, até quadros mais graves. O vírus causador desta doença pertence ao gênero Hantavirus, família Bunyaviridea. Este vírus possui como material genético uma fita simples de RNA, Existem dois tipos distintos da doença: febre hemorrágica com síndrome renal (FHSR)...

    2842  Palavras | 12  Páginas

  • DHEG

    comum na gestação, é considerado o primeiro sinal de pré-eclâmpsia quando associado a proteinúria e hipertensão arterial. É uma síndrome que acontece no final do 2º trimestre da gestação e persiste durante todo o período gestacional, impondo, desta forma, assistência pré-natal de qualidade, já que este quadro clínico apresenta gravidade de intensidade variáveis. Essas síndromes ocorrem em 6% a 8% das gestações, contribuindo para a prematuridade e morbi-mortalidade perinatal devido à hipóxia intra-uterina...

    4660  Palavras | 19  Páginas

  • Sindrome de Hellp

    Síndrome de Hellp A pressão da mulher antes da gravidez não influencia na pré-eclâmpsia A Síndrome de Hellp é uma complicação obstétrica grave, pouco conhecida e de difícil diagnóstico, que pode causar a morte da mãe e também do bebê. É chamada de síndrome porque envolve um conjunto de sinais e sintomas, e hellp, em razão da abreviação dos termos em inglês que querem dizer: H: hemólise (fragmentação das células do sangue); EL: elevação das enzimas hepáticas, e LP: baixa contagem de plaquetas...

    3007  Palavras | 13  Páginas

  • TRATAMENTO FISIOTERÁPICO EM GESTANTE DE ALTO RISCO

    TRATAMENTO FISIOTERÁPICO EM GESTANTE DE ALTO RISCO Resumo A gravidez pode ser considerada como de alto risco quando o feto e a mulher estão em risco em função de uma doença orgânica crônica ou aguda, significando um desenvolvimento inadequado para o concepto e/ou para a gestante, afetando negativamente o resultado da gravidez. O objetivo dessa revisão é enfatizar conceitos atuais básicos em relação a funcionalidade do tratamento fisioterapêutico em gestantes de alto risco. O trabalho foi...

    1401  Palavras | 6  Páginas

  • Eclampsia e pré eclampsia

    INTRODUÇÃO A Toxemia Gravídica é uma doença multissistêmica e ocorre habitualmente no final da gravidez. É caracterizada por manifestações clínicas como: hipertensão, edema e proteinúria. Aproximadamente 70% das desordens hipertensivas na gravidez são devido à toxemia. E nesse cenário é preciso diferenciar a hipertensão arterial (HA) na gravidez e a toxemia. Na primeira os sinais de elevação da pressão antecediam a prenhez e na segunda essa desordem ocorre devido à má adaptação do organismo à gravidez4...

    1728  Palavras | 7  Páginas

  • Sindrome De Hellp

    Conhecimento dos enfermeiros dos cuidados de saúde primários sobre síndrome HELLP Universidade Fernando Pessoa Faculdade de Ciências da Saúde Porto, 2012 Ana Sofia de Sousa Belinha Conhecimento dos enfermeiros dos cuidados de saúde primários sobre síndrome HELLP Universidade Fernando Pessoa Faculdade de Ciências da Saúde Porto, 2012 Ana Sofia de Sousa Belinha Conhecimento dos enfermeiros dos cuidados de saúde primários sobre síndrome HELLP A aluna _________________________________________ Ana...

    13897  Palavras | 56  Páginas

  • Frequência das emergências obstétricas e sua relação com o óbito materno

    obstétricas são síndromes hipertensivas: hipertensão arterial, pré-eclâmpsia/eclâmpsia, síndrome de HELLP; e síndromes hemorrágicas da 1ª metade da gestação – abortamento, gravidez ectópica, Neoplasia Trofoblástica Gestacional, Descolamento Corioamniótico e da 2ª metade da gestação - Placenta Prévia, Descolamento Prematuro de Placenta, Rotura Uterina, Vasa Prévia (Manual Técnico Gestação de Alto Risco, 2012). Conforme Corrêa (2011) o óbito de gestante independente do período da gravidez ou puerperal...

    5111  Palavras | 21  Páginas

  • Eclampsia e pré eclampsia

    20.6 Alterações uteroplacentárias 14 20.7 Alterações hepáticas 14 20.8 Alterações de coagulação 14 20.9 Alterações fetais 15 20.10 Alterações placentárias 15 21. Complicações 16 21.1 Complicações da hipertensão na gravidez 16 21.2 Edema pulmonar 16 21.3 Insuficiência Renal 17 22. Perspectivas de Prevenção 17 23. Coagulopatia 18 24. Suplementação com cálcio. 18 2. ECLÂMPSIA 19 2.1 Definição e Etiologia 19 2.2 Fisiopatologia 19 ...

    5762  Palavras | 24  Páginas

  • Assistência Pré-natal e emergencia obstetrica

    Assistência Pré-Natal Profª Amanda Fidelis Introdução Para que a gravidez transcorra com segurança, são necessários cuidados da própria gestante, do parceiro, da família e, especialmente, dos profissionais de saúde. Melhorar a assistência à saúde, depende também da atenção que cada profissional dedica à sua paciente. Atenção Básica A atenção prevenção, tratamento durante o parto. básica na gravidez inclui a a promoção da saúde e o dos problemas que ocorrem período gestacional...

