Resenha Frida artigos e trabalhos de pesquisa

  • FRIDA

    Recentemente assisti ao filme “Frida”, que conta a vida da pintora mexicana Frida Kahlo com seu mentor e marido Diego Rivera. Frida Kahlo é interpretada pela atriz Salma Hayek e Diego Rivera pelo ator Alfred Molina. O filme é magnífico. As semelhanças entre o casal de atores e o casal - na vida real- são impressionantes. Essa composição me fascina: como encontraram uma mulher tão parecida com Frida, e um homem tão parecido com Diego? As sobrancelhas de Frida marcam o rosto de forma quase caricata...

    1657  Palavras | 7  Páginas

  • frida kahlo

    Resumo filme frida Resumo do Filme Frida Frida tinha uma mãe que não aceitava o seu jeito de ser e um pai que fazia todas as suas vontades, ainda quando adolescente sofre um acidente no qual a deixa impossibilitada de andar por um tempo, seu pai resolve voltar a pintar para pagar os custos com seu tratame... 508 Palavras3 Páginas Frida kahlo Esta síntese abordará o filme Frida Kahlo que conta a história de Frida e suas obras e toda a luta pela vida dessa grande artista mexicana, o mesmo foi dirigido...

    720  Palavras | 3  Páginas

  • RESENHA FRIDA

     RESENHA DO FILME FRIDA Magdalena Carmen Frieda Kahlo y Calderón, Frida Kahlo por opção, sempre teve uma personalidade forte e marcante. Apesar de começar a ter problemas desde nova ela sempre enxergou sua vida com muita devoção. Frida tomou gosto pela cor vermelha pelos problemas que enfrentava. O seu primeiro foi quando ficou com uma perna fina e um pé torto por ter sido vítima de uma poliomielite. A segunda vez foi quando entrou para a Liga da Juventude Comunista...

    587  Palavras | 3  Páginas

  • Estudo da Biografia e do filme de Frida Kahlo

    INSTITUTO FEDERAL EDUCAÇÃO CIENCIAS E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS Biografia Frida Kahlo e estudo do filme Discente: Thaís Cristina da Silva Marra Muriaé 2014 INSTITUTO FEDERAL EDUCAÇÃO CIENCIAS E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS Biografia Frida Kahlo e estudo do filme Trabalho teórico de complementação ao Projeto Integrar IV apresentado ao Curso Superior Tecnológico do Instituto de Ensino Superior de Design...

    1951  Palavras | 8  Páginas

  • Resenha Max e os Felinos

    pai, em meio as peles dos animas, sendo as dos felinos os seus prediletos. E lá Max lia diversos livros que o permitiu conhecer, através da leitura, vários países como áfrica, Japão e o Brasil, o qual era fascinado. Ainda jovem, Max se envolveu com Frida, uma funcionária da loja do seu pai e o mesmo o proibiu de ver a moça e informou ao jovem que ele iria para uma Universidade. E assim, aos dezenove anos, Max se revelara na Universidade, dedicando-se aos estudos da psicologia dos animais. Lá, Max conheceu...

    1761  Palavras | 8  Páginas

  • Resenha l'esquive

    UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO DEPARTAMENTO DE TEORIA DA ARTE E EXPRESSÃO ARTÍSTICA LICENCIATURA EM ARTES CÊNICAS DISCIPLINA: SOCIOLOGIA DA ARTE PROFESSOR: LUÍS REIS Marília Macêdo Alves de Souto Resenha Crítica do Filme “L’esquive” de Abdellatif Kechiche A história é passada em um subúrbio parisiense e tem como seus personagens jovens de diferentes nacionalidades. Como um breve resumo/sinopse (grosso modo) do filme podemos explanar que Abdelkrim(Krimo)...

    1292  Palavras | 6  Páginas

  • Frida kahlo

    Franco Bethânia Jéssica Diogo Nayara Roberta Borges TRABALHO SOBRE FRIDA KAHLO professora Carmen Guardenho Maywald UBERLÂNDIA – MG 2014 Guilherme Franco Bethânia Jéssica Diogo Nayara Roberta Borges TRABALHO SOBRE FRIDA KAHLO Trabalho sobre Frida Kahlo apresentado ao Centro Universitário do Triângulo, como parte das exigências à disciplina Estética e Estudo...

    2969  Palavras | 12  Páginas

  • RESENHA CRITICA DO FILME DE FLORENCE NIGHTINGALE

    RESENHA CRITICA DO FILME DE FLORENCE NIGHTINGALE O objetivo desse trabalho é analisar a contribuição de Florence para a Enfermagem Moderna no filme “Florence Nightingale” produzido em 1985 com direção de Daryl Duke. A análise será feita com base em uma personagem central: Florence Nightingale. Florence era uma dama vinda de uma classe superior que vivia numa época de ignorância médica, onde quebrar um membro significaria perdê-lo. Sua dedicação pela área da saúde é demonstrada logo no inicio, quando...

