Resumo Do Livro O Cortiço Capitulo Por Capitulo artigos e trabalhos de pesquisa

  • RESUMO DO CAPITULO 1 DO LIVRO "CIDADE FEBRIL"

    DISCIPLINA: TÓPICOS ESPECIAIS EM HISTÓRIA MODERNA II NOME: JAHI CEZAR DA SILVA RESUMO DO CAPITULO 1 DO LIVRO "CIDADE FEBRIL" RIO DE JANEIRO 2013 Resumo do 1º Capítulo de "Cidade Febril" de Sidney Chalhoub No primeiro capítulo de seu livro Cidade Febril, intitulado "Cortiços", Sidney Chalhoub critica a administração pública das autoridades com relação espaço urbano na cidade do Rio de Janeiro, que tanto em tempos...

    1974  Palavras | 8  Páginas

  • Resumo livro peter hall

    RESUMO ESQUEMÁTICO DO LIVRO: HALL, PETER. CIDADES DO AMANHÃ: UMA HISTÓRIA INTELECTUAL DO PLANEJAMENTO E DO PROJETO URBANOS NO SÉCULO XX. SÃO PAULO, PERSPECTIVA,1995. 22 de outubro de 2013 UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO Debora Rocha Vilela de Farias Disciplina: Teoria do Urbanismo 1 | Professora: Anna Maria Vieira Soares Filha | Data: 22 de outubro de 2013 HALL, Peter. Cidades do Amanhã: uma história intelectual do planejamento e do projeto urbanos...

    2658  Palavras | 11  Páginas

  • Resumo do livro O cortiço

    Breve resumo da obra "O Cortiço" I Neste primeiro capítulo, Aluísio Azevedo começa apresentando seus personagens, e também, o conflito que se irá desenvolver ao longo do livro. João Romão x Miranda e Cortiço x Sobrado. Do lado esquerdo um imigrante português grosseiro, ignorante, esperto, enormemente ambicioso e inescrupuloso que não se detém diante de nada para ganhar dinheiro. Do lado direito, também imigrante português, rico negociante, capaz de suportar a infidelidade de um casamento cheio...

    2250  Palavras | 9  Páginas

  • O cortiço - analise

    COLÉGIO FUTURO – UNIDADE VILA RÉ PORTUGUÊS 2º ano A ARYELTON XAVIER, BRUNA BERTOLO, GUILHERME NIZOLI, RICARDO TEGÃO E VICTOR TOMIOKA O CORTIÇO – ALUÍSIO AZEVEDO Análise da obra naturalista que marcou o movimento no Brasil SÃO PAULO 2012 ARYELTON XAVIER, BRUNA BERTOLO, GUILHERME NIZOLI, RICARDO TEGÃO E VICTOR TOMIOKA O CORTIÇO – ALUÍSIO AZEVEDO Análise da obra naturalista que marcou o movimento no Brasil Análise da obra naturalista...

    2179  Palavras | 9  Páginas

  • O cortiço - aluízio de azevedo . capitulo por capitulo

    O CORTIÇO Aluísio de Azevedo * RESUMO DO ALUNO João Romão, aos vinte e cinco anos, treze desses trabalhando para um vendeiro, em Botafogo, recebe do proprietário, que deixava a cidade, um conto e quinhentos. Abre um negocio determinado a se enriquecer, por isso trabalha sem cessar. Era tanta a sua miséria por dinheiro, que o bicho passava por necessidade, e mais, furtava seus visinhos, assim aumentava seu pequeno patrimônio em moedas. Conhece uma criola de nome Bertoleza, trabalhadora...

    6236  Palavras | 25  Páginas

  • analise O Cortiço

    São Paulo 2014 Sumário Digite o título do capítulo (nível 1) 1 Digite o título do capítulo (nível 2) 2 Digite o título do capítulo (nível 3) 3 Digite o título do capítulo (nível 1) 4 Digite o título do capítulo (nível 2) 5 Digite o título do capítulo (nível 3) 6 Introdução Nos vestibulares atuais, são requisitados diversos livros de grande importância para a literatura brasileira. Dessa forma temos como obrigatória...

    7652  Palavras | 31  Páginas

  • Análise Comparativa O Cortiço, Aluísio Azevedo Memórias Póstumas de Brás Cubas, Machado de Assis

    Introdução Ao ser lançado em 1890, O Cortiço teve boa recepção da crítica, chegando a alcançar escritores do nível de Machado de Assis. Isso aconteceu pelo fato de Aluísio de Azevedo estar mais em sintonia com a doutrina naturalista. O livro é composto de 23 capítulos, que relatam a vida em uma habitação coletiva de pessoas pobres (cortiço) na cidade do Rio de Janeiro. O romance tornou-se peça-chave para o melhor entendimento do Brasil do século XIX. Como obra literária, não pode ser entendida...

