Resenha Miguel Arroyo Educação No Campo artigos e trabalhos de pesquisa

  • Resenha do texto “Diversidade” De Miguel Arroyo

    Resenha do texto “Diversidade” De Miguel Arroyo De acordo com o currículo Lattes, possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Minas Gerais (1970), mestrado em Ciência Política pela Universidade Federal de Minas Gerais (1974) e doutorado (PhD em Educação) - Stanford University (1976). É Professor Titular Emérito da Faculdade de Educação da UFMG. Foi Secretário Adjunto de Educação da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, coordenando e elaborando...

    1070  Palavras | 5  Páginas

  • arroyo

    Arroyo, Miguel. (2001). Oficio de Mestre. Imagens e auto-imagens. Petrópolis, RJ, Brasil: Editora Vozes. 250 pp.  R$ 19,00     ISBN 85 326 2407-3 Resenhado por Nilton Bueno Fischer Junho 7, 2002 Livro de um educador, com 250 páginas de depoimento reflexivo de um professor, um mestre. A resenha deste instigante livro poderia ser reduzida a esse enunciado simples, direto e também instigador porque estaria carregado de hipóteses, perguntas, dúvidas sobre 'quem é esse mestre que escreve sobre a...

    3418  Palavras | 14  Páginas

  • RESENHA DO LIVRO - OFÍCIO DE MESTRE

     FACULDADES MONTENEGRO UNIVERSIDADE AMERICANA ASSUNCIÓN - PY MESTRADO EM CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO RESENHA DO LIVRO: OFÍCIO DE MESTRE IMAGENS E AUTO - IMAGENS AUTOR – MIGUEL GONZALEZ ARROYO TRABALHO APRESENTADO Á DISCIPLINA FORMAÇÃO DOCENTE, COMO REQUISITO DE AVALIAÇÃO SOLICITADO PELA PROFESSORA DAISY LARAINE MORAES DE ASSIS, ELABORADO PELO GRUPO DE ALUNOS: LEISA PERELO DE ALMEIDA, MAURÍLIO AUGUSTO MATOS DE SANTANA, ALINY RIBEIRO BASTOS, JEMIMA CARVALHO CEO, JULIET DUARTE...

    2023  Palavras | 9  Páginas

  • Projeto de Extens o a comunidade ARROYO

    participação da comunidade. A concepção de currículo como campo de disputa não é nova, pois veio à tona, internacionalmente, nos anos de 1970 e, no Brasil, nos anos de 1980. Revelou-se, desde então, um importante balizador para a análise das relações de poder que envolvem os currículos. O próprio professor Miguel Arroyo contribuiu fortemente para o debate dessa época. Se o referido tema não é novo, qual é o acréscimo que traz o último livro de Arroyo, Currículo, território em disputa? O autor destaca que...

    3898  Palavras | 16  Páginas

  • Resenha Crítica

    Resenha Crítica A EDUCAÇÃO NO ORDENAMENTO JURÍDICO BRASILEIRO A autora observa a Declaração Universal dos Direitos Humanos de 1948 e faz um comparativo com a Constituição da República Federativa do Brasil de 1988, que institui entre outros o direito social, a educação e o trabalho. A educação é um dever do Estado e da família, sendo assim cabe ao Estado, estabelecer as políticas públicas que venham de encontro ao bojo da observância e o cumprimento desses direitos, veja bem, observância e cumprimento...

    1018  Palavras | 5  Páginas

  • A Educação Física no Brasil

    Outras / Currículo Território Em Disputa Cadastre-se O referente trabalho é uma resenha sobre o capítulo do livro de Miguel Arroyo Currículo, Territórios em Disputa denominado Confromando autoidentidades profissionais. Neste texto o autor aborda a tão falada crise da docência em que se fala hoje como uma conformação de novas identidades profissionais, na qual o papel do professor vai além de ensinar conteúdos ele passa a ser visto com um educador. De certo modo, a função de educador nunca esteve...

    1384  Palavras | 6  Páginas

  • Educação e diversidade

    Desigualdades e diversidade na educação Nos últimos anos, a relação entre desigualdades e diversidade tem ocupado um lugar de maior destaque no debate contemporâneo. No que se refere à diversidade, Abramowicz, Rodrigues e Cruz (2011) refletem que a sua discussão, com enfoque na heterogeneidade de culturas que marca a sociedade atual, é realizada em oposição ao modelo de Estado-nação moderno, liberal e ocidental e se faz presente em grande parte dos países do mundo. As autoras alertam para o...

    2870  Palavras | 12  Páginas

  • resenhas

    PÓLO: TOMÉ AÇÚ FACULDADE DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS SOCIAIS DISCIPLINA: SOCIEDADE, TRABALHO E EDUCAÇÃO. PROFESSORA: MARA RITA DISCENTE: MAURÍCIO COSTA DE ALMEIDA Trabalho apresentado à disciplina Sociedade, Trabalho e Educação como requisito avaliativo do Curso de Licenciatura em Pedagogia. Tomé-Açu/PA Fevereiro/2015 RESENHAS DE TEXTOS: TITULO - 1: TRABALHO E CONHECIMENTO: DILEMAS NA EDUCAÇÃO DO TRABALHADOR. TEXTOS ...