    1028  Palavras | 5  Páginas

  • Resenha Gedeon Alencar: “Assembleias de Deus: origem, implantação e militância.”

    INSTITUTO CRISTÃO DE ESTUDOS CONTEMPORÂNEOS TEOLOGIA E CULTURA PROFESSOR: GEDEON ALENCAR “Assembleias de Deus: origem, implantação e militância.” VALDERI ALVES DE OLIVEIRA 11.15.40 SÃO PAULO 11/2013 Resenha ALENCAR, Gedeon. Assembleias de Deus: origem, implantação e militância (1911-1946). São Paulo: Arte Editorial, 2010, 186p. O ano de 2011 marca o centenário de fundação da Igreja Assembleia de Deus no Brasil (1911). Como forma de revisita...

    2044  Palavras | 9  Páginas

  • Resenhas de CDs

    RESENHAS DE CDS MUSICAIS COLDPLAY Viva La Vida EMI – nac. Os ingleses do Coldplay, um dos queridinhos da imprensa de seu país, estão de volta com seu quarto álbum de sua profícua carreira. Viva La Vida conta com a colaboração dos produtores Markus Dravs (Arcade Fire) e Brian Eno (ex-Roxy Music e co-responsável pelo sucesso The Joshua Tree, do U2). Ou seja, Viva La Vida foi um disco que nasceu para ser um sucesso logo de cara. Aqui temos o melhor do Rock’n Roll, do Rock Alternativo, com um...

    1816  Palavras | 8  Páginas

  • Resenha - “Capítulo 3 - Surrealismo, mito e psicanálise” Briony Fer

     Resenha - “Capítulo 3 - Surrealismo, mito e psicanálise” Briony Fer Aluna: Louise Nunes de Mattos Para falar de surrealismo devemos falar primeiramente de diferença. A diferença tem um papel fundamental, na diferenciação com as outras artes, das próprias produções entre elas mesmas, e para gerar o significado na própria arte. O surrealismo ampliou ao longo de sua história os meio de executar sua arte, se disseminando para além das telas, se transportando para filmes, revistas, objetos...

    2843  Palavras | 12  Páginas

  • max e os felinos

    inopse: O alemão Max, um garoto sensível, cresceu sob a severidade de seu pai que sempre lhe incutiu medos e inseguranças. Envolve-se, mais tarde com Frida, esposa de um militar Nazista, o que faz que tenha que abandonar o país. Em meio a viagem de barco, é obrigado, graças a um naufrágio, a dividir o pequeno espaço de um barco com um imenso Jaguar, um felino que sempre lhe aterrorizou. O livro tornou-se conhecido após o autor, Moacyr Scliar, comentar em um jornal que o Best Seller A vida de Pi...

    1733  Palavras | 7  Páginas

  • resenhas

    CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIAS APLICADAS PROGRAMA DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO DISCIPLINA: INFORMAÇÃO, MEMÓRIA E SOCIEDADE PROFESSOR: DR. CARLOS XAVIER AZEVEDO NETTO crislaynn ritse cunha dos santos alves RESENHA João Pessoa/PB Agosto/2014 Texto 01 FESTAS ÉTNICAS, MEMÓRIA E PATRIMÔNIO CULTURAL: INFORMAÇÕES SOBRE A OKTOBERFEST NOS SITES OFICIAIS DE DIVULGAÇÃO DO EVENTO. O artigo Festas Étnicas, Memória e Patrimônio...

    4360  Palavras | 18  Páginas

  • Resenha do filme Frida

    Frida Kahlo: Dor, Nacionalismo, Amor e Força No ano de 1910, a desigualdade social era enorme, deixando clara a discrepância entre os pouquíssimos proprietários de terras e os milhões de camponeses. Nesse cenário, estoura a primeira revolução social do período moderno, considerada a precursora da Revolução Russa. Liderada por Emiliano Zapata e Francisco Villa, a revolução do México foi sangrenta, mas permitiu, à longo prazo, o uso da arte como afirmação nacionalista mexicana. Nascida três anos antes...

    1180  Palavras | 5  Páginas

  • frida

    gesso por toda a vida, a dor de Frida foi retratada em sua pintura de forma a marcar sua obra. Os auto-retratos e as representações de cenas do hospital ou de procedimentos médicos foram retratados de forma a fazer o observador partilhar da sua dor. Retratou a lápis a cena do acidente, sem respeito por regras ou perspectivas Biografia Magdalena Carmen Frida Kahlo y Calderon, conhecida como Frida Kahlo, nasceu em 6 de julho de 1907, em Coyoacan, no México. Frida era uma revolucionária. Ao contrário...

