• PROFISSIONAIS E LIBRAS
    reconhecimento da Língua Brasileira de Sinais, pela Lei 10.436 de 22 de abril de 2002, regulamentada pelo Decreto 5626 de 22 de dezembro de 2005. Este decreto, ao regulamentar a referida lei, determinou a obrigatoriedade da disciplina de Libras nos cursos de formação de professores e no curso de...
    6363 Palavras 26 Páginas
  • libras no ensino superior
    Resumo A Lei 10.436/02 reconhece oficialmente a Língua Brasileira de Sinais (Libras) como língua e o Decreto 5626/05 que regulamenta a referida lei, assegura o ensino dessa língua nos cursos de formação de professores. Essa determinação contribuiu para que as Instituições de Ensino Superior...
    1820 Palavras 8 Páginas
  • Programa de Inclusão Educacional para Surdos- PROSURDO
    presente na construção de diversos dispositivos legais. Aprovada, em 2002, a Lei n.º 10.436, reconhece como uma forma de comunicação e expressão oficial, a Língua Brasileira de Sinais - Libras. Tal Lei, regulamentada pelo Decreto n.º 5.626/05, dispõe sobre a garantia do direito à educação das...
    2280 Palavras 10 Páginas
  • Resumo de aulas
    Resumo das aulas de Libras 02 á 07 Aula 02 Nessa aula explica como é uma Política de Educação Inclusiva e Educação Especial, sobre o ensino AEE e também sobre o decreto Decreto 5626/05 e a Lei nº 10.436/02, que é a educação para pessoas surdas e a libras, onde a escola tem que ser uma escola...
    905 Palavras 4 Páginas
  • Libras
    a ser utilizada por pessoas surdas no trabalho educacional. A educação dos surdos sempre foi um tema muito polêmico na área educacional, pois é diferenciado pela sua especificidade linguística. Após a promulgação do Decreto 5626 (dezembro de 2005) que regulamentou a lei 10.436 (abril de 2002...
    3105 Palavras 13 Páginas
  • A aprendizagem de LIBRAS por ouvintes: a indissociabilidade entre teoria e prática constante para sua efetivação
    da língua dos surdos se acentuaram em medida considerável nos últimos anos devido a criação da lei de LIBRAS nº 10436/02 que promulgou a mesma como língua oficial do Brasil e o decreto 5626/05 que fez a devida regulamentação, segundo Freitas (2008). Neste caso o país passou a ser bilíngue, ou seja...
    3777 Palavras 16 Páginas
  • igrejas
    públicos tenham o acesso a Libras, ter uma fundamental importância de se comunicar e aprender no modo natural da língua. Com o Decreto no. 5626, de 22 de Dezembro de 2005 que regulamenta a Lei no. 10.436/2002que dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais- Libras, e o art. 18 da Lei no. 10.098 de...
    10175 Palavras 41 Páginas
  • Comex
    significado) órgão Maximo que representa a comunidade surda. Estudar as leis do livro para a prova: Lei de libras 436/02 Decreto libras 5626/05 Pilares: Segurança, trabalho, educação, saúde, mobilidade e informação. 1°- O surdo tem direito a informação. 2° - O surdo tem direito a educação...
    260 Palavras 2 Páginas
  • A istoria dos surdos e a inclusao das crianças no ensino fundamental
    – Prolibras. Surgindo mercado de trabalho para profissionais surdos e ouvintes nas categorias de instrutor, intérpretes e professores, em cumprimento ao Decreto 5626/05. 2 EDUCAÇAO DOS SURDOS A educação é o principal responsável pela formação e construção da...
    2744 Palavras 11 Páginas
  • ESCOLAS BILINGUES NO BRASIL
    bilíngues para aquisição e desenvolvimento da Libras. No Brasil, observa-se a tentativa de contemplar essa diversidade na Lei da LIBRAS nº 10.436/02 e Decreto 5626/05, documentos oficiais que trazem pela primeira vez a nomenclatura Surdo, em contraposição a Deficiente Auditivo, conforme os anseios da...