    5189  Palavras | 21  Páginas

  • A FORMAÇÃO DOS DOCENTES PARA ATUAR NA EDUCAÇÃO DO CAMPO

    ELIZAMA ALVES DOS SANTOS BENICIO A FORMAÇÃO DOS DOCENTES PARA ATUAR NA EDUCAÇÃO DO CAMPO Projeto da disciplina de metodologia da pesquisa. Curso de especialização em Educação do campo da Faculdade Dom Bosco. Professor: Nilson Corrêa CURIÚVA 2013 SUMÁRIO 1 DEFINIÇÃO DO TEMA 3 2 OBJETIVOS 3 3 JUSTIFICATIVA 3 4 METODOLOGIA 4 5 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA 4 6 CRONOGRAMA 6 REFERÊNCIAS 7 ...

    1045  Palavras | 5  Páginas

  • Por uma educação do campo

    Eletrônica de Culturas e Educação Caderno temático: Cultura e Educação do Campo N. 3 p. 45-60, Ano 2 (Nov/2011). ISSN 2179.8443 POR UMA EDUCAÇÃO DO CAMPO: percursos históricos e possibilidades Astrogildo Fernandes da Silva Júnior1 Mário Borges Netto2 Universidade Federal de Uberlândia RESUMO Este texto tem como objetivo analisar a participação dos Movimentos Sociais do Campo no processo de luta por uma educação que lhes atendam. Apresenta um histórico da educação efetivada no meio rural...

    6090  Palavras | 25  Páginas

  • Resenha sobre a Região Amazonica

     INTRODUÇÃO A disciplina de Educação na Região Amazônica foi de grande importância no ensino- aprendizado para a turma de Pedagogia, PA 414, no município de Tefé, que foi ministrada pelo Professor Francisco Chagas Parente de Araujo Junior, onde todos os objetivos do plano de ensino foram alcançados, e foi até mais além, onde aprendemos não só conhecimentos teóricos mais também o conhecimento técnico. Ela veio facilitar, esclarecer, enriquecer os nossos conhecimentos, pois o professor é muito...

    2802  Palavras | 12  Páginas

  • Análise dos capítulos 15 e 16 do livro ofício de mestre, de miguel arroyo

    GONZÁLEZ ARROYO, Miguel. Oficio de mestre: imagens e auto-imagens. 6.ed Petropolis: Vozes, 2002. 251p No capítulo 16, intitulado “Cultura Profissional do Magistério”, o autor inicia tecendo uma crítica a respeito de uma ideia errônea porém ainda vigente em nosso tempo: a crença de que qualquer pessoa pode ser professor, no sentido de que “para ensinar as primeiras letras qualquer um serve.”. Ele busca então estabelecer e afirmar a identidade do professor enquanto profissional, explicando a cultura...

    876  Palavras | 4  Páginas

  • resenha oficio mestre

    1 RESUMO DE LIVROS - ARROYO, Miguel G. Oficio de Mestre ImageARROYO, Miguel G. Oficio de Mestre Imagens e Auto-Imagens. Petrpolis, Rio de Janeiro. Vozes,2000.A educao escolar um campo propcio a modas. Nossas prticas se orientam por saberes e artes aprendidas desde o bero da historia cultural e social. A Escola Plural vem tentar recuperar artes, saberes e fazeres mais perenes do oficio do magistrio, inovando no que diz respeito no dialogando com mestres da escola, estes colocados em primeiro plano...

    6121  Palavras | 25  Páginas

  • A educação e a desigualdade de renda: uma análise das relações e consequências no âmbito social e econômico de um país, como resolver?

     Universidade Federal Fluminense Polo Universitário de Campos dos Goytacazes Docente: Alda Pinto Discente: Érika Teixeira da Silva Disciplina: Tópicos Especiais em Economia II – Economia da Educação EDUCAÇÃO E DESIGUALDADE DE RENDA: UMA ANÁLISE DAS SUAS RELAÇÕES E CONSEQUÊNCIAS NO ÂMBITO SOCIAL E CONÔMICO DE UM PAÍS. COMO RESOLVER? Campos, RJ - 2014 EDUCAÇÃO E DESIGUALDADE DE RENDA: UMA ANÁLISE DAS SUAS RELAÇÕES E CONSEQUÊNCIAS NO ÂMBITO SOCIAL...

    2505  Palavras | 11  Páginas

  • Educação e Cidadania: Quem educa o cidadão?

    BUFFA, Ester; ARROYO, Miguel; NOSELLA, Paolo. Educação e Cidadania: Quem educa o cidadão? 10ª ed. São Paulo, Cortez, 2002. 95p. ESTER BUFFA - doutora em educação pela Université René Descartes, Paris V, Sorbonne. Professora titular aposentada de História da Educação – Universidade Federal de São Carlos. Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Uninove. Publicou Ideologias em Conflito: Escola Publica e Escola Particular, e em co-autoria A Educação Negada. MIGUEL ARROYO - mestre em...