    908  Palavras | 4  Páginas

  • Resenha e análise frida kahlo

    Frida Kahlo Contexto Político e Social e obras Magdalena Carmen Frida Kahlo foi uma das personagens mais marcantes da história do México. Patriota declarada, comunista e revolucionária Frida Kahlo, como ficou conhecida, teve uma vida de superações e sofrimentos que refletidos em sua obra a tornaram uma das maiores pintoras do século. Nasceu no dia 6 de julho de 1907 em Coyoacàn, um subúrbio na cidade do México, e morreu a 13 de julho de 1954. Filha, com mais três irmãs, de Matilde Calderón...

    933  Palavras | 4  Páginas

  • Frida Kahlo

    Frida Kahlo Magdalena Carmen Frida Kahlo y Calderón, conhecida apenas como Frida Kahlo, nasceu a 6 de Julho de 1907 na cidade de Coyoacán, no México. Local onde viria a falecer, no dia 13 de Julho de 1954, vivendo apenas 47 anos devido a problemas de saúde causados, maioritariamente, por um grave acidente rodoviário. Filha de Guilhermo Kahlo e Matilde Alderón e Gonzales, mostrou desde cedo ser uma criança revolucionária e fora do normal. Com uma irreverência um quanto punível para a época, fez...

    1649  Palavras | 7  Páginas

  • FRIDA KAHLO

    Frida Kahlo  1907 -  1954 Karine Machado Coelho Tânia Maria Ávila “RESOLVER A CONTRADIÇÃO ATÉ AGORA VIGENTE ENTRE O SONHO E A REALIDADE PELA CRIAÇÃO DE UMA REALIDADE ABSOLUTA, UMA SUPRA-REALIDADE.” Frida Kahlo e o SURREALISMO... 1924 publicação do Manifesto Surrealista feito pelo poeta e psiquiatra francês André Breton; Princípios: ausência de lógica, adoção de uma realidade “maravilhosa” (superior), exaltação da liberdade de criação, entre outros; 1930 foi considerada a década de expansão...

    1316  Palavras | 6  Páginas

  • Frida Kahlo

    FRIDA KAHLO VIDA Y ARTE FRIDA KAHLO VIDA Y ARTE Trabalho apresentado como requisito para a avaliação da disciplina espanhol ministrada pela professora INTRODUÇÃO Esse trabalha aborda a biografia de Frida Kahlo , sua relação com Diego Rivera e como o México era no tempo de Frida . Frida começou a pintar durante a convalescença , quando sua mãe pendurou um espelho em cima de sua cama . Frida sempre pintava a si mesma , por que muitas vezes estava sozinha e o assunto que ela mais conhecia...

    546  Palavras | 3  Páginas

  • Baktin

    específicas – aponta as concepções científicas que serviram de base para ambas as escolas, das quais destacamos a classificação periódica dos elementos químicos por Dimitri Mendeleiev, a física óptica (mas também a teoria da cores de 152 resenhas Goethe) no conceito de refração, os estudos sobre a reprodução da hidra e do ouriço por Hans Driesch. Para Tchougonnikov, a teoria fonológica de Jakobson segue as concepções de Driesch. Já o conceito de dialogismo se opõe a Driesch, que é citado...

    2063  Palavras | 9  Páginas

  • Frida Kahlo

    Frida Kahlo Magdalena Carmen Frida Kahlo y Calderon foi uma das personagens mais marcantes da história do México. Patriota, comunista e revolucionária, Frida Kahlo, como ficou conhecida, teve uma vida de superações e sofrimentos que refletidos em sua obra a tornaram uma das maiores pintoras do século. Única e intensa, Frida Kahlo pode ser considerada uma mulher a frente de seu tempo e cheia de vida, um ícone das artes e do universo feminino. Nascida em 6 de julho de 1907 em Coyoacan, México, filha...

    1802  Palavras | 8  Páginas

  • Frida Kahlo

    Biografia Magdalena Carmen Frida Kahlo y Calderon foi uma das personagens mais marcantes da história do México. Patriota declarada, comunista e revolucionária Frida Kahlo, como ficou conhecida, teve uma vida de superações e sofrimentos que refletidos em sua obra a tornaram uma das maiores pintoras do século. Nascida em 6 de julho de 1907 em Coyoacan, México, filha do famoso fotógrafo judeu-alemão Guillermo Kahlo e de Matilde Calderon y Gonzales, mestiça, Frida sempre foi apaixonada pela cultura...

    1502  Palavras | 7  Páginas

  • Frida

    de Coyoacán, hoje subúrbio da Cidade do México. Sua mãe, Matilde, com quem Frida tinha uma relação fria e distante, era uma católica fervorosa de ascendência indígena e espanhola; seu pai, Guilherme Kahlo, de nacionalidade alemã, trabalhava como fotógrafo. Terceira de quatro filhas, Frida, aos seis anos, contrai poliomielite, o que ocasionou uma lesão em sua perna e, por conseguinte, uma atrofia em seu pé direito. Frida “Pata de palo”, como ficou conhecida durante a infância, passou a fazer tratamentos...

