Resumo Professora Sim Tia Nao artigos e trabalhos de pesquisa

  • Resumo: Professora sim, tia não.

    Resumo: Professora sim, tia não. Ser professora é muito mais que ser tia, para Paulo Freire, chamar a professora de tia é desvalorizar a professora, pois ser professora é uma profissão, uma escolha, enquanto ser tia é um acaso do destino. Não que professoras não sejam tias, porem nem sempre tias são professoras, não existe ser professora á longa distancia, já ser tia pode-se ser distante e nem precisa gostar do ser tia. O termo “tia” carrega a idéia de ‘boa moça”, que não briga, que não protesta...

    663  Palavras | 3  Páginas

  • Resumo ' Professora sim, tia não'

    Alvorada Organização do Trabalho Pedagógico Professora: Luciana Caprice Aluna: Karla Luciana Resumo- Professora Simtia não” (Paulo Freire) O livro professora sim, tia não de Paulo Freire propicia o despertar do leitor para o pensamento atualizador e questionador quanto ao papel fundamental do professor (a) para a educação brasileira, propondo a reflexão e ousadia no ato de ensinar através do corpo, dos sentimentos, das emoções e da crítica, pois profissão de ensinar envolve...

    679  Palavras | 3  Páginas

  • Professora sim, tia não

    trabalhar desde a pré-escola e não interrompermos este processo. Medo é dificuldade ante a algo que imaginamos desconhecido; sendo assim, temos que observar: se a capacidade de resposta está altura do desafio ou se está além. A aprendizagem passa pela leitura com fixação e atenção para tirar o medo, pois é preciso experimentar-se cada vez mais criticamente na tarefa de ler e de escrever para produzir conhecimento. O curso de magistério deve formar educadores, e não ser cursado por um passatempo...

    1210  Palavras | 5  Páginas

  • LIVRO RESUMO PROF SIM TIA NAO

    Resumo  Professora simtia não - (Cartas a quem ousa ensinar) Introdução  Segundo Paulo Freire professora e tia são dois papéis distintos, pois para  ser professora é necessária uma formação acadêmica, uma profissão  com direitos, enquanto ser tia trata-se apenas de um relacionamento de  parentesco com a criança sendo outros tipos de comportamentos,habilidades e  responsabilidades.Igualar tia á professora é reduzir sua profissão de ensinar,de  ter direitos e serem livres para brigarem se preciso for pelos mesmos...

    1124  Palavras | 5  Páginas

  • Resumo livre professora sim tia não

    Freire Resumo do livro: Professora sim, tia não. Cartas a quem ousa ensinar. Editora: OLHO D’água 1997. São Paulo 2013 Universidade Nove de Julho Adriana da Silva Nascimento RA 1712200620 Daniella Santos Gonçalves RA 1712200251 Elernice Osana Pereira RA 1712200689 Fabiana Novaes Silva RA 912209359 Janice Lemos Fernandes RA 1712200692 Juliana M. Favaron Contó RA 1712202382 Resumo do Livro: Professora Sim, Tia...

    3967  Palavras | 16  Páginas

  • RESENHA PAULO FREIRE Professora Sim Tia Nao

    Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro Centro de Ciências Humanas e Sociais Escola de Educação Disciplina: Pensamento Educacional Brasileiro Professora Jane Aluna:Mariana Rodrigues Pinto Pedagogia/Vespertino Resenha do Livro Professora sim, Tia não;Cartas a quem ousa ensinar Paulo Freire é um célebre educar brasileiro que é reconhecido em paramêtros mundiais. Freire, defende a teoria que o aprendizado deve ser produzido e construído em conjunto, o professor deve apresentar os meios...

    2763  Palavras | 12  Páginas

  • Resumo do livro a língua de eulália

    Resumo d’A Língua de Eulália (BAGNO) BAGNO, Marcos. A Língua de Eulália: novela sociolinguística. 15. ed. — São Paulo: Contexto, 2006. A Língua de Eulália trata sobre o tema do português padrão que o autor con-sidera como mito em relação à linguagem real utilizada no país e o preconceito existente em relação ao português não-padrão. O texto divide-se em vinte e dois capítulos, incluindo sugestões de leitura sobre assuntos relacionados e possui 215 páginas. O livro tem como principais personagens...

    576  Palavras | 3  Páginas

  • Resumo a língua de eulália

    Resumo do texto: “A língua de Eulália: Novela Sóciolinguística” BAGNO, Marcos. “A língua de Eulália: Novela Sóciolinguística”: São Paulo: Editora Contexto, 1997. Esta obra, conta a história de três amigas, que vão passar suas férias de inverno em Atibaia, no interior de São Paulo, na casa da tia de uma delas, uma professora já aposentada, de língua portuguesa e linguística. Onde lá, elas se deparam com o falar “errado” de Eulália, uma senhora humilde e simples, amiga da dona da casa. ...