    1626  Palavras | 7  Páginas

  • Educação no Campo FACEL

    Pós Graduação em Gestão da Educação no Campo Aluno: Valeria Neuberger Pólo: Prudentópolis PR Data de inicio: 20/10/2012 Disciplina: Educação no Campo Data de entrega: A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO PARA O HOMEM DO CAMPO A escola é um instrumento de transformação social e desse modo a educação é uma conquista social para todos e, para as comunidades do campo é um avanço em termos de cultura e aprendizado. Com a mudança no cenário educacional, a escola do campo passou de uma história de salas...

    800  Palavras | 4  Páginas

  • Artigo Educação do Campo

    A EDUCAÇÃO DO CAMPO APRENDIZAGEM E INCLUSÃO RESUMO Este artigo objetiva uma breve discussão sobre a Política de Educação do Campo, voltada para os homens, mulheres e crianças do próprio meio. Analisa esta modalidade de ensino como um processo de inclusão social, a partir da política educacional para uma educação escolar rural que não seja no campo e sim do campo. A Educação Básica do Campo deve ser uma proposta que rompa com os modelos urbanos...

    3232  Palavras | 13  Páginas

  • O educador do campo e a docência: práticas e saberes em constituição ana luiza carvalho furlan[1] resumo: o processo de ensinar e de aprender de cada educador é voltado na preocupação com a formação de pessoas humanas

    O EDUCADOR DO CAMPO E A DOCÊNCIA: PRÁTICAS E SABERES EM CONSTITUIÇÃO                     Ana Luiza Carvalho Furlan[1]   RESUMO: O processo de ensinar e de aprender de cada educador é voltado na preocupação com a formação de pessoas humanas em todos os aspectos e ações que envolvem a participação na comunidade onde se insere, visando as questões socioculturais. Assim, um educador deve assumir uma postura mais tolerante e persistente diante do processo de formação ideológica de todos que...

    2266  Palavras | 10  Páginas

  • Educação de jovens e adultos

    EDUCAÇÃO DE JOVENS-ADULTOS: ”UM CAMPO DE DIREITOS E DE RESPONSABILIDADES PUBLICA” MIGUEL GONZALEZ ARROYO INTRODUÇÃO: CITAÇÃO: Pode-se tornar um campo desprofissionalizado. De campanhas e de apelos á boa vontade e á improvisação. Um olhar precipitado rios dirá que talvez tenha sido esta uma das marcas da historia da EJA: indefinição, voluntarismo, campanhas emergências, soluções conjunturais. Comentário: A EJA começou de forma espontânea, para solucionar os problemas do nosso país. CITAÇÃO...

    1328  Palavras | 6  Páginas

  • educa o do campo

    Revista Eventos Pedagógicos v.3, n.2, p. 386 - 398, Maio - Jul. 2012 EDUCAÇÃO DO CAMPO: um novo paradigma Juliano Batista dos Santos* Thiago Barros Miguel** RESUMO O presente artigo tem como objetivo abordar querelas relacionadas às políticas públicas voltadas ao campo, em específico à educação do campo, tanto na formação quanto na escolha do educador, bem como em sua eficácia na relação com os discentes das áreas rurais. Durante a discussão é abordado a ideia de que não basta simplesmente a...

    5109  Palavras | 21  Páginas

  • Análise do trabalho do professor de educação infantil na escola pública e na escola privada. como deve ser o trabalho do professor com esta faixa etária?

    professor de educação infantil na escola pública e na escola privada. Como deve ser o trabalho do professor com esta faixa etária? RESUMO: Este artigo é continuidade do projeto realizado na disciplina de PPPIII (Pesquisa e Prática Pedagógica III), que teve início no IV semestre, com o objetivo de abordar a análise das metodologias usadas pelo professor de educação infantil da rede particular e municipal. Para o desenvolvimento desta pesquisa foram utilizados os seguintes teóricos: Miguel Arroyo...

    2629  Palavras | 11  Páginas

  • Educação no campo

    EDUCAÇÃO DO CAMPO [1]CLÁUDIA CRISTINA PEREIRA RODRIGUES BILMA ALGARANHA CESARI MARIONICE SANTANA DA SILVA Este trabalho tem como objetivo analisar e discorrer sobre a importância da Educação do Campo, tendo como base as necessidades e as políticas educacionais, voltada para uma educação do campo, tendo como referencial teórico o livro organizado pelo pesquisador Miguel Gonzalez Arroyo,Por Uma Educação do Campo, a análise consistira nos capítulos III, IV e V. No capítulo III A Escola...

    2134  Palavras | 9  Páginas

  • Idosos, jovens, adultos e o analfabetismo no campo: fatores que promovem a exclusão educacional

    contrastes, contribuindo para a eliminação em longo prazo dos processos históricos que originaram esse grave problema social. INTRODUÇÃO Tradicionalmente a educação para as praticas pedagógicas vigentes, se restringe ao tríduo infância, adolescência e fase adulta, excluindo dos seus aparelhos pedagógicos a educação para os idosos. Neste cenário podemos nos questionar quais os fatores que delegam ao sistema educacional um caráter tão excludente, porque a sociedade baseia o seu inventario...