    2177  Palavras | 9  Páginas

  • FRIDA

    FRIDA, O FILME LEILA RAUZIS MEHL, 1094406 Licenciatura em Artes CURITIBA 2014 INTRODUÇÃOFrida” é um filme mostra de forma clara e intensa a vida conturba e dolorida da artista. Lançado em 2002, ganhou o Oscar de melhor maquiagem e melhor trilha sonoro daquele ano. Um filme emocionante, empolgante e envolvente do começo até o fim. FRIDA O roteiro do filme destaca a superação e a força de uma mulher diante das mazelas...

    511  Palavras | 3  Páginas

  • Frida kahlo

    Análise da obra Árvore da Esperança, Mantem-te Firme!, 1946, Frida Kahlo, Óleo sobre tela Magdalena Carmen Frida Kahlo y Calderon, conhecida como Frida Kahlo, nasceu em 6 de julho de 1907, em Coyoacan, no México, para uma vida cheia de percalços. Frida era uma revolucionária. Ao contrário da elite de sua época, ela gostava de tudo o que era verdadeiramente mexicano: jóias e roupas das índias, objetos de devoção a santos populares, mercados de rua e comidas cheias de pimenta. Fiel ao seu país...

    1474  Palavras | 6  Páginas

  • Frida Kahlo, Las dos Fridas, Analise

    Comparada_________________________________ 08 3. Iconografia__________________________________________ 10 1 Ficha Técnica Autor: Frida Kahlo Título: ‘’Las dos Fridas’’ Data: 1939 Material e técnicas: oléo sobre tela Dimensões: 173x173 cm Estilo: Surrealista Localização: Museu de Arte Moderna do México Figura 1. Frida Kahlo, Las dos Fridas, 1939. 2 Introdução Realizado no âmbito da Unidade Curricular Métodos e Técnicas de Investigação, este trabalho tem como principais...

    1767  Palavras | 8  Páginas

  • Frida

    Biografia Frida Kahlo nasceu em 6 de julho de 1907 na casa de seus pais, conhecida como La Casa Azul (A Casa Azul), Seu pai, Guillermo Kahlo. A própria Frida afirmava que seu pai era de dencendência judaico-húngara, mas pesquisadores demonstraram que os pais dele não eram judeus, mas luteranos alemães.[4] Guillermo Kahlo chegou ao México em 1891, aos 19 anos de idade, e logo logo mudou seu nome alemão, Wilhelm, para o equivalente em espanhol, "Guillermo". A mãe de Frida, Matilde Gonzalez, era...

    1108  Palavras | 5  Páginas

  • Projeto de pesquisa frida kahlo

    FACULDADE RORAIMENSE DE ENSINO SUPERIOR – FARES CURSO DE PEDAGOGIA ALINE FERNANDA SOUZA DE SOUSA OZANILDA DOS REIS COSTA PROJETO DE PESQUISA BIOGRAFIA FRIDA KAHLO BOA VISTA-RR 2012 ALINE FERNANDA SOUZA DE SOUSA OZANILDA DOS REIS COSTA nildareisk@hotmail.com BIOGRAFIA FRIDA KAHLO Projeto de Pesquisa do Curso de Pedagogia apresenta a Faculdade Roraimense de ensino Superior – FARES como requisito para elaboração do TCC de Conclusão de Curso. Orientador: Miriam Caldas...

    5403  Palavras | 22  Páginas

  • LIVRO MAX E OS FELINOS

    através de uma resenha do escritor John Updike para o New York Times, resenha desfavorável, segundo ele. Esta afirmativa me perturbou. Max and the Cats não chegou a ser um best-seller, mas os artigos sobre o livro, que me haviam sido enviados pela editora, eram favoráveis — inclusive o do New York Times, assinado por Herbert Mitgang. Teria Updike escrito uma outra resenha - para o mesmo jornal? Se era esse o caso, por que eu não a recebera? Será que os editores só mandavam resenhas favoráveis...

    26086  Palavras | 105  Páginas

  • Frida kahlo

    Artes Plásticas A Arte das Vanguardas Frida Kahlo Ano Letivo 2012/2013 Professor: Celso Martins Aluna: Inês Catarina Augusto Lopes (3110051) Magdalena Carmen Frida Kahlo y Calderon, nasceu a seis de Julho de mil novecentos e sete, no México. Comunista e revolucionária, Frida Kahlo adorava a cultura do seu país e demonstrava isso através das suas roupas e do seu trabalho ao incluir elementos da cultura popular. Frida Kahlo, vivia numa atmosfera de revolta, numa era em que a luta pe...