    1277  Palavras | 6  Páginas

  • resumo

    “leitura e produção de texto”, do curso de Psicologia da instituição de ensino CESMAC, sob orientação da professora Maceió 18 de agosto de 2014 BAGNO, Marcos. A Língua de Eulália: Novela Sociolinguística. São Paulo: Contexto, 2008. CAPÍTULO 1 “A CHEGADA” Resumo: Tudo começou com a chegada das alunas Vera, Sílvia e Emília na cidade da tia de Vera, Irene. Irene, professora de língua portuguesa e linguística, morava com Eulália, sua antiga empregada que se tornou amiga. Depois...

    4795  Palavras | 20  Páginas

  • Professora sim tia não

    | | Professora Sim, Tia Não: Cartas a quem ousa ensinar. Freire, Paulo Professora sim, Tia não – Cartas à quem ousa ensinar São Paulo. Editora Olho d´Água, 1997. O autor Paulo Freire, fala sobre a importância de diferenciar a professora de uma tia, a professora, tem um papel de passar aprendizagem e conhecimento que, às vezes, gera uma postura mais firme e centrada, já uma tia tem uma postura totalmente diferente aonde gera um afeto e carinho um lado mais intima, pois o prenome tia já diz...

    509  Palavras | 3  Páginas

  • Professora sim tia não

    Assunto: PROFESSORA, SIM. TIA, NÃO. Freire, Paulo (1993). Professora sim, tia não: Cartas a quem ousa ensinar. São Paulo: Olho D’água, 127 p. Review by Elizete Delima Carneiro and Mara Cristine Maia dos Santos (UNILASALLE) (In: La Salle: Revista de Educação;, Ciência e Cultura/Centro Educacional La Salle de Ensino Superior (CELES), v. 4, n. 1 (Outono de 1999). Reproduced with permission.) Freire introduz Professora sim, tia não procurando, através do enunciado, exigir um primeiro empenho...

    946  Palavras | 4  Páginas

  • Creche tia clety: um pouco da historia da educação infantil em ituaçu

    CRECHE TIA CLETY: UM POUCO DA HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO INFANTIL EM ITUAÇU, BAHIA Adalcira Gonçalves / UNEB[1] Idelice Oliveira / UNEB1 Maria do Alívio Canguçu / UNEB1 Soraya M. R. Adorno (sorayaadorno@hotmail.com) / UESB[2] Vanuzia M. T. Ignácio / UNEB1 RESUMO Este artigo representa um primeiro esforço de apresentar parte da história da educação infantil no município de Ituaçu/BA, tendo como universo a Creche Municipal Tia Clety, fundada em 1990. Nosso objetivo é identificar, historicamente...

    10805  Palavras | 44  Páginas

  • Resenha professora sim tia não

    Professora Sim, Tia Não – Cartas a quem ousa ensinar”. Paulo Freire Neste livro Paulo Freire afirma que “você tem todo o direito de querer ser chamado de tia, mas não pode desconhecer as implicações escondidas nas manhas ideológicas que envolvem a redução da condição de professora à tia”. Diz também que “É impossível ensinar sem essa coragem de querer bem, sem a valentia dos que insistem mil vezes antes de uma desistência”. “É impossível ensinar sem...

    893  Palavras | 4  Páginas

  • Professora sim, tia não

    Com base na leitura da obra de Paulo Freire, Professora sim tia não, responda aos seguintes pontos: PROFESSORA SIM, TIA NÃO – CARTAS A QUEM OUSA ENSINAR - PAULO FREIRE O que pretende Paulo Freire com essa obra? Paulo Freire pretende discutir vários assuntos nessa obra. Um deles é mostrar às pessoas, principalmente, às que estão no magistério, que ser professor é muito além de ministrar aula em sala. O docente precisa correr atrás dos seus direitos, dessa forma, dará exemplo aos discentes...

    858  Palavras | 4  Páginas

  • Profesora sim tia nao

    palavras: Professora-tia: a armadilha. (pp. 7 – 18) FREIRE, Paulo. Professora sim, tia não. 1ª ed. São Paulo: Olho D’água, 1997. “O que me parece necessário na tentativa de compreensão crítica do enunciado professora, sim; tia, não, se não é opor a professora à tia não é também identificá-las ou reduzir a professora à condição de tia. A professora pode ter sobrinhos e por isso é tia da mesma forma que qualquer tia pode ensinar, pode ser professora, por isso, trabalhar com alunos. Isto não significa...