    772  Palavras | 4  Páginas

  • o cortiço

    Teatro da Obra Literária “O Cortiço” de Aluízio de Azevedo Teatro da Obra Literária “O Cortiço” de Aluízio de Azevedo Autores: Gabriella Araujo Lima Erica Tobias de Oliveira Helton Ricardo da Silva Elieder da Silva Souza A história da obra O Cortiço vem mostrar o homem em seu estado capitalista selvagem, se apropriando de tudo o que pode para obter lucro, a disputa por um pedaço de quintal o qual serviria para aumentar os lucros, a ganância de um homem por enriquecer e dar se...

    966  Palavras | 4  Páginas

  • Resumo completo das obras do enem

    disciplina de Português do 4º Bimestre do 3º ano do ensino médio F Período noturno, professora Ana Maria Nolasco. São Paulo – SP Outubro de 2012 INDICE * INTRODUÇÃO * MEMÓRIAS PÓSTUMAS DE BRÁS CUBAS * CAPITÃES DE AREIA * O CORTIÇO * SENTIMENTOS DO MUNDO * VIAGENS NA MINHA TERRA * VIDAS SECAS * AS CIDADES E AS SERRAS * MEMÓRIAS DE UM SARGENTO DE MILÍCIAS * TIL INTRODUÇÃO Atualmente, um dos principais meios de se cursar um ensino superior acessível...

    9959  Palavras | 40  Páginas

  • O com crioulo, o cortiço e dom casmurro ( análise das obras)

    O bom Crioulo – Adolfo Caminha - Organização da obra: A obra é organizada em 12 capitulos. - Enredo (por capitulo) CAPÍTULO I Um narrador impessoal, valendo-se do foco narrativo em terceira pessoa, abre o primeiro capítulo do romance descrevendo, minuciosamente, uma corveta. Essa técnica é comum na estética realista-naturalista que visa criar meios para o leitor visualizar o cenário em que vai transcorrer a ação. Informa que o navio, um dia novo e bonito, agora está velho, com o casco negro...

    5000  Palavras | 20  Páginas

  • Resenha de O Cortiço

    Editora: FTD S.A Edição: 3º edição O cortiço/Alusio de Azevedo/ 3 ed./ São Paulo: FTD,1998 - (coleção grandes leitores) O texto desta edição está de acordo com a 3º edição da Livraria Garnier, Rio de Janeiro,1920 Resumo O livro é composto de 23 capítulos e narra a saga de João Romão rumo ao enriquecimento. Para acumular dinheiro, ele explora os empregados e até mesmo furta para conseguir atingir seus objetivos. Ele é o dono do cortiço, da taverna e da pedreira. Sua amante, Bertoleza...

    815  Palavras | 4  Páginas

  • A Contemporaneidade da Obra o Cortiço e Memórias Póstumas de Brás Cubas

    A CONTEMPORANEIDADE DA OBRA O CORTIÇO E A INTERTEXTUALIDADE EM MEMÓRIAS PÓSTUMAS DE BRÁS CUBAS Marcia Jardini RESUMO Este artigo tem como objetivo mostra que, em Memórias Póstumas de Brás Cubas, os jogos intertextuais se renovam a cada instante, acoplados com a ironia e a postura metalinguística. E que a obra O cortiço ultrapassa os limites de reprodução da vida do século XIX e atinge a contemporaneidade, expondo muitos problemas de nossa sociedade que existem até hoje. PALAVRAS...

    3341  Palavras | 14  Páginas

  • Fichamento Capítulo 4, Livro: “Quadro da Arquitetura no Brasil”

    REIS FILHO, Nestor Goulart. Quadro da Arquitetura no Brasil. São Paulo: Perspectiva, 1970. p.145-168 ResumoCapítulo 4, Livro: “Quadro da Arquitetura no Brasil” O capítulo 4 do livro “Quadro da Arquitetura no Brasil” inicia abordando as condições da arquitetura na segunda metade do século XIX. Marcado pelo fim da escravidão, início da imigração europeia, e pela instalação de ferrovias e indústrias, esse período passa por transformações que atingem a arquitetura brasileira. Sob influência do positivismo...

    744  Palavras | 3  Páginas

  • resumo de o cortiço

     LETRAS LITERATURA BRASILEIRA ELIZABETH ANÁLISE DO LIVRO "O CORTIÇO" DIEGO MARTINELLI DO ESPIRITO SANTO NOVEMBRO/2013 INTRODUÇÃO Aluísio de Azevedo nasceu em São Luís, Maranhão, em 14 de abril de 1857. Após concluir seus estudos na terra natal, transfere-se em 1876 para o Rio de Janeiro, onde prossegue seus estudos na Academia Imperial de Belas-Artes...

