• Fichamento do delito e das penas
    FICHA RESUMO/ANALITICA DE OBRA CIENTÍFICA [1] 1. NOME COMPLETO DO AUTOR DO FICHAMENTO: Jeane Moreira 2. OBRA/ARTIGO/ENSAIO EM FICHAMENTO: Beccaria, Cesare Bonesana, Dos Delitos e das Penas / Cesare Beccaria; tradução Deocleciano torrieri Guimarães. – São Paulo: Rideel, 2003...
    619 Palavras 3 Páginas
  • História do direito penal, doutrinas e escolas penais
    Beccaria, John Howard e Jeremias Bentham. Cesare de Beccaria: César de Bonessana, o Marques de Beccaria publicou o livro “Dos Delitos e das Penas", defendendo os desfavorecidos e opondo-se às técnicas cruéis e desumanas utilizadas pela justiça. Beccaria desenvolveu a ideia da legalidade dos crimes e...
    3698 Palavras 15 Páginas
  • Resumo do livro “dos delitos e das penas”, de cesare beccaria
    SIDNEY LOURENÇO DE SOUZA Curso de Direito Kobrasol – 4ª Período | RESUMO DO LIVRO “DOS DELITOS E DAS PENAS”, de Cesare Beccaria Fichamento de Obra jurídica. Ficha Resumo/Analítica de Obra Científica para composição da Média 1 do Curso de Direito Penal (Parte Especial) apresentado à...
    4418 Palavras 18 Páginas
  • HISTÓRICO DO DIREITO PENAL E AS ESCOLAS PENAIS
    mínimo necessário para combater a criminalidade, tornado assim o processo penal rápido e eficaz. César de Bonesana, o Marques de Beccaria, saiu em defesa dos desafortunados e dos desfavorecidos em sua obra “Dos delitos e das penas” (Dei Delitti e Delle Pene). Opôs-se às técnicas utilizadas até...
    5640 Palavras 23 Páginas
  • Escolas penais
    denominada pelos positivistas com sentido pejorativo, para os autores que escreveram na primeira metade do século XIX. Nas obras de vários de seus autores estão as idéias fundamentais do iluminismo expostas magistralmente por Cesar Bonesana, Marquês de Beccaria filósofo da obra dos delitos e das penas que...
    1257 Palavras 6 Páginas
  • Evolução histórica do direito penal
    mesmo na aplicação da justiça: à arbitrariedade se contrapôs a razão, à determinação caprichosa dos delitos e das penas se pôs a fixação legal das condutas delitivas e das próprias penas. Os povos clamavam pelo fim de tanto barbarismo disfarçado. Em 1764, imbuído dos princípios iluministas, Cesar...
    5036 Palavras 21 Páginas
  • Fases do direito penal
    legitimidade das penas. Em 1764, Cesar Bonesana, Marquês de Beccaria (nascido em Florença, em 1738), filósofo imbuído dos princípios pregados por Rousseau e Montesquieu, fez publicar em Milão, a obra Dei delitti e delle pene (Dos delitos e das penas), um pequeno livro que se tornou o símbolo da...
    9949 Palavras 40 Páginas
  • Beccaria e a Tortura no Brasil
    Esse artigo trata da influência que a obra de Beccaria, Dos Delitos e das Penas, tem sobre como a tortura é vista no Brasil. No primeiro capítulo vê-se como, em razão da publicação do livro e das próprias necessidades do sistema capitalista, a tortura foi, a partir do final do século XVIII, sendo...
    5691 Palavras 23 Páginas
  • hori
    , penitência , objetivo da pena era que o homem tomasse conciencia do mal praticado e se arrependesse, explicitando ai a influencia direta sobre o direito penal da relação estabelecida o elo sentimento religioso entre delito e pecado. Idade moderna( período humanitário e pensamento de beccaria...
    6592 Palavras 27 Páginas
  • sdasdasdsadada
    Iluministas (Rosseau, Montesquieu), publicou a obra “Dos Delitos e das Penas”, que mais tarde ficou conhecida como “pequeno grande livro”, por tornar-se o símbolo da reação liberal ao desumano panorama penas então vigente. Beccaria pregou princípios básicos dos quais firmaram o alicerce do...
