Resumo Livro Paulo Nader artigos e trabalhos de pesquisa

  • Resumo Do Cap Tulo 25 Paulo Nader

    FACULDADE DO SUL DA BAHIA – FASB CURSO DE DIREITO ERIC XAVIER COLOMBEKI RESUMO DO LIVRO “INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE DIREITO” – PAULO NADER – CAPÍTULO 25 HERMENÊUTICA E INTERPRETAÇÃO DO DIREITO 144. CONCEITO E IMPORTÂNCIA DA HERMENÊUTICA JURÍDICA Hermenêutica - grego hermeneúein, interpretar, e deriva de Hermes, deus da mitologia grega, filho de Zeus e de Maia, considerado o intérprete da vontade divina. Habitava a Terra e era o deus mais próximo da Humanidade, o melhor amigo dos homens. Segundo...

    1762  Palavras | 8  Páginas

  • Trabalho livro nos bastidores da disney

    Introdução O livro “Nos bastidores da Disney” de Tom Connellan, mostra através da história de 5 executivos como as empresas podem, seguindo os preceitos da maior empresa de entretenimento do mundo, aumentar a lucratividade, colocando seu foco nos clientes. Acreditamos que todos os conceitos são simplistas e muitas vezes óbvios e por isso fazem tanto sucesso. Hoje em dia buscam-se ferramentas mais avançadas, treinamento, desenvolvimento de novos produtos, e outras formas de atrair clientes e algumas...

    2868  Palavras | 12  Páginas

  • RESUMO exploradores de caverna

    SUMÁRIO I. RESUMO DO LIVRO – O CASO DOS EXPLORADORES DE CAVERNAS O Caso dos Exploradores de Cavernas, livro de Lon Luvois Fuller, apresenta uma abordagem de ficção sobre um julgamento recursal de quatro membros da Sociedade Espeleológica, acusados do homicídio de Roger Whetmore. Na obra, são analisados os votos dos juízes incumbidos de rever a sentença dada em primeira instância. Voto do juiz Truepenny O juiz Trupenny é o presidente do Tribunal e relator do caso...

    4104  Palavras | 17  Páginas

  • Resumo justiça e equidade

    RESUMO: JUSTIÇA E EQUIDADE Bibliografia: NADER, Paulo. Introdução ao Estudo do Direito. Rio de Janeiro. Forense. 2000 Cap XI Justiça e Equidade págs 105 a 117 Justiça e Equidade O tema justiça é o grande assunto do Direito. Para os filósofos assunto já é visto como um desafio como explicar o verdadeiro sentido desta palavra. Baseada nas idéias concebidas por Aristóteles e Platão foi conceituado justiça como a “constante” e firme vontade de dar a cada um o que é “seu”.Nos direciona então...

    1544  Palavras | 7  Páginas

  • PAULO NADER-INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO

    SOCIOLGICA DO DIREITO Captulo III - O DIREITO COMO PROCESSO DE ADAPTAO SOCIAL 8. O Fenmeno da Adaptao Humana . . 19 9. Direito e Adaptao . , , , , 21 492 PAULO NADER Capftulo IV - SOCIEDADE E DIREITO 10. A Sociabilidade Humana . 1 l. O Estado de Natureza , 25 26 12. Formas de Interao Social e a Aodo...

    157639  Palavras | 631  Páginas

  • Resumo de Miguel Reale

    CIVIL I PROFESSOR: NELSON RÊGO ACADÊMICO: FLAVIO VIEIRA DA SILVA RESUMO DO TEXTO: O TRIDIMENSIONALISMO ESPECÍFICO E A UNIDADE DA EXPERIÊNCIA JURÍDICA DO LIVRO “FILOSOFIA DO DIREITO”, MIGUEL REALE. SÃO LUIS – MA 2013 FLAVIO VIEIRA DA SILVA RESUMO DO TEXTO: O TRIDIMENSIONALISMO ESPECÍFICO E A UNIDADE DA EXPERIÊNCIA JURÍDICA DO LIVRO “FILOSOFIA DO DIREITO”, MIGUEL REALE. Trabalho entregue ao professor Nelson Rêgo titular...

    1604  Palavras | 7  Páginas

  • Resumo IED Paulo Nader

    Introdução ao Estudo do Direito I - Resumos dos capítulos 37; 38; 39; 40; da ‘’Nona Parte’’ do livro Introdução ao Estudo do Direito – Paulo Nader A IDEIA DO DIREITO NATURAL Os motivos fundamentais do pensamento ao Direito Natural (Jusnaturalismo) são as aspirações de justiças que acompanha o indivíduo. O Direito positivo, é aceito como forma de expressão da vontade do Estado, que podem servir como instrumento para servir o homem como pode consagrar valores negativos que impedem o desenvolvimento...