    1682  Palavras | 7  Páginas

  • Resumo do livro: professora sim, tia não.

    PROFESSORA SIM, TIA NÃO – CARTAS A QUEM OUSA ENSINAR - PAULO FREIRE Paulo freire defende a leitura deste livro, mesmo para aqueles que não concordam com o que ele diz. Ele reconhece não ter “a verdade”, mas “verdades” que gostaria que fossem úteis à formação e prática docente. Primeiras palavras Professoratia: a armadilha Por que “cartas a quem ousa ensinar”? Porque para ensinar, é necessário ter ousadia, visto que os educadores são desvalorizados, mal pagos e desrespeitados. É preciso...

    1056  Palavras | 5  Páginas

  • Professora sim, tia não

    RESENHA DO LIVRO PROFESSORA SIM TIA NÃO: CARTAS Á QUEM OUSA ENSINAR. FREIRE, Paulo. Professora sim tia não: Cartas á quem ousa ensinar. São Paulo: Olho d´água, 1997. Um notável pensador da história da pedagogia mundial, é assim que podemos nos referir quando pensamos em Paulo Freire. Foi ele quem influenciou o movimento de pedagogia crítica e é um filosofo referência para as práticas educacionais do país. Seus talentos como escritor e pensador, o fizeram alcançar grande número de admiradores...

    699  Palavras | 3  Páginas

  • Resenha professor sim, tia não

    e aprender, a armadilha ideológica da denominação tia-professora, são discutidas com a moldura do gosto por uma escola democrática e do compromisso com a transformação social. Educadores e pesquisadores encontrarão, na leitura deste livro, um convite par que se tornem produtores da compreensão das palavras do autor. DESCRIÇÃO DO ASSUNTO Professora Sim, Tia Não, expõe de forma clara as principais razões para as professoras deixarem de ser "tias": essa visão de uma classe profissional como sendo...

    2209  Palavras | 9  Páginas

  • Professora sim Tia não

    Professora, sim; Tia, não: cartas a quem ousa ensinar Paulo Freire acreditava que a educação libertava o homem. Com suas ideias libertarias acabou exilado no Chile. Em toda sua trajetória na área da educação buscou a compreensão e atuação voltada para as classes pobres ou classes oprimidas. Usou vários métodos pioneiros na alfabetização de adultos, chegando a alfabetizar até 300 pessoas em um único mês. Lançou vários livros sempre frisando o ser humano. Sua paixão pelo ensino e a afirmação de que...

    535  Palavras | 3  Páginas

  • Professora sim tia não

    RESENHA: Professora sim, tia não: cartas a quem ousa ensinar O autor Paulo Freire, no livroProfessora sim, tia não: cartas a quem ousa ensinar”, direcionam ao assunto que diz respeito das classes elitistas e dominantes na área da Educação, um tanto paternalistas e que nos envolve desde o início de nossa história brasileira, com o preconceito e que ainda alcançam a modernidade. O título da obra direciona ao fato de que os profissionais da Educação devem ter a ética e a moral como norte...

    1636  Palavras | 7  Páginas

  • Fichamento professora,sim; tia, não: A armadilha. Paulo Freire

    Wanny Alves. Fichamento referente ao texto “Professora-tia: a armadilha" de Paulo Freire “[...] minha intenção neste texto é mostrar que a tarefa do ensinante, que é também aprendiz, sendo prazerosa é igualmente exigente. Exigente de seriedade, de preparo científico, de preparo físico, emocional, afetivo. É uma tarefa que requer de quem com ela se compromete um gosto especial de querer bem não só aos outros mas ao próprio processo que ela implica.” “[...] A tarefa de ensinar é uma tarefa...

    858  Palavras | 4  Páginas

  • Resenha livro professora sim, tia não

    LIVRO PROFESSORA SIM, TIA NÃO SÃO PAULO 2012 RESENHA DO LIVRO : PROFESSORA SIM, TIA NÃO Trabalho acadêmico apresentado Professora sim, tia não Cartas a quem ousa ensinar introdução O livro de Paulo Freire, mostra profunda preocupação com a compreensão do leitor, compromisso ético-político, e com as práticas pedagógicas, defende uma escola democrática para um espaço de construção do conhecimento. Primeiras Palavras Professora sim...

    1576  Palavras | 7  Páginas

  • RESENHA: LIVRO "PROFESSORA SIM, TIA NÃO"

    Resenha : PROFESSORA SIM, TIA NAO Autor: Paulo Freire Paulo Freire possui uma característica de fazer com que o leitor reflita sobre o que esta lendo e traga as suas ações. Neste texto ele mostra: ● A Valorização PROFESSORA NO PROFISSIONAL; ● Papel da PROFESSORA e sua importância na sociedade; * PROFESSORA E TIA SAO DOIS PAPEIS DISTINTOS: PROFESSORA e um ser profissional de responsabilidade, com formação acadêmica, e deve estar preparada para ensinar...

