Resumo Do Livro De Francesco Carnelutti artigos e trabalhos de pesquisa

  • Resumo do livro Francesco Carnelutti

    Resumo do livro Como nasce o direito, de Francesco Carnelutti Em Como nasce o direito, Francesco Carnelutti traz de forma acessível conceitos e objetivos não só do direito mas da evolução do homem que vive em sociedade. Ao comparar uma semente com a moral, que jogada sobre a terra da economia; nasce e cresce, até se converter em uma árvore majestosa destinada a produzir o fruto da justiça, vem corroborar o sentido de que o direito é o meio de se chegar a justiça, condição essencial para que...

    592  Palavras | 3  Páginas

  • Resumo do livro de Carnelutti, “Como Nasce o Direito”

     Resumo do livro de Carnelutti, “Como Nasce o Direito” O direito foi criado através de leis, visto que o homem é um ser social e é impossível a vida em sociedade sem uma normatização. Diante dessa necessidade, surgiu o Direito como conjunto de normas gerais e positivas disciplinadoras da vida social. Para Carnelutti, o direito é “um conjunto de leis que regula a conduta dos homens” e sugere que todos podem aplicá-lo, não apenas os operadores do direito advogados e juristas, mais inclusive...

    801  Palavras | 4  Páginas

  • Resumo do capítulo IV – A PROPRIEDADE do livro 'Como Nasce o Direito' - Francesco Carnelutti

    RESUMO FRAGMENTO DO LIVRO 'Como Nasce o Direito' - Francesco Carnelutti CAPÍTULO IV – A PROPRIEDADE O autor Francesco Carnelutti, faz uma relação entre direito penal e direito civil para explicar ou fazer entender o que é “A Propriedade e o Direito de propriedade”. Remete-se a uma opinião de que a propriedade está mais ligada ao terreno da economia do que do próprio direito. Entende-se que propriedade é um direito e atribui ao proprietário o poder facultativo de permitir ou de proibir que...

    554  Palavras | 3  Páginas

  • Resumo do livro As Misérias do Processo Penal - Carnelutti ,Francesco.

     Resumo do livro As Misérias do Processo Penal - Carnelutti ,Francesco. Prefácio O livro trata a lei como um sistema lógico necessária, ou seja, um meio de ligar um fato e uma conseqüência a ele associado. Não existe a possibilidade da conseqüência não se seguir à causa.Para Carnelutti o ato de julgar com base em normas jurídicas é artificial. Através dessa ideia seria necessario conhecer o passado inteiro do acusado para poder julgar um processo penal, seria preciso ver o todo...

    2026  Palavras | 9  Páginas

  • Resumo do livro Como nasce o Direito

     UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA - UEPB GRADUAÇÃO EM DIREITO PROF. SEVERIANO 02 SET. 2010 DIEGO DINIZ ALENCAR DE MELO Resumo do Livro: Como nasce o Direito Autor: Francesco Carnelutti Inicialmente, definiremos os termos: “direito” e “juristas”. Para muitos dos leitores, a palavra direito remete a idéia de legislação, que trata-se de um conjunto de normas que reguladoras da conduta dos homens. Já os juristas, são os operários do direito. As leis são elaboradas nos parlamentos, que não são...

    1149  Palavras | 5  Páginas

  • Resenha sobre o livro “as misérias do processo penal” de francesco carnelutti

    No livro “As misérias do Processo Penal”, Francesco Carnelutti faz uma análise, de certa forma poética, acerca dos elementos do processo penal e de seu caminho, terminando sua análise com a libertação do preso e concluindo a sua obra. Percebe-se, desde o inicio, que o autor apresenta uma visão mais humanista do processo penal e de seus participantes. Critica, assim, as visões que considera de “incivilidade” da população em e defende, em grande parte da obra, o acusado, que sofre com as implicações...

    1809  Palavras | 8  Páginas

  • resenha Francesco Carnelutti. como nasce o direito

     Carnelutti, Francesco. 2001. Como nasce o Direito. Belo Horizonte : Líder Cultura Jurídica Ltda, 2001. Principal inspirador do Código de Processo Civil Italiano de 1940, Francesco Carnelutti nasceu em Udine no ano de 1879, vindo a falecer no ano de 1965 em Milão. Lecionou na Universidade Bocconi de Milão (1909-1912), na Universidade da Catânia (1912-1915), na Universidade de Pádua (1915-1935), na Estatal de Milão (1936-1946) e na Universidade de Roma (1947-1949). Foi co-fundador...