    1373  Palavras | 6  Páginas

  • Resumo de filsofofia

    quando se estimula o pensamento daquele que trabalha com o Direito de forma eficaz promove-se, concomitantemente, uma crítica do conhecimento jurídico proposto pela doutrina. Essa idéia de que a Filosofia alia-se à reflexão é também compartilhada por Nader (2005, p. 09). Segundo seus ensinamentos, “Modernamente a Filosofia se identifica como método de reflexão pelo qual o homem se empenha em interpretar a universalidade das coisas”. Essas afirmações vão delineando conceito e papel para a Filosofia do...

    8602  Palavras | 35  Páginas

  • Resenha paulo nader

    NADER, PAULO. Introdução ao estudo do direito. Rio de Janeiro: Ed. Forense, 2009, p. 249 a 259. RAFAEL LIMA A LEI E SUA EFICÁCIA NO TEMPO E NO ESPAÇO PAULO NADER FACULDADE DE TECNOLOGIA DO PIAUÍ - FATEPI Curso: Bacharelado em Direito Paulo Nader, Professor Emérito da Universidade Federal de Juiz de Fora. Membro efetivo da Academia Brasileira de Letras Jurídicas. Juiz de Direito aposentado do Estado do Rio de Janeiro. Membro da Association Internationale de Methodologic Juridique...

    924  Palavras | 4  Páginas

  • ANÁLISE DO LIVRO “O CASO DOS EXPLORADORES DE CAVERNAS”

    Para o jusnaturalismo, uma lei para ser lei deve ser justa, existindo, assim, uma lei verdadeira, de reta razão, conforme a natureza, difusa, constante, eterna, que apela para o que devemos fazer, ordenando, e que desvia do mal, proibindo. Como Paulo Nader disse: "O Direito Positivo quando se afasta do Direito Natural, cria leis injustas", demonstrando a importância do Direito Natural. O movimento entende como justo tudo o que existe em termos de ideal e do bem comum e defende que não há a necessidade...

    5758  Palavras | 24  Páginas

  • Livro de IED- Paulo Nader

    · · · · · · 15 Scgunda Parte A DIMENSÃO SOCIOLÓGICA DO DIREITO Capítulo III - O DIREITO COMO PROCESSO DE ADAPTAÇÃO SOCIAL 8. O Fenômeno da Adaptação Humana . . 19 9. Direito e Adaptação . , , , , · · · ' ' ' ' ' ' 21 1 492 PAULO NADER Capftulo IV - SOCIEDADE E DIREITO 10. A Sociabilidade Humana . 1 l. O "Estado de Natureza" · · · · · , • ' ' ' · · · · · · 25 26 12. Formas de Interação Social e a Ação• do Direito· . • , , , 13. A Mútua Dependência entre o Direito e a Sociedade...

    7206  Palavras | 29  Páginas

  • Paulo Nader

    · · · · · · 15 Scgunda Parte A DIMENSÃO SOCIOLÓGICA DO DIREITO Capítulo III - O DIREITO COMO PROCESSO DE ADAPTAÇÃO SOCIAL 8. O Fenômeno da Adaptação Humana . . 19 9. Direito e Adaptação . , , , , · · · ' ' ' ' ' ' 21 1 492 PAULO NADER Capftulo IV - SOCIEDADE E DIREITO 10. A Sociabilidade Humana . 1 l. O "Estado de Natureza" · · · · · , • ' ' ' · · · · · · 25 26 12. Formas de Interação Social e a Ação• do Direito· . • , , , 13. A Mútua Dependência entre o Direito e a Sociedade...

    7668  Palavras | 31  Páginas

  • Resumo introduçao ao estudo do direito

    Resumo: O homem é um ser social e político, vivendo em grupos, em sociedades. É natural que no seio destes grupos haja conflitos, desentendimentos e interesses divergentes. No entanto, o homem sente necessidade de segurança e busca a harmonia social. Para que a sociedade subsista é necessário que os conflitos sejam resolvidos e para tanto, o homem dispôs de vários meios com o intuito de controlar as ações humanas e trazer um equilíbrio à sociedade. São os instrumentos de controle social. O Direito...

    2436  Palavras | 10  Páginas

  • Paulo Nader

    · · · · · · 15 Scgunda Parte A DIMENSÃO SOCIOLÓGICA DO DIREITO Capítulo III - O DIREITO COMO PROCESSO DE ADAPTAÇÃO SOCIAL 8. O Fenômeno da Adaptação Humana . . 19 9. Direito e Adaptação . , , , , · · · ' ' ' ' ' ' 21 1 492 PAULO NADER Capftulo IV - SOCIEDADE E DIREITO 10. A Sociabilidade Humana . 1 l. O "Estado de Natureza" · · · · · , • ' ' ' · · · · · · 25 26 12. Formas de Interação Social e a Ação• do Direito· . • , , , 13. A Mútua Dependência entre o Direito e a Sociedade...

