Resumo Do Livro Rediscutindo A Mestiçagem No Brasil artigos e trabalhos de pesquisa

Fichamento livro Rediscutindo a mestiçagem no Brasil

JULIANA MONTEIRO DE MORAES FICHAMENTO: REDISCUTINDO A MESTIÇAGEM NO BRASIL Belém-Pará Outubro/2013 GOVERNO FEDERAL MINISTERIO DA EDUCAÇÃO SECRETRIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLOGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLGIA DO PARÁ JULIANA MONTEIRO DE MORAES Matricula - 2013840023 FICHAMENTO: REDISCUTINDO A MESTIÇAGEM NO BRASIL Este trabalho é parte avaliativa da disciplina...

1688  Palavras | 7  Páginas

Ler documento completo

rediscutido a mestiçagem

Tecnologia Do Pará. Jeniffer Wanessa Costa Pires Pedagogia - C911NO Rediscutindo A Mestiçagem No Brasil Identidade Nacional Versus Identidade Negra KABENGELE MUNANGA Belém - 2014 Kabengele Munanga, Rediscutindo A Mestiçagem No Brasil, identidade nacional versus identidade negra; Petrópolis 1999; Editora Vozes. No capítulo que trata especificamente da mestiçagem no pensamento brasileiro, o autor analisa uma importante questão após a abolição: a construção...

1104  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

Rediscutindo a mestiçagem no Brasil

Introdução: Em Rediscutindo a mestiçagem no Brasil, Kabengele Munanga aborda as origens da desigualdade racial, e consequentemente social, em nosso país. Para isto, é remontado o cenário das doutrinas racistas elaboradas ao longo do século XIX e do início do século XX, especialmente as europeias, que algumas décadas mais tarde findariam por influenciar profundamente as correntes filosóficas e sociológicas brasileiras. São citados, separadamente, os pensamentos de diversos teóricos do tema abordado...

5522  Palavras | 23  Páginas

Ler documento completo

Nem preto nem índio – somos todos mestiços: ensaio sobre a identidade nacional e branqueamento no Brasil

Traumas e Memórias. De 01 a 04 de outubro de 2013. FAED-UDESC, Florianópolis, SC Nem preto nem índio – somos todos mestiços: ensaio sobre identidade nacional e branqueamento no Brasil Willian Luiz da Conceição e Luiza Tonon da Silva1 Resumo: Em 1880, oito anos antes da abolição formal da escravidão no Brasil, o crítico literário, promotor, juiz e deputado federal Silvio Romero apresentava sua tese sobre a supremacia branca e o futuro racial brasileiro. Essa tese se assentava na necessidade...

6994  Palavras | 28  Páginas

Ler documento completo

Livro De Roberto Da Matta

 Livro de Roberto da Matta, “O que faz o Brasil, BrasilResumo do capítulo 3 : A ilusão das relações raciais O texto de Roberto da Matta começa questionando a seguinte frase de Antonil: “O Brasil é um inferno para os negros, um purgatório para os brancos e um paraíso para os mulatos.”, elaborada em pleno século XVIII, numa sociedade de senhores e escravos. Nessa época, existiam muitas doutrinas que tentavam explicar a superioridade dos brancos e a inferioridade dos negros. Um desses idealistas...

833  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

resumo do filme o povo brasileiro

RESUMO DO FILME O POVO BRASILEIRO CIÊNCIA SOCIAIS Tanto o filme como o livro é uma verdadeira significação de como se construiu a identidade nacional brasileira. A mestiçagem aparece no filme como a grande representação do povo brasileiro.Através da mistura de raças, foi-se construindo a identidade cultural, identidade essa que tem matrizes fincadas, segundo o filme, na figura do índio, do português e do negro (Afro). Mas, apesar...

557  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

Resumo do livro ''Como falam os brasileiros''

RESUMO DO LIVRO ‘’COMO FALAM OS BRASILEIROS’’ DAS AUTORAS YONNE LEITE E DINAH CALLOU O texto ‘’Como falam os brasileiros’’ irá retratar os diferentes tipos de variabilidades da língua na região do Brasil. Estas variedades linguísticas são explicadas a partir de fenômenos sociais e culturais, e, além disso, as autoras do texto irão analisar alguns dados linguísticos usados por homem e mulher, jovens e idosos e indivíduos de classes sociais diferentes. RESUMO DO CAPÍTULO ‘’UMA VISÃO GERAL...

610  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

xenofobia e racismo no Brasil

RELAÇÕES RACIAIS E DIREITOS HUMANOS TATIANA CAVALCANTE DE OLIVEIRA BOTOSSO Racismo no Brasil SÃO PAULO 2012 A segregação sócio-econômica que os negros sofrem no Brasil está naturalizada nas relações de poder e subordinação e pode ser denominada como racismo, uma vez que se afirma de maneira sistemática e institucional a superioridade de um grupo racial. A história do racismo no Brasil pode ser contada a partir da chegada da frota portuguesa comandada por Pedro Álvares Cabral,...