    2245  Palavras | 9  Páginas

  • Resenha: As misérias do Processo Penal - Francesco Carnelutti

    Resenha: “As miséria do Processo Penal” No prefácio do livro, o autor traz a eterna dicotomia entre a luta do bem contra o mal, da sabedoria usada para o bem ou para o mal, o caminho entre a prece e o mal que se torna espetáculo de cinema. Ele traça um perfil do homem entre incivilidade, alusão aos espetáculos processuais e sua humanidade cristã. No capítulo sobre a toga, ele define estas vestes como algo sendo uma farda, divisa, em que se é usada para compor uma guerra, para ele o Juiz está...

    1097  Palavras | 5  Páginas

  • Resenha do livro "as misérias do processo penal"

    RESENHA DO LIVRO "As Misérias do Processo Penal" A presente resenha refere-se à 2ª edição da obra "As Misérias do Processo Penal” do célebre autor Francesco Carnelutti. Que foi traduzida pelo Professor José Antonio Cardinalli, Neste livro, o autor nos convida a refletir o processo penal em todas as suas fases. No primeiro capitulo faz uma crítica à a toga usada pelos Juízes, afirmando que a mesma demonstra não só à autoridade de quem a usa, como de todo o colégio, ele acha desnecessário o...

    1367  Palavras | 6  Páginas

  • Resenha do Livro As misérias do processo penal

     RESENHA DO LIVRO: AS MISÉRIAS DO PROCESSO PENAL No livro As Misérias do Processo Penal de Francesco Carnelutti, o autor relata a sequência de atos do processo penal e descreve as partes do processo tendo como objetivo principal a critíca ao processo penal, o autor relata a falta de estrutura do processo, a falta de estrutura ao preso após sua saída da prisão, entre diversas outras criticas feitas no decorrer do livro. O autor começa relatando sobre a toga a qual possui diversas interpretações...

    1733  Palavras | 7  Páginas

  • As Mis Rias Do Processo Penal De Francesco Carnelutti MARCELO Np1

    As Misérias do Processo Penal de Francesco Carnelutti As misérias do processo penal, Demonstra a sensibilidade de um grande Jurista ao abordar temas delicados como a vida do preso na penitenciária, a responsabilidade do Juiz perante os casos concretos, bem como a parcialidade do defensor e do acusador. O livro é dividido em subtítulos, onde o autor relata experiências presenciadas a cerca do Processo Penal quando ainda era criança, e também relaciona o cotidiano com passagens bíblicas. ...

    1595  Palavras | 7  Páginas

  • As misérias do processo penal - Francesco Carnelutti

    RESUMO: AS MISERIAS DO PROCESSO PENAL- FRANCESCO CARNELUTTI CAROLINE SOARES No primeiro capítulo Francesco Carnelutti fala da toga como um símbolo de poder e autoridade e que os magistrados e advogados usam-na para discernir aqueles que exercitam a autoridade daqueles sobre os quais a mesma é exercida. A toga a o mesmo tempo que, desune, une também, separa magistrados e advogados dos leigos, para uni-los entre si, portanto a toga não é somente um símbolo de poder e autoridade, mas também de união...

    1464  Palavras | 6  Páginas

  • Como Nasce o Direito - Francesco Carnelutti

    Nascimento do Direito Francesco Carnelutti nasceu em Udine - Itália, em 15 de maio de 1879. Foi o mestre do direito substantivo civil e penal, advogado famoso e grande jurista. Seus estudos abrangem variadas áreas do saber jurídico. Em 1975 foi fundada em Udine a Fundação Forense Francesco Carnelutti, com o objetivo de apoiar o crescimento da cultura forense e judicial e de fornecer aos advogados um serviço de atualização nas várias áreas forenses e da atividade jurídica. Também criou a teoria...

    974  Palavras | 4  Páginas

  • As misérias do processo penal, francesco carnelutti

    AS MISÉRIAS DO PROCESSO PENAL, FRANCESCO CARNELUTTI RESENHA CRÍTICA “Quem em pecado está perdido, Cristo perdoa, mas os homens não”: O referido livro, com um grande conteúdo religioso que no qual tem seu grande interesse acadêmico, se centra na discussão da impossibilidade fática do processo penal ser perfeito, os efeitos de tal imperfeição crônica na vida do acusado e na humanização do acusado e do condenado, usando, em sua análise, tanto aspectos jurídicos quanto filosóficos, e, sem dúvida...

    1236  Palavras | 5  Páginas

  • Resenha do Livro Como Nasce o Direito

    CARNELUTTI, Francesco. Como Nasce o Direito Tradução Hiltomar Martins Oliveira Belo Horizonte Líder, 2007. 52 p. Como Nasce o Direito é uma obra de Francesco Carnelutti, um dos mais importantes advogados e juristas italianos. Nascido em Udine no ano de 1879 e falecido em Milão em 1965, ocupou o cargo de professor em varias universidades italianas durante sua carreira. Foi também criador da teoria da lide como centro do sistema processual. Além desta, Carnelutti escreveu diversas obras,...

