Resumo Capitulo Vi Pan Americanismo Monroísta Desenvolvimentismo E Serviço Social De Manrique artigos e trabalhos de pesquisa

  • Pan- americanismo "monroista" desenvolvimento e serviço social

    CIÊNCIAS SOCIAIS HISTÓRIA DO SERVIÇO SOCIAL NA AMÉRICA LATINA - Editora Cortez - MANUEL MANRIQUE CASTRO ------------------------------------------------- Síntese do IV cap. do livro acima apresentado como avaliação parcial da disciplina FHTM - Positivismo do UNIVAG – Centro Universitário de Várzea Grande, sob a orientação da Prof.ª Tânia Mara. Várzea Grande - MT Junho – 2013 CAPITULO IV Pan-Americanismomonroista”, Desenvolvimentismo e Serviço social Pan-americanismo é uma...

    3132  Palavras | 13  Páginas

  • Hist Ria Do Servi O Social Na Am Rica Latina

    1 REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA CASTRO, Manuel Manrique. História do Serviço Social na América Latina. Tradução de José Paulo Netto e Balkys Villalobos. 9. Ed. São Paulo: Cortez, 2008. 2 CREDENCIAIS DO AUTOR Mestre em Ciências Sociais, Manuel Manrique trabalhou por seis anos no CELATS (Centro Latino-americano de Trabalho Social), coordenou publicações e reformulou a Revista Acción Crítica. No período em que permaneceu no CELATS, além de publicar o livro De Apóstoles a Agentes de Cambio, editado...

    2187  Palavras | 9  Páginas

  • História do serviço social na américa latina-fichamento-capítulo iv

    Pan-Americanismo "Monroísta",Desenvolvimentismo e Serviço Social (pp.131 - 169).Quarto Capítulo. CASTRO,Manuel Manrique.História do Serviço Social na América Latina.11.ed.-São Paulo:Cortez,2010 "Os países do continente que surgiram para a vida independente em finais do século XVIII (os Estados Unidos) e princípios do século XIX (a América de tradição ibérica) procuraram ,desde muito cedo ,reforçar as bases da sua unidade geográfica,determinando as suas coincidências políticas essenciais ,quer...

    1647  Palavras | 7  Páginas

  • História do serviço social na América latina.

    Universidade Federal do Recôncavo da Bahia Curso: Serviço Social Docente: Márcia clemente Discente: Adaíldes Nascimento; Clevânia Egito; Juliane Costa; Jucélia Amorim; Nayara Santana; Rosângela Morais; Rosileia Prado Thaís Santana História do Serviço Social na América Latina Manuel Menrique Castro Capítulo IV Pan-Americanismomonroístadesenvolvimentismo e serviço social 5. Desenvolvimentismo e expansão profissional “Os assistentes sociais foram integrados aos planos de desenvolvimento...

    1632  Palavras | 7  Páginas

  • Introdução ao serviço social

    PAN-AMRECICANISMO “MONROÍSTA”, DESENVOLVIMENTISMO E SERVIÇO SOCIAL A Doutrina Monroe, mais além de suas posteriores modificações, e o Congresso Anfictiônico do Panamá marcaram a necessidade de as jovens republicas integrarem seus esforços para a mútua defesa, já que permaneciam as ameaças extra- continentais. Desde esta época, é possível distinguir duas propostas alternativas que, seguindo a Vasconcelos, podemos denominar como bolivarismo e monroísmo. Ao ideal bolivariano...

    2244  Palavras | 9  Páginas

  • Estudo dirigido - ditadura e serviço social

    DIRIGIDO 1- Segundo Castro, qual o significado do Pan-Americanismo para o Serviço Social? O pan-americanismo que denominava o conjunto de políticas de incentivo a integração dos países americanos, sob a hegemonia dos Estados Unidos, com domínio econômico e político. Teve um significado de reorganização social, ao mesmo tempo em que a reorganiza, revigorando os seus diversos departamentos técnicos como Assuntos Econômicos, Assuntos Sociais, Estatística, Cooperação Técnica, Assuntos Culturais,...

    1124  Palavras | 5  Páginas

  • pan americanismo monroista desenvolvimentista e serviço e social

    –americano de criar uma confederação que envolva todos os povos de cultura espanhola. Chamaremos monroísmo ao ideal anglo- saxônico de incorporar as vinte nações hispânicas ao império do norte, mediante a política do pan-americanismo. Contudo, este primeiro momento do pan-americanismo não representou de imediato o predomínio norte americano sobre o continente. Por exemplo: na Primeira Conferencia inter-americana, os Estado Unidos não obtiveram o apoio necessário para definir m regime de arbitragem...

    1167  Palavras | 5  Páginas

  • Filosofia

    Com base no texto de Manuel Manrique Castro “pan-americanismomonroísta’. Desenvolvimentismo e serviço social”. Primeira resposta: O termo “pan-americanismo”surgiu nos Estados Unidos no final do Século XlX,intimamente associado,de um lado ,á doutrina Monroe ao Incorporar o velho argumento da “América para os americanos”a fim De afastar a Europa das relações comerciais com a América Latina e,consequentemente,garantir a exclusividade dos mercados latino-americanos Para os produtos da indústria...