    1974  Palavras | 8  Páginas

  • O cortiço

    TRABALHO DE PORTUGUÊS Vida e obras do autor Liberalismo Resumo do livro O Cortiço Autor Luísio Azevedo Resumos dos Capítulos. Capitulo I O autor começa apresentando João Romão, fala de sua vida, e de uma quitandeira sua vizinha, que cozinhava pra ele, ela se chamava Bertoleza. Ela era uma negra e escrava de um velho cego, que ainda pagava vinte mil-réis a seu dono pela sua liberdade, que logo depois morreu. João ficou muito amigo, mais que amigo, que cuidava...

    10336  Palavras | 42  Páginas

  • Resumo do texto "A cidade da Noite Apavorante"

    Resumo do texto "A cidade da Noite Apavorante", segundo capítulo do livro de Peter Hall "Cidades do Amanhã" (...) "W. T. Stead, famoso pelas denúncias sensacionalistas que publicava no vespertino Pall Mall Gazette, do qual era redator-chefe, num editorial de outubro de 1883, comentava que 'o austero florentino poderia ter acrescentado vários outros horrores à sua visão do inferno com uma breve permanência num cortiço londrino'. (...) pôs ele as mãos num panfleto recém-publicado por um pastor...

    565  Palavras | 3  Páginas

  • Análise Literária da Obra "O Cortiço"

    Zuqui Luísa Matos Sarah Valiati O PERFIL SOCIAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DO SÉCULO XIX SEGUNDO “O CORTIÇO” Trabalho de leitura e pesquisa apresentado no Ifes - Campus Piúma, por alunos do 3º ano de Aquicultura, para obtenção de nota parcial na disciplina de Língua Portuguesa e Literatura Brasileira, ministrada pela Professora M.Sc. Celi Maria de Souza. PIUMA 2014 Sumário RESUMO ......................................................................................................

    4208  Palavras | 17  Páginas

  • Resumo dos livros para FUVEST/UNICAMP

    obras que inauguraram o romantismo português. Ávido defensor do liberalismo, Almeida enfrenta outros diversos exílios ao longo dos anos. Após retornar definitivamente a Portugal, passa a incentivar a literatura e o teatro, escrevendo inúmeros livros e peças teatrais. É dele, por exemplo, a iniciativa de criar o Conservatório de Arte Dramática e o Teatro Normal (atualmente Teatro Nacional D. Maria II, em Lisboa). Faleceu em Lisboa no dia 9 de dezembro de 1854. Suas principais obras são: "Camões"...

    20888  Palavras | 84  Páginas

  • Informações sobre o cortiço

    patologia social;- Observação e análise da realidade;- Ser humano descrito sob a ótica do animalesco e do sensual; - Linguagem simples;- Descrição e narrativa lentas;- Impessoalidade;- Preocupação com detalhes O Naturalismo na obra O cortiço. Dentro da obra O cortiço, podemos verificar os traços marcantes do Naturalismo como: - Revelação da miséria urbana; - Enfoque nas classes marginais; - Determinismo do meio (tese dominante); - Domínio do coletivo sobre o individual; - Desagregação dos instintos...

    16312  Palavras | 66  Páginas

  • O cortiço-resumo

    Resumos dos Capítulos. Capitulo I Apresentação dos personagens fundadores do Cortiço. O livro começa apresentando João Romão, fala de sua vida, e de uma vizinha, que é quem cozinha pra ele a Bertoleza. Ela era uma negra e escrava, que ainda pagava vinte mil-réis a seu dono pela sua liberdade, que logo depois morreu. João era seu amigo, mais que amigo, ele cuidava de todo o dinheiro dela, e eles se aproximaram e até moravam juntos.  Ele não gastava quase nada, e guardava tudo que ganhava com a negra...

    14707  Palavras | 59  Páginas

  • Formação e recuperação de cortiços

    Formação e recuperação de cortiços O presente texto trata-se de um resumo do capítulo quinze do livro “Morte e vida das grandes cidades” de Jacobs. Os cortiços e sua população são vítimas de grandes problemas, que se ligam como uma cadeia, ou seja, um problema vai gerando outro, formando assim círculos viciosos. Os cortiços exigem um número cada vez maior de não só investimentos, mas também atenção. A medida que as necessidades aumentam, os recursos diminuem. As revitalizações urbanas tem sido...

    2335  Palavras | 10  Páginas

  • “”O cortiço”” - aluisio azevedo preconceito e liberdade

    UNIVERSIDADE UNIP INTERATIVA TCC FINAL PARA CONCLUSÃO DO CURSO DE LETRAS TEMA: “”O CORTIÇO”” - ALUISIO AZEVEDO PRECONCEITO E LIBERDADE ALUNA: MÁRCIA APARECIDA MONTEIRO DOS SANTOS ORIENTADORA: ROSANA BENTO CAÇAPAVA, 29 DE ABRIL DE 2011 I- FICHAMENTO E RESENHAS 1-A PERSONAGEM DE FICÇÃO “Geralmente, quando nos referimos à literatura, pensamos no que tradicionalmente se costuma chamar “belas letras” ou “beletrística”. Trata-se, evidentemente, só de uma parcela...