    7668  Palavras | 31  Páginas

  • Análise do livro de Leon Tolstói

    Introdução Análise do livro de Leon Tolstói “A morte de Ivan Ilitch” O livro relata a vida de Ivan Ilitch e sua agonia da sua atroz doença terminal. Ele teme a morte mais que tudo, pois percebe que sua vida deveria ter sido mais proveitosa, sincera e menos fútil. Ivan Ilitch seguiu a carreira do pai, fez faculdade de direito e ingressou no funcionalismo público. Casou-se mas não por amor, nem por interesse e sim por um cálculo bem feito, levava uma vida burguesa, dividindo seu...

    1035  Palavras | 5  Páginas

  • paulo Nader

    · · · · · · 15 Scgunda Parte A DIMENSÃO SOCIOLÓGICA DO DIREITO Capítulo III - O DIREITO COMO PROCESSO DE ADAPTAÇÃO SOCIAL 8. O Fenômeno da Adaptação Humana . . 19 9. Direito e Adaptação . , , , , · · · ' ' ' ' ' ' 21 1 492 PAULO NADER Capftulo IV - SOCIEDADE E DIREITO 10. A Sociabilidade Humana . 1 l. O "Estado de Natureza" · · · · · , • ' ' ' · · · · · · 25 26 12. Formas de Interação Social e a Ação• do Direito· . • , , , 13. A Mútua Dependência entre o Direito e a Sociedade...

    7668  Palavras | 31  Páginas

  • resumo modelo de regras I, dworking

    2 TIPOS DE FONTES As fontes do direito são divididas, segundo Paulo Nader, no livro Introdução ao estudo do direito, em três espécies: históricas, materiais e formais. Visto que o Direito foi evoluindo com passar dos anos e com o desenvolvimento humano, as fontes históricas visam estudar a gênese das instituições jurídicas, analisando os antecedentes históricos recentes ou passados, a fim de compreender o processo de amadurecimento do Direito. As fontes materiais são os “fatos sociais, os...

    2309  Palavras | 10  Páginas

  • Paulo nader

    de Benjamin de Oliveira Filho, a disciplina constitui um sistema de idéias gerais.' Ao I Benjamim de Oliveira Filho, Introdufão à Ciência do Direito, 4' ed., José Konfino Editor, Rio de Janeiro,1967, p. 86. PAULO NADER mesmo tempo que revela o denominador comum dos diversos depar- tamentos da ciência, ela se ocupa igualmente com a visão global do objeto, na pretensão de oferecer ao iniciante a idéia do conjunto.2 O desenvolvimento alcançado pela Ciência...

    5476  Palavras | 22  Páginas

  • Introdução ao Estudo do Direito - Paulo Nader

    · · · · · · 15 Scgunda Parte A DIMENSÃO SOCIOLÓGICA DO DIREITO Capítulo III - O DIREITO COMO PROCESSO DE ADAPTAÇÃO SOCIAL 8. O Fenômeno da Adaptação Humana . . 19 9. Direito e Adaptação . , , , , · · · ' ' ' ' ' ' 21 1 492 PAULO NADER Capftulo IV - SOCIEDADE E DIREITO 10. A Sociabilidade Humana . 1 l. O "Estado de Natureza" · · · · · , • ' ' ' · · · · · · 25 26 12. Formas de Interação Social e a Ação• do Direito· . • , , , 13. A Mútua Dependência entre o Direito e a Sociedade...

    7206  Palavras | 29  Páginas

  • Llivro: introdução ao estudo de direito paulo nader

    Auxiliares . · · · · · · · 15 1 Scgunda Parte A DIMENSÃO SOCIOLÓGICA DO DIREITO Capítulo III - O DIREITO COMO PROCESSO DE ADAPTAÇÃO SOCIAL 8. O Fenômeno da Adaptação Humana . . 19 9. Direito e Adaptação . , , , , · · · ' ' ' ' ' ' 21 492 PAULO NADER Capftulo IV - SOCIEDADE E DIREITO 10. A Sociabilidade Humana . 1 l. O "Estado de Natureza" · · · · · , • ' ' ' · · · · · · 25 26 12. Formas de Interação Social e a Ação• do Direito· . • , , , 13. A Mútua Dependência entre o Direito e a Sociedade...

    7414  Palavras | 30  Páginas

  • Resumo Capitulo 7 IED - Paulo Nader

    Integrantes do grupo:André Luiz, Andrew Philippe, Bárbara Ângelo, Caique Laurêncio, Carlos Eduardo, Denisson Silva, Denyse Poema, Márcia Pereira, Maria Luanda, Móises Silva, Raísa Oliveira, Rosângela Pires. RESUMO INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO- PAULO NADER CAPÍTULO VII O DIREITO NO QUADRO DO UNIVERSO O Direito é algo criado pelo homem, que visa mudanças de valores ao longo do tempo buscando melhorias e desenvolvimento da sociedade conforme suas necessidades...