    686  Palavras | 3  Páginas

  • Pan americanismo

    vinte nações hispânicas ao Império do Norte, mediante a política do pan-americanismo, mesmo operante no século XIX, é nos seus finais que passa a definir-se programaticamente de modo sistemático. Quando o lema de Monroe: “A América para os Americanos”, converte-se de fato em “ A América para os norte-americanos”, o pan-americanismo oficial, não é mais que uma estratégia dos EUA, para ganhar hegemonia no continente. O pan-americanismo posterior à guerra e a OEA. Com o triunfo aliado durante a segunda...

    501  Palavras | 3  Páginas

  • A trajetória do Serviço Social

    SERVIÇO SOCIAL II – PRIMEIRA AVALIAÇÃO PROFESSOR : CHARLES TONIOLO ALUNA : ROSIMERE DOS SANTOS CONCEIÇÃO TEMAS ABORDADOS: 1. GUERRA FRIA, 2. NEOPOSITIVISMO E ESTRUTURAL-FUNCIONALISMO 3. PANAMERICANISMO E ORGANISMOS INTERNACIONAIS 4. TEORIA DA MODERNIZAÇAO 5. DESENVOLVIMENTO ASSOCIADO E DEPENDENTE 6. IDEOLOGIA DESENVOLVIMENTISTA 7. INFLUENCIA NORTE AMERICANA NO SERVIÇO SOCIAL LATINO AMERICANO: ORGANIZAÇAO DE COMUNIDADE E DESENVOLVIMENTO DE COMUNIDADE 8. CONCEPÇAO DE...

    3656  Palavras | 15  Páginas

  • Jogos pan-americanos de 1951

    Universidade Federal do Rio de Janeiro Instituto de História Os Jogos Pan-Americanos de 1951: Uma análise das representações da imprensa brasileira Joana Belem Varella Moitas Rio de Janeiro 2011 Os Jogos Pan-Americanos de 1951: Uma análise das representações da imprensa brasileira Trabalho de conclusão de curso apresentado ao Instituto de História...

    10565  Palavras | 43  Páginas

  • Resumo primeira parte do resumo do livro história da política exterior do brasil

    Resumo CERVO, Amado Luiz & BUENO, Clodoaldo. História da Política Exterior do Brasil. Parte I – A Conquista e o Exercício da Soberania (1822-1889) – Amado Luiz Cervo A Política Externa à Época da Independência (p 17) Um novo ator em um mundo dinâmico Inicialmente, o autor orienta sua análise histórica em duas direções: i. identificar, no sistema internacional vigente, os condicionamentos da política externa brasileira (PEB) à época da independência; ii. definir o perfil do no...

    8673  Palavras | 35  Páginas

  • O TRABALHO DO ASSISTENTE SOCIAL NO HOSPITAL DIA DA CIDADE DE CRATO – CE

    O TRABALHO DO ASSISTENTE SOCIAL NO HOSPITAL DIA DA CIDADE DE CRATO – CE Andréa Maria Janaina Oliveira Larissa Teles Luene Firmino Rayssa Thomaz Thais Dourado RESUMO: O objetivo do presente texto é iniciar uma análise das diferentes inserções dos assistentes sociais na área da saúde mental, a partir da implementação do Movimento da Reforma Psiquiátrica Brasileira, tendo por destaque a atuação com os grupos familiares. Tem por base o resgate da literatura profissional e a experiência...

    5630  Palavras | 23  Páginas

  • A atuação do assistente social no "acolhimento" de uma unidade de saude

    Universitário Augusto Motta Curso de Serviço Social Trabalho de conclusão de curso A ATUAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL NO “ACOLHIMENTO” DE UMA UNIDADE DE SAÙDE por Márcia Garcia Vianna Rio de Janeiro Dezembro/2009 Centro Universitário Augusto Motta Curso de Serviço Social Trabalho de Conclusão de Curso A ATUAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL NO “ACOLHIMENTO” DE UMA UNIDADE DE SAÙDE Trabalho acadêmico apresentado ao Curso de Serviço Social da UNISUAM, como parte dos...

    10341  Palavras | 42  Páginas

  • Serviço Social

      RESUMOLivro: História do Serviço Social na América Latina Autor: Manuel Manrique de Castro Tradução: José Paulo Netto e Balkys Vila Lobos PRÓLOGO A EDIÇÃO BRASILEIRA  A gênese do serviço social na América Latina constituiu ma preocupação permanente dosestudiosos empenhados na compreensão da inserção desta profissão no denso tecido dasrelações de poder entre os grupos sociais Por muito tempo prevaleceu a tese de que o serviço social na América Latina era umsimples prolongamento do evolver...

