Resumo Do Filme Fahrenheit 451 artigos e trabalhos de pesquisa

  • Resenha fahrenheit 451

    RESUMO Fahrenheit 451, filme de François Truffaut, de 1966, se passa num estado totalitário em que ler livros é proibido. Mesmo sendo proibido, não deixam de existir leitores, isto acaba por reforçar o serviço dos bombeiros: queimar os livros encontrados. Os bombeiros não restringem suas buscas apenas a casas, como também em lugares públicos, como parques, revistando todos sem pudor, até mesmo bebês. Naquela época, bombeiros não existiam mais para apagar incêndio, isto era uma prática...

    1819  Palavras | 8  Páginas

  • Totalitarismo no filme fahrenheit 451

    O TOTALITARISMO NO FILME FAHRENHEIT 451 No século XX o mundo assistiu o surgimento do totalitarismo. Este é um termo que representa uma ideologia e prática política caracterizada pela total subordinação dos indivíduos aos interesses do Estado. Num regime totalitário o Estado possui poderes absolutos sobre toda a vida política, social, cultural, religiosa e econômica. O totalitarismo foi particularmente visível nas ditaduras europeias surgidas após o final da Primeira Guerra Mundial, constituindo...

    1256  Palavras | 6  Páginas

  • Paralelo entre o filme fahrenheit 451 e o livro a república de platão

    Paralelo entre o filme Fahrenheit 451 e o livro A República de Platão Neste trabalho, iremos traçar um paralelo entre a obra A República de Platão e o longa Fahrenheit 451 (1966 – François Truffaut). A República é escrita em diálogos em que Platão discorre sobre seu pensamento acerca da cidade perfeita e o homem ideal. Podemos verificar uma ideia semelhante no filme Fahrenheit 451, em que a sociedade é tida como perfeita, com normas criadas para o bem comum em que as pessoas vivem...

    885  Palavras | 4  Páginas

  • trabalho sobre o filme Fahrenheit 451

    INTRODUÇÃO Fahrenheit 451 ou Farenheit 451, como ditos no Brasil, foi uma adaptação cinematográfica do romance escrito por Ray Bradbury e foi dirigido por François Truffaut em 1966. A direção fotográfica do filme foi feita por Nicolas Roeg e a trilha sonora é de Bernard Herrmann. SINOPSE Em um futuro, os livros e todos os jeitos de escrita são proibidos por conta de um regime totalitário e com a argumentação de que isso faz as pessoas mais tristes...

    988  Palavras | 4  Páginas

  • fahrenheit

    fato de manter obras literárias ou filosóficas em casa é considerado crime, os indivíduos vivem alienados em frente a televisão com informações triviais, transmitidas por este novo sistema - porém não estranho a nós atualmente. As casas de Fahrenheit 451 são à prova de combustão e os bombeiros desempenham aqui uma nova função: ao invés de apagar os incêndios, eles ateiam fogo. É interessantíssimo ter o contato com uma distopia escrita num tempo tão remoto. De certa forma, Bradbury enxergou além...

    1420  Palavras | 6  Páginas

  • resumo fahrenheit

    Neste começo de verão, aqui nos Estados Unidos, o filme que começou no topo da audiência foi não um filme de aventuras, nem de ficção científica, nem de trama internacional, nem de comédia, nem de tragédia. Foi um filme que reuniu todas estas características e mais algumas outras, em forma de documentário. O filme é Fahrenheit 9-11, escrito, dirigido e produzido por Michael Moore, e estrelado por, entre outros, George W. Bush, Osama Bin Laden, Saddam Hussein, os moleques barbudos do Taliban, papai...

    1876  Palavras | 8  Páginas

  • Ética e Filmes

    dos textos de estudos e assistindo os filmes Fahrenheit 451 e Sete Vidas, preencha o roteiro que segue: 1. Pesquise a “Sinopse” dos Filmes, onde se observará equipe técnica, locais e o ano da filmagem, direção, etc. (1,0 pts). *Fahrenheit 451 – Um filme do ano de 1966, dirigido por François Truffaut. Sua trilha sonora é de Bernard Hermann e possui direção fotográfica de Nicolas Roeg. É uma obra literária riquíssima de Ray Bradbury e o País de Origem do filme é o Reino Unido. Considerado como uma...

    862  Palavras | 4  Páginas

  • Fahrenheit 451

    Fahrenheit 451 é um romance distópico de ficção científica soft, escrito por Ray Bradbury e publicado pela primeira vez em 1953. O conceito inicial do livro começou em 1947 com o conto "Bright Phoenix" (que só seria publicado na revista Magazine of Fantasy and Science Fiction em 1963).[1]O conto original foi reformulado na novela The Fireman, e publicada na edição de fevereiro de 1951 da revistaGalaxy Science Fiction. A novela também teve seus capítulos publicados entre março e maio de 1954 em edições...