    708  Palavras | 3  Páginas

  • RESUMO AV1 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO

    INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - RESUMO AV1 *****O SER E O DEVER SER É a partir do mundo do “ser” que se forma o do “dever ser”. Em outras palavras, é com base na realidade dada que determinada sociedade, de acordo com a sua experiência histórico-cultural, constrói o mundo jurídico, ou ordenamento jurídico, ou mundo do “dever ser”, através do acúmulo de normas jurídicas, consubstanciadas apenas no costume (sociedades simples), ou nele e também em outras formas de expressão (legislação, doutrina...

    5463  Palavras | 22  Páginas

  • Resumo de ied - roteiros 1 a 6

    RESUMO DOS ROTEIROS DE AULAS DE INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Direito – O vocábulo surgiu na Idade Média, séc. IV deriva do latim Directum = o que não tem curvatura, que está em linha retal, pode ser usado como qualidade daquilo que é correto, justo. Conjunto de regras de organização e conduta consagradas pelo Estado se impõe visando disciplinar a convivência. Juízo de Realidade/Fato – processo contestável, fala objetiva, acontecimentos reais e constatados, ciência. Juízo de Valor – visão...

    1411  Palavras | 6  Páginas

  • Resumo Do Livro Exploradores De Caverna

     Resenha do Livro “O CASO DOS EXPLORADORES DE CAVERNA" O Caso dos exploradores de caverna. A obra fictícia narra à história de cinco desafortunados exploradores amadores que ao entrarem em uma caverna ficam soterrados, depois de passados vinte dias incomunicáveis com o mundo exterior, conseguiu através de uma máquina sem fio, levada pelos próprios exploradores, estabelecer  comunicação com o mundo exterior foi então  informados pela equipe de resgate que seriam necessários não menos que dez dias...

    765  Palavras | 4  Páginas

  • Resumo ied

    Então conclui Kelsen que a estrutura da norma jurídica é a seguinte: em determinadas circunstâncias, determinado sujeito deve observar determinada conduta e se não a observar, outro sujeito, órgão do Estado, deve aplicar ao delinqüente a sanção. Paulo Nader diz que ao dispor sobre fatos e consagrar valores, as normas jurídicas são o ponto culminante do processo de elaboração do Direito e o ponto de partida operacional da dogmática jurídica, cuja função é a de sistematizar e descrever a ordem jurídica...

    3614  Palavras | 15  Páginas

  • paulo nader

    Jurídica e Teoria Geral do Direito. Entre nós aquele estudo foi um dos pioneiros. 5 In Introducción al Derechn, 1" ed., Aguilar, Buenos Aires,1960, p.32. 6 In Introdueción a la Ciência del Derecho, 3' ed., Cultural S.A., La Habana,1945, p. 22. PAULO NADER envolvem controvérsias e abrem divergências na doutrina, longe de constituírem fator negativo, habituam o estudante com a pluralidade de opiniões científicas, que é uma das tônicas da vida jurídica.' 2. Objeto da Introdução ao Estudo do Direito...

    7502  Palavras | 31  Páginas

  • Direito natural e direito positivo

    RESUMO  O objetivo deste trabalho é ...,   Palavras-chave: Artigo Científico. Organização. Normas. Técnica.   INTRODUÇÃO  Introduzimos este pequeno texto científico ratificando a posição de Nader (2011, p. 31) de que compreender os conceitos de Direito e Moral e suas relações, pressupõe uma noção básica do que trata os Instrumentos de Controle Social. Contudo, nossa compreensão é de que o Direito não é o único instrumento de controle social, ou responsável pela harmonia da vida social. Entendemos...

    5443  Palavras | 22  Páginas

  • Direito, ordem e fontes nomartivas

    DIREITO E CONTROLE SOCIAL RESUMO O presente relatório se propõe a fazer uma breve analise dos instrumentos de controle social, o que são, e por quem é criada, a importância deles para que se garanta a ordem, além de mostrar quais são, falar dos objetivos de cada um e demostra o poder que cada um exerce sobre os homens. PALAVRAS-CHAVE: Direito, Controle Social e Sociedade. INTRODUÇÃO O presente trabalho busca fazer uma abordagem sobre a ligação do Direito e os instrumentos de controle...

    1041  Palavras | 5  Páginas

  • Matematica aplicada

    schollhammer-karl-erik-ficcao-brasileira-contemporanea 103243072 schollhammer-karl-erik-ficcao-brasileira-contemporanea 2047 views Like Evangelhos apócrifos apocalipse de baruch Evangelhos apócrifos apocalipse de baruch 398 views Like Resumos: obras da literatura brasileira Resumos: obras da literatura brasileira 638 views Like Filosofando introducao a filosofia maria lucia aranha Filosofando introducao a filosofia maria lucia aranha 103406 views Like CEM ANOS DE SOLIDÃO CEM ANOS DE SOLIDÃO 1760 views...

