Revisão De Teoria Dos Conjuntos E Análises Combinatória artigos e trabalhos de pesquisa

  • AS CONTRIBUI ES DA TEORIA DE VERGNAUD PARA AS PESQUISAS SOBRE O RACIOC NIO COMBINAT RIO EM ANAIS DE EVENTOS CIENT FICOS

     AS CONTRIBUIÇÕES DA TEORIA DE VERGNAUD PARA AS PESQUISAS SOBRE O RACIOCÍNIO COMBINATÓRIO EM ANAIS DE EVENTOS CIENTÍFICOS Psicologia e Educação Matemática – GT 05 MONALISA CARDOSO SILVA Universidade Federal de Pernambuco monalisacardoso08@yahoo.com.br ITATIANE BORGES LIMA Universidade Federal de Pernambuco itatianiborges@hotmail.com RESUMO O presente trabalho apresenta e discute as contribuições da Teoria de Vergnaud em estudos recentes que se referem ao desenvolvimento do raciocínio combinatório...

    4131  Palavras | 17  Páginas

  • Revisão – Linguística Aplicada

    Revisão – Linguística Aplicada ------ O que é linguagem, língua e fala? Linguagem: qualquer conjunto de signos que serve para estabelecer comunicação. Língua: conjunto de valores que se opõem uns aos outros e que está inserida na mente humana como um produto social, razão pela qual é homogênea. Fala: é considerada como um ato individual, pertencendo a cada indivíduo que a utiliza. Sendo, portanto, sujeita a fatores externos. O que é linguística? É a ciência que estuda a linguagem humana...

    899  Palavras | 4  Páginas

  • analise do livro didático de matematica do ensino medio

    GRANDE CENTRO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES UNIDADE ACADÊMICA DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA PRÁTICA DE ENSINO DE MATEMÁTICA NO ENSINO MÉDIO E DE JOVENS E ADULTOS MARIA EURICLEIA SANTANA ANÁLISE DOS LIVROS DIDÁTICOS DO ENSINO MÉDIO   CAJAZEIRAS - PB 2014 1. INTRODUÇÃO Os professores utilizam o livro didático como o instrumento principal que orienta o conteúdo a ser administrado, a sequência desses conteúdos, as...

    3441  Palavras | 14  Páginas

  • analise combinatoria

    ANÁLISE COMBINATÓRIA: ALGUNS ASPECTOS HISTÓRICOS E UMA ABORDAGEM PEDAGÓGICA Cristiane Maria Roque Vazquez UNESP - Rio Claro vazquez@linkway.com.br Fabiane Cristina Höpner Noguti UNESP - Rio Claro fhopner@zipmail.com.br Introdução Há algum tempo trabalhando com alunos do Ensino Médio pudemos constatar as dificuldades de entendimento e compreensão relativas ao conteúdo estudado em Análise Combinatória. Diante de tal preocupação nos motivamos a estudar alguns aspectos históricos...

    3803  Palavras | 16  Páginas

  • Analise combinatoria

    Análise Combinatória e Probabilidade Augusto César de Oliveira Morgado João Bosco Pitombeira de Carvalho Paulo Cesar Pinto Carvalho Pedro Fernandez Conteúdo A Q ~ ADQUIRIDO DE I S I C A ~ ~ ~ ~ 1. Introdução 1.143 que é Combinatória? 1.2 Um Pouco de Histbria 1.3 Conjuntos 2. Combinações e Permutaçcies 17 2.1 Introdução 17 2.2 Permutações Simples 27 2.3 Combinações Simples 31 2.4 Permutações Circulares 41 2.5 Permutações de Elementos...

    4891  Palavras | 20  Páginas

  • Análises conbinatorias

    Combinatória O triângulo de Pascal, intimamente relacionado como oteorema binomial. A combinatória é um ramo da matemática que estuda coleções finitas de objetos que satisfaçam certos critérios específicos, e se preocupa, em particular, com a "contagem" de objetos nessas coleções (combinatória enumerativa) e com a decisão se certo objeto "ótimo" existe (combinatória extremal) e com estruturas "algébricas" que esses objetos possam ter (combinatória algébrica). O assunto ganhou notoriedade...

    1576  Palavras | 7  Páginas

  • Linguagens combinatórias e categoriais: complementaridade, oposição?