    1702  Palavras | 7  Páginas

  • EDUCAÇÃO DO CAMPO

    ROBERTA ALENCAR ALUNO(A): JANNYELLE CARNEIRO EDUCAÇÃO DO CAMPO: UMA LUTA DOS MOVIMENTOS SOCIAIS Resumo: A intenção deste trabalho é apresentar algumas contribuições sobre a Educação do Campo e as luta dos movimentos sociais que vem em busca para a inserção da educação de qualidade para as pessoas que moram no campo, mostrando que os moradores do campo têm direitos como sujeitos ativos de uma sociedade. Tendo em vista alguns direitos tais como: à educação, à saúde, à infra – estrutura, à cultura local...

    1831  Palavras | 8  Páginas

  • EDUCAÇÃO E CIDADANIA BURGUESAS

    BUFFA,Ester;ARROYO,Miguel;NOSELLA,Paolo.Educação e Cidadania:Quem educa o cidadão?14.ed.São Paulo:Cortez,2010.(Coleção questões da nossa época;v.16) EDUCAÇÃO E CIDADANIA BURGUESAS O objetivo dessa resenha é relatar um passado histórico sobre a ascensão da classe burguesa ao poder, mostrar também como essa ascensão influencia nosso cotidiano até hoje sem nos darmos conta por falta de conhecimento, por causa da tão pregada”igualdade” ou do lema”somos todos iguais”gerada na Revolução Francesa...

    951  Palavras | 4  Páginas

  • Ensaio sobre o texto: Condição docente, trabalho e formação – Miguel G. Arroyo

    Ensaio sobre o texto: Condição docente, trabalho e formação – Miguel G. Arroyo Confesso encabulada, que quando comecei a ler o texto em questão pensei: Será um texto de compreensão difícil, cheio de termos técnicos e vocabulário rebuscado. Ledo engano. O texto me surpreendeu positivamente, tornando-se um dos textos mais interessantes indicados até aqui. À medida que o autor vai explanando seu ponto de vista, percebe-se um forte cunho político, um embasamento sócio histórico, e as justificativas...

    767  Palavras | 4  Páginas

  • Educação do campo

    EDUCAÇÃO DO CMPO: Propostas e práticas pedagógicas do MST. Sousa, Maria Antônia de. Educação do Campo: Propostas e Práticas Pedagógicas do MST. Petrópolis RJ: Editora vozes, 2006. O livro Educação do Campo, segundo a autora Maria Antônia de Sousa, traça a trajetória as Educação do Campo no Brasil e faz uma reflexão teórica para as políticas públicas e a ação educativa do povo camponês. Recortes no tempo objetiva a compreensão de toda a extensão da educação desde sua denominação “RURAL” até...

    528  Palavras | 3  Páginas

  • PORTFOLIO FUNDAMENTOS HISTORICOS DA EDUCACAO

    FACULDADE INTERNACIONAL DE CURITIBA DIEGO VIGUINI RU 769937 PORTFOLIO DE FUNDAMENTOS HISTÓRICOS DA EDUCAÇÃO ORGANIZAÇÃO ESCOLAR VILA VELHA 2012 FACULDADE INTERNACIONAL DE CURITIBA DIEGO VIGUINI, RU 769937 PORTFOLIO DE FUNDAMENTOS HISTÓRICOS DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA ORGANIZAÇÃO ESCOLAR Relatório de Portfólio de Fundamentos Históricos da Educação Brasileira – Organização Escolar, apresentado à UTA – Organização Escolar, no curso de Pedagogia a Distância da Faculdade Internacional...

    749  Palavras | 3  Páginas

  • EDUCA O DO CAMPO E O PERFIL DO PROF COM AUTORES

    EDUCAÇÃO DO CAMPO E O PROFESSOR: REFLEXÕES ACERCA DO PERFIL DO PROFESSOR E PROFESSORA DE CLASSES MULTISSERIADAS DO MUNICÍPIO DE BREVES/MARAJÓ Eliane Miranda Costa Georgina Negrão Kalife Cordeiro RESUMO O artigo socializa parte dos dados de uma pesquisa realizada em 2010 cujo objetivo foi analisar as dificuldades, bem como as perspectivas referentes à política de formação inicial dos professores e professoras que atuam na educação do campo no município de Breves na Ilha do Marajó. Esses dados nos...

    4840  Palavras | 20  Páginas

  • Educação paradigma de cidadania ativa na contemporaneidade

    IRENICE MARIA SILVA MIRANDA EDUCAÇÃO: PARADIGMA DE CIDADANIA ATIVA NA CONTEMPORANEIDADE Ipatinga 2011 PROMINAS – INSTITUTO PROMINAS IRENICE MARIA SILVA MIRANDA EDUCAÇÃO: PARADIGMA DE CIDADANIA ATIVA NA CONTEMPORANEIDADE Artigo científico apresentado ao Instituto Prominas - PROMINAS como requisito parcial para a obtenção do título de Especialista em Psicopedagogia Clínica e Institucional. Ipatinga 2011 EDUCAÇÃO: PARADIGMA DE CIDADANIA ATIVA NA CONTEMPORANEIDADE Irenice...