    575  Palavras | 3  Páginas

  • Serviço social

    ascensão do capitalismo, o Estado assume a posição de zelar pelo controle social e pela força de trabalho, juntamente com a ajuda das Instituições, que vão realizar uma função fundamental, pois com o aprofundamento da “questão social” os serviços assistenciais tornam-se altamente importante para o capital e para o Estado. O surgimento dessas Instituições é visto como um processo de legitimação e de Institucionalização do Serviço Social, mediante que a profissão somente pode se solidificou e romper com sua...

    1757  Palavras | 8  Páginas

  • práticas em serviço social

    SERVIÇO SOCIAL 2º SEMESTRE © 2014. Universidade Salvador – UNIFACS – Laureate International Universities É proibida a reprodução parcial ou total desta obra sem autorização. Curso de Bacharelado em Serviço Social Universidade Salvador – UNIFACS Diretor Presidente Marcelo Henrik Chanceler Manoel Joaquim Fernandes de Barros Sobrinho Reitora Marcia Pereira Fernandes de Barros Diretor de Educação Corporativa & Novos Projetos Adriano Lima de Barbosa Miranda Pró-reitora de Pós-Graduação...

    37614  Palavras | 151  Páginas

  • Resumo inserção internacional

    INSERÇÃO INTERNACIONAL CAPÍTULO 1: DA TEORIA À PRÁTICA Objetivo: introduzir o conteúdo que será tratado ao longo do livro, explicar alguns conceitos chaves e abordar as tendências do pensamento brasileiro nas RI - Uma boa diplomacia deve ser baseada sob a política externa e dela tira a orientação. Uma diplomacia sem uma doutrina (como o Destino Manifesto nos EUA e o Grand Dessin na França) é uma diplomacia vacia. - As tendências do pensamento brasileiro em relação à diplomacia tiveram...

    15537  Palavras | 63  Páginas

  • Guerra fria

    consistiu esse processo? Quais foram as instituições institucionais criadas a partir desse momento? Desenvolvimentismo. Exemplo de Instituição: SUDENE 3) Caracterize o pan americanismomonroista”. Como se expressa no contexto da situação econômica e política do pós Segunda Guerra Mundial? Que instituições militares e políticas são criadas inspiradas na doutrina pan americanista? O pan americanismo monroista foi uma estratégia dos Estados Unidos para ganhar hegemonia no continente. Os Estados Unidos...

    1558  Palavras | 7  Páginas

  • AMERICANISMO E EDUCAÇÃO PROFISSIONAL: A IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA DE ENSINO TÉCNICO INDUSTRIAL NA DÉCADA DE 1940

    a imagem e inseri-la nov amente. CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS Mestrado em Educação Tecnológica Oldair Glatson dos Santos AMERICANISMO E EDUCAÇÃO PROFISSIONAL: A IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA DE ENSINO TÉCNICO INDUSTRIAL NA DÉCADA DE 1940 Belo Horizonte (MG) 2012 Oldair Glatson dos Santos AMERICANISMO E EDUCAÇÃO PROFISSIONAL: A IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA DE ENSINO TÉCNICO INDUSTRIAL NA DÉCADA DE 1940 Dissertação apresentada ao Curso de Mestrado em Educação...

    60251  Palavras | 242  Páginas

  • Resumo do texto "política externa"

    RESUMO Política Externa Independente (1945-1964) ​O período entre o fim do Estado novo em 1945, e o golpe militar, em 1964, conhecido como intervalo democrático, se caracterizou pela disputa entre dois projetos, os nacionalistas, e os ‘’entreguistas’’. ​Projeto dos nacionalistas: Buscam certa margem de autonomia frente aos EUA para impulsionar o projeto de desenvolvimento industrial, com base em certa perspectiva de reforma social. Inspirados na CEPAL : Comissão Econômica para a América Latina...

    2869  Palavras | 12  Páginas

  • SERVI O SOCIAL E FILOSOFIA DAS ORIGENS A ARAX

    Para ir direto para o texto localize ***. ANTONIO GERALDO DE AGUIAR SERVIÇO SOCIAL E FILOSOFIA DAS ORIGENS A ARAXÁ Antonio Geraldo de Aguiar é professor da Faculdade de Serviço Social de Lins, onde coordena os trabalhos de Conclusão de Curso e chefia o Departamento de Formação e Cultura. É também professor e Chefe do Departamento de Educação na Faculdade de Ciência de Bauru. Tem atuado de maneira singular na área de Serviço Social, participando de encontros, reuniões, congressos e simpósios, destacando-se...

    61198  Palavras | 245  Páginas

  • A operacionalização do projeto ético-político do serviço

    Filosofia e Ciências Humanas Escola de Serviço Social Lidiane Figueira de Campos Malanquini A operacionalização do Projeto Ético-Político do Serviço Social em hospital público de emergência: Limites e possibilidades de ação do assistente social Rio de Janeiro Agosto/2010 LIDIANE FIGUEIRA DE CAMPOS MALANQUINI A OPERACIONALIZAÇÃO DO PROJETO ÉTICO-POLÍTICO DO SERVIÇO SOCIAL EM HOSPITAL PÚBLICO DE EMERGÊNCIA: LIMITES E POSSIBILIDADES DE AÇÃO DO ASSISTENTE SOCIAL Trabalho de conclusão de Curso...