    1195  Palavras | 5  Páginas

  • Resumo do livro como nasce o direito - francesco carnelutti

    Francesco Carnelutti conceitua Direito como conjunto de leis que regulam a conduta dos homens, e diz que juristas são operadores de direito, nem sempre qualificados, devido o parlamento não ser composto apenas por juristas. Diz também que para que essas regras sejam cumpridas é necessário a ação de um juís, que aplica essas leis. De acordo com o autor, economia ou ato econômico é a satisfação das necessidades básicas do homem, já que os bens possuem limites, mas as necessidades são infinitas. A...

    515  Palavras | 3  Páginas

  • Resumo Livro As misérias do Processo Penal

    Fabiane Fagundes da Mata Metodologia- Direito 1º Período As Misérias do Processo Penal Francesco Carnelutti A correlação que há entre Juízes, Promotores, Advogados e Ministério Publico é demostrado num plano inicial pela suas próprias vestimentas, ou seja a ``Toga´´ que traz não só a ideia de autoridade e diferenciação dos demais mas um vinculo que ligam os magistrados. A tonga é usada com maior constância em processos mais visados e repercutidos isso se dá de forma errada...

    767  Palavras | 4  Páginas

  • Francesco carnelutti relata em seu livro conceitos de: direito, jurista

    Francesco Carnelutti relata em seu livro conceitos de: direito, jurista, as relações de Direito e Economia, as relações de Direito e Moral, o delito, a propriedade, o contrato, a legislação, o juízo, o Estado, a comunidade Internacional e a Jurisprudência como elementos fundamentais para o entendimento do nascimento e amadurecimento do direito. Na fabricação do direito é necessário o grande operário denominado Jurista para a produção das leis, sendo de fundamental importância a qualidade desses...

    1177  Palavras | 5  Páginas

  • Resumo do livro as misérias do processo penal de carnelutti

    Resumo do Livro As misérias do Processo Penal de Carnelutti Universidade Salgado de Oliveira 2009       O livro – As misérias do processo penal – possui 12 capítulos, analisemos um a um.   Capítulo I O primeiro capítulo trata da Toga, como um símbolo do Poder Judiciário, símbolo de poder. Carnelutti salienta que desde a sua infância ficou assustado ao ver um magistrado de Toga, assustado no sentido de surpresa. Ele perguntou-se: por que eles usam essa capa preta? Descobriu que eles usavam...

    1675  Palavras | 7  Páginas

  • as miserias no processo penal

    21/11/2014 FazendoDireito: Resenha do livro As Misérias do Processo Penal de Francesco Carnelutti 1   mais    Próximo blog» sábado, 4 de maio de 2013 Criar um blog   Login Total de visualizações de página Resenha do livro As Misérias do Processo Penal de Francesco Carnelutti 1 2 5 3 0 6 4 Arquivo do blog  A resenha do livro As Misérias do Processo Penal de  Francesco Carnelutti é uma contribuição  do  leitor  do  blog  Valdemir  Bezerra  da  Silva!    Obrigada  por compartilhar conosco seu trabalho...

    6690  Palavras | 27  Páginas

  • Resenha

     Resenha do livro: As misérias do Processo Penal de Francesco Carnelutti. Biografia do autor: Francesco Carnelutti nasceu em Udine, em 1879. Trabalhou na Universidade Bocconi de Milão (1909-1912), na Universidade da Catânia (1912-1915), na Universidade de Pádua(1915-1935), na Estatal de Milão (1936-1946) e na Universidade de Roma (1947-1949). Em 1924, juntamente com Giuseppe Chiovenda, fundou e dirigiu a Rivista di Diritto Processuale Civile (Revista de Direito Processual Civil)...

    1218  Palavras | 5  Páginas

  • ANÁLISE DO LIVRO “O CASO DOS EXPLORADORES DE CAVERNAS”

    interpretar as leis á maneira sob a qual esta foi desenvolvida pelo legislador e a Exegese, por sua vez, busca o sentido literal das leis, muitas vezes não chegando ao verdadeiro consentimento legal que aquela lei desejava. 1.3 Positivismo jurídico Francesco Carnelutti, mestre italiano, em um de seus trabalhos conhecido como ‘’Balanço do Positivismo Jurídico’’, fala-nos que o positivismo jurídico é a espécie jurídica do gênero positivo, sendo, portanto, a projeção do positivismo filosófico no setor do Direito...