    737 Palavras 3 Páginas
  • Acessibilidade para surdo por meio da libras e das sinalizações visuais em ambientes públicos
    de aperfeiçoar o nosso aprendizado e podermos compartilhá-lo com nossos colegas e educadores. Resumo A Libras é a 2ª língua oficial do nosso país! Foi pelo decreto 5626/2005 que regulamenta a Lei n⁰. 10.436 de 24 e abril de 2002 que o governo reconheceu a LIBRAS como língua materna da...
    4155 Palavras 17 Páginas
  • libras unip
    ) Geralmente a pessoa surda usa da Língua oral-auditiva para comunicar-se com a sociedade. 18) Que instrumento legal regulamentou a formação do tradutor e intérprete de libras? A) Lei 9394/1996 B) Lei nº 10.436/2002 C) Decreto5626/2005 D) Ainda não existe instrumento legal...
    2334 Palavras 10 Páginas
  • Educação inclusiva
    lei foi regulamentado o decreto 5626/2005, que institucionaliza a inclusão de Libras como disciplina curricular obrigatória para formação de professores. Sendo esse decreto é uma conquista dos movimentos sociais dos deficientes auditivos, permitindo romper com os paradigmas estabelecidos além da...
    1533 Palavras 7 Páginas
  • O ATENDIMENTO E A OITIVA DE DEFICIENTE AUDITIVO NO TRIBUNAL DE JUSTIÇA E NAS SUAS RESPECTIVAS VARAS NO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO - RONDÔNIA
    rescisão indireta de seu contrato, e somente no decorrer da audiência é que ficou claro que nem o advogado entendera o que era pretendido por seu cliente. Segundo a Lei nº 10.436/02 e o Decreto Regulamentar nº 5626/05, deveria ter tradutores para facilitar a comunicação do deficiente auditivo com os...
    6736 Palavras 27 Páginas
  • A história do surdo
    à educação bem como reconhecer a língua LIBRAS como meio legal de comunicação é o Decreto 5626 de 22 de dezembro de 2005 que regulamentou a lei 10436/02, a lei definiu. O decreto trata da inclusão de LIBRAS como disciplina curricular, só que assim como os meus alunos muitos (a maioria) ainda é...
    2827 Palavras 12 Páginas
  • libras
    LIBRAS como meio legal de comunicação é o Decreto 5626 de 22 de dezembro de 2005 que regulamentou a lei 10436/02, a lei definiu. O decreto trata da inclusão de LIBRAS como disciplina curricular, só que assim como os meus alunos muitos (a maioria) ainda é prejudicada por que a realidade em sala de aula...
    3726 Palavras 15 Páginas
  • Eu sou assim
    recursos, serviços de acordo com as necessidades dos estudantes e orienta quanto a sua utilização no processo de ensino e aprendizagem nas turmas comuns do ensino regular. Outros dois importantes documentos referentes à educação de pessoas com surdez e a LIBRAS é o Decreto 5626/05 e a Lei nº 10.436...
    1694 Palavras 7 Páginas
  • atps
    . E possível garantir o acesso do aluno na escola regular devido à lei 10436/02 regulamentada pelo decreto 5626/05. A lei regulamenta também a inclusão da LIBRAS como disciplina a formação e a certificação dos cursos de licenciaturas nas diferentes áreas do conhecimento educacional como: pedagogia...
    769 Palavras 4 Páginas
  • Acessibilidade
    Protocolo Facultativo - de 9 julho de 2008. ____. Portaria MEC Nº 976, de 05 de maio de 2006. Disponível em http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/port976.pdf Acessado em 8 de julho de 2011 _______. Decreto 5626 de 22 de dezembro de 2005. Regulamenta a Lei n o 10.436, de 24 de abril de...
    4868 Palavras 20 Páginas
  • construção civil
    A execução das instalações deverá obedecer às seguintes Instruções, Normas e Práticas Complementares: - Normas da ABNT; - Códigos, Leis, Decretos, Portarias e Normas Federais, Estaduais ou inclusive normas de concessionárias dos serviços públicos onde a edificação for construída; - Instruções e...
    1315 Palavras 6 Páginas