    673  Palavras | 3  Páginas

  • Professora sim, tia não – cartas a quem ousa ensinar.

    FREIRE, Paulo. Professora sim, tia não – cartas a quem ousa ensinar. São Paulo, Editora olha D´água. 1997. Em um curto período de dedicação o autor dedicou-se ao texto , e teve uma grande preocupação em estimular através as leitura a curiosidade do leitor para algumas palavras e seus significados também preocupado com a percepção do leitor para sua ideias e a importância de cada um estar sempre pronto pra trocas de experiências e aprendizado. Ele demonstra a preocupação em deixar claro a sua...

    1775  Palavras | 8  Páginas

  • Professora sim, tia não

    escolar Titulo: Professora sim, tia não Nome da Disciplina: PPI Nome do professor : Professor Vitor Mizuki Nome do estudante : Andréia Ferreira Costa da Silva RA: 1316670 1. Identificação da obra FREIRE, Paulo. Professora sim , tia não: Cartas a quem ousa ensinar. São Paulo: olho d’agua 1997 2. Apresentação da obra O autor defende a ideia que é necessário a paixão, o amor pelo que se faz, ir em busca do conhecer que não é fácil, mas o professor o faz. As pessoas se tornam tia por parentesco...

    798  Palavras | 4  Páginas

  • Resenha livro professora sim tia não

    RESENHA DO LIVRO PROFESSORA SIM TIA NÃO / CARTAS Á QUEM OUSA ENSINAR. FREIRE, Paulo. Professora sim tia não: Cartas á quem ousa ensinar. São Paulo: Olho dágua, 1997. Paulo Freire é considerado um dos pensadores mais notáveis na história da Pedagogia Mundial, tendo influenciado o movimento chamado Pedagogia Crítica. Uma das experiências significativas de Paulo Freire foi ter trabalhado como Secretário da Educação da Prefeitura de São Paulo entre 1989 e 1991. De acordo com Freire ensinar é profissão...

    657  Palavras | 3  Páginas

  • Professora sim, Tia não - Cartas a quem ousa ensinar (Resenha)

    FREIRE, Paulo. Professora sim, tia não - Cartas a quem ousa ensinar. São Paulo: Olho D’água, 1993. Edimar Filho de Sousa Nunes José Edilson Bezerra Soares1 Paulo Freire é, sem dúvidas, um dos maiores nomes da pedagogia atual. Em sua obra “Professora sim, tia não – Cartas a quem ousa ensinar” ele procura, através do enunciado, exigir um primeiro empenho à compreensão e entendimento não apenas do significado de cada uma das palavras que compõem o próprio enunciado, mas também sobre "o que elas...

    1203  Palavras | 5  Páginas

  • resenha: Professora sim, tia não- Paulo Freire

    Segundo Paulo Freire, professora é uma profissão por isso ele discorda do fato dessa profissional ser confundida ou tratada como parente, no caso, como tia. Na sua visão, quando a professora permite que isso aconteça, o faz de forma a tirar de si a responsabilidade no ato de alfabetizar. Pois enquanto a tia, tem, a “doce missão” de dar carinho e atenção, e acaso ocorra erros no papel da profissional ela poderá usar tais características parentais para amenizar as causas e consequências causadas...

    646  Palavras | 3  Páginas

  • RESENHA Professora Sim Tia N O

    o seu livro “Professora sim, tia não - cartas a quem ousa ensinar.” (São Paulo, Editora olho D´água, 1997.), em doze capítulos, sendo eles, primeiras palavras, primeira carta, segunda carta, terceira carta, quarta carta, quinta carta, sexta carta, sétima carta, oitava carta, nona carta, décima carta e últimas palavras os quais expõe a importância do professor na sua função de profissional, que envolve muitos estudos, conhecimentos e um compromisso com a educação, enquanto ser tia não é uma profissão...

    1102  Palavras | 5  Páginas

  • Professora sim , tia não.....

     RESENHA CRITICA DO LIVRO “PROFESSORA SIM, TIA NÃO ‘’ DO PROFESSOR E EDUCADOR PAULO FREIRE Sumário Introdução.....................................................................................01 Primeira e segunda carta..............................................................02 Terceira e quarta carta..................................................................03 Quinta carta...................................................