    20199  Palavras | 81  Páginas

  • A FORLUMAÇÃO DO TERCEIRO MUNDO, O PROFETISMO DE DOM HELDER, “A PEDAGOGIA DO OPRIMIDO” DE PAULO FREIRE, O PAN-AMERICANISMO DE BOLÍVAR E ABREU E LIMA e “A FOME” – JOSUÉ DE CASTRO

    mundo são caracterizados pela taxa de analfabetismo, a desigualdade social, má condição de vida, subnutrição, violência, pobreza e dependência economia. SOCIAL - Um dos problemas do Terceiro Mundo é o aumento populacional, o baixo índice de produtividade, os alimentos disponíveis não são suficientes para alimentar suas populações. O fraco desenvolvimento da indústria dependente do exterior; o peso excessivo do comércio e dos serviços e as altas taxas de desemprego. Estas características comuns revelam...

    4527  Palavras | 19  Páginas

  • História do serviço social na américa latina

    RESENHA CRÍTICA DO LIVRO: HISTÓRIA DO SERVIÇO SOCIAL NA AMÉRICA LATINA I) OBRA CASTRO, Manuel Manrique. História do Serviço Social na América Latina. Rio de Janeiro. Editora Cortez. 10ª Edição. II) CREDENCIAIS DA AUTORIA Mestre em Ciências Sociais, Manuel Manrique trabalhou por seis anos no CELATS (Centro Latinoamericano de Trabalho Social), coordenou publicações e reformulou a Revista Acción Crítica. No período em que permaneceu no CELATS, além de publicar o livro De Apóstoles a...

    1605  Palavras | 7  Páginas

  • FICHAMENTO RELAÇÕES SOCIAIS E SERVIÇO SOCIAL NO BRASIL ESBOÇO DE UMA INTERPRETAÇÃO HISTÓRICO-METODOLÓGICA CAPÍTULO IV- EM BUSCA DE ATUALIZAÇÃO

    UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SERVIÇO SOCIAL ANDRÉA MARIA FEREREIRA DA SILVA FICHAMENTO RELAÇÕES SOCIAIS E SERVIÇO SOCIAL NO BRASIL ESBOÇO DE UMA INTERPRETAÇÃO HISTÓRICO-METODOLÓGICA CAPÍTULO IV- EM BUSCA DE ATUALIZAÇÃO MARIANA-MG 2013 Capítulo IV – Em busca de atualização O Serviço Social se constitui como instrumento de esclarecimento e conscientização sobre os direitos, os serviços, os benefícios da instituição e forma de acesso...

    854  Palavras | 4  Páginas

  • Academico

    Print version ISSN 0101-3300 Novos estud. - CEBRAP  no.88 São Paulo Dec. 2010 http://dx.doi.org/10.1590/S0101-33002010000300005  DOSSIÊ JOAQUIM NABUCO   Nabuco e o Brasil entre Europa, Estados Unidos e América Latina     Leslie Bethell     RESUMO Até o começo do século XX, quando Joaquim Nabuco (1849-1910) refletia sobre as relações do Brasil com o restante do mundo, ele pensava principalmente na Europa. Durante a ultima década de sua vida, Nabuco tornou-se um defensor de uma aproximação...

    8374  Palavras | 34  Páginas

  • O serviço social e o contexto desenvolvimentista

    O SERVIÇO SOCIAL E O CONTEXTO DESENVOLVIMENTISTA Rita de Cássia Sara Magalhães Elisângela Medeiros RESUMO: O desenvolvimentismo se constitui num processo marcado por um crescimento econômico e por importantes transformações, teve inicio em 1930 passando por vários governos entre os que tiveram maior destaque pode-se citar o de Dutra, Vargas e Juscelino. No governo dos dois primeiros apresentados, se estimulava o crescimento da indústria de bens de consumo correntes e se inicia...

    1606  Palavras | 7  Páginas

  • movimento de reconcentuaçao

    Doutrina e ideologia do desenvolvimento de comunidade Para o processo de desenvolvimento da população é necessário contar com sistemas e métodos que promovem atitudes e motivações para o crescimento econômico social. Tiveram soluções partidas das nações unidas Estados membros, desenvolvimento de comunidade trata-se de atividades na comunidade com o governo em busca de melhorias e desenvolvimento. Como resultado da aplicação,foram uma ficção que seduziu diversos,encontrava-se no progrma oportunidades...

    1311  Palavras | 6  Páginas

  • Serviço Social e DC

    comunidade ou num grupo social, ou entre grupos sociais diferentes que vivem no seio de uma sociedade mais ampla. [1] Mas esse fenômeno social, que surgiu inicialmente como disciplina no final do século XVIII, em princípio como resposta dos intelectuais da época para um desafio de modernidade que se espalhava por vários países, tornou-se ciência com a consolidação do capitalismo no século XIX e passou a servir de parâmetro para estudar e orientar sociedades ou grupos sociais que começavam a fazer parte...