    1921  Palavras | 8  Páginas

  • A EDUCA O DO CAMPO COMO DIREITO A UMA ESCOLA P BLICA DE QUALIDADE

    1 A EDUCAÇÃO DO CAMPO COMO DIREITO A UMA ESCOLA PÚBLICA DE QUALIDADE Angela Maria Monteiro da Motta Pires – SEDUC-PE ammmp@oi.com.br Resumo: Este texto trata de uma pesquisa sobre a implementação da educação do campo como direito a uma escola pública de qualidade, em Lagoa do Itaenga- Pernambuco. O estudo fundamenta-se em perspectivas teórico-metodológicas de democracia participativa, em um estudo etnográfico e na análise de dados estatísticos. Os resultados demonstram que a educação do campo vem...

    6331  Palavras | 26  Páginas

  • Conversar pra quê? O papel do diálogo na Educação de Jovens e Adultos

    diálogo na Educação de Jovens e Adultos Angela Maria Pinto Gois* RESUMO O presente trabalho propõe uma discussão sobre a importância do diálogo entre os envolvidos na educação de jovens e adultos. O artigo está embasado em pesquisas e reflexões sobre as características do aluno da educação de jovens e adultos, o papel dos profissionais que trabalham na EJA assim como a necessidade de um material pedagógico diferenciado para esta modalidade de ensino. Conclui que uma educação de Jovens...

    3014  Palavras | 13  Páginas

  • Sintese Diversidade de Miguel Arroyo

    SINTESE – DIVERSIDADE Miguel G.Arroyo De acordo com o verbete, Arroyo inicia o texto indagando o porquê da atenção, centralidade e diversidade na construção de um projeto para a Educação do Campo. O autor responde a pergunta ressaltando que as lutas pela Educação no Campo carregam as marcas da diversidade dos sujeitos coletivos. Na sequência discute alguns princípios que orientam a Educação no Campo. Aborda o primeiro princípio que os seres humanos se fazem, se formam se humanizam no fazer histórico...

    1033  Palavras | 5  Páginas

  • Educação do campo no sudeste paraense:

    EDUCAÇÃO DO CAMPO NO SUDESTE PARAENSE: DIAGNÓSTICO DE ABRANGÊNCIA DA LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO NO CAMPO - PROCAMPO Cícero Italiano Sobrinho[1] Cícero Antônio Sobreira Fidélis[2] Vanilson Oliveira Paz[3] Universidade Aberta do Brasil - UAB Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia do Pará - IFPA ciceroitaliano@gmail.com¹ cicerofidelis.ifpa@gmail.com² vanilsonpaz@yahoo.com.br³ RESUMO A pesquisa teve como objetivo promover um levantamento/diagnóstico da abrangência territorial...

    5779  Palavras | 24  Páginas

  • Historia da educacao

     A História da Educação e da pedagogia Concepção na história entende-se como “Teoria da educação” uma teoria da prática, prática educativa, só temos que tomar cuidado para entender que a pedagogia não é só prática, porém entendemos que é função prática educativa. A pedagogia como teoria da educação, busca colocar em questão o problema da relação professor – aluno, apoiando no processo de ensino e aprendizagem e não aquelas teorias que analisam a educação pelo aspecto de sua relação com a sociedade...

    1895  Palavras | 8  Páginas

  • Educação do campo e o ensino da geografia

    EDUCAÇÃO DO CAMPO E O ENSINO DA GEOGRAFIA José Fernandes da Silva fernandesgeografia@hotmail.com Orientadora: Profª. Ms. Rosiete Santana rosietesantana@yahoo.com.br Faculdade Integrada Brasil Amazônia fribapa@yahoo.com.br RESUMO Estudos tem indicado a grande precariedade que é o ensino no campo brasileiro, possuidor de uma educação que na maioria das vezes não contempla a real necessidade dos alunos. Neste contexto, como o ensino de geografia poderia colaborar para uma educação que leve...

    6323  Palavras | 26  Páginas

  • O povo do campo te direito a uma educação de qualidade

    UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CAMPUS SENADOR HELVÍDIO DE BARROS MARIA VALTANIA GONÇALVES GUMARÃES NUNES O POVO DO CAMPO TEM DIREITO A UMA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE PICOS - JUNHO DE 2011 MARIA VALTANIA GONÇALVES GUIMARÃES NUNES O POVO DO CAMPO TEM DIREITO A UMA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE Projeto de pesquisa apresentado ao curso de Pedagogia na Universidade Federal do Piauí/Campus Senador Helvídio Nunes de Barros, com requisito parcial para a aprovação na disciplina Prática e Pesquisa Educativa...