    5758  Palavras | 24  Páginas

  • Resumos TGP

    Entretanto, em 1868, Oscar Von Bülow escreve o livro “Teoria dos Pressupostos Processuais”, criando, enfim, a ciência do direito processual. Nessa obra, Bülow diferenciou a relação material da relação processual. A primeira, geralmente travada entre direito e credor, é bilateral, enquanto a segunda, é trilateral, pois contém os vínculos entre autor, juiz, e réu. Dessa fase, chamada de conceitual, destacam-se os juristas Wilhelm Sauer e Francesco Carnelutti, e Ramiro Podeti. Este último afirmou que a...

    3966  Palavras | 16  Páginas

  • COMO NASCE O DIREITO - FRANCESCO CARNELUTTI

    Logo na introdução de sua obra “Como Nasce o Direito”, Francesco Carnelutti procura definir dois termos bastante utilizados no estudo da ciência do Direito, quais sejam, o próprio termo “direito” e também o termo “juristas”. Para tanto, o autor parte, no que tange à palavra “direito”, daquela noção considerada a mais simplória, ou seja, a de que “a palavra ‘direito’ sugere a idéia de lei.” (Carnelutti, 2004, p. 07) Já no que se refere ao termo “juristas”, o autor o define como sendo sinônimo de...

    3591  Palavras | 15  Páginas

  • RESUMO EXPANDIDO

    APLICAÇÃO DA ANÁLISE DO PERFIL COMPORTAMENTAL: O LATROCÍNIO E O ESTUPRO DE VULNERÁVEL À LUZ DA PSICOLOGIA FORENSE E DA CRIMINOLOGIA CRÍTICA Andréa da Costa Roriz RESUMO O presente estudo sobre aplicação da análise do perfil comportamental à luz da psicologia forense e da criminologia crítica tem por finalidade avaliar em quais situações o exame criminológico se presta a atender às finalidades da Lei de Execuções Penais e, assim, atingir a finalidade da pena: a reinserção dos presos. Trata-se de...

    1187  Palavras | 5  Páginas

  • Português Jurídico

    para que uma venda seja concretizada. (Stephen Kanitz é administrador por Harvard. Editora Abril, Revista Veja, edição 1902, ano 38, nº 17, 27 de abril de 2005. www.kanitz.com.br) 1 – Tendo em mente as considerações sobre como se fazer um bom resumo, divida o texto acima em partes e identifique as ideias principais de cada uma delas. Ideias chaves, primeira parte: vendas, pré-vendas, vender, vendedor, ponto de vendas, marketing, consumidores. Ideias chaves, segunda parte: comércio eletrônico...

    1913  Palavras | 8  Páginas

  • Trabalho Como Nasce O Direito

     FUNDAÇÃO UNIRG CENTRO UNIVERSITARIO UNIRG CURSO DE DIREITO HISTÓRIA DO DIREITO GURUPI, TOCANTINS FEVEREIRO DE 2015 FUNDAÇÃO UNIRG CENTRO UNIVERSITARIO UNIRG CURSO DE DIREITO RESUMO COMO NASCE O DIREITO GURUPI, TOCANTINS FEVEREIRO DE 2015 SUMÁRIO 1.INTRODUÇÃO.......................................................................................3 2. INTRODUÇÃO – DIREITO E JURISTA ..............................................4 3. DIREITO E ECONOMIA.........

    2407  Palavras | 10  Páginas

  • A arte do direito francesco carnelutti

    ARTE DO DIREITO Seis Meditações sobre o Direito I Francesco Carnelutti ARTE DO DIREITO Seis Meditações sotre o Direito Traduzido por Paolo Capitanio 2- edição 2005 DITORA í DISTRIBUIDORA CAMPINAS -SP Ficha Catalográfica Faculdade de Biblioteconomia - PUC-Campinas 340 C276a Carnelutti, Francesco Arte do direito/ Francesco Carnelutti. 2- ed. Campinas: Bookseller, 2005. 88p. 21cm ISBN 85-7468-353-1 1. Direito I. Título. CDD 340 CDU 34 índice para catálogo sistemático ...

    21227  Palavras | 85  Páginas

  • Direito

    Iniciação Científica CESUMAR Jan./Jun. 2008, v. 10, n.01, p. 27-34 ESTRATÉGIAS DE LEITURA E ESTUDO NO CURSO DE DIREITO Judith Apda de Souza Bedê* RESUMO: Abundam na mídia informações sobre o desempenho brasileiro nos testes internacionais de leitura, inferior ao de países com economia muito menos avançada. Também não faltam comentários sobre a proliferação de cursos de Direito com baixa qualidade. De um lado, professores do ensino fundamental e médio trabalham em péssimas condições, com...