    2925  Palavras | 12  Páginas

  • Frida Kahlo

    FRIDA KAHLO Magdalena Carmen Frida Kahlo y Calderón foi dona de uma vida cheia de sofrimentos e superações, dos quais se refletiram em suas obras a tornando uma das mais importantes pintoras do século. Além disso, foi uma das pessoas mais marcantes da história do México, ficando conhecida como patriota declarada, comunista e revolucionária. Tendo nascido em 6 de julho de 1907 em Coyoacan, México, sendo mestiça, filha de um famoso fotógrafo alemão, Guillermo Kahlo e de uma devota católica com origem...

    1162  Palavras | 5  Páginas

  • Frida Kahlo

    Nome Completo Magdalena Carmen Frieda Kahlo y Calderón. Frida Nasceu em 1907 no México, mas gostava de declarar-se filha da revolução ao dizer que havia nascido em 1910. Aos seis anos contraiu poliomielite, o que a deixou coxa. Já havia superado essa deficiência quando o ônibus em que passeava chocou-se contra um bonde. Ela sofreu múltiplas fraturas e uma barra de ferro atravessou-a entrando pela bacia e saindo pela vagina O diagnóstico do acidente: 'fraturas nas terceiras e quarta vértebras...

    951  Palavras | 4  Páginas

  • Relat Rio De Filme Frida

    Relatório de Filme 1) Título do filme: Frida 2) Elementos de identificação da obra (ficha técnica): (Principais Nomes) direção, direção de fotografia, produção, ano, elenco, trilha sonora, etc.. Ano 4 de abril de 2003  Direção Julie Taymor Elenco Salma Hayek, Alfred Molina, Geoffrey Rush ,Ashley Judd , Edward Norton , Antonio Banderas , Mia Maestro , Valeria Golino. Gênero Biografia , Drama Nacionalidade EUA , Canadá , México Trilha Sonora Julie Taymor 3) Estrutura narrativa...

    955  Palavras | 4  Páginas

  • Frida Kahlo

    Frida Kahlo Magdalena Carmen Frieda Kahlo y Calderón Biografia Frida Kahlo nasceu em 6 de julho de 1907 na casa de seus pais, conhecida como La Casa Azul (A Casa Azul), em Coyoacán, na época uma pequena cidade nos arredores da Cidade do México e hoje um distrito. Em 1913, com seis anos, Frida contraiu poliomielite, a primeira de uma série de doenças, acidentes, lesões e operações que sofreu ao longo da vida. A poliomielite deixou uma lesão no seu pé direito, pelo que ganhou o apelido de Frida...

    1639  Palavras | 7  Páginas

  • Frida kahlo

    Frida Kahlo nasceu em 6 de julho de 1907 em Coyoacán , México, filha do fotógrafo judeu-alemão Guillermo Kahlo famoso e Matilde Calderón y Gonzalez , mestiço , Frida sempre foi apaixonado pela cultura de seu país e adorei tudo para se referir a tradições mexicanas . Fato de que ela sempre fez questão de mostrar na maneira de vestir e de seu trabalho para incluir elementos da cultura popular. Em seu diário , publicado em 1995 e traduzido em várias línguas , e em sua autobiografia publicada em 1953...

    1136  Palavras | 5  Páginas

  • Frida Kahlo

    Obra: Árvore da Esperança, Mantem-te Firme!, 1946, Frida Kahlo, Óleo sobre tela Análise sintática As linhas se organizam principalmente na vertical, criando uma clara divisão na obra, tanto com formas, como com cores. Também se organiza horizontalmente com figuras que parecem estar alinhas em um eixo bem definido e verticalmente ocupam os lados que foram demarcados pela artista. As linhas do desenho são mais definidas nos detalhes, mas ao longo da tela aparecem de maneira mais suave,...

    958  Palavras | 4  Páginas

  • max de moacyr

    através de uma resenha do escritor John Updike para o New York Times, resenha desfavorável, segundo ele. Esta afirmativa me perturbou. Max and the Cats não chegou a ser um best-seller, mas os artigos sobre o livro, que me haviam sido enviados pela editora, eram favoráveis – inclusive o do New York Times, assinado por Herbert Mitgang. Teria Updike escrito uma outra resenha – para o mesmo jornal? Se era esse o caso, por que eu não a recebera? Será que os editores só mandavam resenhas favoráveis...

    25903  Palavras | 104  Páginas

  • Frida Kahlo

    Augusto N° 21 — 2°B PESQUISA DE ESPANHOL — FRIDA KAHLO Magdalena Carmen Frida Kahlo y Calderon foi uma das personagens mais marcantes da história do México. Patriota declarada, comunista e revolucionária Frida Kahlo, como ficou conhecida, teve uma vida de superações e sofrimentos que refletidos em sua obra a tornaram uma das maiores pintoras do século. Filha do famoso fotógrafo judeu-alemão Guillermo Kahlo e de Matilde Calderon y Gonzales, mestiça, Frida sempre foi apaixonada pela cultura de seu...