    LINGUAGENS COMBINATÓRIAS & CATEGORIAS: COMPLEMENTARIDADE, OPOSIÇÃO? Carrelhas, João (mci10012) Mestrado em Ciência da Informação Análise de Conteúdo e Indexação Porto, Portugal - 2011 Linguagens Combinatórias & Categoriais: Complementaridade, Oposição? Carrelhas, João 06.2011 RESUMO Indexação consiste na descrição e definição de conceitos extraídos de conteúdos documentais com o propósito de facilitar a pesquisa e recuperação dessa informação. Com este trabalho pretende-se descrever...

    3668  Palavras | 15  Páginas

  • Analise combinatoria

    ------------------------------------------------- Revisão de Análise Combinatória O cálculo efetivo da probabilidade de um evento depende freqüentemente do uso dos resultados da Análise combinatória. Esta seção é, pois, um sumário dos principais resultados dessa área de matemática elementar. A lista de exercícios, referente a essa parte, ao final, sintetiza esse sumário. 0 Princípio Fundamental da Contagem * Os problemas de Análise combinatória são, basicamente, problemas de contagem. A...

    780  Palavras | 4  Páginas

  • Probabilidade e análise combinatória

    AGUIAR LAGE PIETRA CAMUZZI VIEIRA MACHADO RAMON OLIVEIRA HEQUER ROMULO PATROCÍNIO PROBABILIDADE E ANÁLISE COMBINATÓRIA VILA VELHA 2012 ADALBERTO FIALHO MOTA JUNIOR JOVANI AGUIAR LAGE PIETRA CAMUZZI VIEIRA MACHADO RAMON OLIVEIRA HEQUER ROMULO PATROCÍNIO PROBABILIDADE E ANÁLISE COMBINATÓRIA ...

    3374  Palavras | 14  Páginas

  • Analise fatorial

    ETEP FACULDADES Analise Combinatória Fatorial Matemática Básica Tatiana de Morais Batista São Jose dos Campos Março / 2013 ANALISE COMBINATORIA Um motivo tão mundano quanto aos jogos de azar é que acabou levando ao desenvolvimento da analise combinatória, a necessidade de calcular quantidade de chances uma pessoa poderia ter nos jogos...

    1312  Palavras | 6  Páginas

  • Teoria dos jogos

    Teoria dos Jogos Teoria e Aplicação PESQUISA OPERACIONAL Prof. Joaquim Cavalcante Campus: Nova América Turno: Noite Curso: Administração ...

    4118  Palavras | 17  Páginas

  • Demonstração de Identidades Combinatórias com Teoria de Contagem

    1 Universidade Federal de Minas Gerais Instituto de Ciências Exatas Departamento de Matemática Demonstração de Identidades Combinatórias com Teoria de Contagem Virgínia Barbosa de Lima Professor orientador: Alberto Sarmiento Belo Horizonte, 23 de abril de 2009. 2 Agradecimentos À Deus, por me conceder força para vencer mais esta etapa da minha vida. À Romeu, pelo apoio, carinho, compreensão e amor. Em especial ao Professor Alberto Sarmiento, meu orientador, pela confiança...

    5544  Palavras | 23  Páginas

  • Analise combinatoria

    ANÁLISE COMBINATÓRIA EXERCÍCIOS – REVISÃO EXERCÍCIOS SÉRIE Nº 01 1) Com os algarismos 1, 2, 3, 4 e 5 e sem repetição, pode-se escrever x números maiores que 2500. Qual o valor de x? Quantos números, distintos entre si e menores de 30.000, têm exatamente 5 algarismos não repetidos e pertencentes ao conjunto {1, 2, 3, 4, 5, 6}? Se A = {1, 2, 3, 4, 5}, a quantidade de números formados por dois algarismos não repetidos e tomadas de A é ....... . Seja uma sala de 8 portas. Então o número de maneiras distintas...

    3547  Palavras | 15  Páginas

  • Conjuntos

    1 TEORIA DOS CONJUNTOS Este material visa oferecer uma breve revisão sobre a teoria elementar dos conjuntos. A teoria dos conjuntos serve de base para estudos de conteúdos futuros como relações, análise combinatória, probabilidades, etc. Como referência bibliográfica, recomenda-se o livro (Filho, 1980). Noção de Conjunto A noção de conjunto não é suscetível de definição precisa a partir de noções mais simples, ou seja, é uma noção primitiva, introduzida de modo explícito no século...