    2619  Palavras | 11  Páginas

  • Resumo do Capítulo - O Controle do Prata

    RESUMO O seguinte texto aborda inicialmente o período de estabelecimento das relações diplomáticas efetivas do Brasil e a política externa brasileira durante o período da Independência representada pelas relações com a Europa e as tensões da Guerra da Cisplatina. As aberturas periféricas mostraram-se significativas durante esse período através do americanismo; termo concebido no texto como vertente de acontecimentos políticos presentes nas relações interamericanas à época da Independência, o qual...

    531  Palavras | 3  Páginas

  • Igreja, relações de produção capitalista e o período da profissão.

    histórica da problemática de cada época, seguindo a ideologia ética e moral, a igreja conclui que a questão social, na interpretação da Igreja Católica (Encíclica Rerum Novarum), era, sobretudo, uma questão moral. Os primeiros assistentes sociais, ao incorporarem esta interpretação, entendiam que a questão social teria operado uma inversão na hierarquia de valores e instaurado as desordens sociais, contrárias à perspectiva cristã. Atribuíam a causa desta questão aos tempos modernos, instaurados com a...

    3141  Palavras | 13  Páginas

  • Diversidade em voga

    CAPÍTULO IVPAN-AMERICANISMOMONROÍSTA”,DESENVOLVIMENTISMO E SERVIÇO SOCIAL Os países do continente que surgiram para a vida independente em finais do séculoXVIII (os Estados Unidos) e princípios do século XIX (a América de tradiçãoibérica) procuraram, desde muito cedo, reforçar as bases da sua unidade geográfica,determinando as suas coincidências políticas essenciais, quer sob o códigorepublicano, quer sob claras premissas anticolonialistas. A Doutrina Monroe (1823),mais além de suas posteriores...

    656  Palavras | 3  Páginas

  • Desenvolvimento de comunidade

    Curso de Serviço Social Fundamentos Teóricos e Metodológicos do Serviço Social II  Desenvolvimentismo e Desenvolvimento de Comunidade na América Latina: - Países do continente americano que obtiveram sua independência em finais do séc. XVIII (Estados Unidos) e os princípios do séc. XIX (países da América de tradição ibérica) procuravam reforçar as bases de sua unidade geográfica, buscavam unir esforços para suas mútuas defesas; - Nesta época é possível distinguir duas propostas alternativas:...

    2661  Palavras | 11  Páginas

  • Primeiras escolas do serviço social

    AS PRIMEIRAS ESCOLAS DE SERVIÇO SOCIAL A IGREJA E FORMAÇÃO PROFISSIONAL DAS ESCOLAS NA AMERICA LATINA Castro. Manuel Manrique. Formação profissional e Igreja no Chile: o caso das primeiras escolas. In ___A Igreja católica e a formação das primeiras escolas do serviço social na América Latina. 9. ed. São Paulo: Cortez, 2008. p. 68-130. RESUMO 1.2 A Copiuniver- Av. Seridó, 455- caicó- RN Retornando à Escola Elvira Matte de Cruchaga, o seu escritório central, criado em 1936, classifica...

    2841  Palavras | 12  Páginas

  • serviço social

    ESCOLA SUPERIOR DE TEOLOGIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM TEOLOGIA MARIA DA PENHA ALMEIDA FEHLBERG SERVIÇO SOCIAL: INFLUÊNCIAS RELIGIOSAS, CONSTITUIÇÃO DA PROFISSÃO E DESAFIOS ATUAIS SÃO LEOPOLDO, RS 2009 MARIA DA PENHA ALMEIDA FEHLBERG SERVIÇO SOCIAL: INFLUÊNCIAS RELIGIOSAS, CONSTITUIÇÃO DA PROFISSÃO E OS DESAFIOS ATUAIS Dissertação apresentada ao Mestrado de Teologia Prática da Escola Superior de Teologia, Programa de Pós-Graduação em Teologia como requisito para obtenção...

    45154  Palavras | 181  Páginas

  • Serviço social

    O METODOLOGISMO E O DESENVOLVIMENTISMO NO SERVIÇO SOCIAL BRASILEIRO – 1947 a 1961 Maria Angela Rodrigues Alves de ANDRADE* • RESUMO: O conteúdo que subsidiou este artigo1 é extremamente denso no sentido do volume de material disponível, dispersos em teses, citações em livros, artigos, entrevistas e depoimentos de profissionais do período, publicados principalmente na Revista Serviço Social e Sociedade e em teses desenvolvidas na PUC-SP sobre os pioneiros do Serviço Social brasileiro. Todo o esforço...

