• modelo de resenha
    teórica, gênero, método, tom etc.) e resumo dos pontos essenciais do texto e seu desenvolvimento geral. Exemplo de resenha-resumo de um livro1: Citação O direito como teoria separada de outras ciências sociais KELSEN, Hans. Teoria pura do Direito. São Paulo: Martins Fontes, 1985. A...
    1103 Palavras 5 Páginas
  • O que é trabalho "resumo do livro "
    pura do direito Resumo do livro “Teoria Pura do Direito” Ao analisar a Teoria Pura do Direito percebemos que o autor elimina “valores”, questões políticas, religiosa, enfim, exclui tudo que não pertence ao seu objeto de estudo que é o Direito. A referida teoria foi criada para dar auto 2875...
    950 Palavras 4 Páginas
  • estudarebom
    , Estado E Justiça Na Teoria Pura Do Direito UNIVAG- CENTRO UNIVERSITÁRIO DE VÁRZEA GRANDE Disciplina: Filosofia Geral e do Direito Docente: Aristides J. Costa Neto Discente: Gislaine Kelly Anunciação Oliveira Resumo do livro “O que é justiça” Hans Kelsen Cap. Direito, Estado e Justiça na Teoria Pura do...
    925 Palavras 4 Páginas
  • DDDDDD
     questiona a existência de um perfil ou dos referentes para que se. 2. [PDF] INTERPRETAÇÃO NA TEORIA PURA DO DIREITO https://periodicos.ufsc.br/index.php/sequencia/article/viewFile/.../13908‎ de I Reis - ‎2010 - ‎Citado por 3 - ‎Artigos relacionados Resumo: O presente artigo realiza uma aná...
    5840 Palavras 24 Páginas
  • A NORMA JURÍDICA EM KELSEN
    positivista de Direito, são necessários apenas dois elementos: a legalidade conforme o ordenamento e a eficácia social. KELSEN define Direito como uma ordem normativa coercitiva, cuja validade se baseia em uma norma fundamental pressuposta. Na primeira edição da Teoria Pura do Direito, KELSEN expõe...
    4984 Palavras 20 Páginas
  • Resumo teoria pura do direito
    KELSEN, Hans. Teoria pura do Direito. São Paulo: Martins Fontes, 1985. A obra – Esta obra, tradução de João Baptista Machado, é o resultado da segunda edição alemã (a primeira é de 1934), publicada em Viena em 1960, composta de oito capítulos: direito e natureza; direito e moral; direito e ciência...
    656 Palavras 3 Páginas
  • Ead estáio - direito agrário ii
    possíveis: - As raízes neo-kantianas da teoria pura do direito - As bases epistemológicas da ciência jurídica contemporânea BILBIOGRAFIA: sugestão - ALEXY, Robert. El concepto y la validez del derecho. Trad. Jorge M. Seña. Barcelona: Editorial Gedisa, 1997. -----SUMÁRIO Capítulo 1. El...
    1016 Palavras 5 Páginas
  • Direito e Poder
    RESUMO - Direito e Poder - Bobbio Ratings:  (0)|Views: 1.862|Likes: 7 Publicado por Marcelle Rosa Ver Mais   Resumo - Direito e Poder Norberto Bobbio Capítulo 3 – Estrutura e Função na Teoria do Direito de Kelsen 1) Significado da Obra de Kelsen na História da Teoria Geral doDireito no...
    1687 Palavras 7 Páginas
  • Kelsen
    HANS KELSEN. TEORIA PURA DO DIREITO. CAPÍTULO VIII – A INTERPRETAÇÃO (RESUMO) NOTA DE INTRODUÇÃO O texto aqui apresentado constitui um resumo, elaborado parágrafo a parágrafo, do capítulo oitavo da obra Teoria Pura do Direito, de Hans Kelsen. Foram utilizadas duas edições traduzidas para o...
    2155 Palavras 9 Páginas
  • A contribuição de hans kelsen para a ciência do direito
    objetiva; considerações finais; referências. RESUMO: A teoria pura do direito tem como objetivo maior aplicar uma metodologia que seja possível aplicar um ato de conhecimento, ou seja, tudo aquilo que se conhece da norma, para só depois aplicar um ato de vontade que em verdade é aquilo que se conhece do...