    3662  Palavras | 15  Páginas

  • Teoria da administração

    Oliveira, RA: 399215 Ana Lucia Diniz Silva, RA: 401367 Anderson Caires Moura, RA: 392127 Claudia Maria A. Silva, RA: 398177 Washington Luís P. de Araújo, RA: 389892 QUADRO COMPARATIVOS DAS TEORIAS DE ADMINISTRAÇÃO O desafio apresentado para avaliação na disciplina de Administração, do curso de Ciências Contábeis, modalidade EAD, da Universidade Anhanguera UNIDERP para obtenção de nota. ...

    4262  Palavras | 18  Páginas

  • Para Uma Teoria Do Feudalismo Alain Guerreau Aula 07 03

    Para uma teoria do feudalismo GUERREAU, Alain O Feudalismo. Um horizonte teórico, Lisboa:Edições 70, s/d. Para uma teoria do Feudalismo  autor: CNRS-EHESS, Paris – Medievalistas, várias obras: debates teóricos (materialismo), metodológicos (história e historiografia medievais).  Obra estruturada em duas partes:  revisão crítica da historiografia dos séculos XIX e XX:  Revalorização de historiadores franceses do século XIX (Guizot).  Avaliação da obra dos historiadores franceses dos Annales...

    1421  Palavras | 6  Páginas

  • TEORIAS DIDÁTICAS E O ENSINO DA PROBABILIDADE UTILIZANDO JOGOS DE AZAR

    NOGUEIRA CHAVES TEORIAS DIDÁTICAS E O ENSINO DA PROBABILIDADE UTILIZANDO JOGOS DE AZAR SÃO BERNARDO DO CAMPO 2013 CAROLINA DE FÁTIMA BRITO FABIANA GUILARDUCCI DE ALMEIDA RENAN MONTEIRO FIGUEIREDO DONASON TAINÃ NOGUEIRA CHAVES TEORIAS DIDÁTICAS E O ENSINO DA PROBABILIDADE UTILIZANDO JOGOS DE AZAR Projeto Integrador, apresentado aos professores e professoras dos módulos: Lógica, Probabilidade e Análise Combinatória e Conceitos e Aplicações...

    6063  Palavras | 25  Páginas

  • Análise combinatória: uma abordagem alternativa utilizando resolução de problemas

    CENTRO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES UNIDADE ACADÊMICA DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA CURSO: LICENCIATURA EM CIÊNCIAS Análise Combinatória: Uma abordagem alternativa utilizando resolução de problemas. MIRELI MORAIS PICUÍ-PB 2011.1 MIRELI MORAIS Análise Combinatória: Uma abordagem alternativa utilizando resolução de problemas. Projeto apresentado à professora Edna Barreto, como parte das exigências para aprovação na disciplina Prática de Ensino de Matemática I, sob orientação...

    2347  Palavras | 10  Páginas

  • Análise combinatória

    Luiz Renato Gomes – ME LRG-ME 002/2012 ANÁLISE COMBINATÓRIA By Luiz Renato Gomes RESUMO Este trabalho tem por finalidade apresentar um resumo contendo os principais temas e aplicações da parte da matemática conhecida por análise combinatória. No desenvolvimento do trabalho serão apresentadas as principais divisões da análise combinatória, suas particularidades, a conceituação teórica bem como alguns exemplos práticos procurando dar uma idéia da aplicação desta ferramenta que é de suma importância...

    7205  Palavras | 29  Páginas

  • Analise combinatória

    UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA Análise Combinatória: “Uma nova abordagem” Wesiclei B. Martins Especialização em Matemática do Ensino Básico Goiânia 2007 UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA Análise Combinatória: “Uma nova abordagem” Wesiclei B. Martins Monografia apresentada ao curso de Especialização em Matemática do Ensino Básico...

    8455  Palavras | 34  Páginas

  • otimização combinatória

    Otimização Combinatória Prof. Flávio Keidi Miyazawa Problemas de otimização, na sua forma geral, têm como objetivo maximizar ou minimizar uma função definida sobre um certo domínio. A teoria clássica de otimização trata do caso em que o domínio é infinito. Já no caso dos chamados problemas de otimização combinatória, o domínio é tipicamente finito; além disso, em geral é fácil listar os seus elementos e também testar se um dado elemento pertence a esse domínio. Ainda assim, a idéia ingênua...

    1254  Palavras | 6  Páginas

  • Analise Combinatoria

    ANÁLISE COMBINATÓRIA É um ramo das ciências matemáticas que se dedica ao estudo das técnicas de contagem. 1 Factorial O produto de factores inteiros é sucessivo desde n até a unidade ,representam-se abreviadamente pelo símbolo n! que se lê “factorial de n” Ex: a) 4.3.2.1 = 4! b) 7.6.5.4.3.2.1 = 7! c) (2!)3 = (2!) . (2!) . (2!) = (2.1) . (2.1) . (2.1) = 8 2 Arranjos simples de n elementos agrupados p a p É o no de grupos que se podem formar com p dos n objectos dados,...