    858  Palavras | 4  Páginas

  • Direito e coação

    Curso de Direito da Faculdade Maranhense São José dos Cocais. 1. REFERÊNCIA DA OBRA NADER, Paulo. Filosofia do Direito. 20 ed. São Paulo: Forense, 2011.379 p. (p. 91 a 98). 2. CREDENCIAIS DO AUTOR Paulo Nader é doutrinador, professor Emérito da Universidade de Juiz de Fora, membro efetivo da Academia Brasileira de Letras Jurídicas e juiz de Direito aposentado e um apaixonado pelo saber. Nader começou a produzir obras jurídicas ainda na máquina de datilografar, em 1979. Hoje, como autor...

    757  Palavras | 4  Páginas

  • Ask Friend for help!

    A JUSTIÇA NO PENSAMENTO MEDIEVAL Rodrigo Ramos Lourega de Menezes1 RESUMO: Este artigo apresenta, sucintamente, noções da filosofia do direito no pensamento medieval, concentrando-se nas idéias de Santo Agostinho, de Santo Isidoro de Sevilha e de São Tomás de Aquino. Em seguida, o presente estudo indica algumas concepções do direito moderno (tais como proteção às liberdades individuais e função social da propriedade) que se desenvolveram a partir da semente lançada pela doutrina tomista...

    8130  Palavras | 33  Páginas

  • Atps civil vii proposta

    sua solução. A sua participação nesta proposta é essencial para que adquira as competências e habilidades requeridas na sua atuação profissional. Aproveite esta oportunidade de estudar e aprender com desafios da vida profissional. AUTORIA: Taís Nader Marta Faculdade Anhanguera de Bauru Direito - 7ª Série – Direito Civil VII Pág. 2 de 2 COMPETÊNCIAS E HABILIDADES Ao concluir as etapas propostas neste desafio, você terá desenvolvido as competências e habilidades que constam nas Diretrizes...

    2075  Palavras | 9  Páginas

  • Introdução ao estudo do direito

    Trabalho da disciplina de Metodologia Científica, Curso de Direito, Área das Ciências Sociais e Aplicadas, Universidade do Oeste de Santa Catarina, Campus de Xanxerê. Professora: Cristiane Sbruzzi Berté Xanxerê 2014 RESUMO A partir de um grupo de família, a sociedade surgiu e assim de mesmo modo surge o Direito, as tarefas eram divididas, criando um clima agradável, mas, por muito tempo o Direito passou a ser simplesmente algo sem fundamento, as leis e normas eram...

    2464  Palavras | 10  Páginas

  • Jurisprudencia como fonte do direito

     A JURISPRUDÊNCIA COMO FONTE DO DIREITO RESUMO Neste trabalho abordaremos o instituto Jurisprudência dentro do conceito da norma decisões apresentando os tipos de proposta e colocando jurisprudência como resultado de interpretação. PALAVRA CHAVE: Jurisprudência, liberdade dos juízes, resultado de interpretação. INTRODUÇÃO A jurisprudência sendo resultado de um conjunto de decisões uniformes dos juízes, possuindo o sentido amplo que são decisões convergentes e no sentido estrito...

    1191  Palavras | 5  Páginas

  • Fichamento do livro O Princípio Constitucional da Dignidade da Pessoa Humana

    UFBA Universidade Federal da Bahia Fichamento do livro O Princípio Constitucional da Dignidade da Pessoa Humana Autor: Soares, Ricardo Mauricio Freire E-mail: ric.mauricio@ig.com.br Editora: Saraiva Categoria: Direito / Direito Constitucional Aluno: Antunes Roberto Teixeira de Oliveira O AUTOR Ricardo Maurício Freire Soares é Doutor e Mestre em Direito pela UFBA Universidade Federal da Bahia. Pós-Doutorado pela Università degli Studi di Roma. Professor dos cursos de graduação e...

    3873  Palavras | 16  Páginas

  • Inexistência e invalidade do casamento

    ETAPA 1 (tempo para realização: 5 horas) Aula-tema: Propriedade móvel, usufruto, uso, habitação (Aula 4). Direito - 7ª Série – Direito Civil VII Taís Nader Marta Pág. 4 de 4 Esta atividade é importante para que você verifique aspectos relacionados ao direito de propriedade. Para realizá-la, devem ser seguidos os passos descritos. PASSOS. Passo 3 (Aluno) Entrou em vigor, em 16 de junho de 2011, a Lei n. 12.424 de 2011 que, entre outras...