    2525 Palavras 11 Páginas
  • Hans kelsen 1
    Resumo: O presente trabalho objetiva uma análise epistemológica do terceiro capítulo da obra Teoria Pura do Direito, Direito e ciência, do jurista austríaco Hans Kelsen. Através da uma breve exposição dos principais aspectos bibliográficos e das ideias centrais do autor, fazendo referência às suas...
    6733 Palavras 27 Páginas
  • Direito público e direito privado
    . 2 – RESUMO: ESTUDOS DE TEORIA DO DIREITO DE NELSON SALDANHA SALDANHA, Nelson, Estudos de Teoria do Direito. Belo Horizonte: Del Rey, 1994. Páginas 37 a 87. 2.1 – CAPÍTULO 3: CONCEITUAÇÃO DO DIREITO: TENDÊNCIA PRIVATIZANTE E TENDÊNCIA PUBLICIZANTE Saldanha, cita a “dicotomia de Noberto...
    3287 Palavras 14 Páginas
  • Resumo de “Direito e Democracia”, de Habermas
    e coerção e é regulado pelos princípios de estrita legalidade da ação e de separação dos poderes. Desta forma a teoria do discurso reconstrói a ideia de constituição e legislação. Para tratar, contudo, da aplicação do direito, Habermas dedica um capítulo (o V) à racionalidade da jurisdição e...
    1614 Palavras 7 Páginas
  • Ied - int. estud direito
    Parte superior do formulário O Direito e a ciência no pensamento de Hans Kelsen “ A Justiça e o Direito Natural” Resumo: O presente trabalho objetiva uma análise epistemológica a obra Teoria Pura do Direito, Direito e ciência, do jurista austríaco Hans Kelsen. Através da uma breve exposição dos...
    5778 Palavras 24 Páginas
  • 036535811180
     FACULDADE DE IMPERATRIZ(FACIMP) RAUL PIRES REGO TEORIA PURA DO DIREITO DE HANS KELSEN CAPÍTULO VIII A ESSÊNCIA DA INTERPRETAÇÃO. INTERPRETAÇÃO AUTÊNNTICA E NÃO- AUTÊNTICA. IMPERATRIZ 2014 RAUL PIRES REGO TEORIA PURA DO DIREITO...
    1033 Palavras 5 Páginas
  • NEOPOSITIVISMO
    Direito; 5. A Norma Fundamental; Conclusão; Referências. Resumo: O projeto de Ciência Jurídica de Hans Kelsen sofre nítidas influências do ambiente epistemológico inserto no período entre guerras do século XX. Um ponto relevante de contato entre o ideário neopositivista e a Teoria Pura do Direito...
    7885 Palavras 32 Páginas
  • AAAAAAAAAAAAAA
    da Costa Antunes (66360) Tema: Formas de Governo Referência do texto: AZAMBUJA, Darcy. Teoria Geral do Estado. São Paulo: Globo, 2008. Capítulo 16, Formas de Governo, p. 230-241. Inicialmente expõem-se no texto as variadas classificações do Estado quanto à situação dos territórios, a...
    1040 Palavras 5 Páginas
  • Tipos de trabalhos academicos
    texto e seu desenvolvimento geral. Exemplo de resenha-resumo de um livro1: O direito como teoria separada de outras ciências sociais KELSEN, Hans. Teoria pura do Direito. São Paulo: Martins Fontes, 1985. A obra – Esta obra, tradução de João Baptista Machado, é o resultado da segunda edição alemã (a...
    10255 Palavras 42 Páginas
  • Caso concreto 2
    ; ·    Discorrer a respeito das correntes jusnaturalistas; ·    Apresentar o movimento positivista jurídico e sua polêmica com os jusnaturalistas; ·    Explicitar os postulados kelsenianos do normativismo jurídico; ·    Apontar as críticas formuladas à teoria pura do Direito; ·    Discorrer sobre o...
    5352 Palavras 22 Páginas
  • historia do direito
    positivista jurídico e sua polêmica com os jusnaturalistas; • Explicitar os postulados kelsenianos do normativismo jurídico; • Apontar as críticas formuladas à teoria pura do Direito; • Discorrer sobre o culturalismo jurídico e a Teoria Tridimensional do Direito. Estrutura do Conteúdo...
    5420 Palavras 22 Páginas