    2138  Palavras | 9  Páginas

  • RESENHA FAHRENHEIT 451

    Jurídica II Resenha crítica do filmeFahrenheit 451Fahrenheit 451 conta a história de uma sociedade anti-intelectual em um futuro inespecífico, que considera o intelectualismo um divisor de águas na sociedade, uma vez que as pessoas que possuem o hábito da leitura se consideram superiores e mais inteligentes que as que não lêem, provocando assim a discórdia, dessa forma possuir livros é crime e quem souber de pessoas que os tenha deve denunciá-los. O filme leva esse nome porque aqueles que...

    643  Palavras | 3  Páginas

  • Fahrenheint 451 1

    Fahrenheint 451  Ray Bradbury Sobre o Autor   Ray Douglas Bradbury (Waukegan, 22 de agosto de 1920 — Los Angeles, 6 de junho de 2012) foi um escritor de contos de ficção-científica norte-americano de ascendência sueca. Foi o terceiro filho de Leonard e Esther Bradbury. Por causa do trabalho de seu pai (era técnico em instalação de linhas telefônicas), viajou por muitas cidades dos Estados Unidos, até que em 1934 sua família fixou residência em Los Angeles, Califórnia. Morreu aos 91 anos, de...

    633  Palavras | 3  Páginas

  • Ficha de Cinema Fahrenheit 451

    1. Como ficção social e política negativa (distopia), Fahrenheit 451 representa um tipo de temor, um alerta, sobre a possibilidade de dominação sutil, mas eficaz, numa sociedade onde o controle social e a tecnologia se confundem, numa espécie de "tecnofacismo". Mas, qual é o perigo? O que está sendo ameaçado? O que, na sua percepção, o filme denuncia ou anuncia, pela ficção? Como você avalia isto (concorda ou discorda, seu argumento). O título do livro de Ray Bradbury, adaptado por Truffaut...

    1950  Palavras | 8  Páginas

  • Paralelo entre “fahrenheit 451” de ray bradbury e “alegoria da caverna” de platão

    * Paralelo entre “Fahrenheit 451” de Ray Bradbury e “Alegoria da caverna” de Platão Fahrenheit 451 de Ray Bradbury traça paralelos semelhantes a "Alegoria da Caverna" de Platão através dos papéis dos personagens. Existem três partes principais a "Alegoria da Caverna:" dentro da caverna, a libertação da caverna, e o retorno à caverna, cada um tendo uma relação com cada personagem do filme. “Fahrenheit 451” de Bradbury apresenta as ideias da alegoria dentro de Montag, Clarisse, e Beatty. Dentro...

    1820  Palavras | 8  Páginas

  • Resenha Fahrenheit

    Jetsons. São mundos sombrios, perigosos, deprimentes. Blade Runner: clássico do romance distópico Estendendo o conceito para filmes e livros, V de Vingança é uma distopia, o ótimo Filhos da Esperança (da série “Querida, avacalhei o título” – o original é Children of Men) também, assim como Waterworld, Gattaca, Mad Max, Matrix, Minority Report, Brazil – o filme, Blade Runner; são romances distópicos 1984, Admirável Mundo Novo, Laranja Mecânica, A revolução dos bichos (um dia explico por que...

    891  Palavras | 4  Páginas

  • Farenheit 451- Quem Esvazia a Gente

    FAHRENHEIT 451: QUEM ESVAZIA A GENTE? Resumo: Este artigo apresenta uma breve análise do livro Fahrenheit451, de Ray Bradbury, com foco na indústria cultural, especialmente a televisão, como instrumento de alienação do indivíduo. A análise foi feita com base nas teorias de Adorno e Horkheimer, demonstrando como as pessoas se tornam dependentes desse veículo de comunicação, e como essa situação pode ser combatida, pelo processo de esclarecimento defendido por Kant. Palavras-chave: indústria...

    5845  Palavras | 24  Páginas

  • Fahrenheit 9 11 Wikip Dia A Enciclop Dia Livre

    Pesquisar em Wikipédia Última modificação há 5 meses por Holdfz Fahrenheit 9/11 Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo. Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido. —Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico) Fahrenheit 9/11 Fahrenheit 9/11 (PT) Fahrenheit 11 de setembro (BR) Pôster de divulgação  Estados Unidos 2004 •  cor •  122 min  Direção...