    1187  Palavras | 5  Páginas

  • Frida Kahlo

    Vida de Frida Kahlo Magdalena Carmen Frida Kahlo y Calderon, conhecida como Frida Kahlo, nasceu em 6 de julho de 1907, em Coyoacan, no México. A vida de Frida foi marcada pela sua imensa capacidade de auto superação, desde a infância até os últimos dias de sua vida, a qual grande parte passou em cima de uma cama, sofrendo terríveis dores. Aos 06 anos de idade contraiu poliomielite, doença que a deixou com uma lesão irreversível no pé direito.  Frida então começou a usar calças...

    903  Palavras | 4  Páginas

  • biografia Frida Kahlo

    Frida Kahlo nasceu em 6 de julho de 1907 na casa de seus pais, conhecida como La Casa Azul (A Casa Azul), em Coyoacán, na época uma pequena cidade nos arredores da Cidade do México e hoje um distrito. Seu pai, Guillermo Kahlo (1871-1941), nasceu Carl Wilhelm Kahlo, em PforzheimAlemanha, filho de Henriette Kaufmann e Jakob Heinrich Kahlo. A própria Frida afirmava que seu pai era de ascendência judaico-húngara,3 mas pesquisadores demonstraram que os pais dela não eram judeus, mas luteranos alemães...

    663  Palavras | 3  Páginas

  • frida kahlo

    FRIDA KAHLO Quem foi Frida Kaklo ?  Frida Kahlo foi uma importante pintora mexicana do século XX. É considerada, por alguns especialistas em artes plásticas, uma artista que fez parte do Surrealismo. Porém, a própria Frida negava que era surrealista, pois dizia que não pintava sonhos, mas sua própria realidade. Destacou-se ao defender o resgate à cultura dos astecas como forma de oposição ao sistema imperialista cultural europeu. Biografia de Frida Kahlo Estudou, no início da juventude, na...

    1954  Palavras | 8  Páginas

  • Frida Kahlo

    Trabalho Final Semiótica Análise Obra de Arte de Frida Kahlo Moda 4º período Babi Castelani Alunas: Luiza Castro e Luisa Oviedo Fenômeno: “La columna rota” (A coluna torna) Obra de Frida Kahlo de 1944 do site www.ufrgs.br Primeiridade (quali-signo) Mulher triste Pelada Machucada Com pregos pelo corpo Ataduras Coluna de ferro quebrada Sombrancelhas juntas Deserto Rachaduras no solo Ceu azul Cores pasteis Seios fartos Cabelo preto e liso Cintura...

    2906  Palavras | 12  Páginas

  • Frida Kahlo

    Frida Kahlo nasceu na cidade de Coyacán em 6 de julho de 1907 e foi uma importante pintora mexicana do século XX. É considerada, por alguns especialistas em artes plásticas, uma artista que fez parte do Surrealismo. Porém, a própria Frida negava que era surrealista, pois dizia que não pintava sonhos, mas sua própria realidade. Destacou-se ao defender o resgate à cultura dos astecas como forma de oposição ao sistema imperialista cultural europeu. Patriota declarada, comunista e revolucionária Frida...

    1473  Palavras | 6  Páginas

  • Análise - “Auto-retrato de Frida Kahlo na fronteira entre México e Estados Unidos

    animales, aunque ‘sufren’,no exiben su ‘pena’ en ‘teatros’ abiertos, ni ‘cerrados’ (los ‘hogares’). Y su dolor es más cierto que cualquier imagenque pueda cada hombre ‘representar’ o sentir como dolorosa.” (Diário de Frida Kahlo) ApresentaçãoO objeto de análise é a obra de Frida Kahlo, intitulada “Auto-retrato na fronteira entre México e Estados Unidos”. A análise semiótica desta obra leva a interpretação dos elementos que a autora, artista, utilizou para externar o sentimento que provocou a sua...

    2078  Palavras | 9  Páginas

  • Resumo filme frida

    Resumo do Filme Frida Frida tinha uma mãe que não aceitava o seu jeito de ser e um pai que fazia todas as suas vontades, ainda quando adolescente sofre um acidente no qual a deixa impossibilitada de andar por um tempo, seu pai resolve voltar a pintar para pagar os custos com seu tratamento. Sua namorada parte para Europa deixando a moça ainda mais triste. Sem ter muito que fazer, e para passar o seu tempo encima daquela cama, Frida começa então a fazer suas primeiras pinturas...

