• ludicidade
    - Analisar jogos, brincadeiras e brinquedos infantis não apenas como simples ... Suas brincadeiras e seus jogos estão relacionados a um ..... O brincar e suas teorias. .... Resumo: O artigo refere-se ao ato de brincar inserido na prática do ... Explicação do Livro de Foucault: Vigiar e Punir e sua ação...
    539 Palavras 3 Páginas
  • Brinquedoteca no contexto escolar
    , brinquedo,brincadeira e a educação. 3. ed. São Paulo: Cortez, 1999, MACARINI, S.M.; VIEIRA, M.L. O brincar de crianças escolares na brinquedoteca. Revista. KISHIMOTO, T.M. Froebel e a concepção de jogo infantil. In: KISHIMOTO, T.M. (org.) O brincar e suas teorias. São Paulo: Pioneira, 1998...
    6309 Palavras 26 Páginas
  • A brincadeira como instrumento de aprendizagem em sala de aula.
    educação. Vol2. Editora artes medicas. Porto Alegre, 1996. KISHIMOTO, T.M. Jogo, brinquedo, brincar e educar 6. Editora SP, Cortez ,1994 KISHIMOTO, T.M. Brincar e suas teorias, Thomson,1998. OLIVEIRA, de Tarsizo; Erros e acertos na educação, Pallotti, Santa Maria, RS, p. 274. PAPALIA, Diane e...
    2188 Palavras 9 Páginas
  • A importância dos jogos e atividades lúdicas para o ensino aprendizagem
    termo é empregado. Kishimoto (2003) propõe uma diferenciação que será adotada por esse estudo: brinquedo compreende o objeto, suporte de brincadeira; brincadeira, como a descrição de uma conduta estruturada com regras; e jogo infantil para designar tanto o objeto, como as regras do jogo da criança...
    5189 Palavras 21 Páginas
  • Gestao do conhecimento
    jogo, na visão de Kishimoto (1993), é fundamental para educação e o desenvolvimento infantil. Em seu livroJogos infantis: o jogo, a criança e a educação” procura estabelecer a relação entre o jogo, a criança pré-escolar e a educação. Explica a autora: Quer se trate do jogo...
    3753 Palavras 16 Páginas
  • psicologia
    assuntos Comunitários da Universidade Federal de São Carlos,(No prelo). KISHIMOTO, T. M. Jogo, brinquedo, brincadeira e a educação. São Paulo: Cortez, 1997. KISHIMOTO, T. M. Jogos Infantis: O jogo, a criança e a educação. 6 ed. Petrópolis: Vozes, 1999. KISHIMOTO. T. M., Jogo, brinquedo, brincadeira e...
    5638 Palavras 23 Páginas
  • Briquedos e Brincadeiras
    , Linda; WHARTON, PAT. Tornando visível a aprendizagem das crianças.Tradução:Magda França Lopes.- Porto Alegre: Artmed, 2009. KISHIMOTO, Tizuko Morchida (org.) Jogo, brinquedo, brincadeira e educação. São Paulo: Cortez, 2008. KISHIMOTO, Tizuko Morchida. Jogos Infantis: O jogo, a criança e a...
    2517 Palavras 11 Páginas
  • Ludicidade
    Ludicidade é;uma pratica pedagogica onde se utiliza,diferentes tipos de jogos,brincadeira que auxilia a transposição dos conteudos para omundo do educando(aluno). resposta retirada do livro plt.357 A ludicidade na educação Vigotsky;(breve resumo) Principal representante da chamada Psicologia...
    534 Palavras 3 Páginas
  • Tcc o ludico na matematica
    . Parâmetros Curriculares Brasileiros. Brasilia, 1999. - FÉLIX, Vanderlei Silva. Educação Matemática. Passo Fundo: Clio Livros, 2001. MOURA, M. A séria busca no jogo: do lúdico na matemática. In: KISHIMOTO, T.T. M (Org) SANTOS, Santa Marli Pires. Brinquedo e infância. Petrópolis, RJ: Vozes,1999...
    3952 Palavras 16 Páginas
  • Lúdico como forma de aprendizagem
    resgate do jogo infantil. São Paulo: Moderna, 1996. KISHIMOTO, Tizuko Morchida (org.). Jogo, brinquedo, brincadeira e educação. São Paulo: Cortez, 2008. MENESTRINA, V.; BEYER, M. A. O lúdico: uma forma de educar na educação infantil. Revista de divulgação técnico científica do ICPG. Vol 3 nº 9. 2006. SPIGOLON, Raquel. A Importância do lúdico no aprendizado. Campinas, 2006. ----------------------- 21...