    10356  Palavras | 42  Páginas

  • serviço social

    METODOLOGISMO E O DESENVOLVIMENTISMO NO SERVIÇO SOCIAL BRASILEIRO – 1947 a 1961 Maria Angela Rodrigues Alves de ANDRADE* • RESUMO: O conteúdo que subsidiou este artigo1 é extremamente denso no sentido do volume de material disponível, dispersos em teses, citações em livros, artigos, entrevistas e depoimentos de profissionais do período, publicados principalmente na Revista Serviço Social e Sociedade e em teses desenvolvidas na PUC-SP sobre os pioneiros do Serviço Social brasileiro. Todo...

    11495  Palavras | 46  Páginas

  • Resumo raizes do brasil sergio buarque de holanda

    RESUMO DO CAPITULO 3 DE RAIZES DO BRASIL No primeiro parágrafo o autor afirma que a abolição marca no Brasil o fim do predomínio agrário no contexto de um novo quadro político que se abre no pais em busca de uma nova composição social. O elo secreto entre esses dois acontecimentos e que, segundo Buarque, processou-se uma revolução que seria lenta, segura, concertada, e única. Inclusive, ele faz uma critica ao papel dos historiadores que teriam um exagero no trato da existência dos povos...

    883  Palavras | 4  Páginas

  • Pan americanismo

    História Pan Americanismo O processo de independência da América Espanhola ocorreu em um conjunto de situações experimentadas ao longo do século XVIII. Nesse período observamos a ascensão de um novo conjunto de valores que questionava diretamente o pacto colonial e o autoritarismo das monarquias. O iluminismo defendia a liberdade dos povos e a queda dos regimes políticos que promovessem o privilégio de determinadas classes sociais. Sem dúvida, a elite letrada da América espanhola inspirou-se...

    1267  Palavras | 6  Páginas

  • Historia do serviço social na america latina

    Castro , Manuel . M. História do Serviço Social na América Latina . 6º ed. São Paulo Cortez 2003 Em finais do século XVII e inicio do século do XIX, houve uma certa preocupação, dos países récem independente, diante das ameaças dos outros continentes. Dessa forma, surgiram proposta distintas, como o bolivarismo e o monroísmo. Porém o ideal bolivariano não avançou muito. Já o pan americanismo passou a se definir de um modo mais sistemático, e se firmou quando os EUA se reergueu de sua guerra civil...

    526  Palavras | 3  Páginas

  • Artigo A influ ncia norte americana no Servi o Socia l Brasileiro

    INFLUÊNCIA NORTE-AMERICANA NO SERVIÇO SOCIAL: PASSAGEM PELO CONTEXTO HISTÓRICO – SOCIAL DO SERVIÇO SOCIAL BRASILEIRO SILVA, Handersa Verissima Ferreira da1 AMADOR, Laura Rafaela Silva2 RODRIGUES, Marine Mendes3 Resumo: O presente trabalho tem por objetivo mostrar o desenvolvimento do Serviço social na História do Brasil, e como a influência Norte-americana encaminhou e norteou as técnicas e as metodologias na área social e a prática dos profissionais da assistência social. O Brasil passou por diversas...

    2995  Palavras | 12  Páginas

  • Brasil Am Rica Latina

    “América Latina” em perspectiva histórica Brazil and the idea of “Latin America” in historical perspective L eslie Bethell I Tem sido consenso geral há algumas décadas – desde a publicação em 1968 do influente ensaio de John Leddy Phelan intitulado Pan-Latinism, French Intervention in Mexico (1861-7) and the Genesis of the Idea of Latin America1 – que o conceito “América Latina” é de origem francesa. A expressão “Amérique latine” era utilizada pelos intelectuais franceses para justificar o imperialismo...

    15457  Palavras | 62  Páginas

  • Protoformas do serviço social-grupos pioneiros e as primeiras escolas de serviço social

    RESUMO FINAL P.165 A 345 do livro Relações Sociais e Serviço Social no Brasil: esboço de uma interpretação histórico-metodológica de Marilda Iamamoto e Raul de Carvalho GRUPO I- PROTOFORMAS DO SERVIÇO SOCIAL-GRUPOS PIONEIROS E AS PRIMEIRAS ESCOLAS DE SERVIÇO SOCIAL O Clero controlava o operariado industrial levando ao surgimento das primeiras grandes unidades industriais, havia a presença de religiosos que possuíam capelas próprias, onde os trabalhadores eram obrigados diariamente...

    11292  Palavras | 46  Páginas

  • Intençao de ruptura do serviço social

    História do Serviço Social na América Latina – Manuel Manrique Castro Capítulo II: Igreja, Relações de Produção Capitalistas e o Período de Gênese da Profissão Nesse capítulo, Manrique procura estabelecer qual a função concreta que o Serviço Social desempenha no interior das relações sociais entre as classes, e também qual foi o papel da igreja católica na formação do serviço social. O surgimento das primeiras escolas de Serviço Social na América Latina trouxe mudanças significativas no processo...

