Rubem Fonseca artigos e trabalhos de pesquisa

  • Biografia Rubem Fonseca

    José Rubem Fonseca nasceu em Juiz de Fora (MG), em 1925. Formou-se em direito pela antiga Faculdade de Direito da Universidade do Brasil, no Rio de Janeiro, cidade onde mora desde os 8 anos de idade. Exerceu várias atividades antes de dedicar-se inteiramente à literatura, entre elas a de comissário de polícia, em São Cristóvão (RJ). Foi policial de gabinete durante a maior parte do tempo em que trabalhou, até ser exonerado, em 1958. Estudou administração e comunicação nas universidades...

    1503  Palavras | 7  Páginas

  • literatura de rubem fonseca

    Período literário de Rubem Fonseca: Personagens marginalizados, ambiente de exclusão social e violência urbana são as principais características da literatura bruta lista. Dentre as obras bruta listas podemos destacar “O Cobrador” de Rubem Fonseca, publicado em 1979; e “O Matador” de Patrícia Melo, publicado em 1995. Praticamente, Rubem Fonseca inaugurou essa corrente literária no Brasil, batizada de “bruta lista” por Alfredo Bosi. Os contos bruta listas narram sequências e personagens inseridos...

    945  Palavras | 4  Páginas

  • literatura de rubem fonseca

    Período literário de Rubem Fonseca: Personagens marginalizados, ambiente de exclusão social e violência urbana são as principais características da literatura bruta lista. Dentre as obras bruta listas podemos destacar “O Cobrador” de Rubem Fonseca, publicado em 1979; e “O Matador” de Patrícia Melo, publicado em 1995. Praticamente, Rubem Fonseca inaugurou essa corrente literária no Brasil, batizada de “bruta lista” por Alfredo Bosi. Os contos bruta listas narram sequências e personagens inseridos...

    945  Palavras | 4  Páginas

  • Rubem Fonseca

    A prosa contemporânea de Rubem Fonseca Como o próprio título do texto explicita, nas obras de Rubem Fonseca tudo é novo: os temas , a linguagem, a coragem de experimentar vozes que não estavam na literatura. Por esses e por tantos outros motivos ele se diferencia, sempre buscando algo novo, como veremos adiante. O gênero textual a qual seus textos pertencem é o conto. Textos curtos que exploram a semelhança entre a literatura e a notícia e que levam adiante a liberdade criadora...

    557  Palavras | 3  Páginas

  • O mal estar na obra de Rubem Fonseca

    Índice Introdução 3 1. Contexto histórico-cultural 4 2. Análise ficcional 7 3. Contextualização 0 Conclusão 9 Referências 10 Introdução O presente trabalho visa analisar a obra de Rubem Fonseca no aspecto da violência e do mal-estar. Para isso, escolhemos como corpus literário o livro Feliz Ano Novo, delimitando nossa perícope nos contos Feliz Ano Novo, Intestino Grosso e Passeio Noturno I e II. Livro este que foi duramente criticado...

    4604  Palavras | 19  Páginas

  • Resumo do livro "feliz ano novo" de rubem fonseca

    No conto que dá título ao livro, "Feliz Ano Novo", Rubem Fonseca expõe cruamente o contraste entre a classe marginalizada, pobre, e a burguesia, abastada e indiferente ao que acontece na periferia citadina. É narrado em primeira pessoa, do ponto de vista de uma personagem que assiste pela TV aos preparativos para a chegada do Ano Novo, a propaganda de roupas novas que serão compradas pelas "madames granfas" e imagina como será a festa dos ricos: bailes, jóias, vestidos novos etc. Ele e os amigos...

    1130  Palavras | 5  Páginas

  • Resumo de rubem fonseca

    status quo da sociedade da época. Principalmente, na década de setenta do século passado. Em minha opinião, os contos são atuais, mas se deve levar em conta o contexto histórico do Brasil da época, onde o falso moralismo da ditadura imperava. Rubem Fonseca usa a violência e o sexo como forma de construir um estilo literário que choque e faça os leitores pensarem sobre o que acontecia naquele momento como, por exemplo, a hipocrisia, a crueldade das desigualdades sociais e o sadismo de uma burguesia...

    5197  Palavras | 21  Páginas

  • Denúncias sociais, violência urbana e corrupção na obra agosto (1954) de rubem fonseca

    nova, se lhes forem proporcionados os meios de pesquisas, de ensino, (...) e de difusão de que necessita, está em condições de desempenhá-lo. Jacques Le Goff, 1988 O presente trabalho trata-se da análise do romance Agosto, obra do autor Rubem Fonseca. A escolha desta obra como objeto se deve ao fato de trata-se de um romance histórico. É uma narrativa policial mesclada de ficção e realidade, retratando, sob o olhar do autor, acontecimentos importantes da História política brasileira. O romance...