    6296  Palavras | 26  Páginas

  • Comparação de becarria e focalt

    Resenha do livro "As Misérias do Processo Penal" Esta resenha está fundamentada na obra “As Misérias do Processo Penal” do grande jurista Francesco Carnelutti, ao qual foi traduzida da versão espanhola do original italiano por Carlos Eduardo Trevellin Millan. A data da primeira publicação desta obra foi em 1957, sobre o título original “Le miserie Del processo penale”. Francesco Carnelutti(Udine 1879- Milão 1965), foi um dos mais eminentes advogados e juristas italianos e o principal inspirador...

    8620  Palavras | 35  Páginas

  • APAC

    jurídica perfeita sem que a energia com que a justiça aplica a espada seja igual à habilidade com que maneja a balança. O direito é um trabalho incessante, não somente dos poderes públicosmas ainda de uma nação inteira. (Rudolf von Ihering) RESUMO O presente artigo discorre sobre as teorias da pena e aborda a ressocialização sob os olhares da antropologia. Palavras-chave: 1) Lei 7210/84. 2)Antropologia. 3) Ressocialização ABSTRACT This article discusses the theories of punishment...

    2965  Palavras | 12  Páginas

  • Resumo livro : como se faz um processo

    PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS Graduação Direito – PUC Minas - Tarde Resumo do livro : “Como se faz um processo” Teoria Geral do Processo Belo Horizonte 2012 I - O drama Introduz-se aqui a questão do interesse do público pelos processos penais e civis, justificando-se pela característica humana, desejosa de diversão. Há uma comparação entre o processo e a representação cênica e os jogos desportivos, destacando a existência de regras que os cadenciem, como fundamentais...

    5485  Palavras | 22  Páginas

  • Resumo de sentença

    preliminares; (b) os que alargam o discurso, mas sempre limitando-se ao decisório, para incluir também os preceitos emitidos sobre os pressupostos de admissibilidade do julgamento do mérito ( Liebman); (c) os que ficam somente no exame das questões ( Carnelutti); (d) os que consideram elementos do decisório e também da motivação ( Sergio Costa, Andrioli, Allorio). Unidades autônomas e independentes: Chiovenda Remonta a Giuseppe Chiovenda a mais restritiva das teorias sobre os capítulos de sentença...

    6362  Palavras | 26  Páginas

  • Livro ciumento de carterinha

    caso de Francesco: ele e mais três amigos se inscreveram em um concurso em torno do romance Dom Casmurro, de Machado de Assis. Os competidores devem julgar a enigmática Capitu, personagem do livro, com argumentos que comprovem ou desmintam as suspeitas de traição nutridas por Bentinho, seu marido. A história cala fundo em Francesco, pois parece que Júlia, sua namorada e parceira de equipe, resolveu dar uma de Capitu, demonstrando interesse por outro colega. Identificado com Bentinho, Francesco decide...

    28928  Palavras | 116  Páginas

  • 77

    Civil da Faculdade de Direito da UFPR. Advogado. Daniel Francisco Mitidiero Doutor em Direito (UFRGS). Professor de Teoria Geral do Processo e Direito Processual Civil da Faculdade de Direito da UFRGS. Advogado. Área do Direito: Civil ; Processual Resumo: Não ofende aos limites objetivos do julgado, nem à eficácia preclusiva que lhe é inerente, a alegação de inexecutabilidade da obrigação consubstanciada no título executivo em sede de impugnação por ausência de certeza, evidenciada essa pela não-apresentação...

    7273  Palavras | 30  Páginas

  • resumo livro brasilia e o processo construtivo brasileiro

    TRABALHO DE ARQUITETURA E URBANISMO II Resumo do livro “Brasíla e o processo construtivo brasileiro” Aluno: Digo Moraes Nogueira Professora: Rosana 09/2013 A história de Brasília, a capital do Brasil, localizada no Distrito Federal, no coração do país, iniciou com as primeiras ideias de uma capital brasileira no centro do território nacional. A necessidade de interiorizar a capital do país parece ter sido sugerida pela...

    528  Palavras | 3  Páginas

  • Tribunal do Juri e a necessidade da comunicabilidade

    parcial para a obtenção da nota na disciplina de Direito Processual Penal II, sob o magistério do Professor Dr. Hamilton da Cunha I. Júnior, no Centro Universitário Adventista de São Paulo-UNASP, campus Engenheiro Coelho/SP. Unasp 2013 RESUMO. Este estudo tem como objetivo descrever a função do Tribunal do Júri uma vez que o mesmo é considerado como uma instituição única pertencente ao Poder Judiciário, o qual apresenta formalismo e atos solenes visando assim efetuar o ato de julgar...