    1091  Palavras | 5  Páginas

  • 151461800353

    A preocupação de dar uma base, uma visão global inicial do ramo, as principais idéias e o fundamento da importância de estudar Direito para os ingressantes na área são um dos principais temas abordados neste livro. Com os diversos ramos internos do Direito, fica inevitável a criação de uma disciplina capaz de apresentar em poucos temas a verdadeira identidade científica e pedagógica sobre o que vem a ser Direito. Outra preocupação abordada pelo autor é a de incentivar a reflexão e o raciocínio do...

    1072  Palavras | 5  Páginas

  • capitulo 2 fun o social do direito

    Resumo do Capítulo 2 – Programa de Sociologia Jurídica (Sergio Cavalieri Filho)    FUNÇÃO SOCIAL DO DIREITO     A Sociologia analisa o direito como fato social. Tem sua origem na sociedade.    2.1 ­ ​ A presença do Direito na sociedade:     O Direito está presente praticamente em toda ação e relação social.Ele invade edomina a  vida de todo indivíduo e grupo social,desde as atividades mais humildes àsmais  solenes.Cavalieri Filho(2010,p.30)pergunta:     2.2 ­ ​ Atividades de cooperação e de concorrência ...

    883  Palavras | 4  Páginas

  • Filosofia do direito

    FILOSOFIA DO DIREITO TRABALHO DE COMPLEMENTAÇÃO Djonata da Silva RESUMO: A Filosofia do Direito tem por finalidade questionar os temas que são abordados como já resolvidos. Considera-se a Filosofia do Direito uma pesquisa conceitual do mesmo. Pode-se abordar basicamente a filosofia do Direito no Direito Natural, na Teoria Tridimensional do Direito, no Direito Positivo e no Direito Alternativo, ambos suscetíveis a interrogação e ao filosofar sobre estes. Conclui-se que a filosofia...

    2835  Palavras | 12  Páginas

  • resenha crítica

    citado, como atividade avaliativa da disciplina de História do Direito, do 1º Semestre do curso de Direito. Orientador: Uberdan Santo Antônio De Jesus- BA Fevereiro de 2014 RESUMO DO TRABALHO: O trabalho Resenha Critica, do texto O Direito das Sociedades Primitivas, do capítulo 01, do livro Fundamentos da História do Direito, faz uma analise crítica sobre o direito primitivo na ótica de Antonio Carlo Wolkmer, enfatizando os seus principais pontos e utilizando o filme Narradores...

    2076  Palavras | 9  Páginas

  • Jusnaturalismo

    RESUMO A corrente jusnaturalista prevê um direito natural do homem, em que o ordenamento jurídico se baseia, surgindo na Grécia Antiga, passando pelo período medieval, e modificando-se em alguns quesitos conforme o tempo. Para os Gregos um direito vindo da Natureza, já para os medievos um direito resultado da ordem divina e, deste período tendo Santo Tomás de Aquino como um dos principais pensadores da época e do tema. Palvras-chave: Jusnaturalismo; Cosmológico; Teológico. ...

    2921  Palavras | 12  Páginas

  • Ética

    Trabalho apresentado ao Docente Marcos Araújo da Faculdade Interamericana de Porto Velho como requisito à obtenção de nota na disciplina de Ética e Legislação Profissional. Docente: Marcos Araújo PORTO VELHO 2011 RESUMO O presente trabalho pretende abordar a Ética Geral, quanto a sua origem, o seu conceito para alguns doutrinadores, o valor estimado, a moral e os costumes. Por se tratar de um relevente tema a ser estudado e devidamente analisado em seus aspectos...

    2103  Palavras | 9  Páginas

  • Resenha do livro Pra Gostar do Direito

    RESENHA DO LIVRO PARA GOSTAR DO DIREITO PEDRO SILVA RAMOS CÁCERES-MT- 2014 RESENHA CRITICA O curso de Direito é um dos mais antigos na história da educação superior, sempre obteve bastante prestigio, por dar a quem o faz a garantia de um futuro melhor, representado por um bom emprego, todavia, esta área do conhecimento ainda é pouco discutida e conhecida, quando as pessoas ingressam neste curso, na maioria das vezes são completamente leigas, o que o torna cansativo...

    2320  Palavras | 10  Páginas

  • Quando a lei brasileira permite a retroatividade

    QUANDO A LEI BRASILEIRA PERMITE A RETROATIVIDADE RESUMO Este trabalho trata da questão da retroatividade na Lei Brasileira, analisando-se sua constitucionalidade, natureza, características e seus efeitos legais, na vida prática, a irretroatividade, sua vigência e revogação no nosso ordenamento jurídico vêm com o objetivo, de os devidos esclarecimentos jurídicos e práticos na nossa legislação. PALAVRA-CHAVE Retroatividade; Irretroatividade; Normas Jurídicas; Vigência e Revogação. INTRODUÇÃO ...