    20646  Palavras | 83  Páginas

  • Resenha do livro de rubem fonseca

    Colégio Estadual Rio Branco. Aluna: Cristiano Benedito lauro Prof.ª: Josiane Disciplina: Português Atividade: Resenha do Livro Agosto de Rubem Fonseca O livro de Rubem Fonseca é um romance policial. Ocorreu em agosto de 1954, o livro apresenta momentos históricos daqueles episódios, que levaram no suicídio de Getúlio Vargas. Simultaneamente à narrativa da crise que levaria Getúlio ao suicídio, provocada pela tentativa de assassinato de Carlos Lacerda, o autor desenvolve a história ficcional...

    1012  Palavras | 5  Páginas

  • Análise estilística do conto corações solitários, de rubem fonseca, à luz da teoria do romance, de mikhail bakhtin

    UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO DEPARTAMENTO DE LETRAS Análise estilística do conto Corações solitários, de Rubem Fonseca, à luz da Teoria do Romance, de Mikhail Bakhtin Trabalho realizado por Dolores Orange, Emanuele Pacheco e Jailton Nóbrega, na disciplina de Língua Portuguesa 8, ministrada pela professora Dóris Cunha. Recife, 20 de junho de 2011 INTRODUÇÃO Com a ideia de discurso, enunciação...

    3958  Palavras | 16  Páginas

  • Resenha do livro agosto, de rubem fonseca

    RESENHA AGOSTO - Rubem Fonseca O grande tema dos contos de Rubem Fonseca é a violência. A violência que percorre as ruas brasileiras, numa espécie de guerra civil não declarada entre ricos e pobres. A guerra se travou internamente e Rubem Fonseca soube revelá-la. O que confere maior verossimilhança ainda a seus relatos são a técnica narrativa e a linguagem. O escritor carioca sente-se à vontade nos textos em primeira pessoa, o narrador sendo ao mesmo tempo o protagonista. ...

    1866  Palavras | 8  Páginas

  • O outro Rubem Fonseca

    Alteridade no conto “O Outro” de Rubem Fonseca Carangola/2013 REPRESENTAÇÕES DE ALTERIDADE NO CONTO “O OUTRO”, DE RUBEM FONSECA RESUMO: Este artigo é uma proposta de estudo do tema Alteridade, sendo fundamentado através de teorias de Eric Landowski e Zygmunt Bauman, entre outros autores. Como exemplo literário ilustrativo dessa questão, tem-se na Literatura Brasileira o conto “O Outro”, de Rubem Fonseca. Em tal narrativa, identificam-se certos conflitos...

    1348  Palavras | 6  Páginas

  • Analise comparativa do conto "o outro " de rubens fonseca e a novela "avenida brasil"

    CONTO ‘’O OUTRO’’ DE FONSECA E A TELENOVELA “AVENIDA BRASIL” DE JOÁO EMANUEL CARNEIRO A vida contemporânea nos leva a aprender a conviver com as diversidades e com elas a crescermos pessoalmente. Diante de um mundo globalizado e recheado de tecnologia, o “outro” pode estar mais próximo do que possamos imaginar, e para que o. “eu” exista é preciso nos conscientizarmos que não somos inferiores nem superiores, somos apenas diferentes. O conto “O outro” de Rubem Fonseca, nos revela o modo como...

    587  Palavras | 3  Páginas

  • Escritores E Assassinos Urg Ncia Solid O E Sil Ncio Em Rubem Fonseca

    PÓS-GRADUAÇÃO EM LITERATURA BRASILEIRA TONY MONTI Escritores e assassinos - urgência, solidão e silêncio em Rubem Fonseca [versão corrigida] São Paulo 2011 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE FILOSOFIA, LETRAS E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE LETRAS CLÁSSICAS E VERNÁCULAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LITERATURA BRASILEIRA Escritores e assassinos - urgência, solidão e silêncio em Rubem Fonseca [versão corrigida] Tony Monti Tese apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Literatura Brasileira...

    52546  Palavras | 211  Páginas

  • Resenha conto Feliz Ano Novo de Rubem Fonseca

    como as branquelas dançam? Levantam os braços pro alto, acho que é pra mostrar o sovaco, elas querem mesmo é mostrar a boceta mas não têm culhão e mostram o sovaco. Todas corneiam os maridos. Você sabia que a vida delas é dar a xoxota por aí?" (FONSECA, 2004, p. 190) A impressão passada ao longo do conto é de que os personagens estão nesta situação porque são vítimas da sociedade capitalista opressora. Um quarto personagem, que é apenas citado no conto, é o Lambreta, que está em São Paulo...

