• educação de jovens e adultos
    . BRASIL. Conselho Nacional de Educação (CNE). Câmara de Educação Básica (CEB). Parecer no 11, de 7 de junho de 2000. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação de Jovens e Adultos. Brasília, 2000[a]. BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Diário Oficial [da] República...
    5003 Palavras 21 Páginas
  • Evasão escolar no eja
    , a preocupação em garantir o acesso e a continuidade dos estudos àqueles que não tiveram a oportunidade em idade própria. A partir do Parecer CEB 11/2000, o Conselho Nacional de Educação regulamentou as “Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação de Jovens e Adultos”, e com a aprovação desse...
    9605 Palavras 39 Páginas
  • ESTRUTURA DE ENSINO
    , material didático e paradidático e legislação específica dessa modalidade. Resolução CNE/CEB n.º1, de 5 de julho de 2000 - Estabelece as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação de Jovens e Adultos. Educação Indígena Para cumprir os objetivos, coordenar as ações e estabelecer as diretrizes...
    3574 Palavras 15 Páginas
  • Resumo das metas pne 2011 a 2020
    ensino médio. Resumo das estratégias: Manter programa nacional de educação de jovens e adultos com vistas à conclusão do ensino fundamental e a formação profissional inicial, estimulando a conclusão da educação básica; expansão das matrículas na educação de jovens e adultos a fim de articular a...
    3135 Palavras 13 Páginas
  • Atps
    legislação específica dessa modalidade. Resolução CNE/CEB n.º1, de 5 de julho de 2000 - Estabelece as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação de Jovens e Adultos. Educação Profissional e Tecnológica foi promulgada a nova Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, lei n.º 9.394, de 20 de...
    2268 Palavras 10 Páginas
  • As diferenças etnicosrraciais no ensino médio
    princípios definidos pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, pelo Plano Nacional de Educação, pelas Diretrizes Curriculares Nacionais e pelas Diretrizes Gerais de Ação do SESC com o objetivo principal de formar jovens sob o signo da diversidade, preparando-os para o mundo do trabalho e para o...
    2606 Palavras 11 Páginas
  • Estrutura e Organização da Educação Brasileira
    de aceleração da aprendizagem são considerados fundamentais para êxito destes objetivos. A partir da definição de referenciais de diretrizes e bases referenciais curriculares de educação infantil de jovens e adultos, além do ensino fundamental e alunos de necessidades especiais e educação dos...
    2433 Palavras 10 Páginas
  • Reflexões sobre o processo de implementação do proeja no cefet ouro preto
    Parecer CNE/CEB nº. 11/2000. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação de Jovens e Adultos. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. Brasília, DF. . MEC, Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica. Programa de Integração da Educação Profissional Técnica de Nível Médio...
    4330 Palavras 18 Páginas
  • As diretrizes curriculares da educação de jovens e adultos
    UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS LICENCIATURA DE ARTES – TEATRO . AS DIRETRIZES CURRICULARES DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Francisco Ayres Santana de Neto e Gabriel Wermuth Stroligo Trabalho apresentado ao curso de curso de Licenciatura de Artes – Teatro, como requisito para obtenção de...
    1560 Palavras 7 Páginas
  • Ensino de artes na eja
    INCLUSÃO ATRAVÉS DA ARTE – EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: “CASA DE FERREIRO, ESPETO DE PAU?” Márcio André Ribeiro. RESUMO: Em todas as etapas do ensino regular, o ensino de Artes é tido como um fator de interação e inclusão do aluno a um universo ilimitado. A utilização na EJA da mesma...
    2380 Palavras 10 Páginas
  • Eja: sua história e sua importância na educação brasileira
    : Brasiliense, 2005. BRASIL – Ministério da Educação/ Conselho Nacional de Educação. LDBEN – Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional – nº. 9394 de 1996. BRASIL, PARECER CEB 11/2000. In: SOARES, Leôncio. Diretrizes Curriculares Nacionais: Educação de Jovens e Adultos. Rio de Janeiro: DP&A...
    9912 Palavras 40 Páginas
  • Educação Profissional Nível Técnico
    Educação Profissional e do Ensino Médio, inclusive nas modalidades de Educação Especial e de Educação de Jovens e Adultos. RESOLUÇÃO CNE/CEB Nº 04/99 Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Profissional de Nível Técnico...
    1952 Palavras 8 Páginas
  • Evasão escolar cebeja
    específica que se configure em “momento significativo de construção e reconstrução das experiências de vida, articuladas com os saberes escolares” . REFERÊNCIAS : Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação de Jovens e Adultos. In: Brasil. Conselho Nacional de Educação (CNE). Câmara de...
    1729 Palavras 7 Páginas
  • Ensino Médio Inovador
    , respeitando a diversidade de sujeitos e oferecendo uma aprendizagem interdisciplinar através das culturas juvenis. 3 PROPOSIÇÕES CURRICULARES DO PROGRAMA ENSINO MEDÍO INOVADOR Na estrutura curricular das Escolas de Ensino Médio precisam ser levadas em conta as diretrizes curriculares nacionais, as...
    2273 Palavras 10 Páginas
  • Ensino a distância: uma proposta pedagógica emergente para a educação de jovens e adultos - eja na educação básica.
    Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação de Jovens e Adultos artigos 10º e 13º. A dimensão social desta pesquisa se dá à medida que se propõe aprofundar a discussão em torno de questões referentes à EJA/EAD que requer ainda análises e reflexões mais profundas por parte da comunidade e órgãos de...
    7863 Palavras 32 Páginas
  • LDB LEIS EDUCACAO
    outra comum. A composição dos currículos refere-se às Diretrizes e Referenciais Curriculares, criadas em 1998 as Diretrizes Curriculares Nacionais do Ensino Fundamental e Médio, em 1999 o Referencial de Educação Infantil, Profissional e Indígena, em 2000 o Referencial da Educação de Jovens e Adultos e...
    3072 Palavras 13 Páginas
  • Legislação
    II da LDB. Consolidam-se as ações educacionais para a Educação de Jovens e Adultos, foi criado o Programa Fazendo Escola (antigo Recomeço), que tem por meta apoiar e ampliar nos sistemas de ensino o atendimento do ensino fundamental para jovens e adultos. Ele também apresenta proposta curricular...
    7450 Palavras 30 Páginas
  • ALUNOS EGRESSOS EJA
    , estabelecendo as diretrizes curriculares nacionais para educação de jovens e adultos, segundo essas diretrizes da EJA têm três funções: reparadora, qualificadora e equalizadora.(SOARES,2000) A função reparadora constitui-se na restauração do direito a uma escola de qualidade, o que significa ter acesso...
    4131 Palavras 17 Páginas
  • Pedagoga
    , e tendo em vista o Parecer CNE/CEB 11/2000, homologado pelo Senhor Ministro da Educação em 7 de junho de 2000, RESOLVE: Art. 1º Esta Resolução institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação de Jovens e Adultos a serem obrigatoriamente observadas na oferta e na...
    12319 Palavras 50 Páginas
  • Alfabetização de jovens e adultos no brasil:
    ------------------------------------------------------14 2.2. Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação de Jovens e Adultos. -------15 CAPÍTULO 3 – A PEDAGOGIA DE PAULO FREIRE........................................17 3.1 Biografia de Paulo Freire...
    5611 Palavras 23 Páginas