2541  Palavras | 11  Páginas

Ler documento completo

as identidades do brasil

Resumo: Este estudo procura discutir a relevância das relações raciais, a visão positiva do autor sobre a colonização foi interpretada por seus críticos como um esvaziamento do conflito entre colonizador e colonizado. Outros autores, como Sergio Buarque de Holanda em Raízes do Brasil, obra contemporânea à de Freyre, viram na colonização portuguesa seu aspecto violento e predatório. Nascido em Pernambuco, Gilberto Freyre retratou em Casa-grande & senzala as relações sociais e o cenário do Brasil colonial...

4211  Palavras | 17  Páginas

Ler documento completo

ANÁLISE CRÍTICO-DESCRITIVA DA OBRA “FORMAÇÃO DO BRASIL CONTEMPORÂNEO” DE CARIO PRADO JÚNIOR

“FORMAÇÃO DO BRASIL CONTEMPORÂNEO” DE CARIO PRADO JÚNIOR Porto Alegre 2013 PRADO JÚNIOR, Caio. Formação do Brasil Contemporâneo. 23ªed. São Paulo: Editora Brasiliense, 2004. 390p. Resenhado por Gabriela Verdi Borges¹ 1. Do autor Caio Prado Júnior, militante do Partido Comunista, nasceu em São Paulo, em 11 de fevereiro de 1907. Formou-se em Direito, em 1928, pela Universidade de São Paulo e, já em 1933, despontava como intelectual com o livro “Evolução Política do Brasil”, seu...

3822  Palavras | 16  Páginas

Ler documento completo

Historia afro

Resumo: Este texto propõe uma relação entre dois importantes intelectuais e suas interpretações a cerca das relações raciais no Brasil a partir de seus olhares: Nina Rodrigues e Gilberto Freyre. Nina Rodrigues apresentando a classificação das raças discutindo qual era a fundamentação teórica utilizada em relação à superioridade/inferioridade de algumas raças em relação às outras. Este estudo levou à conclusão de que Nina Rodrigues considerava algumas raças inferiores a outras e era contra a mestiçagem...

2778  Palavras | 12  Páginas

Ler documento completo

a importancai da miscigenaçao no processo histórico do brasil

PROCESSO HISTÓRICO DO BRASIL Orientador: Ana Lídia Rodrigues Centro Universitário Claretiano Vilhena 2014 A IMPORTÂNCIA DA MISCIGENAÇÃO NO PROCESSO HISTÓRICO DO BRASIL RESUMO Este estudo acadêmico, por meio do tema “A importância da miscigenação no processo histórico do Brasil” apresenta o escopo de discorrer a respeito dos fundamentos históricos que constituem a miscigenação no Brasil, apresentando suas definições e entrelaçamento com a mestiçagem, as inúmeras discussões...

5092  Palavras | 21  Páginas

Ler documento completo

O negro na historiografia brasileira

orientador professor Luis Edmundo Tavares, e as professoras: Lúcia Bastos, Lúcia Guimarães e Marilene Rosa. Obrigado pelo exemplo de profissionalismo e dedicação. RESUMO Em nosso trabalho discutimos a questão do preconceito racial contra os indivíduos afro-brasileiros, um problema evidente e ainda não resolvido. Analisamos seus pressupostos e suas consequências, tanto para esse grupo...

13331  Palavras | 54  Páginas

Ler documento completo

RESENHA CRÍTICA DO LIVRO Cultura brasileira e identidade nacional

Sociales de Religions e Diogénes. É autor dos livros A Consciência Fragmentada (Paz e Terra), Pierre Bourdieu (Ática), Telenovela: História e Produção (Brasiliense), em coautoria com José Mário Ortiz e Silva S. Borelli, A Morte Branca do Feiticeiro Negro (Brasiliense) e A Moderna Tradição Brasileira (Brasiliense). 2 RESUMO DA OBRA Na introdução o autor fala que o tema da cultura brasileira e da identidade nacional é um antigo debate que se trava no Brasil. No entanto, este debate permanece atual até...

1930  Palavras | 8  Páginas

Ler documento completo

Resumo do Capítulo I do Livro Música Viva de Carlos Kater A Modernidade brasileira nas artes, na música em Villa-Lobos

FEDERAL DE GOIÁS ESCOLA DE MÚSICA E ARTES CÊNICAS HISTÓRIA DA MÚSICA BRASILEIRA II Resumo do Capítulo I do Livro Música Viva de Carlos Kater A Modernidade brasileira nas artes, na música em Villa-Lobos O autor expôs um relato da história da música brasileira no século XX, informando a trajetória da criação e desenvolvimento do primeiro movimento musical moderno no Brasil, trazendo ao nosso conhecimento os caminhos percorridos pelos pioneiros da música moderna brasileira...

