• Resumo
    Resumo de português Aluno: Manoel Alves F. Neto Interpretação De Texto Interpretar um texto não é simplesmente saber o que se passa na cabeça do autor quando ele escreve seu texto. Para ler e entender um texto é preciso atingir dois níveis de leitura: Informativa e de reconhecimento...
    1566 Palavras 7 Páginas
  • Trabalhos milena
    Obras: “Mensagem” e “Auto psicografia” Mensagem, de Fernando Pessoa A principal obra de "Pessoa ele-mesmo" é Mensagem, uma coletânea de poemas sobre os grandes personagens históricos portugueses. O livro foi, também, o único a ser publicado enquanto foi vivo. Na obra, Fernando Pessoa expressou...
    6619 Palavras 27 Páginas
  • livros
    de figuras de estilo como a hipérbole ou outras que assumem o carácter "fingidor" da poesia, de acordo com a conhecida fórmula deFernando Pessoa ("O poeta é um fingidor"). A matéria-prima do poeta é a palavra e, assim como o escultor extrai a forma de um bloco, o escritor tem toda a liberdade para...
    2581 Palavras 11 Páginas
  • Nicolau maquiavel
    “maquiavélico: Nas ideias defendidas no livro “O Príncipe”, o termo “maquiavélico” passou a ser usado para julgar a ação ou a conduta de alguém desleal, hipócrita, fingidor, que pratica atos desleais, injustos, até mesmo violentos, para obter vantagens, manipulando as pessoas, também corresponde àquilo...
    1277 Palavras 6 Páginas
  • O que é Leitura
    A roda de leitura é um projeto que tem como intuito formar leitores. Esse projeto poderá se apresentar periodicamente na dinâmica de sala de aula. Sugerimos que para a roda de leitura sejam disponibilizados livros diversos. Esses livros poderão ser da biblioteca, sala de leitura, como também ser...
    2701 Palavras 11 Páginas
  • Rede sociais
    Maldita overdose (drama em três atos) Época: ATUALIDADE (Ambiente pós-moderno que envolve questão de corrupção, crises nos relacionamentos e crises de identidades) Resumo: A peca apresenta as crises nos relacionamentos entre os membros de uma família pós-Moderna a esposa sai de casa...
    1882 Palavras 8 Páginas
  • Pesquisa de literatura
    pintor, o escritor ou o músico não precisam se guiar por outras leis que não as de sua própria interioridade e de seu próprio arbítrio. A liberdade só poderá ser cerceada por regimes autoritários que proibirem a circulação dos objetos artísticos. Em resumo, todas as normas foram abolidas. Poética...
    2455 Palavras 10 Páginas
  • O ano da morte de ricardo reis
    Revista eletrônica de crítica e teoria de literaturas Dossiê: Saramago PPG-LET-UFRGS – Porto Alegre – Vol. 02 N. 02 – jul/dez 2006 Ricardo Reis: entre a heteronímia e a personagem ficcional Priscilla de Oliveira Ferreira* Resumo: Em O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago se apropria...
    4548 Palavras 19 Páginas
  • As possíveis leituras da heteronimia de fernando pessoa
    realidade? Com mãos de sombra, Sombras, que tocamos? Nosso toque é ausência e vacuidade. Quem desta Alma fechada nos liberta? Sem ver, ouvimos para além da sala De ser: mas como, aqui, a porta aberta? Calmo na falsa morte a nós exposto, O Livro ocluso contra o peito posto, Nosso Pai Rosaecruz...
    5695 Palavras 23 Páginas
  • poesia
    Poesia cabo-verdiana contemporânea – a poética de José Luís Tavares Contemporary Cape Verdean poetry – the poetics of José Luís Tavares Rubens Pereira dos Santos* Resumo: José Luís Tavares é, atualmente, um dos grandes nomes da poesia cabo-verdiana. Sem desligar-se da rica tradição...
    3273 Palavras 14 Páginas
  • Opinião resenha
    resenha de livros para o grande público leitor de jornal, não tem o menor sentido descrever com pormenores os custos de cada etapa de produção do livro, o percentual de direito autoral que caberá ao escritor e coisas desse tipo. A resenha crítica consiste na leitura, resumo e comentário crítico de...
    6525 Palavras 27 Páginas
  • História da Literatura
    roteirista de telenovelas, o cineasta, em resumo, para qualquer artista e para qualquer arte. O que ele afirma a respeito do historiador vale também para o cineasta, o jornalista, o pesquisador, que devem relatar as coisas como elas realmente foram. Para o nosso assunto, interessa considerar: 1...
    3216 Palavras 13 Páginas
  • Fernando Pessoa Ortónimo
    unidade entre a experiência sensível e a inteligência; O Ortónimo tem uma ascendência simbolista evidente desde os tempos de Orpheu e do Paulismo; A poesia do Ortónimo revela a despersonalização do poeta fingidor que fala e que se identifica com a própria criação poética, como impõe a modernidade. O...
    5504 Palavras 23 Páginas
  • Análise dos poemas “autopsicografia” e “eros e psique” de fernando pessoa
    em formas heterostróficas e heterométricas, começa o processo de rompimento onde se encaixa os heterônimos. A poesia tradicionalista tem seu ponto alto no livro Mensagem, são poesias permeadas de sentimento nacionalista que tomou conta de Portugal em meio às crises do primeiro período...
    2148 Palavras 9 Páginas
  • Diversos
    Literatura Brasileira Thiago gonçalves Março/2013 Introdução Neste trabalho será elaborado um quadro resumo das literaturas brasileiras; * Nome da literatura (do Trovadorismo ao Neoclassicismo) * Período em que ocorreu * Características de cada literatura...
    2885 Palavras 12 Páginas
  • Fernando pessoa ortonimo
    sentimentalização do intelecto para fundamentar o poeta fingidor. O fingimento é a linguagem da arte. E a "arte consiste em fazer os outros sentir o que nós sentimos", como o refere o poeta, sob o nome de Bernardo Soares, no Livro do Desassossego. Para tal, é necessário comunicar, e, ainda na obra citada, a...
    564 Palavras 3 Páginas
  • Fernando Pessoa - Ortónimo
    reelaborar a emoção sentida em emoção intelectualizada e depois escrita. O fingimento poético é inerente a toda a composição poética do Ortónimo e surge como uma nova concepção de arte. O Ortónimo conclui que o poeta é um fingidor : “ finge tão completamente / que chega a pensar que é dor/ a dor que...
    1794 Palavras 8 Páginas
  • trabalho
    a Epopeia de Gilgamesh, originado no terceiro milênio a.C. na Suméria (na Mesopotâmia, atual Iraque), que foi escrito em escrita cuneiforme em tabletes de argila e, posteriormente, papiro.5 Outras antigas poesias épicas incluem os épicos gregos Ilíada e Odisseia, os livros iranianos antigos Gathas...
    1077 Palavras 5 Páginas
  • sintese fernando pessoa
    Sinceridade/fingimento - Intelectualização do sentimento para exprimir a arte -> poeta fingidor - despersonalização do poeta fingidor que fala e que se identifica com a própria criação poética- uso da ironia para pôr tudo em causa, inclusive a própria sinceridade- Crítica de sinceridade ou teoria...
    620 Palavras 3 Páginas
  • Ciencias contabeis
    , que o negociador é um fingidor profissional. Seus gestos e palavras são construídos e pesados antes de serem exteriorizados com a finalidade de colaborar para a construção de imagens na mente do outro, imagens que lhe convêm, com um propósito definido. (Sebastião de Almeida autor do livro...
    2747 Palavras 11 Páginas