    1991  Palavras | 8  Páginas

  • Resenha professora sim, tia não

    Professora sim, tia não Cartas a quem ousa ensinar Ivone de Alencar – RA 1318384 São Paulo / 2013 Professora sim, tia não: Cartas a quem ousa ensinar. FREIRE, Paulo. Professora sim, Tia não – cartas a quem ousa ensinar. São Paulo, Editora Olho d´Água. 1997. Como já é conhecido pelos educadores brasileiros os pensamentos e ideias de Paulo Freire; Neste livro “Professora sim, tia não – cartas a quem ousa...

    3913  Palavras | 16  Páginas

  • Professora Sim Tia Não - Resenha

    o mundo" para poder transformá-lo. O livro professora sim, tia não: cartas a quem ousa ensinar, foi escrito por Paulo Freire com um forte compromisso ético-político e com decidida preocupação em torno de sua luta em favor de uma escola democrática. Como entender o título escolhido por Freire? A intenção do autor é deixar claro que devemos recusar a figura da professora como tia, não dando menos importância ä segunda, mas colocando a professora, que tem uma responsabilidade profissional, em...

    1588  Palavras | 7  Páginas

  • Resenha professora sim tia não, cartas a quem ousa ensinar

    RESENHA PROFESSORA SIM, TIA NÃO CARTAS A QUEM OUSA ENSINAR RESENHA PROFESSORA SIM, TIA NÃO CARTAS A QUEM OUSA ENSINAR Resenha apresentada ao Prof. Diego Flores, para compor a nota da disciplina de PPI (Projeto Profissional Interdisciplinar, do curso de Licenciatura em Geografia, 1semestre. SÃO PAULO 2013 Resenha Paulo Reglus Neves Freire nasceu em 19 de setembro de 1921 em Recife, PE. Apesar de pertencer a uma família de classe média, Freire vivenciou a pobreza...

    1387  Palavras | 6  Páginas

  • Mãe, tia ou professora?

    MÃE NA SALA DE AULA: Os Professores que me perdoem, mas hoje, este artigo é estritamente direcionado às Professoras, que em sua grande maioria já são Mães, muitas vezes fazem o papel de Mãe na Escola e são, equivocadamente, confundidas com Tias. Não é de se estranhar que na profissão de Professor as mulheres compõem 81,5% do total de professores da Educação Básica do País. Em todos os níveis de ensino dessa etapa, com exceção da Educação Profissional, elas são maioria lecionando. No final...

    826  Palavras | 4  Páginas

  • Resenha professora

    NASCIMENTO RESENHA: Professora sim, tia não INTRODUÇÃO Paulo Freire, neste livro, relata questões relevantes do cotidiano do professor: sua disciplina, relação entre teoria e prática, uma nova concepção do que é ensinar e aprender, promovendo um senso comum, social, mas também na produção da linguagem e do conhecimento. Coloca com clareza a armadilha ideológica da denominação tia-professora, onde são discurtidas com a moldura...

    2243  Palavras | 9  Páginas

  • FICHAMENTO LIVRO: Professora sim, tia não cartas a quem ousa ensinar

    Professora-tia: a armadilha “[...] minha intenção neste texto é mostrar que a tarefa do ensinante, que é também aprendiz, sendo prazerosa é igualmente exigente. Exigente de seriedade, de preparo científico, de preparo físico, emocional, afetivo. É uma tarefa que requer de quem com ela se compromete um gosto especial de querer bem não só aos outros, mas ao próprio processo que ela implica. É impossível ensinar sem essa coragem de querer bem, sem a valentia dos que insistem mil vezes antes de uma...

    2703  Palavras | 11  Páginas

  • Resumo do texto O IMPRESSIONISMO, CLAUDE MONET, RENOIR E DEGAS

    necessidade de redefinir a essência e finalidades da reformulação pictórica frente ao novo instrumento de apreensão mecânica da realidade, a fotografia. As figuras emergentes do grupo são: Monet, Renoir, Degas, Cézanne, Pissaro e Sisley. Apesar de não possuírem mesmos interesses, tanto no campo político ou ideológico ou possuir um programa preciso, esses artistas concordavam em alguns pontos em relação a essa nova forma de arte. São eles: A aversão pela arte acadêmica dos salons oficiais, a orientação...

    1145  Palavras | 5  Páginas

  • Resenha critica professora sim, tia não

    Mara Leite Simões Disciplina: Didática Grupo: Marcos Tadeu, José Francisco,Pedro Mello. Resenha crítica do livro: FREIRE, Paulo. Professora sim, tia não - cartas a quem ousa ensinar. 1ª. Edição. São Paulo: editora Olho D’agua.1993 O Livro de Paulo Freire, “Professora sim, tia não”, nos leva a analisar o papel do professor dentro da escola. No decorrer do livro nos deparamos com cartas que o autor nos coloca sobre...