    1752  Palavras | 8  Páginas

  • QUEM SÃO OS SUJEITOS DO CAMPO E COMO SE DA À FORMAÇÃO DESTES SUJEITOS

    QUEM SÃO OS SUJEITOS DO CAMPO E COMO SE DA À FORMAÇÃO DESTES SUJEITOS. RESUMO: Este trabalho tem por objetivo compreender quem são os sujeitos do campo e como se da sua forma humana, buscando a partir de autores que falam sobre o tema uma base teóricas para melhor definir o perfil do homem do campo e sua intima relação de trabalho com a terra. Levantamos neste texto a importância formativa da educação popular, porém não refutando o papel da escola na formação destes sujeitos, destacando...

    3313  Palavras | 14  Páginas

  • Aspectos históricos da educação de jovens e adultos no brasil

    História ASPECTOS HISTÓRICOS DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NO PROCESSO POLÍTICO DEMOCRÁTICO DO BRASIL Orientador: Prof. Elza Silva Cardoso 1 São Paulo 2012 Agradecimentos A minha esposa Ângela Maria da Silva e à minha família, pai, mãe e irmãos que souberam entender os meus momentos de ausência, e aos quais faço de minha conquista um instrumento de gratidão e reconhecimento por tudo que recebi. 2 Aspectos Históricos da Educação de Jovens e Adultos no processo político...

    4215  Palavras | 17  Páginas

  • Educação do campo na bahia

    EDUCAÇÃO DO CAMPO NA BAHIA Edlene Santos Oliveira Universidade Estadual de Campinas - Unicamp A educação do campo tem comprovado que sua aplicação contribui para a formação de uma sociedade justa e igualitária no meio rural, autores como:Arroyo, Caldart, Fernandes e Roca, discutem essa condição como forma de garantir a permanência do pequeno agricultor em assentamentos rurais de todo Brasil, pois é através do conhecimento formal e informal que seus seguidores conseguem organizar seu estilo...

    1783  Palavras | 8  Páginas

  • Ensaio na educação de jovens e adultos - eja

    [pic] AS DEMANDAS E NECESSIDADES DOS “JOVENS” QUE PARTICIPAM DOS PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO POPULAR NO BRASIL ANA LÚCIA SANTOS ARAÚJO[1] CRUZ DAS ALMAS 2011 ENSAIO DO TEXTO: A Juventude e a Educação de Jovens e Adultos: Reflexões iniciais Novos sujeitos O trabalho de Dayrell, sobre a juventude dentro da modalidade da EJA, levou-me a refletir sobre a necessidade de pensar o ensino de Jovens e Adultos como uma perspectiva de vida que vai além do simples ler e escrever, principalmente...

    1803  Palavras | 8  Páginas

  • Educação de jovens e adultos

    O Desenvolvimento da Educação de Jovens e Adultos no Brasil Neuzira Aparecida Ferreira da Silva Couto (G.UEMS) RESUMO O desenvolvimento da Educação de Jovens e Adultos no Brasil, acompanha a historia da educação num contexto geral, tendo inicio com a cateczação dos jesuítas durante o Brasil Colonial. Ao longo dos anos, com o desenvolvimento econômico industrial e social, o mercado de trabalho passa exigir cada vez mais mão-de-obra qualificada e escolarizada...

    2899  Palavras | 12  Páginas

  • Educação no campo

    PAIXÃO PATRÍCIA EUGÊNIA BARBOSA CONTRUIÇÕES DA INFORMÁTICA PARA A EDUCAÇÃO DO CAMPO SIQUEIRA CAMPOS – PR 2012 CLAUDIA BARROS MARTINS CYNTHIA GABRIELA MUNIZ MARTINS DANIELA DA PAIXÃO PATRÍCIA EUGÊNIA BARBOSA CONTRUIÇÕES DA INFORMÁTICA PARA A EDUCAÇÃO DO CAMPO Trabalho de conclusão de curso apresentado ao Curso de Especialização em Educação do Campo, do Instituto de Estudos Avançados e Pós-Graduação – ESAP, vinculado a UNIVALE...

    16912  Palavras | 68  Páginas

  • educação e trabalho

    Educação Trabalho 1. a) Denominam-se pedagogias contra-hegemônicas aquelas orientações que não apenas não conseguiram se tornar dominantes, mas que buscam intencional e sistematicamente colocar a educação a serviço das forças que lutam para transformar a ordem vigente visando a instaurar uma nova forma de sociedade. Situam-se nesse âmbito as pedagogias socialista, libertária, comunista, libertadora, histórico-crítica. b) Em suas análises substituíam a categoria "classe" pela categoria "povo"...

    990  Palavras | 4  Páginas

  • Velhice e educação no meio rural: o analfabetismo entre idosos e os programas de educação de jovens e adultos no campo.

    Universidade Federal de São Carlos – UFSCAR Departamento de Educação Projeto de Pesquisa (Pós-Doutorado): “Velhice, educação e exclusão no meio rural: o analfabetismo entre idosos e os programas de educação de jovens e adultos no campo” Candidato: Prof. Dr. Marcos Augusto de Castro Peres I. Resumo Este projeto pretende analisar a relação entre velhice e educação nos programas de educação de jovens e adultos (EJA) no campo, no município de Ilhéus/BA, levando em conta, essencialmente,...