    6307 Palavras 26 Páginas
  • dos delitos e das penas
    Dos Delitos e das Penas Cesar Beccaria, escreveu a sua obra Dos delitos e das penas em 1763-1764, criminologista e economista italiano nasceu em 15 de março de 1738, na cidade de Milão, fez parte da elaboração das reformas no sistema penal do ano de 1791. Sua obra teve influencia de...
    488 Palavras 2 Páginas
  • A PROGRESSÃO DE REGIME A LUZ DA LEI DOS CRIMES HEDIONDOS
    monásticas. A primeira obra que defende a proporcionalidade da pena e a reintegração social do preso. O livro antecipa algumas idéias Iluministas. O período iluminista foi o inicio de uma serie de mudanças de pensamentos e por causa da obra de Beccaria, um livro chamado “Dos delitos e das penas”, a...
    5083 Palavras 21 Páginas
  • Trabalho
    obras de: Cesare Beccaria (1764, pg. 24)fala: “ponde o texto sagrado das leis nas mãos do povo e, quanto mais homens o lerem, menos delitos haverá; pois não é possível duvidar que, no espírito do que pensa cometer crime, o conhecimento e a certeza das penas coloquem um freio à eloquência das...
    6165 Palavras 25 Páginas
  • A familia nas constituiçoes
    sua obra, sendo que o livro Dos Delitos e Das Penas, publicado em 1764, traz um estudo detalhado sobre as condições para o cumprimento das penas na Europa do século XVIII e as condições em que o direito penal era aplicado. Cesare Beccaria foi muito influenciado pelos pensamentos de Voltaire, Diderot...
    18459 Palavras 74 Páginas
  • Resenha: dos delitos e das penas
    disso. Também conhecido como Cesar Beccaria ou simplesmente Beccaria, ele é o autor do famoso livro publicado em 1764 Dei Delittie delle Pene (Dos Delitos e Das Penas), que há 3 séculos serve de base de estudos para advogados, estudantes de direito e por que não dizer, da sociedade contemporânea...
    2929 Palavras 12 Páginas
  • História do direito Penal
    . Em 1764, Cesar Bonesana, Marqus de Beccaria (nascido em !738), filsofo imbudo dos princpios pregados por Rousseau e Montesquieu, fez publicar em Milo, a obra Dei Delitti e Delle Pene (Dos Delitos e Das Penas), um pequeno livro que se tornou o smbolo da reao liberal ao desumano panorama penal...
    11685 Palavras 47 Páginas
  • Dos delitos e das penas
    DOS DELITOS DAS PENAS SOBRE O AUTOR - PERFIL BIOGRÁFICO Cesar Bonesana, marquês de Beccaria, nasceu em 15 de março de 1738, em Milão. Estudou no colégio jesuíta de Parma, formou-se em Direito na Universidade de Parma, em 1758. De 1768 a 1771, ocupou a cátedra de Economia nas Escolas Palatinas de...
    2892 Palavras 12 Páginas
  • Psicopatologia
    anos. A doutrina clássica obteve grande impulso através da obra de César Beccaria em (1.764) , onde defende a justa proporção entre a pena e a gravidade do delito praticado, afirmando que a finalidade da pena não é a de atormentar e afligir um ser sensível, nem desfazer um delito já cometido, mas...
    2827 Palavras 12 Páginas
  • Direito Penal
    de sua obra “Dos Delitos e das Penas”, que pode ser considerada como um marco mundial na forma de se aplicar o Direito Penal. PREFÁCIO DO AUTOR Cesare Beccaria em sua introdução ao livro inicia o leitor através da dissecação de como surgiram as leis que em sua época eram utilizadas para punir os...
    7941 Palavras 32 Páginas
  • A eficiência da pena de morte na redução da criminalidade estadunidense nos estados adeptos a ela.
    /states-and-without-death-penalty > Acesso em: 15 jan. 2013. ÁVILA, F. B. de, S. J. Pequena Enciclopédia de Moral e Civismo. Rio de Janeiro, Companhia Nacional de Material de Ensino (M. E. C.), 1967. BECCARIA, Cesare. Dos Delitos e das Penas; tradução de Torrieri Guimarães. Texto Integral...
    4205 Palavras 17 Páginas