594  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

Formação do brasil contemporâneo

Formação do Brasil Contemporâneo – Caio Prado Júnior O autor do livro que será resenhado aqui se trata de Caio da Silva Prado Júnior, que nasceu em São Paulo, em 11 de Fevereiro de 1907 de família aristocrática, graduou-se em Direito pela Universidade de São Paulo em 1928, em 1933 nos dá mostra de seu gosto pela linha história bem marcada pelo estilo marxista com a publicação de “Evolução Política do Brasil”, o seu primeiro livro, porém a resenha se trata do livro “Formação do Brasil Contemporâneo”...

895  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

Onstrução dos direitos civis do negro no brasil

FESP – FACULDADE DE ENGENHARIA SÃO PAULO A CONSTRUÇÃO DO DIREITOS CIVIS DO NEGRO NO BRASIL SÃO PAULO, SP 2011 (PAGINA 2 EM BRANCO) Anfrísio Nicolau dos Santos Jr “et all” SÃO PAULO, SP 2011 Anfrísio...

11291  Palavras | 46  Páginas

Ler documento completo

Mestiçagem

A MESTIÇAGEM COMO UM PROCESSO DE RE-SIGNIFICAÇÃO DE IDENTIDADES Pedro Rodolpho Jungers Abib• "Somos todos juntos uma miscigenação / e não podemos fugir da nossa etnia / índios, brancos, negros e mestiços / nada de errado em seus princípios " ("Etnia" - música de Chico Science) Introdução No atual contexto social, onde o chamado processo de globalização tem determinado mudanças substanciais em todas as esferas da atividade humana, estamos passando por um processo de redefinição de uma série...

5876  Palavras | 24  Páginas

Ler documento completo

imagens do brasil - renato ortiz

Imagens do Brasil Recebido: 23.10.13 Aprovado: 23.10.13 Renato Ortiz* * Departamento de Sociologia/Unicamp. . Resumo: “Retratos do Brasil”, “interpretação do Brasil”, “pensamento brasileiro”, “teoria do Brasil”, todos esses termos remetem a uma unidade fundamental: um determinado país. Existe uma longa tradição que se dedica à sua compreensão, à sua decodificação; de fato, há inclusive um plêiade de autores que fazem parte deste panteão (Rocha Pita, Varnhagen, Sílvio Romero, Nina...

13170  Palavras | 53  Páginas

Ler documento completo

Fichamento-Brasil mito fundador, sociedade autoritária

SOCIAL THIAGO GOMES DE BRITO “BRASIL, MITO FUNDADOR E SOCIEDADE AUTÓRITÁRIA” Fichamento apresentado no curso de Serviço Social da Faculdade AGES como um dos pré-requisitos para a obtenção da nota parcial da disciplina no 2º período, sob a orientação do Professora Franciele Santana. . Paripiranga Fevereiro de 2013 CHAUÍ,Marilena Brasil, Mito Fundador, Sociedade Autoritária. 1ª Ed. São Paulo: Abramo, 2000. RESUMO: Marilena de Souza Chaui (Pindorama, 4...

1251  Palavras | 6  Páginas

Ler documento completo

TRABALHO LIVRO DARCY RIBEIRO O POVO BRASILEIRO

ALINE Q. CARMO ELIAS MATHEUS LUCIENE SOUZA VANESSA GOIS RESUMO CAPÍTULO II – GESTAÇÃO ÉTNICA - LIVRO: “O POVO BRASILEIRO – A FORMAÇÃO E O SENTIDO DO BRASIL” ITU-SP 2012 FACULDADE PRUDENTE DE MORAES - UNIESP CURSO PUBLICIDADE E PROPAGANDA ADILSON S. PARDIM ALINE Q. CARMO ELIAS MATHEUS LUCIENE SOUZA VANESSA GOIS RESUMO CAPÍTULO II – GESTAÇÃO ÉTNICA - LIVRO: “O POVO BRASILEIRO – A FORMAÇÃO E O SENTIDO DO BRASIL” Trabalho apresentado como exigência para a matéria de Humanidades...

4769  Palavras | 20  Páginas

Ler documento completo

Resumo do livro

ocupação da Amazônia: a fronteira Norte do Brasil; Estudos avançados 16 (45), 2002. Pag.63 a 77. o CREDENCIAIS DA AUTORA Regina Maria A. Fonseca Gadelha e historiadora, professora titular da faculdade de economia, administração, contabilidade e atuárias da PUC-SP, e coordenadora do curso de especialização economia social desenvolvimento da América Latina, da FEA-PUC-SP. o RESUMO No primeiro instante, a autora mostra que a história do território do Brasil vem sendo pouco esquadrinhada pela historiografia...