    1134  Palavras | 5  Páginas

  • Relações Sociais e Serviço Social no Brasil

    Maranguape Dez/2011 Fichamento do Livro: Relações Sociais e Serviço Social no Brasil: esboço de uma interpretação histórico-metodológica Editora: Cortez; São Paulo, 2011. Autores: Marilda Yamamoto e Raul Carvalho Capítulo I – A Questão Social nas Décadas de 1920 e 1930 e as bases para a implantação do Serviço Social A Questão Social na Primeira República A “questão social” relaciona-se à generalização do trabalho livre, numa sociedade com marcas da escravidão...

    4115  Palavras | 17  Páginas

  • O surgimento do Serviço Social no Brasil

    Serviço Social: Surgimento e Institucionalização no Brasil Autora: Profa. Luciana Helena Mariano Lopes Colaboradores: Profa. Amarilis Tudela Nanias Profa. Profa. Glaucia Aquino Profa. Daniela Emilena Santiago Professora conteudista: Luciana Helena Mariano Lopes Luciana Helena Mariano Lopes é natural de Sorocaba – SP, assistente social graduada pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo no ano de 2006. Atuante e com ampla experiência na área de serviço social, com ênfase em política...

    13088  Palavras | 53  Páginas

  • estudo dirigido doutrina monroe

    FACULDADE FLAMA CURSO DE SERVIÇO SOCIAL 2º PERÍODO - MANHÃ COMPONENTES: Daniele Ferreira da Silva – Mat.901981 Maria de Fátima Azeredo de Ornelas – Mat. 902061 Marilene de Souza Monteiro – Mat. 902009 FUNDAMENTOS I Duque de Caxias Maio, 2013 Estudo Dirigido 1) O que foi a Doutrina Monroe? Doutrina Monroe era o que o presidente dos EUA entre (1817 e 1825) James Monroe (América para os americanos), ou seja, a Europa não deveria se intrometer em questões...

    589  Palavras | 3  Páginas

  • Capitulo I A natureza do Serviço Social

    NATUREZA DO SERVIÇO SOCIAL: UM ENSAIO SOBRE SUA GÊNESE, A “ESPECIFICIDADE” E SUA REPRODUÇÃO CARLOS E. MONTAÑO A partir de: MONTAÑO, Carlos. A Natureza do Serviço Social: um ensaio sobre sua gênese, a “especificidade” e sua reprodução. s/d.   Disponível em: http://www.estantevirtual.com.br/livrariadidatica/ INTRODUÇÃO Ainda na apresentação, o autor chama a atenção que se trata de um texto que dará ênfase as diversas teorias que buscam explicar as origens do Serviço Social e consequentemente...

    3852  Palavras | 16  Páginas

  • AMAMOTO, Marilda Vilela e CARVALHO, Raul de. Relações Sociais e Serviço Social no Brasil: esboço de uma interpretação histórico-metodológica. 2a. Ed. São Paulo: Cortez, 1983.PARTE II

    AMAMOTO, Marilda Vilela e CARVALHO, Raul de. Relações Sociais e Serviço Social no Brasil: esboço de uma interpretação histórico-metodológica. 2a. Ed. São Paulo: Cortez, 1983.PARTE II – ASPECTOS DA HISTÓRIA DO SERVIÇO SOCIAL NO BRASIL (1930 – 1960) Capítulo I – A Questão Social nas Décadas de 1920 e 1930 e as bases para a implantação do Serviço Social A Questão Social na Primeira República A “questão social” relaciona-se à generalização do trabalho livre, numa sociedade com marcas da escravidão...

    9663  Palavras | 39  Páginas

  • Setor de Serviços: Saudades FM

    Marischen Marina Campos Camolezi PRIMT II Setor de Serviços: Saudades FM São Paulo 2009 TREVISAN ESCOLA DE NEGÓCIOS Jader Soares Do Espírito Santo Lima Laís Noronha de Queiroz Maria Luiza Zavati Marischen Marina Campos Camolezi PRIMT II Setor de Serviços: Saudades FM Programa de Integração Multidisciplinar Trevisan Desenvolvido no 2° período do curso de Administração de Empresas. São Paulo 2009 2 RESUMO O presente trabalho objetivou explanar sobre as atividades...

    5836  Palavras | 24  Páginas

  • Iii congresso brasileiro de serviço social

    RESUMO O presente trabalho propõe uma análise da contribuição política e profissional do III Congresso Brasileiro de Assistência Social realizado em 1979 para o Serviço Social. Para tal intento é realizada uma breve leitura do processo histórico da profissão, iniciando na década de 50 até a década de 70, sob as bases social, política e econômica que o permeia. Serão apresentados também os desdobramentos do Congresso em questão, bem como os desafios contemporâneos da profissão. INTRODUÇÃO ...