    743  Palavras | 3  Páginas

  • Fahrenheit 451 Resenha Crítica

    A distopia apresentada por Ray Bradbury em Fahrenheit 451 gira em torno de uma sociedade de um futuro não tão distante onde a humanidade não sabe mais lidar com seus sentimentos. Tentando fugir das emoções, aboliram as letras e consequentemente os livros, a sociedade alienou-se a ponto de chamar os personagens da televisão de família (primos) e prender os anti-sociais que insistiam em ler os proibidos livros. O filme mostra o suprasumo da alienação estatal, de um governo totalitário, apesar de...

    610  Palavras | 3  Páginas

  • Resenha: Fahrenheit 9/11

    de descrever com um grande detalhamento onde estavam e o que faziam no fatídico dia 11 de Setembro do ano de dois mil e um. Um dia histórico, que marcou não apenas os Estados Unidos da América, Afeganistão ou Iraque, mas o mundo. Encontramos em Fahrenheit 9/11 de Michael Moore, uma abordagem diferente se compararmos com outros documentários que abordam o mesmo tema, pois esse não irá apenas focar nas histórias trágicas de familiares perdidos com os ataques às torres e ao pentágono, mas veremos uma...

    618  Palavras | 3  Páginas

  • Farenheit 451 resumo do filme

    Fahrenheit 451 O filme conta a história do bombeiro Montag cuja sua função é encontrar e destruir livros, além de prender os que os possuem. A proibição aos livros é justificada mediante uma suposição, de que sem eles a sociedade seria igual e não haveria desigualdade alguma entre os homens, sendo os livros os causadores da desigualdade, sofrimento, dúvidas e discórdias na humanidade. Com o passar do tempo, o bombeiro Montag, conhece a jovem Clarisse que por coincidência é sua vizinha e ela lhe...

    544  Palavras | 3  Páginas

  • teste

    segundos) Resultados da pesquisa Fahrenheit 451 (filme) – Wikipédia, a enciclopédia livre pt.wikipedia.org/wiki/Fahrenheit_451_(filme) Fahrenheit 451 (Farenheit 451 ou Grau de Destruição) é a adaptação ... Os créditos iniciais do filme não são escritos, mas narrados, para antecipar o clima de ... ‎Sinopse - ‎Elenco - ‎Principais prêmios e indicações - ‎Produção Fahrenheit 451 – Wikipédia, a enciclopédia livre pt.wikipedia.org/wiki/Fahrenheit_451 Ir para Filme futuro - [editar | editar código-fonte]...

    1912  Palavras | 8  Páginas

  • Fahrenheit 9/11

    jovem funcionário público de 18 anos assumindo a vaga de diretor de uma escola pública? Sendo que em que nosso país, na mais otimista das previsões essa é a idade com a qual os alunos costumam finalizar seus estudos no ensino médio. O diretor de Fahrenheit 9/11 recebeu essa incumbência, aqui não se pode afirmar os motivos que o levaram a tal feito, porém pode-se presumir que ele com essa idade já se apresentava como um cidadão consciente de seu papel na sociedade, pois só assim seria indicado para...

    2404  Palavras | 10  Páginas

  • Resenha filme "Guerra do fogo"

    Dawn Chong, Ron Perlman, Nameer El Kadi. O filme “Guerra ao fogo” (Titulo original: le guerre du feu) foi lançado no ano de 1981. Produzido na França e no Canadá, tendo outros países como o Quênia, Escócia e Islândia como locação. Dirigido por Jean Jacques Annaud e Anthony Burgess, baseado na obra literária de S.H. Rosny, O filme discute a descoberta do fogo e a sua forma de integração nas relações humanas dos homens primitivos. A linguagem usada no filme foi criada pelo foneticista Anthony Burgess...

    1779  Palavras | 8  Páginas

  • ANÁLISE ANTROPOLÓGICA DE UMA OBRA BIBLIOCENOGRÁFICA

    ÁNALISE ANTROPOLÓGICA DE UMA OBRA BIBLIOCENOGRÁFICA Obra: Fahrenheit 451 Belo Horizonte 2014 ANÁLISE ANTROPOLÓGICA DE UMA OBRA BIBLIOCENOGRÁFICA Obra: Fahrenheit 451 Trabalho apresentado à disciplina Religião- O Fenômeno Religioso, do Instituto Politécnico da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Professor: Camilo de Lelis Oliveira Santos Ribeiro Belo Horizonte 2014 RESUMO O trabalho visa direcionar o pensamento humano para outras...

    1102  Palavras | 5  Páginas

  • 2830 10798 1 PB

    revistatravessias@gmail.com Pesquisas em educação, cultura, linguagem e arte. “FAHRENHEIT 451” – LABIRINTO SOCIAL Lizete Maria Pergher Dala Costa1 RESUMO: Fahrenheit 451, livro e filme, contam a história de um “bombeiro”, cuja função não para apagar o fogo, mas para queimar livros de bibliotecas clandestinas, em uma sociedade no futuro, onde o governo proibiu toda e qualquer leitura, à maneira dos nazistas. Todos os livros do filme foram queimados, os bombeiros locais têm por função queimar todo tipo de...