    2082  Palavras | 9  Páginas

  • Livro biblico

    que não importam. Mesmo assim vêm escutar uma palavra clara da parte de Deus que fala à sua condição. E aos que ministram a eles agora e aos que farão isso no futuro. 17 CAPÍTULO 1 O Argumento a Favor da Pregação Expositiva Este é um livro a respeito da pregação expositiva, mas pode ter sido escrito para um mercado em baixa. Nem todos concordam que a pregação expositiva – ou qualquer tipo de pregação – seja uma necessidade urgente da igreja. Em certos círculos, o recado é que a pregação...

    2841  Palavras | 12  Páginas

  • Artigo Científico Lei Paternidade

    em mais um tipo de orfandade perversa: a de filhos de pais vivos, dos quais nem tiveram a dignidade de reconhecer seus filhos de forma voluntária, precisando da ação coercitiva da lei para fazê-lo. 5 METODOLOGIA Nossa pesquisa se configura em resumo de um assunto, pois nos baseamos em trabalhos mais avançados sobre a temática. “Não é uma cópia, mas a reunião de informações sobre o tema, sua compreensão, análise, interpretação, comparação e aplicação a casos semelhantes. Exige reflexão e elaboração...

    4372  Palavras | 18  Páginas

  • Notas sobre a história jurídico-social de pasárgada e crime, justiça penal e desigualdade jurídica

    Bacharelado em Direito (1DIV 4) – Paper à disciplina Sociedade e Direito 04/06/12 RESUMO O Texto a seguir será uma análise sobre os aspectos sociológicos e as estruturas jurídicas internas dentro de uma favela do Rio de Janeiro, assim como a correlação necessária entre justiça social e igualdade jurídica.Trata-se de uma exposição sucinta das visões de Boaventura de Sousa Santos, Sergio Adorno e Paulo Nader acerca da polêmica do Pluralismo Jurídico, Pluralismo Normativo, a Banalidade da violência...

    2184  Palavras | 9  Páginas

  • Resumo do cap tulo 25 Paulo Nader

    Civil da França. O Código da Baviera, em 1841, chegou a proibir expressamente a interpretação de suas normas. Segundo Nader, os romanos reconheciam a importância da exegese das normas. O citado autor afirma que Ulpiano reconheceu de forma clara que mesmo que as leis fossem claríssimas, estas careciam de interpretação. A prática interpretativa da Escolástica, na visão de Nader, foi o estopim para uma reação no sentido de estabelecer a certeza do Direito. Surgiu então, na hermenêutica, o princípio...

    1738  Palavras | 7  Páginas

  • Juristas de Amanha

    Aos juristas de amanhã (Paulo Nader)1 Mensagem aos iniciantes no estudo do Direito Conheço as dúvidas e inquietações dos acadêmicos ao ingressarem nos cursos jurídicos. Durante muitos anos, no magistério de disciplinas propedêuticas2, desenvolvi processos interativos com os jovens, tendo por objeto não apenas os conceitos gerais ou específicos de nossa Ciência, mas ainda os aspectos psicológicos que envolvem o começo da aprendizagem. Na fase de iniciação, muitas são as dificuldades. A linguagem...

    1421  Palavras | 6  Páginas

  • Disciplina introdução ao estudo do direito i

    propedêutica, eclética e enciclopédica, que sempre fez parte do currículo dos cursos de Direito no Brasil, embora inicialmente denominada Direito Natural quando os primeiros Cursos Jurídicos foram criados, a partir de 11 de agosto de 1827, em São Paulo e em Olinda. Em 1891, com advento da República, as reformas de Benjamin Constant e as idéias positivistas adotadas, a cadeira de Direito Natural foi substituída pela Filosofia e História do Direito. Em 1895, a cadeira foi desdobrada: Filosofia do...

    3433  Palavras | 14  Páginas

  • Direito

    ________________________________________________ Prof.ª Esp. Antonieta Lima Brauer DATA DA APROVAÇÃO: ______/______/______ NOTA FINAL: ___________________ A minha família, que é tudo pra mim. Sidney, Ofélia, Paulo Henrique e Luiz Matheus, amo vocês! AGRADECIMENTOS Agradeço, primeiramente, a Deus, que, no seu tempo certo, permitiu-me cursar a faculdade de Direito e me dando forças durante momentos difíceis para que eu pudesse superá-los. Agradeço ao meu...

    8325  Palavras | 34  Páginas

  • Resumo IED

    material do estado. Diferença entre coação e sanção Coação: Força do estado para fazer valer uma norma Sanção: É a previsão de uma pena em virtude de um descumprimento de uma norma As duas têm previsão fundada na norma Segundo o professor Paulo Nader a coação utilizada pelo estado não é elemento essencial da norma jurídica. Isto por que o direito existe para ser cumprido voluntariamente pelos sujeitos e a coação é utilizada excepcionalmente quando a norma for violada. Teoria da norma Especies...