    4018  Palavras | 17  Páginas

  • O Cortiço

    O_Cortico_2009 06.07.09 14:23 Página I O_Cortico_2009 06.07.09 14:23 Página II O_Cortico_2009 06.07.09 14:23 Página 1 AULAS ESPECIAIS OBRAS DA FUVEST/UNICAMP – 2009 PORTUGUÊS O CORTIÇO 2. O NATURALISMO 1. VIDA E OBRA Aluísio Tancredo Gonçalves de Azevedo nasceu em São Luís do Maranhão, em 1857. Ali fez seus estudos, até ir para o Rio de Janeiro, com dezenove anos de idade, a chamado do irmão mais velho, o comediógrafo Artur Azevedo. Na Corte,...

    5018  Palavras | 21  Páginas

  • RESENHA DO LIVRO - O ESTRANHO CASO DE Dr. JAKYLL E Mr. HYDE

    distribuídas em uma introdução, na cronologia da vida e das obras do autor e 10 capítulos temáticos. A referida obra está distribuída em um pequeno índice temático onde são expostos os referidos capítulos com a paginação, a sequência cronológica dos fatos, bem como o subtítulo de cada capitulo. Inicia-se pela introdução, seguindo pela cronologia da vida e das obras do autor e a partir daí a sequência dos capítulos: 1. A história da porta; 2. À procura de Sr. Hyde; 3.O Dr. Jekyll estava absolutamente...

    1718  Palavras | 7  Páginas

  • Surgimento dos cortiços

    BACHARELADO EM ARQUITETURA EM URBANISMO Nome do Aluno ARTIGO: AS CAUSAS E CONSEQUENCIAS DO SURGIMENTO DOS CORTIÇOS. Barra do Bugres 2013 Nome do Aluno ARTIGO: AS CAUSAS E CONSEQUENCIAS DO SURGIMENTO DOS CORTIÇOS. Artigo apresentado ao curso de Arquitetura e Uurbanismo para avaliação na disciplina de PTL 2, como parte...

    2482  Palavras | 10  Páginas

  • Análise literária de livros da Fuvest2014

    “O CORTIÇO” Estilo Duas grandes qualidades devem ser observadas no estilo de O Cortiço: uma é a grande capacidade de representação visual do autor, certamente relacionada com sua habilidade para o desenho (Aluísio exerceu, em certa época, a atividade de caricaturista) e que faz que tenhamos frequentemente, ao ler o romance, a impressão de estarmos assistindo a um filme; a outra é a sua formidável habilidade para dar vida à multidão, ao grande grupo humano dos moradores do cortiço. De fato, vemos...

    5587  Palavras | 23  Páginas

  • RESUMO DOS CAPITULOS |XI, XII, XIII, XIV, XV| DO LIVRO "O CORTIÇO"

    AVISO TAL TRABALHO NÃO PODE SER CONSIDERADO NEM AO MENOS PRIMARIO, POIS ESSES RESUMOS FORAM FEITOS COM BASE EM OUTROS SITES E COM POUCA AUTORIA PROPIA DA ALUNA QUE REALIZOU TAL PESQUISA E RESUMO DOS CAPITULOS APRESENTADOS. CAPITULO XI Após o quase incêndio que a Bruxa tentou provocar sorrateiramente, Joao Romão logo pensa em uma forma de recuperar os prejuízos causados por todo o alvoroço do quase incêndio e a invasão policial, decidindo que iria cobrar algo a mais dos inquilinos para cobrir...

    1464  Palavras | 6  Páginas

  • Resumo do o cortiço

    Capitulo I João Romão trabalhou dos treze aos vinte e cinco anos, numa venda. Ele conheceu Bertoleza uma crioula trintona amigada com um português. Bertoleza tinha uma quitanda a mais afreguesada do bairro. Bertoleza veio a ficar viúva e João Romão não pensou duas vezes e fez até participante direto do sofrimento da vizinha. João Romão amigou-se com Bertoleza e com ela conseguiu enriquecer-se. Com a economia de Bertoleza comprou alguns metros de terras ao lado de sua quitanda, ele aumentou a quitanda...

    2132  Palavras | 9  Páginas

  • Análise do Cortiço - de Aluísio de Azevedo

    Heber Augusto Rodrigues dos Santos Análise d’O Cortiço, de Aluísio de Azevedo Belém/PA 2013 Universidade do Estado do Pará Centro de Ciências Sociais e Educação Turma: 3LLPV0/A Alunos: Heber Augusto Rodrigues dos Santos Análise d’O Cortiço, de Aluísio de Azevedo Trabalho apresentado ao curso de Letras da Universidade do Estado do Pará como requisito...