    4336  Palavras | 18  Páginas

  • fichamento Professora tia:a armadilha

    Professora tia: a armadilha [...]não é possível reduzir o ato de escrever a um exercício mecânico [...] escrever é mais complexo e mais demandante do que o de pensar sem escrever.(pág. 8) [...]minha intenção inicial era escrever um novo prefácio ou um nova introdução [...]retomando a “Pedagogia do oprimido”[...] o que seria uma nova introdução se torna um novo livro [...] (pág.8) [...]me entrego agora a uma nova experiência, sempre desafiadora, sempre fascinante, a de lidar com uma temática...

    676  Palavras | 3  Páginas

  • Tia ou Proessora?

    TIA OU PROFESSORA? A CONQUISTA DA IDENTIDADE PROFISSIONAL. Você, que está me lendo agora, tem todo direito de, sendo ou pretendendo ser professora, querer ser chamada de tia ou continuar a ser. (Paulo Freire – Professora sim, tia não: cartas a quem ousa ensinar) Nos colégios e escolas, é muito comum os alunos chamarem as professoras de tia, ou até mesmo os pais e os colegas de trabalho, inclusive coordenadores e diretores, se referirem às profissionais, assim. Há alguns anos, quando se iniciou...

    880  Palavras | 4  Páginas

  • Oitava Carta - Professora SIm, Tia Não - Paulo Freire

    Oitava Carta – Identidade Cultural e Educação Referência: Professora sim, tia não – Cartas a quem ousa ensinar - p.63-67, 1997 – Olho D`água –FREIRE, Paulo. Devemos sempre nos perguntar sobre a relação entre a identidade cultural e a prática educativa. A identidade dos sujeitos está ligada às questões de currículo (oculto ou explícito), de ensino e de aprendizagem. Ao discutir a identidade de educador e educando não podemos deixar que a identidade cultural esgote completamente o conceito...

    742  Palavras | 3  Páginas

  • Resumo do livro Pedagogia do Oprimido

    Resumo do livro: Pedagogia da Autonomia 1 1. Apresentação: A temática do livro Pedagogia da Autonomia trata da questão da formação docente ao lado da reflexão sobre a prática educativa – progressiva em favor da autonomia do ser dos educandos. Esse livro é uma construção teórica do próprio autor, e pode ser considerado como uma síntese de todo seu pensamento. O autor lutou pela educação por toda sua vida, e foi durante todo esse tempo que ele colheu grande parte do material usado nessa...

    2293  Palavras | 10  Páginas

  • A cor do preconceito na obra lobatiana histórias de tia nastácia

    CAMPUS UNIVERSITÁRIO Dr. SALVADOR DA MATTA JEQUIÉ - BAHIA JOSÉ MACHADO JÚNIOR A COR DO PRECONCEITO NA OBRA LOBATIANA HISTÓRIAS DE TIA NASTÁCIA Jequié-BA 2010 JOSÉ MACHADO JÚNIOR A COR DO PRECONCEITO NA OBRA LOBATIANA HISTÓRIAS DE TIA NASTÁCIA Monografia apresentada ao curso de Licenciatura em Letras Vernáculas, do Departamento de Ciências...

    10681  Palavras | 43  Páginas

  • Reflexões sobre o livro Professora sim tia não - de Paulo Freire

    Livro Professora sim, tia não – cartas a quem ousa ensinar. Introdução Privilégio para mim, ser apresentada logo no primeiro semestre do curso de licenciatura Plena em Pedagogia, a este tão revolucionário Educador. Paulo Freire consegue trazer a tona sentimentos contido dentro de nós, enquanto educadores adormecidos! Trata a Educação com uma paixão contagiante, e desperta em nós uma urgência inexplicável de tornar-se parte deste processo de educar e transformar. Professora sim, tia não, mexe...

    4150  Palavras | 17  Páginas

  • Resenha Crítica : Livro Professora sim Tia não : cartas a quem ousa ensinar . Paulo Freire .

    O livro “professora sim, tia não”, de Paulo Freire ensina ao leitor e principalmente aos pedagogos, futuros educadores a importância da profissão e o quanto é fundamental o uso do termo professor e professora. A partir do momento que essa condição de professor e professora é aceita, junto com a responsabilidade que esse termo trás é que se poderá lutar pelo direito da educação. O termo tia, usado por tantos alunos quando se referem ao educador é, de...