    2698  Palavras | 11  Páginas

  • Revisão - Comunicação & Expressão Anhembi Morumbi

    Revisão de Comunicação e Expressão Unidade 1 – O homem e sua interação lingüística com o mundo O que são signos? Elementos capazes de representar a realidade. Só podem funcionar como signos se carregarem o poder de representar, substituir uma outra coisa. Segundo Saussure, o signo é composto por duas partes: significado (constitui o plano do conteúdo, do conceito) e significante (constitui o plano da expressão). Veja: SIGNIFICANTE (imagem, latido) SIGNIFICADO = cachorro é um animal...

    3369  Palavras | 14  Páginas

  • Análise Combinatória

    ANÁLISE COMBINATÓRIA Os métodos de contagem foram iniciados no século XVI pelo matemático italiano Nicolo Fontana, conhecido como tartaglia. A análise combinatória é a parte da matemática que estuda os métodos de contagem. O primeiro multiplicativo é o alicer para resolver problemas de contagem sem que seja necessário enumerar seus elementos. O princípio fundamental da contagem permite-nos a contagem sem descrição das possibilidades. Quando o número de possibilidade é pequeno, podemos usar...

    1818  Palavras | 8  Páginas

  • Proporcionalidade à luz da Teoria dos Campos Conceituais: uma sequência de

    PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC/SP Eduardo Lopes de Macedo Proporcionalidade à luz da Teoria dos Campos Conceituais: uma sequência de ensino diferenciada para estudantes da EJA MESTRADO EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA São Paulo 2012 uma sequência de ensino diferenciada para estudantes da EJA Dissertação apresentada à Banca Examinadora...

    46176  Palavras | 185  Páginas

  • teoria dos jogos

    Teoria dos jogos aplicada à contabilidade     Mary Tsutsui Bontempo Mestranda em Controladoria e Contabilidade pela FEA/USP. Consultoria da Maluf & Guimarães Empresarial S/C     RESUMO Este arquivo enfoca o objetivo da Contabilidade de fornecer informações úteis para a tomada de decisões, sob o ângulo da empresa provedora destas informações. A organização vê as informações contábeis como um precioso e custoso ativo cuja exposição completa pode explicitar conseqüências estratégicas negativas...

    8210  Palavras | 33  Páginas

  • ESTUDO DA PROBABILIDADE NO ENSINO MÉDIO: ANÁLISE DE LIVROS DIDÁTICOS E EXERCÍCIOS COMENTADOS COM FOCO NOS VESTIBULARES

    Federal de Minas Gerais Instituto de Ciências Exatas Departamento de Estatística Thiago Linhares Brant Reis ESTUDO DA PROBABILIDADE NO ENSINO MÉDIO: ANÁLISE DE LIVROS DIDÁTICOS E EXERCÍCIOS COMENTADOS COM FOCO NOS VESTIBULARES Belo Horizonte 2011 Thiago Linhares Brant Reis ESTUDO DA PROBABILIDADE NO ENSINO MÉDIO: ANÁLISE DE LIVROS DIDÁTICOS E EXERCÍCIOS COMENTADOS COM FOCO NOS VESTIBULARES Trabalho apresentado Especialização do ao Curso Departamento de ...

    9559  Palavras | 39  Páginas

  • combinatoria

    Combinatória Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. O triângulo de Pascal, intimamente relacionado como oteorema binomial.combinatória é um ramo da matemática que estuda coleções finitas de objetos que satisfaçam certos critérios específicos, e se preocupa, em particular, com a "contagem" de objetos nessas coleções (combinatória enumerativa) e com a decisão de certo objeto "ótimo" existe (combinatória extremal) e com estruturas "algébricas" que esses objetos possam ter (combinatória algébrica)...

    4596  Palavras | 19  Páginas

  • Teoria de conjuntos

     TEORIA DOS CONJUNTOS Símbolos : pertence : existe : não pertence : não existe : está contido : para todo (ou qualquer que seja) : não está contido : conjunto vazio : contém IN: conjunto dos números naturais = {0, 1, 2, 3, 4, ...} : não contém Z : conjunto dos números inteiros = {..., - 3, -2, -1, 0, 1, 2, 3, ...} / ou I : tal que Q: conjunto dos números racionais = {x/, com aZ e bZ*} : implica que Q'= I: conjunto dos números irracionais. Ex.: : se, e somente se IR: conjunto...