    946  Palavras | 4  Páginas

  • Artigo cientifico rubens borba

    RUBENS BORBA DE MORAES: contribuições para a biblioteconomia Alan Brenno Santos Emyla Mayara Lopes da Silva² RESUMO Trata de Rubens Borba de Moraes e suas contribuições para a teoria da Biblioteconomia no Brasil. Objetiva ressaltar suas ideias para o desenvolvimento da Biblioteconomia, dos cursos e das bibliotecas, pautada em revisões literárias. Enfatiza a atuação na Divisão de Bibliotecas do Departamento de Cultura de São Paulo na qual elaborou vários projetos para a melhoria qualitativa...

    2988  Palavras | 12  Páginas

  • O MESTRE RUBEM ALVES

    SERVIÇOS, ENSINO E PESQUISA LTDA. FACULDADES INTEGRADAS ASMEC CURSO DE LETRAS O MESTRE RUBEM ALVES Lourdes Silvânia da Silva Oliveira – RG N° 7152254 – SSP/MG ORIENTADORA Maria Ernestina dos Santos Brandão.Ms OURO FINO (MG) DEZEMBRO/ 2009 UNISEPE - UNIÃO DAS INSTITUIÇÕES DE Oliveira – RG N° 7152254 – SSP/MG ...

    17347  Palavras | 70  Páginas

  • Resumo e Análise sobre Agosto de Rubem Fonseca

    Nome: Vinícius Leonardo Rebelo Coelho Turma: 2012-2 Crítica e Análise literária. Na obra de Rubem Fonseca o livro “Agosto”, é realizado uma leitura dos conflitos sociais e políticos do contexto da década de 50 (1950-1954). É um dos mais importantes romances brasileiros, os principais traços do livro são a conexão do real com a ficção, com linguagem simplificada e coloquial, tornando o texto atraente ao leitor. Na época que o livro retrata, o Brasil estava no início do período conhecido...

    854  Palavras | 4  Páginas

  • Fundamentos de sistema de informação ii

    Gestão de Sistemas de Informação Rubens Pontes da Fonseca 1 Os Sistemas de Informação vistos de uma Perspectiva de Negócios  Um sistema de informação é mais do que apenas uma operação de entradaprocessamento-saída no vácuo.  Um sistema de informação é uma solução organizacional e administrativa, baseada na tecnologia da informação, para desafios e problemas criados num ambiente de negócios. Gestão de Sistemas de Informação Rubens Pontes da Fonseca 2 Os Sistemas de Informação vistos...

    2499  Palavras | 10  Páginas

  • trabalhos faceis

    José Rubem Fonseca Nasceu em Juiz de Fora, 11 de maio de 1925, é um escritor e roteirista de cinema brasileiro. Ele recebeu um dos mais prestigiados galardão literário para a língua portuguesa, uma espécie de Premio Nobel. É formado em Direito, tendo exercido várias atividades antes de dedicar-se inteiramente à literatura. Em 2003, venceu o Premio Camões escritores lusófonos. Graduou-se em Ciências Jurídicas e Sociais na Faculdade Nacional de Direito da então Universidade do Brasil, atual Universidade...

    554  Palavras | 3  Páginas

  • LPLB

    Sergio Manoel Rodrigues (UNIBR) A violência como reflexo do pós-modernismo em Feliz Ano Novo, de Rubem Fonseca A VIOLÊNCIA COMO REFLEXO DO PÓS-MODERNISMO EM FELIZ ANO NOVO, DE RUBEM FONSECA VIOLENCE AS A REFLEX OF POST-MODERNISM IN RUBEM FONSECA'S FELIZ ANO NOVO Sergio Manoel Rodrigues (UNIBR) RESUMO: Problemas como o tráfico de drogas, o consumismo e a perda dos valores morais revelam o caos em que a sociedade atual se instaurou. No entanto, tais mazelas apresentam como resultante as diversas...

    4148  Palavras | 17  Páginas

  • O Pagador de Promessas

    candomblé, desejam invadir a igreja. Quais estão corretas? (A) Apenas I. (B) Apenas II. (C) Apenas II e III (D) Apenas III. (E) I, II e III. Questões sobre “Feliz ano novo”,de Rubem Fonseca: 11. (UFG GO) Violência e erotismo são temas recorrentes nos contos de Feliz ano novo, de Rubem Fonseca. Tal recorrência pode ser explicada da seguinte forma: I. A violência é motivada tanto pela conjuntura histórica do país, marcada pelo tráfico de drogas e pelo crime organizado, quanto...

    2915  Palavras | 12  Páginas

  • Considerações (im)possíveis sobre o narrador em “copromancia”

    Walter Benjamin e Rubem Fonseca: Considerações (im)possíveis sobre o narrador em “Copromancia” O propósito deste trabalho é realizar algumas considerações sobre o texto “O narrador”, de Walter Benjamin (1986), tendo em vista um posicionamento diante da associação do texto ao conto base dos estudos de mestrado, “Copromancia”, de Rubem Fonseca (2001). Como muitos contos de Rubem Fonseca, “Copromancia” apresenta um narrador protagonista que narra alguns episódios de sua vida, rememorando nesse conto...