    508  Palavras | 3  Páginas

  • Tcc Frida Khlo

    Gráfico 8- Conhece Frida Kahlo 44 Gráfico 9- Acessórios 45 Gráfico 10- Fibra de Bananeira 45 Gráfico 11- Usaria Acessórios com Fibra 46 Lista de Figuras Figura 1- Retrato da Família 1950-1954 (KETTENMANN, 1994, p. 08) 14 Figura 2- Casa Azul ( BURRUS, 2010, p. 86) 15 Figura 3- Frida Pequena ( Google imagens, 2013) 15 Figura 4- O Acidente 1926 ( BURRUS, 2010, p. 24) 16 Figura 5- A Coluna Partida 1944 ( KETTENMANN, 1994, p.66 ) 17 Figura 6- Cama ( KETTENMANN, 1994, p. 24) 17 Figura 7- Frida Vestido 1942...

    7621  Palavras | 31  Páginas

  • Frida kahlo

    filme Frida Kahlo que conta a história de Frida e suas obras e toda a luta pela vida dessa grande artista mexicana, o mesmo foi dirigido por, Julie Taymor, e lançado em 2002. Frida Kahlo nasceu em 6 de julho de 1907 na casa de seus pais, conhecida como A Casa Azul, em Coyoacán, na época uma pequena cidade nos arredores da Cidade do México Seu pai Guillermo Kahlo (1871-1941), nasceu Carl Wilhelm Kahlo, em Pforzheim Alemanha, filho de Henriette Kaufmann e Jakob Heinrich Kahlo. A própria Frida afirmava...

    660  Palavras | 3  Páginas

  • A essência de Frida Kahlo além da pintura

    próprias armadilhas, e assim por diante... A vida de Frida Kahlo não foi muito diferente no que diz respeito à dor. Frida é infinita. Seu trabalho como pintora, suas cores e palavras inspiradas em auto-conhecimento e melancolia estão fortemente presentes, mesmo após os sessenta anos de sua morte. Um de seus escritos mais conhecidos reflete sobre isso: "Por isso a morte é tão magnífica. Porque não existe, porque só morre aquele que não viveu." (Frida Kahlo) A mostra em cartaz no Museu Oscar Niemeyer...

    500  Palavras | 2  Páginas

  • Frida Khalo Obras

    hemorragia. Frida ficou muitos meses entre a vida e a morte no hospital, teve que operar diversas partes e reconstruir por inteiro seu corpo, que estava todo perfurado. Tal acidente obrigou-a a usar coletes ortopédicos de diversos materiais. O Ônibus 1929 Nesse quadro Frida utiliza um estilo de pintura bem parecido com o de Diego. Também estão presentes nele elementos que remetem ao acidente sofrido por ela em 1925. Frida e a Operação Cesariana 1932 Em maio de 1932, Frida engravidou...

    965  Palavras | 4  Páginas

  • Análise do Filme de Frida Kahlo

     Análise do filme: Frida Kahlo Ao assistir ao filme Frida Kahlo o que me impressionou foi a cena do acidente com o ônibus, pois ela já tinha uma saúde frágil e dificuldades para andar de uma perna, quando acontece o acidente que a deixa a beira da morte, teve a sua coluna quebrada em três lugares, a perna direita em onze lugares, a clavícula e a pélvis quase destruída. ‘’O mundo e a vontade de viver dessa adolescente tinha acabado ali’’ pensei só resta esperar a morte chegar.Mas com o decorrer...

    3299  Palavras | 14  Páginas

  • Selfies por Frida Kahlo - Biografia

     Frida Kahlo, uma jovem comum, nascida em 6 de julho de 1907, começou suas atividades artísticas após sofrer um grave acidente, aos 18 anos, que a deixou vários meses impossibilitada de exercer suas atividades normais, obrigando-a a passar meses em recuperação, e assim, despertando seu talento para a pintura. A mãe de Frida deixou ao seu redor um cavalete para pintura e um espelho, possibilitando-a de fazer auto-retratos, o que tornou-se sua obstinação. Ao todo foram 55 auto-retratos,...

    718  Palavras | 3  Páginas

  • Vida e obras de: Diego Rivera e Frida Kahlo

    iniciou seus trabalhos em um ateliê madrilenho, na Espanha. É quando ele encontra sua primeira mulher, a pintora russa Angelina Beloff, que logo depois de lhe conceder um filho, morre. Em 1929 ele contrai matrimônio com a artista plástica mexicana Frida Kahlo. Alguns estudiosos da biografia desta controvertida pintora creem baseados na autópsia de seu corpo, que sua morte teria sido provocada por uma das amantes de Diego, por meio de um veneno. Esta questão remete ao rol de amantes que passaram pela...

    1133  Palavras | 5  Páginas

  • FRIDA kAHLO

    TRABALHO DE ARTE. FRIDA KAHLO A artista plástica Frida Kahlo nasceu em 6 de julho de 1907, no interior de sua própria casa, a famosa Casa Azul, no pequeno município de Coyocán, localizada nas proximidades da Cidade do México. Sua trajetória artística não se iniciou logo cedo, apesar de seu pai ter a pintura como um hobby. A garota não demonstrava preferência alguma pela arte como uma profissão. Ela cursou, entre os anos de 1922 e 1925, a Escola Nacional Preparatória do Distrito Federal do México...