    775  Palavras | 4  Páginas

  • analise de livro

    ANÁLISE DO LIVRO DIDÁTICO ADOTADO PELA ESCOLA SOLDADO LUIZ GONZAGA Autores:José Delmiro Peixoto Junior e Fábio Marcos da Cruz Modesto Natal – RN JAN/13 Esse trabalho nos mostrará os resultados obtidos com a ANÀLISE DO LIVRO DIDÁTICO, Tudo é Matemática. 6º ANO. Autor: Luiz Roberto Dante. Editora Ática, 2009; adotado pela Escola Estadual Soldado Luiz Gonzaga, situada na Cidade de Natal/RN nos anos de 2011 a 2013. O trabalho foi desenvolvido pelo os PIBIDIANOS, José Delmiro e Fábio Marcos...

    1501  Palavras | 7  Páginas

  • Aula simulada conjuntos

    Uma Introdução a Teoria de Conjuntos Acadêmico: Luis Felipe Tatsch Schmidt Atividade: Antes de começarmos o nosso conteúdo, peço que cada um de vocês pegue uma folha de papel, e nela escrevam, coisas que você tem no seu quarto. ( Guardem essa lista até o fim da aula e não olha para a do colega ao lado). Antes de começarmos, temos alguns questionamentos a fazer-nos, como por exemplo: • O que é um Conjunto? • O que é um elemento? • O que é União de conjuntos? • O que é a intersecção...

    1162  Palavras | 5  Páginas

  • Teoria da aprendizagem significativa

    TEORIA DA APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA SEGUNDO AUSUBEL Carlos Alberto da Silva1 Maria Simone Alves Oliveira Lima2 RESUMO A teoria da aprendizagem significativa do psicólogo Ausubel tem como foco a aprendizagem escolar e propõe como linha de estudo a mente dos alunos, ou seja, de que forma estes acomodam em suas estruturas cognitivas os conteúdos acadêmicos. Ausubel afirma que os conhecimentos prévios dos alunos devem ser valorizados, para que estes possam construir...

    2574  Palavras | 11  Páginas

  • A teoria da aprendizagem significativa no ministério de jesus

    SEMINÁRIO DE EDUCAÇÃO CRISTÃ COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO MESTRADO EM MISSIOLOGIA A TEORIA DA APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA NO MINISTÉRIO DE JESUS APLICADA AO DISCIPULADO DE NOVOS CONVERTIDOS Recife – 2009 2 JESUS APLICADA AO DISCIPULADO DE NOVOS CONVERTIDOS Trabalho apresentado para avaliação de rendimento escolar, do aluno José Rinaldo dias de...

    5952  Palavras | 24  Páginas

  • Resumo teoria da adm

    Resumo de aulas Teoria Geral da Administração - B Turmas: terça-feira Atualizada em fevereiro/06 Caro aluno este material foi elaborado com base na bibliografia citada no final da apostila, e tem por objetivo oferecer material complementar de estudo para fixação da matéria, lembrando que esta não deve ser a única fonte de consulta, pois além dela vocês devem consultar o(s) livro(s) adotados, textos, artigos, caderno, entre outros recursos utilizados durante as aulas. Também foi respeitada...

    9618  Palavras | 39  Páginas

  • Conjuntos Numéricos

    Números Naturais (N) O conjunto dos números naturais são os todos os números inteiros e positivos, incluindo o 0. Esse conjunto é representado pela letra “N”. Este conjunto é formado da seguinte maneira. A partir desses elementos pode-se formar infinitas quantidades, agrupando-os de maneira que cada um represente determinado valor de acordo com a sua posição. Toda multiplicação ou adição de um número natural com outro é permitida nesse conjunto, pois resulto em outro número inteiro. Já a divisão...

    1085  Palavras | 5  Páginas

  • Teorias de aprendizagem

    Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília Licenciatura em Química Teorias de Aprendizagem Fernando Luiz Conceição Alves Gama, 27 de fevereiro de 2013 Primeiras pesquisas sobre aprendizagem Diversos pesquisadores ao longo do tempo em épocas, situações e locais diferentes tentaram explicar como os indivíduos aprendiam, fizeram vários experimentos e cada um procurou sobre o seu ponto de vista e através dos resultados obtidos explicar como ocorria a aprendizagem. As...