    1390  Palavras | 6  Páginas

  • Links e Referencias Vestibular 2015 da UFSC

    AGOSTO http://bocc.ubi.pt/pag/puhl-paula-rubem-agosto.html http://www.passeiweb.com/estudos/livros/agosto http://altivobrenogabrielolavo.blogspot.com.br/ http://bocc.ubi.pt/pag/puhl-paula-rubem-agosto.html http://altivobrenogabrielolavo.blogspot.com.br/2012/11/relacao-e-analise-dos-personagens.html http://www.mundovestibular.com.br/articles/368/1/AGOSTO---Rubem-Fonseca-Resumo/Paacutegina1.html O FANTASTICO NA ILHA DE SANTA CATARINA http://pt.wikipedia.org/wiki/Franklin_Cascaes SLIDES...

    6990  Palavras | 28  Páginas

  • agosto

    DENÚNCIAS SOCIAIS E CORRUPÇÃO NA OBRA AGOSTO DE RUBEM FONSECA SOCIAL COMPLAINTS CORRUPTION IN WORKMANSHIP AUGUST OF RUBEM FONSECA  Christiane de Sousa Viana1 Resumo: A presente pesquisa apresenta a análise da representação de Rubem Fonseca acerca dos últimos 24 dias do governo Getúlio Vargas em 1954, no romance Agosto, publicado em 1990. O artigo procura apresentar como a Literatura pode ser utilizada como documento histórico, revelando vários aspectos da sociedade de uma época, como...

    7973  Palavras | 32  Páginas

  • Conto O Outro sobre a semiótica francesa

    v. 8 • n. 2 • p. 55-71 • jul./dez. 2012 “O OUTRO”, DE RUBEM FONSECA: UMA ANÁLISE SEMIÓTICA “O OUTRO”, BY RUBEM FONSECA: A SEMIOTIC ANALYSIS 03 Bruna Caetano de Castro Graduada de 2012 do Curso de Letras habilitação em Inglês da Universidade de Franca - UNIFRAN. Solange Grundmann Gazola Graduada de 2012 do Curso de Letras habilitação em Espanhol da Universidade de Franca - UNIFRAN. Vera Lucia Rodella Abriata Docente do Programa de Mestrado em Linguística da Universidade de Franca...

    5912  Palavras | 24  Páginas

  • o outro

    de nossa sociedade” (PPROSDÓCIMI, Chico, 2010)³ Alfredo Bosi, em 1975, em seu livro “O conto brasileiro contemporâneo” considerou as obras de Rubem Fonseca como pioneiras da literatura brutalista no Brasil, essa literatura traz inovações na literatura policial, com assassinos amorais, e detetives não tão morais assim, nos contos e romances de Rubem Fonseca vemos um investigador simples, que carrega vícios, defeitos e características sombrias como qualquer humano, diferentemente do herói que esse...

    611  Palavras | 3  Páginas

  • resenha critica

    Agosto (Rubem Fonseca )   Introdução Embora o estudo que vamos apresentar possa subsidiar a compreensão do livro de Rubem Fonseca, Agosto é um romance que deve ser lido na íntegra. Este trabalho pretende ser tão-somente um aperitivo (ou a sobremesa) do grande banquete, que é ler esse romance. José Rubem Fonseca, mineiro de Juiz de Fora (1925), é hoje um escritor consagrado, destacando-se como contista, romancista e roteirista de cinema. Entre seus livro de contos, merecem referência Os primeiros...

    9273  Palavras | 38  Páginas

  • literatura

    responde Lucília. Os despojos da vaca estão estendidos numa poça de sangue. João chama com um assobio os seus dois auxiliares. Um deles traz um carrinho de mão. Os restos da vaca são colocados no carro. Na ponte fica apenas a poça de sangue. (Rubem Fonseca. Contos reunidos. São Paulo: Cia. das Letras, 1994. p. 360-2.) A obra literária é a representação perfeita da relação entre o homem e o mundo em que vive. Vigora na literatura uma correspondência bastante acentuada entre o sofrimento do sujeito...

    4871  Palavras | 20  Páginas

  • Resenha crítica

    INTRODUÇÃO José Rubem Fonseca Nascido em Juiz de Fora, 11 de maio de 1925, é um escritor e roteirista de cinemabrasileiro. É formado em Direito, tendo exercido várias atividades antes de dedicar-se inteiramente à literatura. As obras de Rubem Fonseca geralmente retratam, em estilo seco e direto, a luxúria e a violência urbana, em um mundo onde marginais, assassinos, prostitutas, miseráveis e delegados se misturam. A história através da ficção é também uma marca de Rubem Fonseca, como nos romances...