    2689  Palavras | 11  Páginas

  • Fahrenheit 451 - RESUMO DA PARTE 1

    Fahrenheit 451 RESUMO DA PARTE 1 – A LAREIRA E A SALAMANDRA ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------ Era um prazer especial ver as coisas sendo devoradas pelo fogo, aquele bocal de bronze em suas mãos cuspiam seu poderoso querosene, seu sangue latejava em sua cabeça e suas mão eram como as mãos de um maestro regendo um sinfonia de labaredas, em sua cabeça, um capacete com o numero 451 e nos olhos a chama laranja...

    1570  Palavras | 7  Páginas

  • Resenha filme fahrenheit

    Economia e Mercado Gestão Comercial IBHES FACEMG _ Campus Venda Nova Primeiro Semestre Professor: Flavio Couto Aluno: Guilherme Radespiel_RA: 02430001373 Resenha Filme Fahrenheit Resumo O filme Fahrenheit – 11 de Setembro aborda questões referentes ao ataque terrorista ao World Trade Center em 2001, e as transações políticas por trás do acontecimento. O documentário tem por objetivo fazer uma crítica ao governo Bush e mostrar que o seu mandato se fortaleceu às custas dos ataques...

    957  Palavras | 4  Páginas

  • filme nos que aqui estamos por vos esperamos

    por pessoasda época que ocorreu, tudo tem uma data de início mas ninguém procura saber essas data e de como isso foi importante para as pessoas da época e como nos afeta hoje em dia, as vezes positivamente e outras negativas. OBJETIVO Através do filme nos que aqui estamos por vos esperamos vimos os acontecimentos e a batalha das pessoas da época por um direito igual a todos, a luta por sobrevivência, a manipulação do governo sobre as pessoas, historias de pessoas humildes que não damos valor algum...

    4496  Palavras | 18  Páginas

  • analise do filme a viagem

    Análise do filme: A Viagem Noeli Santarelli São Paulo, 20 de julho de 2014 Ficha Técnica A Viagem EUA, Alemanha , 2012 - 163 min. Drama/ Fantasia / Ficção científica Direção: Andy Wachowski, Lana Wachowski, Tom Tykwer Roteiro: Andy Wachowski, Lana Wachowski, Tom Tykwer Elenco: Tom Hanks, Halle Berry, Hugh Grant, Susan Sarandon, Jim Broadbent, Hugo Weaving, Jim Sturgess, Ben Whishaw, Keith David, David Gyasi, Zhou Xun, Doona Bae Resumo do filme: A Viagem No filme, seis histórias...

    3026  Palavras | 13  Páginas

  • Resumo dos filmes Resumo dos filmes “ Zero absoluto A conquista do frio” “Zero Absoluto A Corrida Rumo ao Zero Absoluto Episódio final”.

    Instituto Federal de Santa Catarina Campus de Jaraguá do Sul Primeiro módulo de licenciatura em ciências com habilitação em física. Nome: Karine Karsten Data: março de 2013 Resumo dos filmes “ Zero absoluto A conquista do frio” “Zero Absoluto A Corrida Rumo ao Zero Absoluto Episódio final”. Depois que o homem descobriu o fogo, e passou a dominar o calor tivemos uma grande evolução, e essa geralmente é vista como o maior triunfo da civilização. Mas qual é o oposto de calor? O frio! E...

    1266  Palavras | 6  Páginas

  • resumo hipertexto hipermidia

    artes de representação podem ser consideradas perigosamente ilusórias, e, quanto mais fascinante, mais perturbadora. - Admirável mundo novo, de Aldous Huxley: efeito tátil -> extensão do cinema. Paródia dos musicais do início da era sonora. - Fahrenheit 451, de Ray Bradbury: outra versão do pesadelo dos meios de comunicação (para o início da era da televisão). A paralisia das donas-de-casa provocada por uma ação presente na obra é consequência do poder de capturar a visão e audição através de um...

    2952  Palavras | 12  Páginas

  • Fahrenheit 451 Análise Crítica

    Em um futuro indeterminado, a história fictícia do livro Fahrenheit 451 de Ray Bradbury, contextualizada com um cenário do mundo pós guerra no qual foi escrito, trás uma crítica fantástica sobre a forma autoritária de governar típica de um modelo de Estado totalitarista. A opressão sofrida por uma sociedade dominada pelo poder do Estado e que vive em condições de alienação direta exercida pelos meios de comunicação, onde relações sociais são vistas como algo supérfluo, são pontos tratados e criticados...