    2964  Palavras | 12  Páginas

  • Sequência didática para o ensino de análise combinatória

    MATEMÁTICA II Sequência Didática para o Ensino de Análise Combinatória Belém – Pará Junho 2012 UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA, ESTATISTICA E INFORMATICA INSTRUMENTAÇÃO PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA II * * * * ANÁLISE COMBINATÓRIA Sequência Didática para o Ensino de Análise Combinatória LILIA CRISTINA DOS SANTOS DINIZ ALVES KATHELEN...

    3422  Palavras | 14  Páginas

  • Princípios da analise mórfica

    verbal). Em linguística, no nível de análise morfológica encontramos duas unidades formais: a palavra e o morfema. Uma das questões centrais no estudo da morfologia é decidir se a abordagem será pela perspectiva do morfema ou se a partir da palavra, da formação e da classificação das palavras. A peculiaridade da morfologia é estudar as palavras olhando para elas isoladamente e não dentro da sua participação na frase ou período. 2- Pode-se dizer que as teorias estruturalistas representam o grande...

    1448  Palavras | 6  Páginas

  • Analise combinatoria

    Análise Combinatória - ENEM - 2010 ( Matemática ) ________________________________________ Doze times se inscreveram em um torneio de futebol amador. O jogo de abertura do torneio foi escolhido da seguinte forma: primeiro foram sorteados 4 times para compor o Grupo A. Em seguida, entre os times do Grupo A, foram sorteados 2 times para realizar o jogo de abertura do torneio, sendo que o primeiro deles jogaria em seu próprio campo, e o segundo seria o time visitante. A quantidade total de escolhas...

    1728  Palavras | 7  Páginas

  • análise combinatória

     Análise Combinatória Sumário Introdução.................................... 01 Análise Combinatória....................02 a Aplicações da Análise Combinatória nas Ciências e no Mundo Atual........... Questões........................................ Conclusão....................................... Bibliografia....................................... Introdução O presente trabalho irá apresentar sobre Análise Combinatória, que é um...

    1306  Palavras | 6  Páginas

  • Analise combinatória

    Introdução Neste trabalho falarei sobre a análise combinatória. Os estudos foram iniciados no século XVI é um dos conceitos da matemática responsável pelo estudo de critérios para a representação da quantidade de possibilidades de acontecer um agrupamento sem que seja preciso desenvolvê-los . Os três tipos principais de agrupamentos são o arranjo, a permutação e a combinação e seus diferentes tópicos . Buscando resolver problemas sobre a possibilidade de construir arranjos de objetos para...

    1341  Palavras | 6  Páginas

  • trabalho de matematico analise combinatoria

    Marco Antonio Mencacci ___________________________________________________________________________ Análise Combinatória Prof. Arlei Fernandes de Araujo ___________________________________________________________________________ Iara dos Santos Oliveira - Novembro , 2014 - Sumário 1. Introdução........................................................... 3 2. O que é análise combinatória ?............................ 4 3. Princípio Fundamental de Contagem ...................7 4. Princípio...

    1735  Palavras | 7  Páginas

  • Teoria Matemmática da Administração

    Teoria Matemática da Administração Teoria matemática da administração é a parte das teorias da administração de empresas, utilizadas na teoria da administração para fins de estudo. Faz parte da abordagem sistêmica da administração, juntamente com a teoria de sistemas e a cibernética e administração Muitas decisões administrativas são tomadas com base em soluções contidas em equações matemáticas que simulam situações reais que obedecem a certas leis ou regularidades. A Teoria Matemática é a que...

    3473  Palavras | 14  Páginas

  • a analise

    hhvhvAnálise combinatória é um estudo realizado na matemática e na lógica, responsável pela análise das possibilidades e das combinações. Observe alguns exemplos de exercícios que são resolvidos utilizando análise combinatória. Se quiser saber quantos números de quatro algarismos são formados com os algarismos 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7 e 9, é preciso aplicar as propriedades da análise combinatória. Um homem possui cinco camisas, quatro calças, três paletós e dois pares de sapatos. De quantos modos...

    886  Palavras | 4  Páginas

  • Análise Combinatória

    Análise Combinatória -Arranjo Simples -Permutação Simples -Combinação Simples São Paulo, novembro de 2013 Introdução Em situações envolvendo sistemas de contagem podemos usar o principio fundamental de contagem. Mas em algumas situações os calculos tendem a ser complexos e trabalhosos. Visando facilitar o desenvolvimentos desses calculos, foram desenvolvidos no intuito de determinar agrupamentos nos problemas de contagem consistindo em análise combinatória...