    6570  Palavras | 27  Páginas

  • O TRABALHO DOCENTE NAS ESCOLAS MULTISSERIADAS DO CAMPO

    1 O TRABALHO DOCENTE NAS ESCOLAS MULTISSERIADAS DO CAMPO Armanda Coelho de Souza Lima 1 Maria do Rosário Souza Figueira 2 Resumo O presente artigo traz reflexões a cerca do Trabalho Docente nas escolas do Campo especificamente nas classes multisseriadas. O objetivo é refletir sobre como se dá o trabalho do professor nessas classes haja vista que o mesmo enfrenta inúmeras dificuldades em desenvolver um trabalho de qualidade. A pesquisa se deu mediante a um estudo de caso com dois professores...

    5927  Palavras | 24  Páginas

  • A importância da promoção de atividades educativo- sanitária na Educação de Jovens e Adultos do Campo

    A importância da promoção de atividades educativo- sanitária na Educação de Jovens e Adultos do Campo Mônica carvalho Ferreira RESUMO O artigo trata da importância da educação sanitária no contexto da EJA do campo. Visa analisar as relações que se estabelecem entre a educação do campo e o componente sanitário, no intuito de captar os resultados que impregnam essas atividades educativas...

    1193  Palavras | 5  Páginas

  • 06444585937

    RESENHA RESENHA Trabalho apresentado como critério parcial de avaliação do 1º Bimestre na disciplina de Currículo no 4º ano A do curso de Pedagogia na Sociedade Educativa Amélia LTDA - Secal. Profª. Patrícia PONTA GROSSA ABRIL/2013 Miguel Arroyo vem trazer em seu livro a crise de identidade profissional do professor. Ele pergunta se nos currículos de formação e de educação básica nos tem sido garantido...

    566  Palavras | 3  Páginas

  • Educação básica: entre as contradições da pedagogia capitalista e a busca por uma formação para o desenvolvimento humano

    1 EDUCAÇÃO BÁSICA: ENTRE AS CONTRADIÇÕES DA PEDAGOGIA CAPITALISTA E A BUSCA POR UMA FORMAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO HUMANO. Eliete Ramos de Souza1 Aluna do Curso de Especialização em Ensino de Sociologia - UEL E-mail: eliete-ramos@hotmail.com Resumo Neste texto procuramos discutir o papel da educação escolar em nossa sociedade. Julgamos esta análise necessária, porquanto entendemos que a Educação Básica, da forma que se encontra organizada, não é suficiente para garantir a formação do...

    7157  Palavras | 29  Páginas

  • Educação do campo e educação rural: qual a realidade do município de tuntum - ma

    EDUCAÇÃO DO CAMPO OU EDUCAÇÃO RURAL: Qual a realidade da educação campesina no município de Tuntum? Wlga Alves De Sousa mwwlga@hotmail.com Facebook.: wlga.alves Twitter: @wlgaalves RESUMO O objetivo desse artigo é apresentar a realidade da população do campo no que tange a educação no município de Tuntum – MA. Contudo, se fez necessário um estudo bibliográfico para uma melhor compreensão do que é Educação do Campo e um estudo de campo para explicitar a realidade dessa educação na zona rural...

    5400  Palavras | 22  Páginas

  • A revista criança do professor de educação infantil: representações e temas referentes ao ensino da criança-aluno (1996 - 2006).

    Pereira da. A REVISTA CRIANÇA DO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL: Representações e temas referentes ao ensino da criança-aluno (1996 - 2006). 44 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia) – Universidade Estadual de Maringá, Cianorte, 2011. RESUMO Elegemos para a realização deste trabalho a Revista Criança, do Professor de Educação Infantil, publicada pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC) e destinada ao professor de Educação Infantil. Diante das observações e compreensões...

    11635  Palavras | 47  Páginas

  • Educação do campo: experiência do pronera na comunidade

    1 VANEIDE PEREIRA DA SILVA EDUCAÇÃO DO CAMPO: EXPERIÊNCIA DO PRONERA NA COMUNIDADE Janaúba - MG Universidade Estadual de Montes Claros - Unimontes 2008 2 VANEIDE PEREIRA DA SILVA EDUCAÇÃO DO CAMPO: EXPERIÊNCIA DO PRONERA NA COMUNIDADE Monografia apresentada ao Departamento de Métodos e Técnicas Educacionais da Universidade Estadual de Montes Claros como requisito parcial para conclusão do Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia. Sob orientação da Professora Regina Coele cordeiro...

    18521  Palavras | 75  Páginas

  • Resenha do texto Educação e Humanização - Paulo Freire

    EDUCAÇÃO E HUMANIZAÇÃO: o processo necessário para aprendizagem na educação inclusiva Ana Carolina Silveira Ravagnani * RESUMO: este trabalho retrata sobre alguns dos processos educativos necessários para a aprendizagem do corpo docente em busca de melhorias na qualidade do ensino. Enseja um método diferenciado para uma educação prazerosa e qualificado com olhar voltado para a humanização que se faz necessária na sala de aula e no dia a dia do relacionamento aluno-profissional. Alem disso...