    747  Palavras | 3  Páginas

  • Poética de Aristóteles em Fahrenheit 451

    PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS Faculdade de Comunicação e Artes Rafaela Cristina Fernandes Ramos Conceitos da Poética emFahrenheit 451”, de Ray Bradbury Belo Horizonte 2015 O romance Fahrenheit 451, escrito por Ray Bradbury e inicialmente publicado no ano de 1953, faz face à sociedade pós-guerra e o contexto politico por detrás dela. O cenário histórico, composto por uma guerra de proporções nucleares, diversos regimes tirânicos espalhados pelo mundo...

    1391  Palavras | 6  Páginas

  • Análise Crítica - Filme "Blade Runner"

    japoneses, por exemplo. Dentro do próprio contexto do filme, os EUA deixa de ser o país do "Novo Mundo" e tem esse posto tomado por colônias em outros planetas. Arquitetura, prédios Blade Runner apresenta tecnologia e design muito avançados. Arquitetura e tecnologia se fundem. Prédios muito mais iluminados, painéis luminosos cobrem as laterias dos prédios, out-doors móveis flutuam, etc. Tudo muito mais tecnológico do que na época que o filme foi lançado. Informática (tecnologia) Em relação...

    3166  Palavras | 13  Páginas

  • Mimese e Verossimilhança em Fahrenheit 451

    PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS Comunicação e Literatura - Fahrenheit 451 e a Poética de Aristóteles Em sua obra “Poética”, Aristóteles atribui dois significados a mimese: o de imitação (mais especificamente, a imitação da natureza como objeto, fenômenos ou processos) e o de representação. Ele argumenta que a poesia é mimética no sentido em que ela cria uma representação de objetos e eventos no mundo, ao contrário da filosofia, por exemplo, que apresenta ideias. Seres humanos...

    860  Palavras | 4  Páginas

  • Teoria da literatua

    Fahrenheit é contado em um futuro inespecífico em uma América hedonista e anti- intelectual que perdeu totalmente o controle. Recheada de ilegalidade nas ruas, desde jovens jogando carros contra pessoas apenas por divertimento, ao bombeiro ajustando seu cão de caça mecânico para caçar animais em suas tocas, apenas pelo simples e grotesco prazer de assisti-los morrer. Qualquer um que é pego lendo livros é, no mínimo, confinado em um hospício. Quanto aos livros, são considerados ilegais e, uma vez...

    3975  Palavras | 16  Páginas

  • Metropolis e matrix

    segundo plano de tal mundo, oprimidos e submissos ao poder das máquinas. O filme toma em discussão a vitória da tecnologia sobre um mundo capitalista, produto de um descontrole natural provocado pelo próprio homem na busca de seus avanços e da perfeição da vida. Acontece que a obsessão humana por tais “conquistas” dá espaço a uma revolução radical tendo como consequência, após uma serie de complicações explicadas no filme e mais detalhadas no universo expandido, a escravidão dos seres humanos. Essa...

    1675  Palavras | 7  Páginas

  • Artes e entretenimento

    Filme Fahrenheit 451 1. A que se refere o título do filme? Na escala Fahrenheit, 451 graus, que correspondem a 233 Celsius, é a temperatura necessária para que o fogo queime o papel, no caso do filme, os livros. 2. O que você faria se trabalhasse no corpo de bombeiros de Fahrenheit 451? Não trabalharia, pois sou a favor das liberdades individuais e direito à informação; seja qual for a leitura ou o tipo de texto, as pessoas têm direito a conhecer e decidir se querem acreditar ou mesmo...

    641  Palavras | 3  Páginas

  • Truffaut

    Montag e a memória perdida: notas sobre Fahrenheit 451 de François Truffaut Terezinha Elisabeth da Silva Professora Assistente do Departamento de Ciências da Informação da Universidade Estadual de Londrina. Doutoranda em Multimeios pela UNICAMP. Analisa aspectos relativos aos livros e à memória no filme Fahrenheit 45 l de François Truffaut. Discute questões referentes à proibição e à destruição de livros por regimes totalitários. Destaca a trajetória do personagem Montag e sua transformação em defensor...

    4777  Palavras | 20  Páginas

  • Trabalho

    Relatório: Fahrenheit 451 SP 2014 Instituição Anhanguera Educacional Nome: Kayo da Silva Vilche R.A.: 9911176881 Relatório: Fahrenheit 451 Trabalho com orientação do professor Dominique, responsavel pela matéria de Estudos Sociais econômicos e ambientais. SP 2014 Resenha: Fahrenheit 451: O que você faria se tudo o que gostasse de ler fosse queimado? Ou melhor, e se você fosse proibido de ler qualquer outro livro? É nesse universo que se encontra a obra literária e o filme FAHRENHEIT...