    1985  Palavras | 8  Páginas

  • cinesio

     GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA Adolescência e o Parto A gravidez precoce é uma das ocorrências mais preocupantes relacionadas à sexualidade da adolescência, com sérias conseqüências para a vida dos adolescentes envolvidos, de seus filhos que nascerão e de suas famílias. A adolescência é um período de mudanças fisiológicas, psicológicas e sociais que separam a criança do adulto, prolongando-se dos 10 aos 20 anos incompletos, segundo os critérios da Organização Mundial de Saúde (OMS), ou dos...

    882  Palavras | 4  Páginas

  • Trabalhos

    corpo fraqueza vômito coceira. Dengue hemorrágica provoca hemorragias e pode ser fatal. Febre alta, mal-estar, pele amarelada, cansaço, hemorragias, vômitos, dor de cabeça, problemas no fígado e rins, dor muscular, calafrios. Febre, tosse, dores musculares, mal estar, dor de cabeça, tosse seca. Picada do mosquito Aedes aegypti. São quatro tipos de vírus transmissores que desenvolvem dois tipos da doença: a dengue clássica e a dengue hemorrágica. Picada do mosquito Aedes aegypti. Não...

    789  Palavras | 4  Páginas

  • Hipertensão na gravidez

    1 INTRODUÇÃO A gravidez é um fenômeno sociológico e deve ser vista pelas gestantes e equipes de saúde como parte de uma experiência de vida saudável envolvendo mudanças dinâmicas do ponto de vista físico, social e emocional. Assim, durante as 42 semanas de gestação, o organismo feminino passa por profundas alterações anatômicas, fisiológicas e bioquímicas em quase todos os órgãos e sistemas. Entretanto, trata-se de uma situação limítrofe que pode implicar riscos tanto para a mãe quanto para...

    2605  Palavras | 11  Páginas

  • Dheg

    UNIPAR – UNIVERSIDADE DO PARANÁ CAMPUS GUAIRÁ CURSO DE ENFERMAGEM DISCIPLINA ASSITENCIA DE ENFERMAGEM EM OBSTETRÍCIA E NEONATOLOGÍA TEMA DOENÇA HIPERTENSIVA ESPECÍFICA DA GRAVIDEZ (DHEG) ACADEMICAS: JULIANA A. PEREIRA DE LIMA RA.6245 NAJLA S. LAHOUDE RA. 6311 TANIA RAMOS OLIVEIRA RA.6361 GUAIRÁ/2011 INTRODUÇÃO A doença hipertensiva específica da gestação (DHEG) é o disturbio mais comum na gestação. Esta patologia esta caracterizada pela hipertensão arterial, proteinúria e...

    1323  Palavras | 6  Páginas

  • Ficha Da Vitamina K

    lipossolúvel com propriedades anti-hemorrágicas. Serve não só para a prevenção e tratamento em diversas desordens da coagulação por deficiência dos fatores II, VII, IX e X da doença hemorrágica no Recém-Nascido (RN), como promove no fígado a formação dos fatores de coagulação II (Protrombina), VII (proconvertina), IX (fator Christmas ou componente da tromboplastina plasmática) e fator X (fator Stuart) Indicações terapêuticas Profilaxia e tratamento da doença hemorrágica do recém-nascido. 1 Administração...

    924  Palavras | 4  Páginas

  • Agentes teratogênicos

    barreira placentária a partir do 2º trimestre e final da gravidez, período mais infectante) Transmissibilidade segundo fase materna: Primária à 70% Secundária à 100% Tardia à 30% Se não tratada – 40% perda fetal, mas há 70% de assintomáticas dentre as que nascem: Rinite serossanguinolenta (nariz em sela) Pênfigo palmo-plantar ou outras lesões cutâneas Pseudo paralisia de Parrot – osteocondrite metáfisária de escápula e úmero Síndrome nefrótica ou nefrítica Sífilis Tardia: Características...

    1272  Palavras | 6  Páginas

  • Anemia

    deficiente de hemácias: -Anemia ferropênica -Anemia aplástica Síndromes talassêmicas Síndromes mielodisplásticas e enemia sidero-blástica (refratária). - Anemia megalobástica - Anemia da insuficiência renal crônica - Anemia das doenças crônicas - Anemia induzida por drogas antineoplásicas Anemias associadas por perda ou aumentoda destruição das hemácias: -Anemia aguda pós-hemorrágica -Anemia crônica pós-hemorrágica -Anemias hemolíticas hereditárias -Anemias hemolíticas adquiridas ...

    1139  Palavras | 5  Páginas

  • Sindrome de hellp

    Introdução Você já ouviu falar em Síndrome HELLP? Trata-se de uma complicação obstétrica com risco de morte, considerada uma variação da Pré-Eclâmpsia. Mas, não se assuste! Apesar do alto risco, um bom pré-natal sempre a detectará, segundo a Dra Nancy Ribeiro, coordenadora do ambulatório de pré-natal da Maternidade-Escola da UFRJ. “A principal forma de prevenção e diagnóstico é o pré-natal iniciado precocemente e de forma regular, atento à história da paciente,...

    2849  Palavras | 12  Páginas

tracking img