    4643 Palavras 19 Páginas
  • OS JOGOS E BRINCADEIRAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL
    RESUMO O objetivo deste artigo é mostrar a importância dos Jogos e Brincadeiras na Educação Infantil e no desenvolvimento das crianças, sensibilizando os educadores e sugerindo o resgate dos antigos jogos e brincadeiras como atividade lúdica, sendo que através destas atividades a criança passa a ter...
    3536 Palavras 15 Páginas
  • O jogo e a brincadeira na educação infantil
    . Projeto Brinquedoteca, Educação em Tempo Integral. Cascavel - 2002. CHÂTEAU, Jean. O jogo e a criança. São Paulo. Summus, 1987 P.66 KISHIMOTO, T M. (org.) Jogo, Brinquedo, Brincadeira e a Educação 3ª edição, São Paulo, Cortez 1999. ________, O jogo, a criança e a educação. 7ª edição, Petrópolis...
    3094 Palavras 13 Páginas
  • projeto de intervenção
    . KISHIMOTO, Ti M (Org.). Jogo, brinquedo, brincadeira e a educação. 3. ed. São Paulo: Cortez, 1999. 183 p. KRAMER, S. A política do pré-escolar no Brasil: a arte do disfarce. Rio de Janeiro: Achiamé, 1992. FREIRE, M. A paixão de conhecer o mundo. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1999...
    5786 Palavras 24 Páginas
  • brinquedoteca
    . KISHIMOTO, T.M. (org); Jogo, brinquedo, brincadeira e educação. 4. Ed.- São Paulo: Cortez, 2000 Kishimoto, T.M; O Jogo e a Educação Infantil. São Paulo: Cengage Learning, 2011 LIMA, J. S.; A importância do brincar e do brinquedo para a criança de três a quatro anos na Educação Infantil. Rio de Janeiro...
    3456 Palavras 14 Páginas
  • O brincar na educação infantil
    para o desenvolvimento global de suas crianças. Palavras chave: Brincar, Brincadeiras, Jogos, Brinquedos, Educação Infantil. Introdução Justifica-se o presente estudo pelo embasamento em literatura especializada e em casos comprovados em práticas de trabalho em Educação Infantil, onde...
    6463 Palavras 26 Páginas
  • Linguagem
    . 2.5 O professor e as atividades lúdicas De acordo com KISHIMOTO (1999), o papel do professor na promoção dos jogos é criar valores no imaginário infantil. De acordo com o autor, os brinquedos aparecem no imaginário dos professores de educação infantil como objetos culturais portadores de valores...
    4343 Palavras 18 Páginas
  • brinquedoteca
    , numa sala de espera numa sala de exame ou tratamento, deve encontrar um espaço dedicado ao jogo, com brinquedos, figuras e livros infantis disponíveis [...]” (LINDQUIST in FRIEDMANN, 1998, p. 129). Um espaço em que elas possam se sentir à vontade, e que seus pais vejam que o hospital tem uma...
    4316 Palavras 18 Páginas
  • Brinquedoteca
    elemento da cultura. São Paulo: Perspectiva, 1990. KISHIMOTO, Tizuco Morchida. Jogo, brinquedo, brincadeira e a educação. Edição 6 ª .São Paulo : Cortez, 1992. KISHIMOTO, T.M. O jogo e a educação infantil. São Paulo: Livraria Pioneira, 1994. KISHIMOTO, T.M. Jogos infantis: O jogo, a criança e a...
    5601 Palavras 23 Páginas
  • CONCLUSÃO
    valorização da natureza da infância no século XVIII com Rousseau, na sua obra EMÍLIO os jogos e as brincadeiras, aparecem como uma categoria social e ajustável aos ensinamentos propostos embora a capacidade sensória seja mais evidenciada. Kishimoto (2000, p.83), diferencia jogo e brinquedo: Se...
    3795 Palavras 16 Páginas
  • Tcc lúdico na educaçao infantil desenvolvimento e aprendisagem
    RESUMO Este artigo tem como finalidade principal retratar a importância das atividades lúdicas na Educação Infantil. A partir disso, mostraremos a importância do “Lúdico” e como ele, os jogos, brinquedos e brincadeiras podem ser importantes para o desenvolvimento e para a aprendizagem das...
    4025 Palavras 17 Páginas