    784  Palavras | 4  Páginas

  • Resenha pt1 fahrenheit

    isso devemos à intelectualidade – grande responsável por diferenciar um indivíduo de outro. Mas até onde o conhecimento podem ser controlado? No livroFahrenheit 451”, uma história fictícia de Ray Bradbury, é possível observar essa questão e suas consequências em um futuro muito diferente do que os dias de hoje. O primeiro capítulo de “Fahrenheit 451” apresenta uma sociedade anti-intelectual, onde não há muita troca de informações e o pensamento crítico é suprimido. Livros são ilegais, proibidos e...

    847  Palavras | 4  Páginas

  • Análise de fimes

    Smitrovich, Tim Kelleher, Gina Hecht, Andy Milder, Judyann Elder, Sarah Jane Morris, Madison Pettis. Fahrenheit 451 Lançamento: desconhecida (1h52min) Diretor: François Truffaut Gênero: Ficção científica , Fantasia Nacionalidade: França , Reino Unido Elenco: Oskar Werner, Julie Christie, Cyril Cusack, Anton Diffring. DESCRIÇÃO Sete dias O filme aborda dois temas atuais: a doação de órgãos e a imprudência no trânsito. Ben (Will Smith), é um fiscal de imposto de...

    831  Palavras | 4  Páginas

  • Aversão a teoria

    Aversão à teoria e indigência da prática: crítica a partir da filosofia de Adorno AVERSÃO À TEORIA E INDIGÊNCIA DA PRÁTICA: CRÍTICA A PARTIR DA FILOSOFIA DE ADORNO ROBSON LOUREIRO* RESUMO: Na educação, o pragmatismo tornou-se capilar e infiltra desde a formação docente até as definições do que e como ensinar. Buscamos evidenciar as contribuições de Adorno para o confronto dessa perspectiva filosófica. A vitalidade de suas análises está em se dirigir ao núcleo característico da tradição pragmática...

    7766  Palavras | 32  Páginas

  • Resenha Crítica do Filme: Fahrenheit

    Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte – Campus Macau – Química 2v Airton Felipe Soares Fernandes Júlio César dos Santos Resenha Crítica do Filme: Fahrenheit Macau – RN 2012 Resenha: Fahrenheit – 11 de Setembro Terrorismo, George Bush, Osama Bin Laden e interesses subjetivos, será que eles abrangem uma mesma linha precursora que manteve os EUA em uma espécie de “cultura do medo” durante anos? Analisar esse caso requer...

    525  Palavras | 3  Páginas

  • Resenha documentário 11/9 farenheit

    Documentário: 11/9 Fahrenheit Ficha técnica: Direção: Michael Moore Roteiro: Michael Moore Elenco original: Michael Moore Gênero: Documentário Idioma original: Inglês Tempo de duração: 122 min Ano de lançamento: (E.U.A 2004) Produção: Michael Moore, Jim Czarnecki e Kathleen Glynn Edição: Kurt Engfehr, Todd Woody Richman e Chris Seward Sinopse: Fahrenheit 9/11 é um documentário americano de 2004 escrito, estrelado e dirigido pelo cineasta estadunidense Michael Moore. Fala sobre as causas...

    905  Palavras | 4  Páginas

  • Resenha do filme de Michael Moore (Fahrenheit 9/11)

    Fahrenheit 9/11: uma resenha do filme de Michael Moore  Esse texto foi escrito em 15 de setembro de 2004. Portanto, de algum modo ele é datado, pois fala de algumas situações que são passageiras, como por exemplo do governo Bush e da Guerra do Iraque que já acabaram. No entanto, o tema ainda é muito presente e nos leva a reflexões bastantes profundas sobre liberdades, democracias, fundamentalismos religiosos, tolerância com as alteridades, geopolítica etc. O episódio do ataque e destruíção das...

    824  Palavras | 4  Páginas

  • Uma sociedade alienada pelos meios de comuniação

    de afirmação social a serem perseguidos. A culpa deve ser atribuída, sobretudo, aos atuais modelos e exemplos de celebridade que contribuem para bloquear os jovens, afastando-os do sucesso acadêmico. Há uma obra literária de Ray Bradbury - “Fahrenheit 451” - que nos apresenta um pouco dessa situação que estamos começando a vivenciar. Lançado em 1953, o livro conta a história de Guy Montag em meio a uma sociedade futurista alienada e censurada pelos meios de comunicação. A narrativa apresenta um...