    9349  Palavras | 38  Páginas

  • Processo Penal

    Resenha do livro “ As Misérias do processo penal” De Francesco Carnelutti. As Misérias do Processo Penal, traduzida para nossa Língua por Dr. José Antônio Cardinalli, mostra em cores vivas, o drama da Justiça Penal, falando do Juiz, do Ministério Publico, do advogado e do acusado. Diante das humilhações, muitos advogados não resistem. Canerlutti, fala em sua obra , dos excessos da imprensa, ao fiscalizar e noticiar os julgamentos criminais; esclarece também a dificuldade do Juiz, para sentenciar...

    1431  Palavras | 6  Páginas

  • Direito

    No livro ¨ As Misérias do Processo Penal¨ o autor Francesco Carnelutti apresenta um pouco do processo penal em suas fases. O livro possui doze capítulos no qual analisarei um por um. Capitulo I – A TOGA A toga é um símbolo do poder judiciário, que dar uma impressão de poder; de soberania. Como descreve Carnelutti (...) A toga dos magistrados não é, portanto, somente o símbolo da autoridade, mas também o da união,ou seja, do vinculo que os liga entre sí. ...

    1262  Palavras | 6  Páginas

  • As misérias do processo penal

    Resenha do Livro: “ As Misérias do Processo Penal ” Francesco Carnelutti Um ponto forte do livro já é seu título, Francesco Carnelutti propõe o que seria um diagnóstico da ciência processual penal em sua época, ou seria um manifesto para transformações urgentes. Para estabelecer alguns parâmetros sobre seu livro e suas idéias, é necessário entender o contexto do Direito Penal em sua época, o qual podemos sintetizar assim : O Mundo passa por profundas transformações humanas, em alguns aspectos...

    1510  Palavras | 7  Páginas

  • As misérias do processo penal

    RESENHA AS MISÉRIAS DO PROCESSO PENAL FRANCESCO CARNELUTTI Setembro de 2012 Esta resenha está fundamentada na obra “As Misérias do Processo Penal” do grande jurista Francesco Carnelutti, a qual foi traduzida da versão espanhola do original italiano por Carlos Eduardo Trevellin Millan. A data da primeira publicação desta obra foi em 1957, sobre o título original “Le miserie Del processo penale”. Francesco Carnelutti (Udine 1879 – Milão 1965), foi um dos mais...

    1839  Palavras | 8  Páginas

  • Resenha crítica A arte do Direito

    Metodologia do Trabalho Científico Professora: Priscila de Souza Barbosa Corrente – Piauí, 30 de Maio de 2014. Rosicleia de Carvalho Silva Direito e suas principais características CARNELUTTI, Francesco. A arte do direito: Seis Meditações sobre o Direito. 2 ed. Campinas: Bookseller, 2005. Francesco Carnelutti nasceu em Udine no ano de 1879 e faleceu em Milão em 1965. Foi um dos mais notáveis advogados italianos e principal inspirador do Código de Processo Civil Italiano. Formou-se em Direito...

    1267  Palavras | 6  Páginas

  • Resumo o principe

    Resumo: O Príncipe O Príncipe (em italiano, Il Principe) é um livro escrito por Nicolau Maquiavel em 1513, cuja primeira edição foi publicada postumamente, em 1532. Trata-se de um dos tratados políticos mais fundamentais elaborados pelo pensamento humano, e que tem papel crucial na construção do conceito de Estado como modernamente conhecemos. No mesmo estilo do Institutio Principis Christiani de Erasmo de Roterdã: descreve as maneiras de conduzir-se nos negócios públicos internos e externos,...

    974  Palavras | 4  Páginas

  • Resenha

    2014 Curso de Direito RESENHA: “ AS MISÉRIAS DO PROCESS PENAL Resenha do Livro “ As misérias do Processo Penal” Apresentado a disciplina de Direito Processual Penal. Solicitado pela Professora Thaíze Oliveira. Realizado pela Aluna Aritana Ângela Nunes. Salvador – BA 2014 AS MISÉRIAS DO PROCESSO PENAL A presente resenha está baseada na obra “As Misérias do Processo Penal” do jurista Francesco Carnelutti, ao qual foi traduzida da versão espanhola do original italiano por Carlos Eduardo...

    3208  Palavras | 13  Páginas

  • Fichamento - A arte do direito

    “Introdução”: Na parte introdutória do livro “A arte do Direito”, o autor Francesco Carnelutti cita o jurista Vittorio Scialoja e revela que foi a partir das obras deste, que começou a relacionar a Arte ao Direito, pois o considerava um artista jurídico. Fala também que a essas duas ciências são independentes, mas que haviam se harmonizado nas obras deste italiano, que lhes chamavam muita atenção. Até que finalmente chegou à conclusão de que “Estudar Direito e Arte significa atacar o mesmo problema...