1123  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

Resenha do livro: RIBEIRO, Darcy. O povo brasileiro

RESENHA CRÍTICA Referencia Bibliográfica: RIBEIRO, Darcy. O povo brasileiro - a formação e o sentido do brasil. Capítulo 9 “O Brasil caboclo” página 305 - 337. Companhia das Letras, 1995. São Paulo. 477 Páginas. 19 reais. Resumo: Neste pequeno capítulo que integra a obra, o escritor bate, intencionalmente, sempre na mesma tecla – De como esta a situação dos povos que habitavam na floresta Amazônica, e também se questiona sobre a economia que a maior floresta tropical do mundo gera, ocasionando...

1651  Palavras | 7  Páginas

Ler documento completo

resumo o abolicionismo: proposta de supressão imediata da desigualdade escrava

A luta de representações em torno do fim da Escravatura 1Durante o período escravocrata no Brasil, para além do confronto entre as posições escravista e anti-escravista, é notório que se delinearam modos distintos de avaliar o problema de uma possível abolição da escravatura, por parte daqueles que a desejavam. Deveria a escravatura ser abolida gradualmente, de modo a não colapsar uma economia e uma sociedade francamente apoiadas na exploração do trabalho escravo? Deveria a abolição ocorrer de uma...

16955  Palavras | 68  Páginas

Ler documento completo

MONOGRAFIA O NEGRO DO BRASIL HIST RIA

 INSTITUTO DE FORMAÇÃO E EDUCAÇÃO TEOLÓGICA GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA EDNA REGINA SILVA O NEGRO NO BRASIL: PASSADO E PRESENTE LAVRAS DA MANGABEIRA, QUITAIÚS-CE. 2015 EDNA REGINA SILVA O NEGRO NO BRASIL: PASSADO E PRESENTE Monografia apresentada ao Curso de Graduação de História do Instituto de formação e educação tecnológica, como requisito parcial para obtenção do Grau de Historiadora. Lavras da Mangabeira, Quitaiús-Ce. 2015 ______________________________________________________________________...

10051  Palavras | 41  Páginas

Ler documento completo

Raizes Do Brasil Sergio Buarque De Hollanda

Resumo do livro: Raízes do Brasil  Autor: Sérgio Buarque de Holanda  Em  1936,  depois  de  uma  estadia  na  Alemanha,  Sérgio  Buarque  de  Holanda  publica  o  livro:  “Raízes  do  Brasil”,  um  livro  que  tem  uma  perspectiva  sociológica  e  psicológica  com  um  objetivo  ​ político​ ,  onde  o  autor  tenta,  através  de  nosso passado, ver o nosso futuro. É um  livro  inovador  no  que  diz  respeito  à  busca  da  identidade  nacional.  Num  momento onde a psicologia vinha se desenvolvendo muito e a ...

2208  Palavras | 9  Páginas

Ler documento completo

A construção sociológica da raça negra no brasil

A Construção Sociológica da Raça no Brasil1 Sérgio Costa Resumo Partindo da constatação de que as adscrições raciais no Brasil implicam desigualdades sociais que podem ser reunidas de sorte a definir dois grupos populacionais polares, brancos e não brancos, alguns es tudos raciais adotam o conceito (não biológico) de raça como categoria sociológica e política ampla. Válida e mesmo imprescindível no âmbito do estudo das desigualdades raciais, a categoria raça, quando transformada em instrumento...

11196  Palavras | 45  Páginas

Ler documento completo

EDUCAÇÃO SOCIAL E PEDAGÓGICA DAS CRIANÇAS NO BRASIL COLONIA

EDUCAÇÃO SOCIAL E PEDAGÓGICA DAS CRIANÇAS NO BRASIL COLONIA Rosana Hodecker Leite Silva Cristiane da Silva - Tutor Externo Centro Universitário Leonardo da Vinci - UNIASSELVI Pedagogia (PED 0891) – Prática do Módulo I 13/12/13 RESUMO O presente trabalho vem com a objetiva pesquisa documental. Elaborado a partir de pesquisa analítica em livros, trabalhos acadêmicos, sites, etc... Tendo o objetivo de Socializar e refletir sobre a concepção social e educacional das crianças que temos...

3753  Palavras | 16  Páginas

Ler documento completo

Leitura infanto-juvenil. análise do livro menina bonita do laço de fita

MENINA BONITA DO LAÇO DE FITA RESUMO O enredo fala sobre uma menina preta, linda e graciosa, dos cabelos de tranças, amarrado com fitas coloridas. Na história ela não era discriminada como muitas pessoas negras na vida real, pois tinha um amigo coelho que a admirava muito e perguntava sempre como ela fazia para ser preta... A menina não sabia, mas sempre inventava: “cair na tinta preta”, “tomar muito café”, “comer muita jabuticaba”... e a menina já não sabia mais o que inventar. Mas...