    3528  Palavras | 15  Páginas

  • O cortiço

    desejos, pois viam no comportamento do ser humano traços da sua natureza animal. No Brasil, a prosa naturalista foi influenciada por Aluísio Azevedo com a obra O mulato, publicado em 1881. Esta marcou o início do Naturalismo brasileiro e a obra O cortiço, também de sua autoria, marcou essa tendência. Émile Zola Émile Zola, grande precursor do Naturalismo. O francês Émile Zola foi o idealizador do naturalismo. O romance experimental (1880) é considerado o manifesto literário do movimento. As leituras...

    5356  Palavras | 22  Páginas

  • O cortiço

    BALEIA NA REDE - Estudos em arte e sociedade QUANDO A POBREZA TOMA CORPO: ANÁLISE SOCIOLÓGICA DE O CORTIÇO, DE ALUÍZIO AZEVEDO Ryanne F. Monteiro BAHIA1 Resumo: O objetivo geral desse trabalho é produzir uma leitura possível sobre a representação do pobre por meio do romance O Cortiço, de Aluísio Azevedo. Questiona-se: De que forma o pobre surge sob a perspectiva Aluisiana? Que construtos simbólicos ela define e fortalece? Apresentamos de forma sucinta a filiação intelectual de Aluísio...

    8346  Palavras | 34  Páginas

  • Resumo Berger

     Peter Berger, Perspectivas Sociológicas, uma Visão Humanista, Cap2, Resumo O autor Peter Berger, em seu livro “Perspectivas Sociológicas, uma visão humanista” caracteriza a sociologia, diferentemente da Teologia e da Economia que parecem sempre ser objetos de estudo dos seres humanos, como uma cogitação peculiarmente moderna e ocidental constituída de uma forma de consciência peculiarmente moderna. O autor também define que o termo Sociedade possui vários significados que variam...

    659  Palavras | 3  Páginas

  • resenha do livro 10 dias de cortiço

    Dez Dias de Cortiço, Ivan Jaf Capítulo 1 – Formação de quadrilha Faz referências a todos os jornalistas que não se preocupam com o impacto do seu texto, principalmente os que exaltam a velocidade. A vida está estressante para o casal Eduardo e Cristina. Ele chegou surtado da redação porque um jovem de 19 anos morreu ao bater em um poste a 140 Km/h. Ela teve que trocar os azulejos da piscina de uma ricaça e tomou multa. O ar pifou no meio de uma reunião e o retrovisor do carro quebrou. Lucidez:...

    2757  Palavras | 12  Páginas

  • Fichamento "o cortiço"

    Fichamento do livro “O Cortiço” Fichamento do Livro O Cortiço de AZEVEDO, Aloísio, Editora São Paulo – Martin Claret, 2001 1. Capítulo I Apresenta personagens como João Romão, Bertoleza, D. Estela, Zulmirinha, e Miranda. Conta sobre o relacionamento de Miranda e D.Estela, e sobre a construção e expansão do cortiço. “Noventa e cinco casinhas comportou a imensa estalagem”. (pág 28) “As casinhas do cortiço, à proporção que se atamancavam ,enchiam-se logo...

    4233  Palavras | 17  Páginas

  • Estudo (análise) do livro O cortiço - Aluísio Azevedo

    Introdução Ao ser lançado, em 1890, "O Cortiço" teve boa recepção da crítica, chegando a obscurecer escritores do nível de Machado de Assis. Isso se deve ao fato de Aluísio de Azevedo estar mais em sintonia com a doutrina naturalista, que gozava de grande prestígio na Europa. O livro é composto de 23 capítulos, que relatam a vida em uma habitação coletiva de pessoas pobres (cortiço) na cidade do Rio de Janeiro. O romance tornou-se peça-chave para o melhor entendimento do Brasil do século XIX...

    3821  Palavras | 16  Páginas

  • Fichamento O Cortiço

    Este fichamento tem por objetivo apontar as características naturalistas na obra O Cortiço de Aluísio de Azevedo. Para tanto será feito uma análise minuciosa das características naturalistas e atribuídas a citações da obra que as compararão. No primeiro capítulo desse fichamento serão comparados os principais aspectos realistas e naturalistas a fim de definir um parâmetro para análise. Também serão apresentados individualmente os principais personagens da obra com o propósito de facilitar a...

    4337  Palavras | 18  Páginas

  • Análise textual o cortiço

    A obra O Cortiço e Aluisio de Azevedo é um romance de tese,pois o comportamento dos personagens serão determinados por influência do meio, da raça, e do momento histórico em que eles vivem. Periodo histórico: Naturalismo Naturalismo/Realismo é a denominação genérica da reação ao estilo romântico que tentou superar o sentimentalismo através da busca da objetividade e da racionalidade. Não se enaltecem mais as personagens heroicas, a pátria idealizada, a mulher inatingível, o passado histórico....