    3274  Palavras | 14  Páginas

  • Resumo Politica Externa Brasileira

    “Resumo” PEB 2013.1 Fatores que influenciaram a elaboração da PEB Formação do Estado Brasileiro O território e a localização As ameaças externas sempre foram vistas como econômicas O Brasil é uma região de poucos conflitos militares Antecedentes: Tratado de Madri (1750) – Alexandre Gusmão – uti posidetis É considerado a Certidão de Nascimento do Brasil – 1º objetivo da PEB Esse tratado foi feito através de negociações fazendo com que a política externa do Brasil fosse...

    4199  Palavras | 17  Páginas

  • A Natureza Do Servi O Social

     A natureza do Serviço Social, de Carlos Montaño A NATUREZA DO SERVIÇO SOCIAL: UM ENSAIO SOBRE SUA GÊNESE, A “ESPECIFICIDADE” E SUA REPRODUÇÃO CARLOS E. MONTAÑO A partir de: MONTAÑO, Carlos. A Natureza do Serviço Social: um ensaio sobre sua gênese, a “especificidade” e sua reprodução. s/d.   Disponível em: http://www.estantevirtual.com.br/livrariadidatica/ INTRODUÇÃO Ainda na apresentação, o autor chama a atenção que se trata de um texto que dará ênfase as diversas teorias que buscam explicar...

    3491  Palavras | 14  Páginas

  • Fichamento - cervo & bueno - história da política exterior do brasil

    compõe o tratado; O sistema internacional, convertido na vontade política dos ingleses, ia ao encontro dos ideais americanistas - as independências do Brasil e da América hispânica eliminam a possibilidade de reconquista destes territórios. O pan-americanismo, porém, não despertava muito interesse [o Congresso do Panamá em 1826 foi um fracasso], o que era ótimo para a Inglaterra. No momento de transição entre colonialismo e independência, o Brasil faz concessões equivocadas, perpetuando as condições...

    19974  Palavras | 80  Páginas

  • A NATUREZA DO SERVIÇO SOCIAL

    A NATUREZA DO SERVIÇO SOCIAL: UM ENSAIO SOBRE SUA GÊNESE, A “ESPECIFICIDADE” E SUA REPRODUÇÃO CARLOS E. MONTAÑO A partir de: MONTAÑO, Carlos. A Natureza do Serviço Social: um ensaio sobre sua gênese, a “especificidade” e sua reprodução. s/d. INTRODUÇÃO Ainda na apresentação, o autor chama a atenção que se trata de um texto que dará ênfase as diversas teorias que buscam explicar as origens do Serviço Social e consequentemente seus respectivos teóricos. Deixa claro, no entanto, que se trata...

    3845  Palavras | 16  Páginas

  • Demandas tecnologias do serviço social

    FACULDADES INTEGRADAS DE JACAREPAGUÁ MIREILLE ALVES GAZOTTO EAD (Educação à Distância): Novas demandas tecnológicas para o exercício da docência em Serviço Social UBERABA-MG 2009 Serviço Social Trabalho de conclusão de curso apresentado à banca examinadora das Faculdades Integradas de Jacarepaguá-RJ, como exigência parcial para obtenção...

    10081  Palavras | 41  Páginas

  • as institualização do serviço social

    Unidade II Unidade II 5 A ESCOLA DE SERVIÇO SOCIAL DE SÃO PAULO NO PERÍODO DE 1936 A 1945 A fim de sintonizar o contexto sócio-histórico que permeou a primeira escola de serviço social em São Paulo, um passear na história brasileira realizou-se a fim de justificar a emergência da institucionalização do serviço social. 5.1 Contexto histórico – décadas de 1910, 1920 e 1930 Esse período foi marcado por um processo de diferenciação econômica: expansão da lavoura cafeeira, tímido desabrochar...

    22634  Palavras | 91  Páginas

  • GONCALVES, Reinaldo. Novo desenvolvimentismo e liberalismo enraizado. Serv. Soc. Soc. [online]. 2012

    Novo Desenvolvimentismo e Liberalismo Enraizado New developmentalism and embedded liberalism Reinaldo Gonçalves* Resumo: O objetivo geral deste artigo é discutir a evolução da formulação político‑ideológica de desenvolvimento econômico conhe‑ cida como novo desenvolvimentismo. O objetivo específico é demons‑ trar a hipótese de que o novo desenvolvimentismo é mais uma versão do liberalismo enraizado, que exprime o compromisso entre as dire‑ trizes estratégicas do liberalismo e a intervenção...

    11715  Palavras | 47  Páginas

  • Serviço social

    Ficha Catalográfica elaborada pela EADCON. Bibliotecária – Cleide Cavalcanti Albuquerque CRB9/1424 F981s Fundação Universidade do Tocantins (UNITINS) Serviço Social / Fundação Universidade do Tocantins; EADCON. – Curitiba: EADCON, 2009 210 p.: il. Nota: Caderno de Conteúdo do 8º período de Serviço Social (apostila). 1. Serviço Social – Estudo e ensino. I. EADCON. II. Título. CDD 378 Direitos desta edição reservados à UNITINS É proibida a reprodução total ou parcial desta obra sem autorização...

    63881  Palavras | 256  Páginas

tracking img