    4110  Palavras | 17  Páginas

  • Pierro da caverna

    Resumo do livro o “o cobrador”:PIERRÔ DA CAVERNA: (a verdadeira historia quem era o Pierrô da caverna era o próprio Rubem Fonseca)Confirmado: um personagem do escritor mineiro Rubem Fonseca está entre os 152 adultos presos pela Polícia Rodoviária Federal, sob acusação de pedofilia. O personagem, também escritor, atende pelo codinome de Pierrô da Caverna e a polícia mantém sua identidade em segredo para evitar alarde. Pierrô levava em seu carro material pornográfico de conteúdo proibido e planejava...

    813  Palavras | 4  Páginas

  • o cobrador

    A Prosa Urbana Rubem Fonseca soube retomar o material dos dramas cotidianos da crônica urbana brasileira que vem desde Machado de Assis e Lima Barreto (sobretudo com este segundo, num plano mais específico), passando por João do Rio até o impagável Nelson Rodrigues e o visceral João Antônio. Neste complexo cenário, em narrativas impactantes, viscerais, Rubem Fonseca percorre favelas, subúrbios, ruas e mansões, revelando e retratando cruamente a violência, o apelo comercial da cultura de massa, o...

    913  Palavras | 4  Páginas

  • Os cem melhores contos brasileiros do século

    Zacarias (Murilo Rubião) 21. Gringuinho (Samuel Rawet) 22. O afogado (Rubem Braga) 23. Tangerine-Girl (Rachel de Queiroz) 24. Nossa amiga (Carlos Drummond de Andrade) 25. Um braço de mulher (Rubem Braga) 26. As mãos de meu filho (Erico Verissimo) 27. A moralista (Dinah Silveira de Queiroz) 28. Entre irmãos (José J. Veiga) 29. A partida (Osman Lins) 30. A força humana (Rubem Fonseca) 31. Amor (Clarice Lispector) 32. Gato gato gato (Otto Lara Resende) ...

    679  Palavras | 3  Páginas

  • Poesia

    TITULO: LITERATURA BRASILEIRA III TEMA: LITERATURA CONTEMPORÂNEA OBJETIVO: Reconhecer características entre as obras de Rubem Fonseca, João Antonio e Roberto Drumond e o sentido contemporâneo de seus escritos. JUSTIFICATIVA: Ao analisar o conjunto de produções dos escritores brasileiros Rubem Fonseca, João Antonio e Roberto Drumond é possível comparar suas escritas com a figura do homem contemporâneo e suas conseqüências mais profundas. Esta literatura implica em uma nova concepção...

    883  Palavras | 4  Páginas

  • Manutemção em compudore e notebook

    REABERTURA E PRORROGAÇÃO DO PRAZO DE INSCRIÇÃO DO EDITAL DE REPUBLICAÇÃO DO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO Nº 1/2012. CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS PARA VAGAS E CADASTRO DE RESERVA DA CEB DISTRIBUIÇÃO S/A. A CEB – Distribuição S/A., por seu Presidente Rubem Fonseca Filho, no uso de suas atribuições legais, em cumprimento ao que determina o artigo 37, inciso II, da Constituição Federal, o Decreto nº 21.688/2000 e as demais legislações pertinentes, bem como a autorização do Conselho de Política de Recursos...

    1400  Palavras | 6  Páginas

  • Melhores contos do Século

    Zacarias (Murilo Rubião) 21. Gringuinho (Samuel Rawet) 22. O afogado (Rubem Braga) 23. Tangerine-Girl (Rachel de Queiroz) 24. Nossa amiga (Carlos Drummond de Andrade) 25. Um braço de mulher (Rubem Braga) 26. As mãos de meu filho (Erico Verissimo) 27. A moralista (Dinah Silveira de Queiroz) 28. Entre irmãos (José J. Veiga) 29. A partida (Osman Lins) 30. A força humana (Rubem Fonseca) 31. Amor (Clarice Lispector) 32. Gato gato gato (Otto Lara Resende) ...

    613  Palavras | 3  Páginas

  • CRONISTAS

    AGOSTO – RUBEM FONSECA Introdução ao tema: Com um pé na ficção e outro na História, Rubem Fonseca faz deste romance uma narrativa policial. A História não é só o pano de fundo. Transcorrendo em agosto de 1954, o livro apresenta os vultos históricos daqueles episódios, que culminaram com o suicídio de Getúlio Vargas, como se fossem protagonistas do próprio romance. Assim figuras como Getúlio Vargas, seu irmão Benjamim, a filha Alzira, o polêmico tenente Gregório Fortunato, ministros (Tancredo...