    4595  Palavras | 19  Páginas

  • A PROPOSTA DA LEI N° 10.639/03, E A REALIDADE DO ENSINO DE HISTÓRIA E CULTURA AFRO-BRASILEIRA E AFRICANA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS.

    Licenciatura em História A PROPOSTA DA LEI N° 10.639/03, E A REALIDADE DO ENSINO DE HISTÓRIA E CULTURA AFRO-BRASILEIRA E AFRICANA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS. Jorge Luiz Pitanga de Cerqueira Salvador 2011 1 Jorge Luiz Pitanga de Cerqueira A PROPOSTA DA LEI N° 10.639/03, E A REALIDADE DO ENSINO DE HISTÓRIA E CULTURA AFRO-BRASILEIRA E AFRICANA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS. Trabalho de conclusão de curso apresentado como pré-requisito para obtenção do grau de Licenciado em História...

    4773  Palavras | 20  Páginas

  • A37 ESCOLAS DO CAMPO NO ESTADO DO PARANA UMA VISaO DE DESENVOLVIMENTO UFSCAR 1

    ESCOLAS DO CAMPO NO ESTADO DO PARANÁ: UMA VISÃO DE DESENVOLVIMENTO Mestranda: Marlete Turmina Outeiro1 Luciane Maria Serrer de Mattos2 Professora: Maria de Lourdes Bernartt3 Resumo: Este texto faz referência aos estudos da Educação do Campo, a partir da normatização das Diretrizes Operacionais do campo em nível Federal, e a implementação de uma política pública para o Estado do Paraná, constituída pelas Diretrizes Curriculares. O objetivo deste estudo é perceber o contexto da riqueza paranaense...

    4289  Palavras | 18  Páginas

  • Síntese de Miguel Arroyo no Fórum Regional de Pesquisas e Experiências em Proeja.

    FACULDADE DE EDUCAÇÃO DISCIPLINA: EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS DOCENTE: SANDRA MARINHO DISCENTE: CAMILA ANDRADE SÍNTESE SOBRE PALESTRA DE MIGUEL ARROYO A palestra foi realizada em setembro durante o Fórum Regional de Pesquisas e Experiências em Proeja, que ocorreu no Cefet Minas Gerais. Arroyo Inicia sua fala com duas questões: Por que o interesse do proeja como políticas publicas e por que tem gerado muitas polemicas? Por que o direito à educação sempre foi tão limitado? Segundo Arroyo, uma das...

    556  Palavras | 3  Páginas

  • Raphael

    PĎĈĆēİĔ FĆěĆĈčĔ** A concepção de currículo como campo de disputa não é nova, pois veio à tona, internacionalmente, nos anos de 1970 e, no Brasil, nos anos de 1980. Revelou-se, desde então, um importante balizador para a análise das relações de poder que envolvem os currículos. O próprio professor Miguel Arroyo contribuiu fortemente para o debate dessa época. Se o referido tema não é novo, qual é o acréscimo que traz o último livro de Arroyo, Currículo, território em disputa? O autor destaca...

    1852  Palavras | 8  Páginas

  • A avaliação na educação infantil

    O QUÊ? E PARA QUÊ? AVALIAR NA EDUCAÇÃO INFANTIL | | Damares Ramos Pinto RESUMO: Este artigo tem por finalidade refletir sobre o processo de avaliação na educação infantil. Expondo e levantando concepções sobre a avaliação, mecanismo este, que deve estar presente na ação educativa de todos educadores e nas instituições educacionais, porém se tratando de crianças pequenas este artigo abordará: o quê avaliar e para quê avaliar na Educação Infantil, por meio de uma abordagem prévia sobre...

    4224  Palavras | 17  Páginas

  • Educaçao de jovens e adultos

     Metodologia de trabalho na educação de Jovens e adultos: propostas de ensino dE Matemática SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO A EJA (Educação de Jovens e Adultos) é uma modalidade de ensino que abrange tanto a formação de jovens como de adultos que não tiveram o privilégio de concluir os estudos básicos na idade apropriada. A educação é um direito de todos e a EJA tem por objetivo principal integrar esses cidadãos na sociedade...

    1265  Palavras | 6  Páginas

  • EDUCAÇÃO DO CAMPO

    LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO DO CAMPO - LEdoC A EDUCAÇÃO DO CAMPO NO ASSENTAMENTO PONTAL DO MARAPE CLAUDINEI MARIANO ALVARENGA Planaltina - DF 2013 UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA – UnB FACULDADE UnB PLANALTINA – FUP Monografia apresentada ao Curso de Licenciatura em Educação do Campo – LEdoC, da Universidade de Brasília, como requisito parcial à obtenção ao título de Licenciatura em Educação do Campo...

    18857  Palavras | 76  Páginas

tracking img