    737  Palavras | 3  Páginas

  • Análise Combinatória

    pertence ao conjunto dos números naturais) é sempre o produto de todos os seus antecessores, incluindo si próprio e excluindo o zero. A representação é feita pelo número fatorial seguido do sinal de exclamação, n! . Exemplo de número fatorial: Análise combinatória: A análise combinatória é um dos tópicos que a matemática é dividida, responsável pelo estudo de critérios para a representação da quantidade de possibilidades de acontecer um agrupamento sem que seja preciso desenvolvê-los. Análise combinatória...

    856  Palavras | 4  Páginas

  • Analise combinatoria

    A análise combinatória é um dos tópicos que a matemática é dividida, responsável pelo estudo de critérios para a representação da quantidade de possibilidades de acontecer um agrupamento sem que seja preciso desenvolvê-los.  Veja um exemplo de um problema de análise combinatória e como montamos os seus agrupamentos.  Dado o conjunto B dos algarismos B = { 1,2,3,4}. Qual a quantidade de números naturais de 3 algarismos que podemos formar utilizando os elementos do grupo B?  Esse é um tipo...

    2803  Palavras | 12  Páginas

  • Exercícios de Análise Combinatória

    Análise Combinatória - ENEM - 2010 Doze times se inscreveram em um torneio de futebol amador. O jogo de abertura do torneio foi escolhido da seguinte forma: primeiro foram sorteados 4 times para compor o Grupo A. Em seguida, entre os times do Grupo A, foram sorteados 2 times para realizar o jogo de abertura do torneio, sendo que o primeiro deles jogaria em seu próprio campo, e o segundo seria o time visitante. A quantidade total de escolhas possíveis para o Grupo A e a quantidade total de escolhas...

    975  Palavras | 4  Páginas

  • analise combinatoria

    A análise combinatória é um dos tópicos que a matemática é dividida, responsável pelo estudo de critérios para a representação da quantidade de possibilidades de acontecer um agrupamento sem que seja preciso desenvolvê-los. Veja um exemplo de um problema de análise combinatória e como montamos os seus agrupamentos. Dado o conjunto B dos algarismos B = { 1,2,3,4}. Qual a quantidade de números naturais de 3 algarismos que podemos formar utilizando os elementos do grupo B? Esse é um tipo de...

    506  Palavras | 3  Páginas

  • Analise Combinatoria

    Portanto, com a palavra MATEMÁTICA podemos montar 151200 anagramas. Seguindo esse raciocínio podemos concluir que, de uma maneira geral, a permutação com elementos repetidos é calculada utilizando a seguinte fórmula: Dada a permutação de um conjunto com n elementos, alguns elementos repetem n1 vezes, n2 vezes e nn vezes. Então, a permutação é calculada: Exemplo 1: Quantos anagramas podem ser formados com a palavra MARAJOARA, aplicando a permutação teremos: Portanto, com a palavra...

    2046  Palavras | 9  Páginas

  • Princípio da casa dos pombos

    Universidade Estadual do Sudoeste Bahia – UESB Licenciatura Plena em Matemática Antônio Carlos Actis Júnior O princípio da casa dos pombos como forma de introdução à Análise combinatória aplicado no nível fundamental de educação. Vitória da Conquista – Ba, 05 de Novembro de 2013 Antônio Carlos Actis Júnior O princípio da casa dos pombos como forma de introdução Aplicado no nível fundamental de educação Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Curso de Licenciatura em Matemática...

    7164  Palavras | 29  Páginas

  • Plano de Aula - Análise Combinatória

    : SUSI CRISTINE BRITTO FERREIRA Plano de trabalho 1 – Análise Combinatória 01 - Introdução De acordo com Roa e Navarro-Pelayo (2001, p.1) “os problemas combinatórios e as técnicas para sua resolução tiveram e têm profundas implicações no desenvolvimento de outras áreas da matemática como a probabilidade, a teoria dos números, a teoria dos autômatos e inteligência artificial, investigação operativa, geometria e topologia combinatórias”. Devido a tantas aplicações e, por ser parte fundamental...