1839  Palavras | 8  Páginas

Ler documento completo

Dissertacao Cristiano2007

orientadora, Profa. Dra. Wilma de Nazaré Bahia Coelho. _ 2009. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências da Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Belém, 2009. 1. Currículos - Brasil. 2. Negros – Identidade racial – Brasil. 3. Kabengele Munanga. I. Título. CDD - 21. ed.: 305.807181 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO Cristiano Pinto da Silva EDUCAÇÃO BRASILEIRA...

51528  Palavras | 207  Páginas

Ler documento completo

O DILEMA DA MESTIÇAGEM NA FORMAÇÃO DA SOCIEDADE BRASILEIRA

Tecnologia da Bahia O DILEMA DA MESTIÇAGEM NA FORMAÇÃO DA SOCIEDADE BRASILEIRA Feira de Santana, 2014 2 Igo Jardim Gonzaga O DILEMA DA MESTIÇAGEM NA FORMAÇÃO DA SOCIEDADE BRASILEIRA Artigo Cientifico solicitado pela prof. Valquíria Lima da disciplina de Português como avaliação parcial da I Unidade do ano letivo de 2014. Feira de Santana, 2014 3 O Dilema Da Mestiçagem Na Formação Da Sociedade Brasileira Igo Jardim Gonzaga RESUMO: Este artigo apresenta concepções...

1869  Palavras | 8  Páginas

Ler documento completo

as explicações para a desigualdade a questão da mestiçagem

19 De Março De 2015. RESUMO: A Desigualdade no Brasil tem sido objeto de estudo de diversos autores e instituições de pesquisa. Do século XIX aos nossos dias, muitas explicações foram formuladas, envolvendo abordagens e temáticas distintas. Examinaremos a seguir algumas delas. INTRODUÇÃO: Como o próprio significado da palavra já diz mestiçagem é “o cruzamento de raças ou de espécies diferentes”. No contexto brasileiro a mestiçagem tem o seu inicio na fase em que o Brasil ainda era colônia de Portugal...

1628  Palavras | 7  Páginas

Ler documento completo

Retratos do brasil

Camila Aparecida Braga Oliveira; Helena Miranda Mollo; Virgínia Albuquerque de Castro Buarque (orgs). Caderno de resumos & Anais do 5º. Seminário Nacional de História da Historiografia: biografia & história intelectual. Ouro Preto: EdUFOP, 2011.(ISBN: 978-85-288-0275-7) O "POST-SCRIPTUM" DO "RETRATO DO BRASIL" DE PAULO PRADO: UM EXERCÍCIO DE INTERPRETAÇÃO ATRAVÉS DAS CATEGORIAS DE “DIAGNÓSTICO" E DE "PROGNÓSTICO" Fernando Carvalho Ventura* Introdução Este trabalho consta de uma breve apresentação...

3116  Palavras | 13  Páginas

Ler documento completo

Raça e Estratificação no Brasil

2012, ISSN 2316-266X RAÇA E ESTRATIFICAÇÃO NO BRASIL Bárbara Terezinha Sepúlveda Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Social-PPGDS, da Universidade Estadual de Montes Claros-Unimontes/MG. bs.unimontes@yahoo.com.br Sarah Jane Alves Durães Doutora em Educação, professora do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Social-PPGDS, da Universidade Estadual de Montes Claros- Unimontes/MG. sj-duraes@uol.com.br Resumo: O presente artigo tem como objetivo discutir as...

5763  Palavras | 24  Páginas

Ler documento completo

Tese de mestrado cotas

impende desenvolver uma análise crítica do processo de construção das relações entre brancos e negros no Brasil, fortemente marcado por atitudes e práticas discriminatórias, nas esferas pública e privada, contra a população negra, que permanece excluída do gozo efetivo dos direitos fundamentais, buscando perceber de que maneira o racismo condiciona as desigualdades entre brancos e negros no Brasil. Destaca-se, nesse processo, a própria memória do período escravagista, o ideal do branqueamento da elite...

67670  Palavras | 271  Páginas

Ler documento completo

Mestiçagem Indígena

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL REI Departamento de História MESTIÇAGEM INDÍGENA NA AMÉRICA DO SUL: um estudo sobre a lógica mestiça no período colonial Lucas Toledo Gonçalves Orientação Profa. Dra. Maria Leônia Chaves de Resende São João del Rei 2012 1 DEBATE HISTORIOGRÁFICO O tema mestiçagem indígena é amplo, pode ser analisado sob várias perspectivas e, sobretudo, vem ganhando cada vez mais espaço na historiografia contemporânea...

4935  Palavras | 20  Páginas

Ler documento completo

Resumo capitulo - o significadfo de gilberto freyre em casa grande & senzala

RESUMO O significado de cultura de Gilberto Freyre em Casa-grande & senzala Izabella Mattos de Souza - 201201643465 Gilberto Mello Freyre foi um dos mais influentes sociólogos brasileiros da primeira metade do século XX. A história patriarcal brasileira é o escopo desse livro que procurou desvendar a singularidade cultural do país, tendo influenciado fortemente a forma como ela foi definida e redefinida ao longo dos últimos anos. Contudo, mostra-se equivocado. Alguns dos mais importantes...