    1056  Palavras | 5  Páginas

  • Como se faz um processo resumo

    O drama No primeiro capitulo Francesco Carnelutti debate sobre o interesse das pessoas em relação aos processos, tanto penais quanto cíveis. Chega até estabelecer uma relação entre processo e diversão, dizendo que o aumento na procura de abertura processos tem como consequência a avidez de pessoas por diversão. Compara o processo ao teatro, as competições desportivas. Para o autor cada um deles tem suas leis próprias; mas se o publico que as assiste não as conhecer, não compreenderá nada. Se as...

    4180  Palavras | 17  Páginas

  • As misérias do Processo Penal

    CARNELUTTI, Francesco, As Misérias do Processo Penal. Tradução Carlos Eduardo Trevelin Millan. Ed. Pillares, 2006. Dandra Renata Souza Lima Em As Misérias do Processo Penal, observa-se a importância de sua leitura. Escrito por Francesco Carnelutti, o autor nos faz refletir sobre todo processo penal. “Precisamente no processo, é necessário fazer a guerra para garantir a paz.” A presente obra se desdobra em doze livros. Cuja ideia principal de acordo com o autor é que, “Civilidade, humanidade...

    628  Palavras | 3  Páginas

  • As misérias do Processo Penal

     Le miserie del processo penale (1957) As Misérias do Processo Penal Dados Biográficos do Autor: Francesco Carnelutti nasceu em Udine, em 1879, ensinou na Universidad Bocconi de Milão (1909-1912), na Universidade da Catânia (1912-1915), na Universidade de Pádua (1915-1935), na Estatal de Milão (1936-1946) e na Universidade de Roma (1947-1949). Em 1924, juntamente com Giuseppe Chiovenda, fundou e dirigiu a Rivista di Diritto Processuale Civile (Revista de Direito Processual Civil). Principal...

    1540  Palavras | 7  Páginas

  • Jurista

    COMO SE FAZ UM PROCESSO CONTEXTUALIZAÇÃO HISTÓRICA Francesco Carnelutti (1879-1965) O autêntico e brilhante jurista italiano Francesco Carnelutti nasceu em 15 de maio de 1879 na cidade de Udine e faleceu em Roma, em 8 de março de 1965. Foi em Veneza que Carnelutti recebeu suas primeiras lições, tendo se graduado em 1900, na Universidade de Pádua. No ano seguinte começa a dar seus primeiros passos forenses e, em 1903, inicia sua vida científica com um artigo sobre acidentes de trabalho na Rivista...

    4463  Palavras | 18  Páginas

  • O PROCESSO CAUTELAR: EFICÁCIA E UTILIDADE DA PRESTAÇÃO JURISDICIONAL

    2 AGRADECIMENTOS A TODOS QUE DE ALGUMA FORMA CONTRIBUIRAM PARA A REALIZAÇÃO DESTE TRABALHO. À AQUELES QUE SOUBERAM COMPREENDER MINHA FALTA DURANTE O TEMPO QUE NECESSITEI DEDICAR-ME AO MEU APRIMORAMENTO PROFISSIONAL. 3 RESUMO O surgimento no mundo jurídico das medidas cautelares chamadas também de acauteladoras ou assecuratórias, não com as especificações e características atuais, pode ser considerado contemporâneo da própria estruturação da norma jurídica tutelada...

    11592  Palavras | 47  Páginas

  • RESENHA DO FILME SANTO AGOSTINHO

    AUTARQUIA DE ENSINO SUPERIOR DE GARANHUNS – AESGA FACULDADE DE DIREITO DE GARANHUNS - FDG RESENHA DO LIVRO: AS MISÉRIAS DO PROCESSO PENAL Charla Cristina Rodrigues Tenório Ramos GARANHUNS – PE SETEMBRO - 2013 RESENHA DO LIVRO: AS MISÉRIAS DO PROCESSO PENAL A obra de Francesco Carnelutti, intitulada “As Misérias do Processo Penal” nos traz uma reflexão acerca de cada uma das fases do processo penal, fazendo uma análise crítica de cada parte envolvida...

    928  Palavras | 4  Páginas

  • As misérias do processo penal

    As Misérias do Processo Penal Em seu livro “As Misérias do processo Penal,” Francesco Carnelutti destaca-se ao refletir suas considerações a cerca do Processo Penal, relevando as árduas e difíceis tarefas dos advogados, juizes e réus no transcorrer do processo, enfatizando a participação individual de cada um destes componentes e ressaltando a imprescindibilidade e importância dos mesmos. Destarte, foi este seu modo de ver o processo penal, encontrando uma forma mais humana...