    1920  Palavras | 8  Páginas

  • Resumo Do Filme

    UNIVERSIDADE TECNOLOGICA FEDERAL DO PARANÁ CURSO DE LICENCIATURA EM QUÍMICA THYARA FORTUNATO ALENCAR NUNES A MÚSICA E O SILÊNCIO RESUMO LONDRINA 2015 THYARA FORTUNATO ALENCAR NUNES A MÚSICA E O SILÊNCIO Resumo apresentado à disciplina de Libras II como requisito parcial de avaliação. Orientador: Prof.ª Roberto LONDRINA 2015 RESUMO - A MÚSICA E O SILÊNCIO O filme retrata a história de um casal, onde ambos são surdos, mas suas filhas ouvintes mostra-nos todo o contexto...

    1244  Palavras | 5  Páginas

  • professora

    supervisora Thânia Regina Wink. Esta instituição funciona das 07:30 às 17:45; é atendida da Educação Infantil ao Ensino Fundamental, de 1 á 9 anos. Em minha opinião não há deficiências no CMEI que visitei. É tudo muito correto e admirei o trabalho que fazem, dá pra ver que tanto as tias professoras e a tia da limpeza como as tias da coordenação tem um carinho imenso pelas crianças e que as respeitam. Logo na entrada percebi que os alunos chegam felizes e vão correndo pra sala de aula com um sorriso...

    2764  Palavras | 12  Páginas

  • Resumo a Língua de Eulália

     UEG - Universidade Estadual de Goiás Unidade de Ciências Sócioeconômicas e Humanas 1 º ano de Letras - 2013 RESUMO: A LÍNGUA DE EULÁLIA NOVELA SOCIOLINGUÍSTICA Anápolis, 08 de agosto de 2013 Dayanna de Oliveira do Nascimento A Língua de Eulália: Novela sociolinguística Resumo apresentado a Língua de Eulália de Marcos Bagno do curso de Letras de 2013 da UEG- Universidade Estadual de Goiás, matéria de Língua Portuguesa do professor...

    1812  Palavras | 8  Páginas

  • Resumo - Uma professora muito maluquinha

    Resumo do livro: Uma Professora Muita Maluquinha. Este livro conta a história de uma Professora muito querida por seus alunos. Onde eles a fantasiam. Na imaginação deles ela era como um anjo tinha estrelas no lugar dos olhos, tinha voz e jeito de sereia, ela era uma professora inimaginável, para os meninos uma artista de cinema, para as meninas uma fada madrinha. A cidade onde viviam era muita pequena com poucos habitantes. Na sala de aula a professora tinha trinta e três alunos. A...

    842  Palavras | 4  Páginas

  • O que pensam professoras de educação infantil sobre a feminização da profissão docente?

    O QUE PENSAM PROFESSORAS DE EDUCAÇÃO INFANTIL SOBRE A FEMINIZAÇÃO DA PROFISSÃO DOCENTE? ZIBETTI, Marli Lúcia Tonatto – GEPPEA / UNIR – marlizibetti@yahoo.com.br GT: Gênero, Sexualidade e Educação / n.23 Agência Financiadora: CNPq Introdução Este trabalho discute alguns aspectos de uma pesquisa em andamento que tem por objetivo investigar as implicações da condição feminina para o exercício da docência em três redes municipais de ensino no estado de Rondônia. Ao analisar as condições de trabalho...

    6152  Palavras | 25  Páginas

  • Resumo do livro Pollyana White

    querido pai faleceu. Então, foi morar com sua tia Polly Harrington, pois, era seu único parente ainda vivo. A menina então chegou à cidade contagiando e alegrando a todos com seu entusiasmo, sua tia não quis ir recebê-la então mandou sua empregada (Nancy) buscá-la. Apesar de não tão animada com a sua chegada Polly Harrington recebeu a sobrinha e a levou até seu quarto que era perto do sótão. A senhorita Polly não se dava muito bem com seus pais e não gostava nem um pouco desse seu nome “Pollyanna”...

    2661  Palavras | 11  Páginas

  • Não leia

    sempre o indicador mais sensível de todas as transformações sociais, mesmo daquelas que apenas despontam, que ainda não tomaram forma, que ainda não abriram caminho para sistemas ideológicos estruturados e bem formados. A palavra constitui o meio no qual se produzem lentas acumulações quantitativas de mudanças que ainda não tiveram tempo de adquirir uma nova qualidade ideológica, que ainda não tiveram tempo de engendrar uma forma ideológica acabada. A palavra é capaz de registrar transitórias mais íntimas...

    4807  Palavras | 20  Páginas

  • Resumo Alfa 2

    da Silva Araújo / Marta da C.L. Rêgo / Valéria Fernandes Resumo aula 01 Ambiente alfabetizador: novas perspectivas para a prática alfabetizadora? Mairre da S. Araújo  Inspiradas pelo enfoque ferreiriano, professoras das classes de Alfabetização e de Educação Infantil, em inúmeras escolas, foram desafiadas a pensar o processo da alfabetização partindo não mais da escolha do melhor método, ou da melhor cartilha para alfabetizar, mas sim da criança que aprendia. Sem dúvida, naquele momento, as contribuições...