    5065  Palavras | 21  Páginas

  • A conceituação do direito em sua abordagem ontológica, deontológica e lógica: metalinguagem com autores nacionais

    nacionais Althair Ferreira dos Santos Jr. 1 Camila Concilio Candossim 2 Emilim Shimamura 3 Taís Lavezo Ferreira 4 Resumo O presente trabalho tem por finalidade discutir o conceito de direito considerando seus aspectos ontológico, lógico e deontológico. Aborda, especificamente, as diferentes concepções de autores brasileiros como Miguel Reale, Paulo Nader, Tércio Sampaio Ferraz Jr, Paulo Dourado de Gusmão e Lourival Vilanova, na tentativa de reconhecer qual a perspectiva adotada por cada um destes...

    5832  Palavras | 24  Páginas

  • Resumo De Introdução

    Aluna: Ammanda Karollyne Prof.: Nelson Rosado Resumo: Introdução ao Estudo do Direito – Paulo Nader (Cap. 30 a 33) O quadro social registra um permanente movimento de forças individuais e coletivas, que lutam pela obtenção e eficácia de direitos subjetivos. Nas relações de vida, cada qual procura assumir a posição de comando. No meio civilizado, o ter e o poder decorrem de direitos subjetivos, constituídos à luz do ordenamento jurídico. O significado dos direitos subjetivos é tão amplo, que...

    2123  Palavras | 9  Páginas

  • Trabalho

    ENTREGA DE IMÓVEIS. Trabalho referente a disciplina de Direito Civil do 6º período do Curso de Direito da Universidade Presidente Antonio Carlos – UNIPAC. Profª: Laura JUIZ DE FORA DEZEMBRO 2012 SUMÁRIO RESUMO ................................................................ i 1 INTRODUÇÃO ................................................... 1 2 DESENVOLVIMENTO....................................... 2 3 CLASSIFICAÇAO......................................

    3445  Palavras | 14  Páginas

  • Resumos em geral

    ...........................................259 Considerações Finais ..........................................................268 Bibliografia ....................................................................... 270 8 H Introdução Este livro, Direito Educacional – História, teoria e prática – é adaptação da dissertação, sob o título Educação à Luz do Direito, para obtenção do grau de Mestre em Direito pela UGF, aprovada com mérito e sugestão de publicação. Todavia, ampliada, atualizada...

    6276  Palavras | 26  Páginas

  • Relatório modelo engenharia civil

    1995, p.1) 2- TIPOS DE RELATÓRIOS: ▪ Técnico - científico ▪ Viagem ▪ Estágio e de visita ▪ Administrativo ▪ Fins especiais 3 – ESTRUTURA/ VISITA 3.1 – Elementos pré – textuais ▪ Capa ▪ Folha de rosto ▪ Sumário ▪ Listas ▪ Resumo ( opcional) 3.2 – Textuais ▪ Descrição geral do local da visita ▪ Descrição dos trabalhos executados ▪ Conclusão que deve incluir referência ao aproveitamento obtido com a visita 3.3 – Pós – textuais ▪ Anexo/ apêndice: ▪ Referência ...

    1169  Palavras | 5  Páginas

  • FUNDAMENTOS DO DIREITO

     FUNDAMENTOS DO DIREITO EUNÁPOLIS – BA 2012 RESUMO O direito natural tem é uma corrente muito importante na história da humanidade e na concepção atual do Direito em todo mundo. Vários forem os defensores dessa linha de pensamento ao longo do tempo, por ser muito amplo, dando margem para varias vertentes de raciocínio, mesmo comungando de um só ideal, esses pensadores do jusnaturalismo seguiram por caminhos diferentes e formularam...

    5578  Palavras | 23  Páginas

  • resumo de INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO

    Sanção é uma pena imposta aquele que descumpre o comando normativo. Rizatto nunes 1-coerção; é o efeito psicológico da sanção, de função preventiva. 2- coação; é aplicação forçada contra a vontade do agente que descumpriu a norma. Para Paulo Nader; a sanção é uma medida punitiva para hipótese de violação de normas juridicas A coação tem os dois elementos o psicológico e o material. Sanção premial é o beneficio conferido pelo o ordenamento jurídico como incentivo a cumprimento de determinada...

    1960  Palavras | 8  Páginas

  • Introdução ao Estudo do Direito

    disciplinas jurídicas e não-jurídicas, que estão presentes na maioria dos cursos de direito atualmente, ou que possuem vínculo com o Direito. O método utilizado foi basicamente a pesquisa bibliográfica, foram consultados dois livros: Introdução ao Estudo do Direito (Paulo Nader), introdução ao Estudo do Direito (Tercio Sampaio Ferraz Jr.), Também foram feitas pesquisas em sites. 2 direito público, privado e misto. CONCEITUAÇAO E FUNDAMENTAÇAO TEÓRICA: ...

    2437  Palavras | 10  Páginas

tracking img