2802  Palavras | 12  Páginas

Ler documento completo

Kabengele Munanga

pele distintas. Um dos episódios de polêmica mais ácida em sua carreira foi o debate que travou, em 2009, com o geógrafo Demétrio Magnoli. Este o acusou, num artigo intitulado Monstros Tristonhos, de ser um dos líderes do projeto de racialização do Brasil. Além disso, sustentou que duas universidades federais — as de Santa Maria e São Carlos, haviam criado tribunais raciais e cancelado as matrículas de jovens mestiços. Na réplica, Kabengele apresenta-se como alguém que milita intelectualmente para...

683  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

Construção Étnica do Brasil

Pesquisa Sociológica Construção Étnica do Brasil: De 1914 a 1945 Autores: Eliakim Ferreira Oliveira, nº 6 Francisco Kroner Moreira, nº 8 Leonardo Cervantes, nº 14 Luiz Paulo Bomeny, nº 17 Rodrigo Rocca, nº 23 Alunos do 2º A Introdução Pode-se afirmar que até o século XIX a base étnica do Brasil resumia-se na figura do português colonizador, do africano que viera como escravo e do indígena, povo autóctone das terras que deram origem ao Brasil. Entre esses três houve uma confluência...

6743  Palavras | 27  Páginas

Ler documento completo

Diversidade racial e identidade negra

todas as religiões se faz necessário, revermos a questão básica para a igualdade racial no Brasil, porque quando os brasileiros entenderem o processo histórico do surgimento desta nação poderão reivindicar que haja igualdade de direitos neste caldeirão de diversidade racial brasileiro. Mas, para que isto ocorra é necessária a compreensão de quem fomos, somos e queremos ser, como etnia. IDENTIDADE RACIAL NO BRASIL Creio que a questão central para a análise da diversidade racial é a identidade. Não...

1535  Palavras | 7  Páginas

Ler documento completo

Resumo urupes

Monteiro Lobato Urupês UFPR 2012 Prof Helder Bello Autor e Obra • Primeiro livro de Monteiro Lobato; • Urupês  modernistas; 1918, antecipação de tendências • Aborda o Brasil não-oficial do sertão nordestino, dos caboclos interioranos, dos subúrbios (grandes temáticas do Pré-Modernismo). Divisão cronológica da obra 1. Os faroleiros 2. O engraçado arrependido 3. A colcha de retalhos 4. A vingança da peroba 5. Um suplício moderno 6. Meu conto de Maupassant 7. "Pollice...

2380  Palavras | 10  Páginas

Ler documento completo

As Desigualdades Sociais do Brasil

os avanços tecnológicos, essa massa de indivíduos praticamente não encontra chance de emprego, por trata-se de mão de obra desqualificada. A desigualdade analisada no Brasil Conforme a cientista social brasileira Marcia Anita Sprandel, em seu livro A POBREZA NO PARAISO TROPICAL, a primeira tentativa de explicar a pobreza no Brasil, a partir do final do século XIX, consistiu em relaciona-la a influencia do clima e a riquezas das matas e do solo. Afirmava-se que o brasileiro era preguiçoso, indolente...

959  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

Racismo a brasileira

RACISMO À BRASILEIRA DIEMIS Resumo: O presente trabalho tem por propósito fornecer informações a respeito do tema Racismo à Brasileira, distinguindo-os dos racismos europeus e norte-americanos, colocando em evidência a miscigenação das raças. O Brasil é um país de grandes contrastes sociais e desigualdades resultantes de um longo período de colonização e exploração das populações indígenas e negras. Ainda hoje as conseqüências do regime escravocrata persistem mostrando estatísticas nas...

1063  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

Interaçoes entre eugenia e racismo no Brasil

DA SILVA GABRIELLE DA ROCHA SILVA GRAZIELLE M.LOPES DE SOUZA INTERAÇÕES ENTRE A EUGENIA E O RACISMO NO BRASIL São Paulo 2014 CÍCERO DA SILVA GABRIELLE DA ROCHA SILVA GRAZIELLE M.LOPES DE SOUZA INTERAÇÕES ENTRE A EUGENIA E O RACISMO NO BRASIL Relatório final, apresentado a Escola Antonietta e Leon Feffer como parte das exigências para a conclusão do Ensino Médio. Orientadora:...

4644  Palavras | 19  Páginas

Ler documento completo

Diversidade, identidade, etnicidade e cidadania

descobrimento esse que abriu o caminho às relações mercantilistas com a África, ao tráfico negreiro, à escravidão e enfim à colonização do continente africano e de seus povos. É nesse contexto histórico que devemos entender a chamada identidade negra no Brasil, num país onde quase não se houve um discurso ideológico articulado sobre a identidade “amarela” e a identidade “branca”, justamente porque os que coletivamente são portadores das cores da pele branca e amarela não passaram por uma história semelhante...