    11622  Palavras | 47  Páginas

  • literatura

    Língua Portuguesa, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. ORIENTADOR: Profª Drª Rita Lenira Bittencourt Porto Alegre 2010 RESUMO Este trabalho analisa as estruturas narrativas presentes no livro A grande arte, do escritor Rubem Fonseca, e no filme Exposure, do diretor Walter Salles Jr. O objetivo principal é comparar a realização do gênero policial nos dois sistemas semiológicos. Foi desenvolvido através dos estudos comparatistas desenvolvidos a partir da chamada Escola Norte-Americana...

    17844  Palavras | 72  Páginas

  • O conto

    O Outro – conto de José Rubem Fonseca, faz parte do livro Feliz Ano Novo, sendo ele uma parte do conjunto de contos de compõe o livro. Na obra pode-se observar o contraste entre riqueza e pobreza, fato que embasa o texto, fazendo do homem buscar sentido para a sua existência. Observamos o narrador protagonista e sujeito do enunciado.   DESENVOLVIMENTO   Rubem Fonseca é formado em Direito, em 31 e de dezembro de 1952, começou sua carreira na polícia, mas se dedicou mesmo à literatura. Gosta do anonimato...

    1090  Palavras | 5  Páginas

  • 103577991491

    A nau catrineta: velhas receitas, novos sabores   Ruth Silviano Brandão Universidade Federal de Minas Gerais A "Nau catrineta" de Rubem Fonseca flutua entre dois espaços, duas culturas, duas literaturas - a brasileira e a portuguesa - lendo a Historia do Brasil de forma macabra, irônica e fantástica, pelo riso, hesitação, e, ao mesmo tempo , estranheza que causa no leitor, com a emergência de um "Outro" recalcado pela cultura. Um Outro, estranho de nós mesmos e, no entanto, lugar de nosso...

    2055  Palavras | 9  Páginas

  • conto

    Rubem Fonseca José Rubem Fonseca nasceu em 11 de maio de 1925, em Juiz de Fora, Minas Gerais. Antes de se dedicar à carreira literária, formou-se em Direito, iniciando suas atividades na polícia em 31 de dezembro de 1952, como comissário no 16º Distrito Policial, em São Cristóvão, Rio de Janeiro. Permanecendo pouco tempo nas ruas, a maior parte de sua atividade esteve voltada para o serviço de relações públicas da Polícia. Entre setembro de 1953 e março de 1954, juntamente com mais nove policiais...

    2541  Palavras | 11  Páginas

  • Mega JFB

    apresenta um estudo de como a metáfora das fezes, geralmente associada ao baixo na arte, pode se insurgir contra a baixa arte, freqüente em tempos de indústria cultural. Para isso, analisa-se o conto “Natureza-podre ou Franz Potocki e o mundo”, de Rubem Fonseca, atentando para as estratégias textuais no plano da enunciação e do enunciado empregadas pelo autor no que tange à associação entre as atividades artística e intestinal. Palavras-chave: indústria cultural, fezes, arte. Introdução A vigente...

    6159  Palavras | 25  Páginas

  • O lado obscuro

    O livro no qual a resenha crítica se baseia é "O matador", de Patrícia Mello. Nesta obra percebe-se a influência que Rubem Fonseca exerce no trabalho da escritora. Aliás, “O Matador” traz uma menção a um conto de Rubem chamado “O Cobrador”. Além de uma série de elementos comuns, de recortes da sociedade semelhantes, há ainda a presença em ambos do amargo Dr. Carvalho, com as mesmas características. Em O matador o foco narrativo está em primeira pessoa, o livro narra a ascensão e o declínio...

    672  Palavras | 3  Páginas

  • A Confraria dos Espadas: Uma discussão sobre os limites do Conhecimento

    dos Espadas, de Rubem Fonseca, parece tomar parte nessa profunda e antiga discussão moral: deve-se impor ou não limites ao conhecimento humano? Dessa forma, este trabalho tem por objetivo desenvolver uma análise do conto A Confraria dos Espadas com intuito de confirmar ou não sua inserção na discussão acima exposta. A Confraria dos Espadas: Análise “Fui membro da Confraria dos Espadas. Ainda me lembro de quando nos reunimos para escolher o nome da nossa Irmandade.” (Fonseca, 1998:123)1. Este...

    1575  Palavras | 7  Páginas

  • Resumo do livro agosto

    Resenha da obra “Agosto”, de Rubem Fonseca A obra romancista “Agosto”, do escritor carioca Rubem Fonseca, retrata o mês de agosto de 1954 - mês de crimes estarrecedores, de atentados políticos, de lutas infames pelo poder. Tal crise política, sem precedentes, culminou com o suicídio do ex-presidente da República, Getúlio Dornelles Vargas. A narrativa tece a fusão entre ficção e realidade, baseada numa minuciosa pesquisa histórica, reascendendo o debate em torno da morte de Getúlio, fato que entrou...