    1150  Palavras | 5  Páginas

  • Analise combinatoria

    iremos procurar o numero que esta na quarta linha e na primeira coluna da tabela. No quadro indicado, os números colocados nas disposições horizontais formam o que denominamos linha e os colocados nas disposições verticais chamamos de coluna. O conjunto ordenado dos e denominado matriz e cada numero que formam a tabela n é chamado elemento da matriz. Neste exemplo temos uma matriz 4x3(lê-se: quatro por três), isto e, uma matriz formada por 4 linhas e três colunas. Representa-se uma matriz colocando-se...

    4479  Palavras | 18  Páginas

  • Analise combinatoria

    ANÁLISE COMBINATÓRIA E SUAS APLICAÇÕES Curso: 1TNA – MCT Matéria: Matemática Básica Aluno: Anderson Sene Aluno: Cauê Willian Lopes Silva Aluno: Marcus Vinícius de Aquino Professor: Dimas Ferreira FATORIAL O fatorial de um número é sempre o produto de todos os seus antecessores, incluindo si próprio e excluindo o zero. A representação é feita pelo númeo fatorial seguido do sinal de exclamação, n! . Exemplo de número fatorial: Exemplos * 6! = 6 . 5 . 4 . 3 ....

    1171  Palavras | 5  Páginas

  • Combinatória

    ANÁLISE COMBINATÓRIA RESUMO O estudo da matemática nas séries iniciais do ensino fundamental está, de maneira geral, ligada a apropriação das quatro operações, porém existem algumas variantes no currículo matemático que podem ser inseridos para despertar e desenvolver o raciocínio lógico-matemático dos alunos. Considerando a importância do raciocínio lógico, fizemos uma amostra de cunho qualitativo com alunos das primeiras séries do Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos, sobre...

    2401  Palavras | 10  Páginas

  • Teoria dos conjuntos aplicada a computação

    RESUMO O presente artigo aborda inúmeras informações referentes à história de Georg Cantor, sobre a sua teoria dos conjuntos, seus conceitos primitivos, os principais axiomas, teoria ingênua de Cantor, conjuntos fuzzy e as suas aplicações no ramo da computação. PALAVRAS CHAVES Teoria dos conjuntos, aplicações, conjuntos fuzzy. INTRODUÇÃO Georg Cantor criou a moderna teoria sobre conjuntos infinitos que revolucionou quase todos os campos da matemática. Porém suas novas idéias também criaram...

    3743  Palavras | 15  Páginas

  • Análise Combinatória

    ANÁLISE COMBINATÓRIA: UMA ABORDAGEM ATRAVÉS DE CONTEXTO Introdução Análise Combinatória é um conjunto de procedimentos que possibilita a construção de grupos diferentes formados por um número finito de elementos de um conjunto sob certas circunstâncias. Arranjos, Permutações e Combinações são os três tipos principais de agrupamentos, sendo que eles podem ser simples, com repetição ou circulares. Neste trabalho iremos mostrar como a análise combinatória participa de nosso cotidiano com...

    1696  Palavras | 7  Páginas

  • Analise Combinatória

    A combinatória é um ramo da matemática que estuda coleções finitas de objetos que satisfaçam certos critérios específicos, e se preocupa, em particular, com a "contagem" de objetos nessas coleções (combinatória enumerativa) e com a decisão de certo objeto "ótimo" existe (combinatória extremal) e com estruturas "algébricas" que esses objetos possam ter (combinatória algébrica). O assunto ganhou notoriedade após a publicação de "Análise Combinatória" por Percy Alexander MacMahon em 1915. Um dos destacados...

    1097  Palavras | 5  Páginas

  • Teoria da aprendizagem verbal significativa de ausubel: o que professores (não) sabem sobre ela?

    FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE EDUCAÇÃO CURSO DE PEDAGOGIA RAFAELLA SOARES GUEDES RAYNE MONISE RESENDE SOARES TEORIA DA APRENDIZAGEM VERBAL SIGNIFICATIVA DE AUSUBEL: O QUE PROFESSORES (NÃO) SABEM SOBRE ELA? JOÃO PESSOA - PB 2011 RAFAELLA SOARES GUEDES RAYNE MONISE RESENDE SOARES TEORIA DA APRENDIZAGEM VERBAL SIGNIFICATIVA DE AUSUBEL: O QUE PROFESSORES (NÃO) SABEM SOBRE ELA? ...

    8472  Palavras | 34  Páginas

  • Análise combinatória

    ANÁLISE COMBINATóRIA PROFº. josé eduardo villas boas Marcus Paulo Cotichini 229.498.388-20 | |ÍNDICE | | | | | | | | ...

    1918  Palavras | 8  Páginas

tracking img