    1531  Palavras | 7  Páginas

  • gn bgbnhn

    1994 foi particularmente quente nos Estados Unidos da América. A diferença entre a máxima temperatura de verão e a mínima do inverno anterior foi de 600C. Qual o valor dessa diferença na escala Fahrenheit? Justifique com cálculos. 02. (UFMT-MT) Fahrenheit 451 é o título de um filme onde se explica que 451 0F é a temperatura da chama que destrói totalmente um livro. Qual será o título desse livro se fosse usada a escala Celsius ? Justifique com cálculos. 03. (FAENQUIL-SP) Um cilindro de 3 m...

    657  Palavras | 3  Páginas

  • destruição livros

    nitrogénio); se se queima o papel, a racionalidade intemporal deixa de ser racionalidade para se converter em cinzas. ”5 Báez faz referência à obra de Ray Bradbury, Farenheit 451, de 1953, que apresenta em metáfora a avassaladora destruição do livro. O título denuncia a temperatura em que ocorre a combustão dos livros. Fahrenheit 451 é um romance distópico de ficção científica soft, escrito por Ray Bradbury (1920-2012). O conceito inicial do livro começou em 1947 com o conto "Bright Phoenix" que só seria...

    4804  Palavras | 20  Páginas

  • Felipe Daniel Amorim Machado

    A FILOSOFIA DO DIREITO, A EFICIÊNCIA, O ESPECIALISTA E O FILME “O CLUBE DO IMPERADOR”* Rogério Monteiro Barbosa** Felipe Amorim Machado*** RESUMO A partir dos conceitos percebidos na obra weberiana, exemplificados no filme “O CLUBE DO IMPERADOR”, o presente texto demonstra o desinteresse de alunos por disciplinas teóricas, em especial a Filosofia do Direito. Tendo por pano de fundo uma reflexão sobre o papel da educação na modernidade, analisa-se, com fulcro na teoria weberiana, a racionalidade burocrática...

    5530  Palavras | 23  Páginas

  • A UTILIZAÇÃO DE FILMES PARA DISCUTIR GÊNERO E SEXUALIDADE NA FORMAÇÃO DE DOCENTES EM EDUCAÇÃO FÍSICA

    A UTILIZAÇÃO DE FILMES PARA DISCUTIR GÊNERO E SEXUALIDADE NA FORMAÇÃO DE DOCENTES EM EDUCAÇÃO FÍSICA ANDRES, Suélen de Souza1 JAEGER, Angelita Alice2 Resumo Este artigo tem como objetivo problematizar a utilização de filmes - em especial os que abordam as temáticas de gênero e sexualidade – nas aulas de Educação Física e na formação de docentes. Ancorado nos Estudos Culturais, de gênero e sexualidade, este estudo foi feito a partir de um grupo focal com sete acadêmicas/os, na qual foram ...

    3456  Palavras | 14  Páginas

  • A aprendizagem do aluno

    na escala Fahrenheit registra 68oF. Determine a temperatura correspondente nas escalas Celsius e Kelvin. 02- (UFMT-MT) Fahrenheit 451 é o título de um filme onde se explica que 451oF é a temperatura da chama que destrói totalmente um livro. Qual será o título desse livro se fosse usada a escala Celsius? Justifique com cálculos. 03- (Mackenzie-SP) Certo dia foi registrada uma temperatura cuja indicação na escala Celsius correspondia a 1/3 da respectiva indicação na escala Fahrenheit. Tal temperatura...

    985  Palavras | 4  Páginas

  • Resenha Fahrenheit 451

    adquirir os primórdios de cada arte, assim, a imitação não está necessáriamente ligada a duplicação de um imagem, e sim, a reprodução do mundo a partir de seu próprio universo. Levando em consideração o supracitado, Ray Bradbury em sua obra “Fahrenheit 451” não foge à regra: seu romance retrata uma sociedade futura, que vive em um mundo parelelo mas que se assemelha em diversos aspectos à sociedade atual. Na história se pode ver claramente um totalitarismo e um militarismo em relação à leitura de...

    863  Palavras | 4  Páginas

  • Filme Fahrenheit 9/11 e Terrorismo

    Trabalho de Inglês Fahrenheit 9/11- Luanna O filme Fahrenheit 9/11 de Michael Moore tem apenas o objetivo declarado desde o início de criticar o presidente George W. Bush e mostrar que todo o seu governo foi uma imensa mentira, uma farsa arquitetada por ele e seus companheiros texanos pra favorecer as grandes corporações as quais eles comandam. Para isso, começa com a farsa das eleições, depois passa pela carreira de Bush como empresário (falido), busca a ligação entre Bush e a família Bin Laden...