4794  Palavras | 20  Páginas

Ler documento completo

O olhar docente e as práticas educativas sob a égide do anti-racismo: um estudo antropológico acerca da implementação da lei 10.639/2003

antropológico acerca da implementação da lei 10.639/2003 Gisele Nascimento Barroso RESUMO O presente trabalho intitulado “O olhar docente e as práticas educativas sob a égide do antiracismo: um estudo antropológico acerca da implementação da lei 10.639/2003”, tem como premissa apresentar sob o olhar antropológico a forma pela qual vem sendo realizada a implementação da Lei 10.639/2003, que torna obrigatório no Brasil o tratamento das relações raciais pelas escolas em todas as modalidades por meio de...

8949  Palavras | 36  Páginas

Ler documento completo

Resumo capitulo 4 livro do Caravantes

Resumo: Capitulo 4 “Um Mundo em Mudanças”. A época que atravessamos é de mudança. Mudança de caráter social, político e econômico. Tais mudanças não são apenas alterações dos procedimentos tradicionais, mas se caracterizam pela profundidade e radicalidade com que se processam. Nosso esforço de análise e de “aposta“ em relação ao futuro ira se concentrar em áreas especificas, que caracterizam o que chamamos de o novo contexto. Mudanças significativas que irão...

1099  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

I Cap9 As Desigualdades Sociais No Brasil

AS DESIGUALDADES SOCIAIS NO BRASIL Analisando historicamente a questão das desigualdades sociais no Brasil, percebe-se que, com a chegada dos portugueses, elas se instalaram e aqui fica­ram. Inicialmente, os povos indígenas que habitavam o continente foram vistos pelos europeus como seres exóticos, não dotados de alma. Depois se alterou essa concepção, mas ainda há quem veja os indígenas preconceituosamente, como inferiores e menos capazes. Posteriormente, houve a introdução do trabalho escravo...

1921  Palavras | 8  Páginas

Ler documento completo

Resenha raizes do brasil

Raízes do Brasil é um livro do historiador brasileiro Sérgio Buarque de Holanda. Publicada em 1936, Raízes do Brasil aborda aspectos centrais da história da cultura brasileira. O texto consiste de uma macro-interpretação do processo de formação da sociedade brasileira. Destaca, sobretudo, a importância do legado cultural da colonização portuguesa do Brasil, e a dinâmica dos arranjos e adaptações que marcaram as transferências culturais de Portugal para a sua colônia americana. Através de Raízes...

4842  Palavras | 20  Páginas

Ler documento completo

teorias raciais

2004: pág. 52) Em seu livroRediscutindo a mestiçagem no Brasil”, o professor Kabengele Munanga demonstra como inúmeros autores europeus considerados clássicos e inatacáveis em nossos currículos advogam as mais ensandecidas teorias racistas. Segundo Kabengele, “Na vasta reflexão dos filósofos das luzes sobre a diferença racial e sobre o alheio, o mestiço é sempre tratado como um ser ambivalente, visto ora como o “mesmo”, ora como o “outro”. Além do mais, a mestiçagem vai servir de pretexto...

4364  Palavras | 18  Páginas

Ler documento completo

Os Africanos no Brasil

"Os Africanos no Brasil" é um livro do médico e antropólogo brasileiro Nina Rodrigues, publicado postumamente em 1932, mas escrito entre 1890 e 1905. O autor, um dos expoentes das teorias raciais à época, explica o subdesenvolvimento do Brasil como consequência da predominância de mão de obra negra. A teoria, aceita como verdade por muito tempo, serviu de base para que o governo brasileiro estimulasse ainda mais a imigração de europeus brancos.1 Os ensaios pioneiros ali contidos são dedicados...

11440  Palavras | 46  Páginas

Ler documento completo

Gilberto Freyre sobre a mestiçagem entre o português, o índio e o negro.

criticado nas colônias portuguesas como álibi colonial do salazarismo. São Paulo, n 45. Revista USP, 2000. p. 48-61. 1º QUESTÃO: Descreva as interpretações de Gilberto Freyre sobre a mestiçagem entre o português, o índio e o negro. Para se compreender as interpretações de Gilberto Freyre acerca da mestiçagem, é necessário pôr em prática o espaço-temporal dos fatos e suas dimensões neles ocorridas com suas consequências e reviravoltas, em um período que formulou e sustentou as ideias de Freyre...