    16715  Palavras | 67  Páginas

  • Resumo do livro "uma professora muito maluquinha."

    Faculdade de Tecnologia e Negócios Carlos Drummond de Andrade. Resenha Comentada: Livro “Uma professora muito maluquinha”. Autor: Ziraldo Nome: Ana Caroline S. Bagio RA: 0033986 São Paulo 2012 Este livro trata da história de uma professora muito querida por seus alunos onde eles a fantasiam. Diziam que ela tinha estrela nos olhos, voz e jeito de sereia, o sorriso solto como um pássaro era uma professora inimaginável, para os meninos ela era uma artista de cinema e para as meninas uma fada madrinha...

    665  Palavras | 3  Páginas

  • PROFESSORA SIM TIA NÃO PAULO FREIRE, CARTAS

    VERA LUCIA SILVA “TRABALHO LIVRO PAULO FREIRE PROFESSORA SIM, TIA NÃO”. CARTAS DE PAULO FREIRE. Sexta carta A postura do professor influenciará o aluno mesmo que pouco a pouco. E o fruto desse exemplo, desse testemunho poderá ser visto a curto ou em longo prazo. No fim dessa carta Paulo Freire fala sobre um encontro com alunos de 5ª série, onde a temática era como viam a escola e como gostariam que ela fosse. Para finalizar ele ainda diz sobre os alunos: Reforçaram em mim a alegria...

    1034  Palavras | 5  Páginas

  • Resumo do livro pollyanna

    Livro: Pollyanna Moça Resumo Resumo Introdução O livro Pollyanna moça conta a história de uma menina que sofreu muito, mas que nunca ficava triste e de uma senhora que vivia triste em sua casa. Della Wetherby era enfermeira e trabalhava em sanatórios cuidando de pessoas doentes. Della era irmã de Mrs. Carew, uma mulher triste e solitária que vivia isolada em sua casa. Della fez uma visita a sua irmã e viu que ela estava cada vez pior, ela tentava convencer sua irmã a voltar...

    2870  Palavras | 12  Páginas

  • resumo do filme o milagre de anne sullivan

    Sullivan Podemos perceber que por Hellen viver em uma sociedade preconceituosa que acreditava que a pessoa com deficiência era um estorvo para família, não lhe davam o devido respeito como ser humano. Esse preconceito destrói a possibilidade de conhecimento e crescimento, pois como a protagonista era vista como alguém incapaz de aprender, não lhe proporcionavam situações de aprendizado. É interessante notar o quanto o meio que cerca Helen contribui para sua evolução, o quanto o conformismo de...

    627  Palavras | 3  Páginas

  • Resumo Freud Além da Alma (Filme)

    psicanálise, suas observações e tratamento com histeria. Logo no começo do filme Freud recusa em tratar uma paciente com histeria pois não acreditava que a paciente estava realmente com histeria e sim com uma falsa histeria criada por sua mente para fugir das responsabilidades. Assim Freud vai estudar o método do doutor Charcot, um método que a maioria dos médicos não acreditavam no seu funcionamento, porém, observando Charcot tratando seus pacientes com histeria através da hipnose. Após o seu estudo...

    758  Palavras | 4  Páginas

  • Relatório Estágio Ensino Fundamental I - Universidade Estácio de Sá - R. J.(ainda não corrigido - 05-2014)

    diretora Elizabete Gomes Antunes que abriu as portas de sua escola me acolhendo com muita presteza e a professora Gizelle Valadão que me acompanhou e supervisionou a maior parte do tempo, me deixando a vontade para participar das aulas e rotinas dos alunos de sua turma e sempre que possível me dando espaço para inserções, sugestões durante as aulas. Agradeço também aos alunos que possivelmente não dimensionam a importância deles na construção deste relatório e na minha formação como educadora. ...

    10026  Palavras | 41  Páginas

  • Uma professora muito maluquinha

    atingindo um grande número de crianças. Ziraldo tem dois filhos, a cineasta Daniela Thomas e o compositor Antônio Pinto. Este livro trata da história de uma professora muito querida por seus alunos onde eles a fantasiam. Diziam que ela tinha estrela nos olhos, voz e jeito de sereia, o sorriso solto como um pássaro era uma professora inimaginável, para os meninos ela era uma artista de cinema e para as meninas uma fada madrinha.A jovem Cate, 18 anos, depois de estudar na capital, volta para sua...

    915  Palavras | 4  Páginas

tracking img