    617  Palavras | 3  Páginas

  • A mulher e a promiscuidade em o cortiço

    LITERATURA MARANHENSE PROF.ª DR.ª RITA SANTOS A MULHER E A PROMISCUIDADE EM O CORTIÇO Aluísio Azevedo SÃO LUÍS -2010- UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS LETRAS – 7º PERÍODO LITERATURA MARANHENSE PROF.ª DR.ª RITA SANTOS A MULHER E A PROMISCUIDADE EM O CORTIÇO Aluísio Azevedo Trabalho apresentado à disciplina Literatura Maranhense...

    4874  Palavras | 20  Páginas

  • Análise Crítica de "O Cortiço"

    e se utiliza até do furto para conseguir atingir suas metas. João Romão é o dono do cortiço, da taverna e da pedreira. Sua amante, Bertoleza, uma escrava fugida a qual o comerciante português forjou sua carta de alforria, o ajudava de domingo a domingo, trabalhando sem descanso. Em oposição a João Romão surge o Miranda, português que possui condição social elevada e morava num sobrado luxuoso vizinho ao cortiço. Este é o causador da inveja do taverneiro. Devido a isso, João Romão trabalhava ardorosamente...

    1736  Palavras | 7  Páginas

  • Análise O Cortiço

    História Geral O Cortiço Representa o meio degradante para as pessoas se engajarem a mudá-lo, lugar onde podemos observar muita pobreza, precariedade dos centros urbanos e exclusão social por divisão de classes, que notamos, por exemplo, ao observar que o Cortiço, lugar de gente pobre vivendo em condições precárias, fica ao lado do sobrado do burguês Miranda. Por meio de linguagem simples e da análise da realidade, o autor desenvolve muitos tipos de patologia social, que poderemos observar desmembrando...

    3749  Palavras | 15  Páginas

  • resumo do livro memorias postumas de bras cubas

    Capítulo 16 - Uma reflexão imoral - Resumo O autor retoma o Capítulo 14, em que afirmou que Marcela "morria de amores" por Xavier, para consertar a frase ironicamente: ela, na verdade, "vivia de amores" por ele - era o que podiam comprovar os joalheiros, responsáveis por "um terço ou um quinto do universal comércio dos corações Capítulo 17 - Do trapézio e outras coisas - Resumo O romance de Brás Cubas e Marcela durou "quinze meses e onze contos de réis". A essa altura o pai do rapaz descobriu...

    14607  Palavras | 59  Páginas

  • Resumo Visões de Liberdade

    FUNEDI - UEMG Visões de Liberdade Uma história das últimas décadas da escravidão na corte Natalia 25/04/2014 [Digite aqui o resumo do documento. Em geral o resumo é uma breve descrição do conteúdo do documento. Digite aqui o resumo do documento. Em geral o resumo é uma breve descrição do conteúdo do documento.] Visões de Liberdade O livro retrata as condições dos escravos nas últimas décadas do século XIX no Brasil. A tese tem por finalidade demonstrar o processo histórico da abolição...

    2341  Palavras | 10  Páginas

  • o cortiço

    Livro: o Cortiço Autor : Aluísio de Azevedo Capítulos: 23 Ano de Publicação: 1890 O cortiço é um romance de autoria de Aluísio Azevedo e foi publicado em 1890. É um marco do Naturalismo no Brasil, onde os personagens principais são os moradores de um cortiço no Rio de Janeiro, precursor das favelas, onde moram os excluídos, os humildes, todos aqueles que não se misturavam com a burguesia, e todos eles possuindo os seus problemas e vícios, decorrentes do meio em que vivem. O autor descreve...

    1090  Palavras | 5  Páginas

  • O Cortiço

    O Cortiço Aluisio Azevedo 1- Foco narrativo • O romance apresenta, como é comum na narrativa naturalista, um narrador onisciente, que tudo observa, relata, investiga. É comum o movimento narrativo que parte de um quadro geral ou vista panorâmica do ambiente para a enumeração e ou descrição exaustiva de seus detalhes (objetos, personagens, ações). 2- Tempo • As ações do romance decorrem por volta da metade para o final do século XIX. Como é comum na literatura naturalista, o ...

    4288  Palavras | 18  Páginas

  • Análise de O Cortiço

    O Cortiço – Aluísio Azevedo Os movimentos realista e naturalista chegaram ao Brasil com relativo atraso, deixando suas marcas em nossa literatura somente a partir da década de 1880. Começaram a ser pensadas e divulgadas as doutrinas sociais que procuravam explicar o comportamento e a situação das populações de camadas menos privilegiadas que se formavam nas cidades e que cresciam em ritmo acelerado, devido ao grande surto industrial, ao mesmo tempo em que se questionavam conceitos como justiça...