    3048  Palavras | 13  Páginas

  • Filosofia do direito

    COLETÂNEA DE PENSADORES DO DIREITO A CONSTANTE CONSTRUÇÃO DA CIÊNCIA DO DIREITO: Teorias defendidas no passado e aplicáveis no presente. Mary Mansoldo1 Abril/ 2011 RESUMO O presente trabalho técnico visa, através de pesquisa histórica, a compreensão de algumas teorias científicas (entendendo-se, também, como ideias e pensamentos) que contribuíram e continuam a influenciar na constante construção da Ciência do Direito. A pesquisa, realizada cronologicamente, permite que o legado se...

    25281  Palavras | 102  Páginas

  • Livro Cartilha Pericia Contabil

    normalmente legítimos, ainda que não especificados neste Código, são hábeis para provar a verdade dos fatos, em que se funda a ação ou a defesa”. Vários autores apresentam definições para a prova, no âmbito do Direito, como podemos mostrar: Na visão de Francesco Carnelutti, A prova civil. Traduzido por Lisa Pary Scarpa. Campinas: Bookseller, 2001. p. 72-73: “A prova em sentido jurídico é demonstrar a verdade formal dos fatos discutidos, mediante procedimentos determinados, ou seja, através de meios legais (legítimos)”...

    3680  Palavras | 15  Páginas

  • Como nasce o Direito

     Resenha do livro “Como Nasce o Direito” Francisco Carnelutti Resenha do livro ‘’Como nasce o Direito’’ Francesco Carnelutti O autor Francisco Carnelutti aborda em sua obra ‘’Como Nasce o Direito’’ vários tópicos de relevante importância para o direito e o convívio social, e para dar início ao estudo da obra é relevante falar sobre o direito e os juristas. O direito pode ser associado a lei e trata de um conjunto de leis e normas que regulam a vida...

    647  Palavras | 3  Páginas

  • Fichamento arte do direito

    FICHAMENTO DO LIVRO A ARTE DO DIREITO INTRODUÇÃO Esta é uma obra escrita por Francesco Carnelutti, na qual a princípio o autor demonstra tamanha admiração pelo jurista Vittorio Scialoja. Também fala sobre a ideia de escrever um livro e a compara com um nascimento de uma árvore, que leva tempo. Francesco Carnelutti, transparece que a Arte e o Direito são duas coisas diferentes. Porém, refletiu e chegou à ideia de que a Arte e o Direito são ciências...

    1249  Palavras | 5  Páginas

  • 201524 174215 DIR1 PIT Metodologia Cient fica 2015

    24/2 5. Técnica de Leitura dinâmica/ Praticar a técnica de estudo Aplicação do método das capacidade cognitivas Texto: CARNELUTTI, Francesco e PASCHOAL, Frederico A. Metodologia do Direito. Exercício individual (Atividade em equipe de 5 componentes) 24/2 6. Técnicas de escrita/ Praticar a técnica de estudo Aplicação do método das capacidade cognitivas Texto: CARNELUTTI, Francesco e PASCHOAL, Frederico A. Metodologia do Direito. Respostas do exercício individual 03/3 7. Trabalho científico e pesquisa/...

    1551  Palavras | 7  Páginas

  • Comentarios "A miseria do Processo Penal"

    1.INTRODUÇÃO A clássica obra “As Misérias do Processo Penal” de Francesco Carnelutti nos convida a refletir o processo penal em todas as suas fases. Destacou-se pela proposta de descoisificação do Processo Penal. Inicia pela análise critica das funções do Juiz, do Ministério Público e do Advogado, relevando as árduas e difíceis tarefas desses profissionais no transcorrer do processo, enfatizando a participação individual de cada um deles e ressaltando sobre a imprescindibilidade e a importância...

    1677  Palavras | 7  Páginas

  • Como nasce o direito

    NETO Data: 06/12/2012 Acadêmico(a): MARIANE DE JESUS SANTOS COMO NASCE O DIREITO Resumo da obra de Francesco Carnelutti O autor define como economia ou ato econômico a satisfação das necessidades básicas do homem. CARNELUTTI (2001,p.13 )diz que ”São atos econômicos todos aqueles por meio dos quais os homens tratam de satisfazer suas necessidades.” A primeira dessas necessidades é a propriedade...

    753  Palavras | 4  Páginas

  • Influencia da Imprensa no Poder Judiciário (Projeto)

    5 METODOLOGIA Para o desenvolvimento e aplicação desse projeto, será realizada uma pesquisa bibliográfica. As principais fontes de consulta serão constituídas de artigos periódicos, material disponibilizado na internet, livros. Além de pesquisas e trabalhos acadêmicos sobre a história da imprensa, sua relação com o Direito, a influência exercida pela Imprensa no Poder Judiciário frente aos crimes de comoção social e o desrespeito aos direitos fundamentais garantidos constitucionalmente...

    2592  Palavras | 11  Páginas

tracking img