    759  Palavras | 4  Páginas

  • terapia assistida por animais

    FACUDADE ANHANGUERA _2014-08-29 TERAPIA ASSISTIDA POR ANIMAIS Neste trabalho abordarei como tema uma analise de terapia assistida por animais para a melhoria assistida de aprendizado e comportamentos de determinados alunos na Escola Municipal Rubéns Fonseca, a terapia assistida por animais e um método de ensino com animais e alunos em sala de aula sob a orientação do professor e muitas vezes com a ajuda da família , com o objetivo de promover o desempenho escolar e responsabilidade pelos estudos...

    2183  Palavras | 9  Páginas

  • cfgbfgfg

    deportada ela estava grávida. Getúlio Vargas foi o pai dos pobres ( e a mãe dos ricos). Porque no governo dele, os ricos ficaram mais ricos e o pobre numa situação melhor que agora, mas não tão... 505 Palavras3 Páginas Sir framboesa1 Agosto, de Rubem Fonseca Personagens históricas Getúlio Vargas: conhecido como o pai dos pobres, o velho caudilho aparece na obra com o mesmo caráter ambíguo que tem na história: ora é visto como vítima, ora é acusado de ser o responsável por toda a crise e pelo caos político...

    902  Palavras | 4  Páginas

  • o cobrador

    O conto “O Cobrador”, de Rubem Fonseca, é narrado em primeira pessoa. Sendo representante da vertente da brutalidade no espaço urbano, aborda amplamente a violência tanto física como moral. O personagem principal da narrativa não apresenta um nome próprio, além disso, declara que não faz parte daqueles que são cobrados, mas daqueles que cobram, autodenominando-se “O Cobrador”. Nesse conto, Rubem Fonseca mostra um personagem-narrador completamente revoltado com a classe média alta. Isso é nítido...

    539  Palavras | 3  Páginas

  • O cobrador

    narrador representa uma classe distinta de boa parte das demais personagens do conto e evidencia este tipo de postura por alguns comentários emitidos pelo narrador-personagem .A voz narrativa firma-se como uma voz excluída da sociedade .Desse modo, Rubem Fonseca trabalha na sociedade e nas ruas, buscando por meios não convencionais e politicamente incorreto a igualdade entre as classes, que não nomeado em momento nenhum do conto, assim como a maioria de suas vítimas, o cobrador esta disposto a mostrar...

    872  Palavras | 4  Páginas

  • Trabalho Escrito Semin rio Portugu s

      Colégio Técnico de Limeira ­ Unicamp            O Urbano em Cena  Gerald Thomas  Rubem Fonseca  Ariano Suassuna  Nelson Rodrigues          Limeira  2014        Colégio Técnico de Limeira ­ Unicamp       Coordenação de: Giovanni Hering Scavariello ­ 12170 e Bruno Calvo ­ 12084  Caio Vinicius ­ 12761  Douglas Quintino Costa Alves ­ 12208  Gabriel Alessandro Torres ­ 12132  Gabriel Consoni Zutin ­ 12634  Gabriel Moraes Alves ­ 12094  Leonardo Formenti ­ 12645  Matheus Mereb ­ 12041  Pedro Scaranello ­ 12620 ...

    5745  Palavras | 23  Páginas

  • Resumo-A Tristeza de Paulo Prado

    SILVA MATRÍCULA: 201441101082 ATIVIDADE Pense nos dois contos de Rubem Fonseca, Feliz ano novo e O cobrador. NÃO BUSQUE INFORMAÇÕES EM SITES OU LIVROS SOBRE ELES. SE O FIZEREM, A TAREFA NÃO SURTIRÁ EFEITO AFIRMATIVO PARA A INTENÇÃO DA ATIVIDADE. Eleja APENAS UM entre os dois contos reflita sobre as atitudes de seu(s) personagem(ns) central(is), procurando responder às seguintes questões: Qual é a intenção de Rubem Fonseca? Por que os personagens centrais agem assim? O que você, enquanto leitor(a)...

    596  Palavras | 3  Páginas

  • Análise de "Um Copo de Cólera"

    1 – Como situar os dois autores em relação à literatura brasileira anterior? Rubem Fonseca inicia sua produção artística no início dos conturbados anos de 1960 e continua sua produção ao longo das décadas seguintes até os nossos dias. Já Raduan Nassar começa a publicar seus livros mais festejados no período da ditadura. É certo que o período autoritário influenciou tanto um como outro escritor. No caso de Rubem Fonseca, nota-se que ele partiu de uma experiência “lírica” (na acepção de João Luiz...