    1298  Palavras | 6  Páginas

  • Fichamento "o cortiço"

    Azevedo, Aluísio. O cortiço. São Paulo: Editora Martin Claret, 2012. Capítulo I Este capítulo conta quem foi quem fez quem deu vida ao próprio nome do livro “O cortiço” João Romão imigrante português dos treze aos vinte e cinco anos, trabalha para um conterrâneo em uma venda no Botafogo. “João Romão foi, dos treze aos vinte e cinco anos, empregado de um vendeiro[...] nos refolhos do bairro do Botafogo”(pag.17) Bertoleza era escrava de um cego, casada com um português “[...] Bertoleza...

    7046  Palavras | 29  Páginas

  • Resumo o Cortiço

    O Cortiço, obra de Aluísio Azevedo, foi publicado em 1890 e bem recebido pela crítica, fato que se deve à sintonia que o autor tinha com a doutrina naturalista muito prestigiada na Europa do século XIX. É composto por 23 capítulos que retratam a vida das pessoas em uma habitação coletiva – o cortiço, situada na cidade do Rio de Janeiro – RJ. A obra em análise é o marco do Naturalismo Brasileiro; relembrando que essa escola objetivava comprovar as teses científicas por meio de suas personagens,...

    800  Palavras | 4  Páginas

  • Resumo Revolta da Vacina

    Resumo de “A Revolta da Vacina” No livro intitulado “A Revolta da Vacina”, o autor Nicolau Sevcenko buscou, inicialmente, no primeiro capítulo, uma descrição detalhada do cotidiano da revolta, a agitação dos participantes e o estrondo dos confrontos entre as partes envolvidas. Nos dois capítulos seguintes, o autor tenta expor as causas mais profundas da eclosão da revolta e a relação entre essas causas e as características da sociedade brasileira da época. O último capítulo tem o objetivo...

    2554  Palavras | 11  Páginas

  • Banco de questoes do cortiço

    1-Caracterize brevemente o personagem João Romão, tal como apresentado no 1º Capitulo? R:Joao Romão é um imigrante português grosseiro, ignorante, esperto, enormemente ambicioso e inescrupuloso.Em seu empenho de ganhar dinheiro, ele não se detém diante de nada: engana, explora os outro e até, mesmo rouba. 2-Caracterize brevemente Bertoleza. R:Bertoleza sofrida e bonachona, que respeita os brancos a pontos de justificar o tratamento opressivo que lhe dava seu senhor. Confia cegamente em João Romão...

    1254  Palavras | 6  Páginas

  • O cortiço

    O romance O cortiço retrata a trajetória de ascensão social da personagem João Romão. Explique, usando inclusive posicionamentos de outras áreas do conhecimento, p.ex. História e Sociologia, esse percurso "rumo ao sucesso". Não esqueça de mencionar personagens secundárias importantes neste processo, como a escrava Bertoleza. João Romão era, antes de ser dono do cortiço, empregado de um vendeiro e desde já possuía a ambição do enriquecimento. Conheceu Bertoleza, que o ajudava com as refeições e...

    503  Palavras | 3  Páginas

  • Analise de o cortiço

    O Cortiço - Análise do livro O Cortiço -Enredo: João Romão, ganancioso comerciante de origem portuguesa, é dono de uma pedreira, uma taverna e um terreno razoável, onde constrói casas de baixo preço para alugar. Amiga-se com Bertoleza, ex-escrava, forte, supostamente alforriada que se submete a todas as privações impostas por ele. A poucos metros da venda, havia um sobrado ocupado por Miranda, Estela e Zulmira, uma família economicamente segura. Morar ali, no cortiço, incomodava Miranda...

    535  Palavras | 3  Páginas

  • Resumo - Brás Cubas

    Resumo: Memórias póstumas de Brás Cubas Capitulo 1 a 10: A história começa com Brás Cubas descrevendo seu próprio funeral, onde se encontravam 11 amigos e 3 mulheres, sua irmã Sabina, casada com Cotrim, sua sobrinha e uma terceira ainda desconhecida do leitor. Brás Cubas morreu às duas da tarde de uma sexta-feira de Agosto de 1869, devido à pneumonia. Brás Cubas diz que antes de sua morte teve uma ideia brilhante, um emplastro anti-hipocondríaco, tudo pela glória, mas falhou. A família de...