    505  Palavras | 3  Páginas

  • A VIDA DE FRIDA KAHLO

    A VIDA DE FRIDA KAHLO Magdalena Carmem Frieda Kahlo y Calderón nasceu em Coyoacán, México, no dia 06 de julho de 1907, em sua casa, chamada por ela de “Casa Azul”, hoje Museu Frida Kahlo. Nessa mesma casa, construída em 1904 por seus pais, aconteceram três fatos marcantes na história da artista: seu nascimento, seu casamento e sua morte, em 13 de julho de 1954. Foi terceira das quatro filhas do casal, Wilhelm Kahlo, que adotou posteriormente o nome de Guillermo Kahlo, e Matilde Calderón y González...

    1735  Palavras | 7  Páginas

  • A CONSTRUÇÃO DO SUJEITO: ENTRE FRIDA KAHLO E FOUCAULT

    2178-1281 A CONSTRUÇÃO DO SUJEITO: ENTRE FRIDA KAHLO E FOUCAULT Márcio André Da Silva1 andreted204@yahoo.com.br Silma do Carmo Nunes (orientadora)2 RESUMO: O presente Artigo é um recorte da pesquisa “As Artes Visuais E Suas Contribuições Para o Ensino de História, Financiada Pela FAPEMIG. O objetivo do trabalho é analisar a construção do sujeito pela perspectiva do pensamento de Foucault, partindo da análise crítica da vida e obra da pintora mexicana Frida Kahlo, em cuja obra verificamos que...

    5066  Palavras | 21  Páginas

  • Frida Kahlo Costurando mitos e religião

     Frida Kahlo Costurando mitos e religião A referência religiosa nas obras de Frida vinha de povos abandonados e marcados pela probreza. Em seus quadros e fotos, seus vestidos e colares eram rodeados e mesmo marcados por aspectos religiosos presentes na cultura mexicana. Em seu quadro “Auto-retrato na fronteira entre México e Estados Unidos”, seu vestido está ao lado de elementos como o sol, lua, templo, caveira, sangue, o ciclo vida-morte azteca, e outros elementos da terra que servem para...

    800  Palavras | 4  Páginas

  • frida khalu

    Frida khalo Biografia: Frida Kahlo ( 06 de julho de 1907). Magdalena Carmen Frieda Kahlo y Calderón ) foi uma pintora mexicana , nasceu na casa dos seus pais, mais conhecida como a casa azul, em Coyoacán (mexico) Talvez mais conhecida pelos seus auto-retratos . A obra de Kahlo é lembrada pela sua " dor e paixão " , e pela utilização de cores intensas e vibrantes. Frida foi a terceira de quatro filhas nascidas de um pai húngaro judeu( Guillermo Kahlo) e mãe de ascendência indiana espanhola...

    760  Palavras | 4  Páginas

  • Vida - Frida Kahlo

    Introdução Neste Trabalho iremos expor um pouco da vida de Frida Kahlo. Uma mulher de fibra, que passou por vários problemas e obstáculos, no entanto persistiu e se tornou um ícone de arte e vida. Marcada por uma vida turbulenta, com doenças, acidentes, traições. Gostava de se dizer revolucionária. Tal mulher, que encanta todos que a conhecem e estudam, com uma história fascinante cheia de altos e baixos, “libertava-se” de suas angústias e dores através da arte, da pintura...

    1268  Palavras | 6  Páginas

  • Frida Kahlo - a dor que vira arte

    fortalecer o vínculo e conviver com a diferença Fabiana Miano Mori (SP-Brasil) 12 ARTIGOS DE REVISÃO ………………………………………………………………………………………………………....…………… 3 - O enigma da esquizofrenia e a musicoterapia Clarice Moura Costa (RJ-Brasil) 22 4- Frida Kahlo - a dor que vira arte Sonia M. Bufarah Tommasi & Lúcia Fernanda Misse Soares (SP-Brasil) 31 ARTIGOS DE ATUALIZAÇÃO OU DIVULGAÇÃO …………………………………………………………………………………………………...………………… 5 – Arteterapia: ¿Para qué investigar? Carlos De los Ríos...

    26795  Palavras | 108  Páginas

  • Frida Kahlo e o Belo Artístico

    Filosofia da Estética Analisar as obras de Frida Kahlo é entender que seu modo de construir a arte foi bordado por seu espírito. Uma vez que se retratou como modelo para seus próprios quadros, deixou perpetuar características próprias da sua alma; exteriorizando em suas telas seus anseios mais íntimos. O princípio disso, ocorreu quando sua mãe pendurou um espelho em cima de sua cama, no período de adoecimento recorrente ao acidente. Eis a razão por sua tão conhecida frase: "Eu pinto-me porque...

    654  Palavras | 3  Páginas

tracking img