1414  Palavras | 6  Páginas

Ler documento completo

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE MACAP Artigo Rafael

MACAPÁ MESTIÇAGEM, EMBRANQUECIMENTO E ASCENSÃO SOCIAL 1 Adrielson Figueiredo RESUMO O artigo contém uma análise reflexiva sobre o processo de Mestiçagem: Embranquecimento e Ascensão Social. A imagem de uma brasilidade mestiça, culturalmente assimilacionista e politicamente integradora, conforma o núcleo da ideologia que configura a nação brasileira a partir das primeiras décadas do séc. XX. Muitas das manifestações culturais recentes assim como alguns dos atores sociais importantes no Brasil contemporâneo...

5631  Palavras | 23  Páginas

Ler documento completo

O Brasil caipira, a visão de Darcy Ribeiro

JOSÉ DOUGLAS DE ARAÚJO O Brasil caipira, a visão de Darcy Ribeiro São Paulo 2014 2 JOSÉ DOUGLAS DE ARAÚJO O Brasil caipira, a visão de Darcy Ribeiro Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Curso de História, para obtenção parcial do grau de Licenciatura em História. _____________________________________________________ ORIENTADORA: Prof. Pós Doutora Vanessa Beatriz Bortulucce São Paulo 2014 3 JOSÉ DOUGLAS DE ARAÚJO O Brasil caipira, a visão de Darcy Ribeiro ...

13381  Palavras | 54  Páginas

Ler documento completo

Etnias no brasil

1. Identificação Unidade V; Cap 21 – População brasileira: diversidade étnica e o mito da “democracia racial”. 2. Resumo por tópicos 2.1 A diversidade étnica e a questão racial * A população brasileira é formada por três tipos étnicos básicos: os indígenas, o branco e o negro africano. * No atual século, mais um grupo étnico veio participar da formação da população brasileira: os asiáticos, representados principalmente pelos japoneses, chineses e coreanos. * A miscigenação desses...

2616  Palavras | 11  Páginas

Ler documento completo

Desigualdade no Brasil

A desigualdade analisada no Brasil A primeira explicação para a pobreza no Brasil, segundo Márcia Anita Sprandel, consistiu em relacioná-la à influência das matas e do solo. Onde o brasileiro era considerado preguiçoso, indolente, supersticioso e ignorante, pois a natureza lhe dava tudo de graça: frutos, plantas, solo fértil, e por isso, não havia a necessidade de trabalhar. A segunda explicação estava vinculada à questão racial e à mestiçagem. Onde vários autores críticos consideravam que os...

562  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

LIVRO RAÍZES DO BRASIL

Luiz Homero Groff RAÍZES DO BRASIL DE SÉRGIO BUARQUE DE HOLANDA COMO PÓLO DE RELAÇÕES DE INTERTEXTUALIDADE Dissertação apresentada ao Programa de PósGraduação em Letras – Mestrado, Área de Concentração em Leitura e Cognição, Universidade de Santa Cruz do Sul - UNISC, como requisito parcial para obtenção do título de Mestre em Letras. Orientador: Prof. Dr. Jorge Alberto Molina Santa Cruz do Sul, novembro de 2007 2 BANCA EXAMINADORA Prof. Dr. Jorge Alberto Molina (UNISC)(Orientador) ...

32352  Palavras | 130  Páginas

Ler documento completo

Redaçao

de óleo de amendoim e de excremento, a poeira e o calor. São apenas algumas horas, mas reencontro o cheiro de minha África, cheiro de miséria e de abandono, aroma virgem e ao mesmo tempo forte, cuja sedução eu conheço.” Albert Camus (1997:53) Resumo: Este artigo discute a trajetória do escritor argelino Albert Camus, para entendermos a crise de identidade resultante de sua vida na fronteira entre universos culturais distintos, próprios de seu país de origem, a Argélia, e do país no qual vive...

3945  Palavras | 16  Páginas

Ler documento completo

Cultura Resumo

RESUMOS DE AULAS DE CULTURA AULA 1 1. Definições de cultura São dois os significados iniciais de Cultura: 1.1. Vinda do verbo latino colere (cultivar, criar, tomar conta e cuidar), Cultura tinha como significado o cuidado humano com a natureza, neste caso, a agricultura. Também significava cuidado dos homens com os deuses, entenda-se: culto. Poderia ser entendida também como o cuidado com a alma e com o corpo das crianças, ou seja, puericultura (puer, do latim, que significa menino)...

9026  Palavras | 37  Páginas

Ler documento completo

ORGANIZAÇÃO SOCIAL NO BRASIL

os livros de Caio Prado jr., Sérgio Buarque de Holanda e Gilberto Freyre o Brasil estava numa encruzilhada: o século XIX havia ficado para trás, mas o jogo político e as marcas da escravidão estavam ali presentes para quem quisesse ver. Esses autores aceitaram o desafio e inovaram na maneira de olhar para o futuro do país, incorporando a História, a Sociologia e a Economia. Ao fazerem isso romperam com um conhecimento gerado ainda no século XIX e que teimava em se manter. Até então o Brasil fora...

2232  Palavras | 9  Páginas

Ler documento completo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!