    756  Palavras | 4  Páginas

  • Analise de Contos

     Análise de textos literários: A menor mulher do mundo (Clarice Lispector) Desenredo (Guimarães Rosa) O espelho (Guimarães Rosa) Passeio Noturno I e II (Rubem Fonseca) Um discurso sobre o método (Alberto Mussa) No último minuto (Sérgio Sant'Anna) Leão de chácara (João Antônio) O último Neandertal (Alberto Mussa) Proposta do trabalho Discorra criticamente sobre os contos dados até agora no curso, a partir das seguintes questões: 1) O esvaziamento...

    2236  Palavras | 9  Páginas

  • Jona, o Copromanta

    livros, sendo a maioria deles com temáticas policiais, dedicados a analisar a mente dos criminosos. Entre suas principais obras destacam-se “Acqua Toffana”, publicado em 1994, “O Matador”, de 1995, que foi adaptado para os cinemas em 2003 por Rubem Fonseca com o título “O Homem do Ano”, estrelado por Murilo Benício, e “Inferno”, lançado em 2000, que rendeu a autora o Prêmio Jabuti de Ficção. “Jonas, o Copromanta”, obra da escritora que serve como fonte de análise e inspiração nesse trabalho, foi...

    1281  Palavras | 6  Páginas

  • Literatura

    fundem real e irreal. A origem dessa tendência está no Surrealismo. Essas situações servem como metáfora da realidade.(Mocyr Scliar, João Guimarães Rosa) 4-Prosa urbana: denuncia a solidão, a marginalização e a violência nos grandes centros. (Rubem Fonseca, Dalton Trevisan) 5-Prosa intimista: obras de sondagem psicológica. São personagens mergulhadas em si mesmas através das quais o autor vasculha interior do ser humano. (Lia Luft, Clarice Lispector) 6-Romance reportagem: essa tendência, também...

    782  Palavras | 4  Páginas

  • livro agosto

    O livro de Rubem Fonseca fala sobre um romance policial. A história ocorreu em agosto de 1954, o livro apresenta momentos históricos daqueles episódios, que levaram no suicídio de Getúlio Vargas. Ao mesmo tempo à narrativa da crise que levou Getúlio ao suicídio, provocada pela tentativa de assassinato de Carlos Lacerda, o autor desenvolve a história fictícia ao redor do personagem central do romance: o comissário Alberto Matos. Agosto de 1954, caos e escândalos políticos aparecendo diariamente...

    1043  Palavras | 5  Páginas

  • Monografia

    RESUMO A monografia se propõe a analisar o romance Bufo & Spallanzani, de Rubem Fonseca, situando-o na tradição literária brasileira naturalista identificada por Flora Süssekind. Assim, julgamos necessário apresentar a história, evolução e os detetives mais representativos da narrativa policial, gênero da obra em questão. Adiante, expomos a tese de Flora Süssekind e indagamos em que medida a referida obra de Rubem Fonseca se aproxima e se distancia daquela. Embora se utilize de linguagem objetiva...

    17124  Palavras | 69  Páginas

  • Buffo Spallanzani Nat lia Borges

    pós-modernista, surrealista e realista são algumas das características utilizadas nomear o estilo “fonsequiano”. Rubem Fonseca foi considerado, por Alfredo Bosi, o pioneiro da contemporânea corrente literária chamada de “brutalista”, que seria uma espécie de passagem entre Modernismo e outro estilo literário que ainda não foi nomeado pelo fato de ser muito atual. A acervo poético de Rubem Fonseca é imenso, a maioria dos estilos escritos são de romances e contos, além de novelas e crônicas. As questões...

    1315  Palavras | 6  Páginas

  • Análise de um conto numa visão freudiana

    [pic] Resumo Este trabalho tem como objetivo analisar o conto “ Viagem de Núpcias”, de Rubem Fonseca, buscando os conceitos de Freud para as vicissitudes da vida amorosa relatadas pelo autor. Summary This work has as objective to analyze the story “Trip of Nuptials”, of Rubem Fonseca, searching the concepts of Freud for the vicissitudes of the loving life told by the author. A maioria dos escritores mantém uma relação muito subjetiva e intimista com a palavra...

    1234  Palavras | 5  Páginas

  • A Grande Arte -estudo

     Colégio Casucha A Grande Arte Rubem Fonseca Resumo de Luzia de Oliveira Pereira A GRANDE ARTE- Rubem Fonseca I. INTRODUÇÃO Apenas a letra P traçada a ponta de faca no rosto de uma prostituta assassinada. Não haveria impressões digitais, testemunhas, quaisquer indícios que as identificam. Apenas caligrafia. Para decifrar estas escritas perversas, o advogado Mandraque uma das personagens de nossa literatura contemporânea lança-se numa frenética aventura...

    2803  Palavras | 12  Páginas

tracking img