    1361  Palavras | 6  Páginas

  • Admiravel mundo novo

    ADMIRÁVEL MUNDO NOVO E A EDUCAÇÃO: ENTRE A FICÇÃO E A REALIDADE Ivanna Schenki Fornari Grechi – IF Catarinense Silvana Rodrigues de Souza Sato – UFSC Fernanda N. R. Mangini – UFSC Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES Resumo: Por meio deste estudo aproxima-se o avanço científico e tecnológico apresentado na obra Admirável Mundo Novo, criada por Aldous Huxley, de uma reflexão no campo da educação. O cenário prospectivo, demonstrado por intermédio de uma ficção, é relacionado...

    6132  Palavras | 25  Páginas

  • Nós que aqui estamos por vós esperamos

    Questões 1- Contextualizar “O breve século XX”. (Quais acontecimentos históricos aparecem no filme). O século XX ficou conhecido como breve devido fatos históricos terem acontecidos em um curto prazo, além de ter sido um século intenso foi compactado pela tensão dos acontecimentos. Os fatos que marcaram o século e aparecem no filme foram: Primeira Guerra Mundial, a Revolução Russa, O crash da bolsa de Nova Iorque, Segunda Guerra Mundial, Revolução Industrial, Nazismo, Construção...

    729  Palavras | 3  Páginas

  • Resenha sobre os filmes "Loose Change" e "Fahrenheit 911"

    Resenha sobre os filmes “Loose Change” e “Fahrenheit 911” Os filmes "Loose change" e "Fahrenheit 911" trazem à tona as grandes mentiras, contradições e os muitos equívocos cometidos pelo governo americano no período em que Bush esteve no poder. Três fatos são destacados nestes dois documentários por terem sido apresentados para o mundo de uma forma completamente diferente da forma que realmente ocorreram, estes acontecimentos são: as eleições presidenciais que elegeram Bush, os atentados de...

    639  Palavras | 3  Páginas

  • filmes com viagem no tempo

    Lista de Filmes com Viagens no Tempo A mais completa lista de todos os tempos Bom, tirando a nossa trilogia preferida De Volta para o Futuro (BR) Regresso ao Futuro (PT) (Back To The Future Trilogy, 1985, 1989 e 1990), que é sem dúvida alguma o melhor do gênero, segue abaixo uma lista de filmes que possuem como temática principal (ou até pequenas relações) com "viagem(ns) no tempo". Apesar de muita gente dizer que não há muitos filmes sobre viagem no tempo (ou seriam muitos filmes bons?),...

    10515  Palavras | 43  Páginas

  • Resumo do livro: toda a física: hoje e através de sua história

    RESUMO DO LIVRO: Toda a Física: Hoje e através de sua história 1. A física de diferentes épocas, na tecnologia e na visão de mundo. Mesmo na pré-história os seres humanos já tinham conhecimentos práticos para construções de abrigos, utensílios, ferramentas e armas, parte desse conhecimento e de suas convicções sobre o mundo constitui a pré-história da física. Após o surgimento da escrita esses conhecimentos e convicções passaram a ser registrados, podendo-se falar de historia das ciências...

    2853  Palavras | 12  Páginas

  • condicionamento pavloviano - monografia

    corria a face do globo, descia ao ventre da Terra, subia à esfera das nuvens, colaborando assim na obra misteriosa, com que entretinha a necessidade da vida e a melancolia do desamparo. Machado de Assis, Memórias Póstumas de Brás Cubas, 1881. RESUMO A obra Admirável mundo novo de Aldous Huxley aponta de forma assombrosa o perfil de uma sociedade governada por um regime totalitário em um futuro não distante do nosso. A cidade é Londres, Inglaterra, e o ano é aproximadamente 2495 d.C. algo...

    23720  Palavras | 95  Páginas

  • François truffaut - vida e obra

    largou a escola para se dedicar totalmente ao seu hobby. Aos 16 anos, juntamente com critico francês André Bazin fundou um clube de cinema chamado "Cercle cinémane". Passado-se alguns anos, lançou seu primeiro filme Os incompreendidos (1959) onde retrata boa parte da conturbada infância. Filme que conquistou o principal premio no festival de Cannes. Aos 18 anos tornou-se secretario executivo de Bazin, e foi introduzido no "Objectif 49" seleto grupo de cinófilos da época. Começou a trabalhar na revista...

    738  Palavras | 3  Páginas

  • Jogos Vorazes

    autora procurou nos ensinar sobre a realidade. Ela quis dizer: o mundo é lindo, maravilhoso (ou não), as consquistas são ótimas, mas há um longo caminho. Ela quis mostrar a guerra não como o jornal (que traz supostamente a realidade) ou a maioria dos filmes fazem, quis mostrar do ponto de vista de quem participou.  Uma diferença substancial desse tratamento pode ser vista comparando os finais de Harry Potter e Jogos Vorazes, ambos com guerra. O último livro de HP é quase um massacre quartenário sozinho...

    4398  Palavras | 18  Páginas

tracking img