    3250  Palavras | 13  Páginas

  • Resenha de O cortiço

    Professora: Fabiana Júlia Disciplina: Português AZEVEDO, Aluísio. O cortiço. 18 ed. São Paulo: Ática, 1987. 159 p. Quando jovem, Aluísio Azevedo fazia caricaturas e poesias, como colaborador, para jornais e revistas no Rio de Janeiro. Seu primeiro romance publicado foi: Uma lágrima de mulher, em 1880. Fundador da cadeira número quatro da Academia Brasileira de Letras e crítico social, este escritor naturalista foi autor de diversos livros, entre eles estão: O Mulato, que provocou escândalo na época de...

    1274  Palavras | 6  Páginas

  • Monografia - resumo

    RESUMO Com o objetivo de identificar alguns condicionantes que levam jovens moradores de uma favela da cidade do Rio de Janeiro a não incidirem tanto no uso/abuso das drogas ilícitas, como no narcotráfico, foram selecionados 8 jovens não usuários de drogas residentes numa das maiores favelas do RJ, para participarem deste trabalho de conclusão de curso, que se desenvolveu através de pesquisa qualitativa, com a aplicação de um questionário com perguntas abertas e fechadas. Neste estudo, é possível...

    4586  Palavras | 19  Páginas

  • A Representação Feminina nas obras Úrsula, O Cortiço, Cais da Sagração e O Dono do Mar.

    A Representação Feminina nas obras Úrsula, O Cortiço, Cais da Sagração e O Dono do Mar. Resumo Analisar através da Literatura a representação do imaginário feminino para a sociedade maranhense oitocentista, através de quatro obras (embora a última se perpasse em outro período) escritas em períodos diferentes, afinal os personagens são representações dos modos, costumes, ideologias e imaginários de uma época. Palavras-chaves: sociedade, condição feminina, mãe, submissa, auxiliadora. Introdução ...

    9254  Palavras | 38  Páginas

  • O cortiço

    Uma alegoria do Brasil do século XIX Ao ser lançado, em 1890, "O Cortiço" teve boa recepção da crítica, chegando a obscurecer escritores do nível de Machado de Assis. Isso se deve ao fato de Aluísio de Azevedo estar mais em sintonia com a doutrina naturalista, que gozava de grande prestígio na Europa. O livro é composto de 23 capítulos, que relatam a vida em uma habitação coletiva de pessoas pobres (cortiço) na cidade do Rio de Janeiro. O romance tornou-se peça-chave para o melhor entendimento...

    1055  Palavras | 5  Páginas

  • O cortiço

    personagem Rita Baiana na obra "O Cortiço" Aluno: Leonardo Garbelotti Gonçalves Colégio Santos Anjos - Objetivo Introdução: Por meio deste trabalho farei uma breve análise da personagem Rita baiana que está presente no livro "O Cortiço" de Aluisio Azevedo. Irei mostrar um pouco de sua caraterização naturalista e usarei como base pesquisas que fiz e trechos do livro. Mostrarei também algumas características próprias do livro e algumas curiosidades. O Cortiço O Cortiço é um romance naturalista do...

    954  Palavras | 4  Páginas

  • Lista de exercicios livros fuvest

    pelos humanos. e) narrador de O cortiço, especialmente quando se refere a personagens de classes sociais inferiores. 05. Inimigo da riqueza e do trabalho, amigo das festas, da música, do corpo das cabrochas. Malandro. Armador de fuzuês. Jogador de capoeira navalhista, ladrão quando se fizer preciso. Jorge Amado, Capitães de areia. O tipo cujo perfil se traça, em linhas gerais, neste excerto, aparece em romances como Memórias de um sargento de milícias, O cortiço, além de Capitães de areia....

    8622  Palavras | 35  Páginas

  • Literatura- O cortiço

    LINGUAGEM O Cortiço é a obra-prima de Azevedo. O romance narra, em sua linguagem vigorosa, a vida miserável dos moradores de duas habitações coletivas. Onde os personagens principais são os moradores de um cortiço no Rio de Janeiro, precursor das favelas, onde moram os excluídos, os humildes, todos aqueles que não se misturavam com a burguesia, e todos eles possuindo os seus problemas e vícios, decorrentes do meio em que vivem. O Cortiço pertence ao período Naturalista, que utilizava as ciências...

    692  Palavras | 3  Páginas

  • Análise das obras literárias: Iracema, Vidas Secas, Dom Casmurro, O Barril de Amontillado, O cortiço, e Senhora

    Análise das obras literárias : Iracema, Vidas Secas, Dom Casmurro, O Barril de Amontillado, O cortiço, e Senhora Introdução O objetivo deste trabalho é apresentar de forma explicita as análises das obras literárias: Iracema, Vidas Secas, Dom Casmurro, O Barril de Amontillado, O cortiço, e Senhora. Com o intuito de beneficiar e abrir portas para novas ideias e conhecimentos, sobre os temas aqui abordados dentro das obras por diversos autores, no qual a estruturação das analises se dão a partir...

    3228  Palavras | 13  Páginas

tracking img